História A Bela e o Traficante. - Capítulo 22


Escrita por: ~

Postado
Categorias A Origem dos Guardiões, Big Hero 6 (Operação Big Hero), Como Treinar o seu Dragão, Enrolados, Frozen - Uma Aventura Congelante, Valente
Personagens Anna, Astrid, Bicho-papão (Pitch Black), Coelhão, Elsa, Flynn Rider, Gothel, Hans, Hiro Hamada, Jack Frost, Jamie Bennett, Mérida, Norte, Rainha Elinor, Rapunzel, Sandman "Sandy", Soluço, Sophie Bennett, Stoico, Tadashi Hamada
Tags Anna, Elsa, Etc, Hiccup, Jack, Jelsa, Kristoff, Merida
Exibições 303
Palavras 1.473
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Crossover, Escolar, Hentai, Romance e Novela, Violência
Avisos: Álcool, Drogas, Estupro, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas da Autora


GENTE, MUITO MUITO MUITO OBRIGADO POR TODOS OS FAVORITOS, VOCÊS SÃO D+♥♥♥ ^-^
Espero que gostem seus lindos.
Bjos e boa leitura.

Ps: A mulher do cap é a Melissa tá.

Capítulo 22 - Prostituta.


Fanfic / Fanfiction A Bela e o Traficante. - Capítulo 22 - Prostituta.

      ~~~POV MELISSA~~~

   Estava sentada de frente para um espelho me arrumando, quando uma colega minha da casa de prostituição onde trabalho se sentou ao meu lado.
-Você não vai acreditar em quem eu vi conversando com o chefe - ela disse com um imenso sorriso.
-Quem? - eu disse passando rimel.
-O seu cliente preferido, o Jack - ela disse e eu olhei em sua direção com um sorriso.
-É sério? Depois de tanto tempo? - eu perguntei arrumando o cabelo.
-Aham, mais ele tá acompanhado e eu não vou te enganar não, é uma mulher muito bonita - ela disse me ajudando com meu cabelo.
-Mais provavelmente não é namorada dele, se não, não teria trazido ela pra cá - eu disse passando um batom.
-É, com certeza não - ela disse enquanto bebia algo de um copo que ela havia trazido.

-Obrigada por me dizer, hoje vou dança melhor do que nunca - eu disse sorrindo e lilla, entrou apressadamente.
-Melissa, você entra em 3 minutos - ela disse e saiu, coloquei meu salto e fui até o lado do palco enquanto lilla subia lá e me apresentava, eu estava bem ansiosa, mais não porque iria dançar para vários homens, comecei a trabalhar como prostituta com 15 anos e hoje com 21 já estou acostumada com isso, lilla desceu do palco e as luzes se apagaram.
-Hora do show.

         ~~~POV ELSA~~~

    As luzes do palco se acenderam e a mulher chamada Melissa subiu no mesmo, "Crazy in love" começou a tocar e ela começou a dançar sensualmente, subiu no poste de pole dance e dançava e deslizava por ele, todos em volta analisavam atentamente cada movimento seu, tentei não prestar a mínima atenção, comecei a pensar em minha família, minha mãe, meu pai e Anna, tinha muitas saudades das minhas amigas, acordei de meus pensamentos com aplausos e percebi que já tinha acabado, a mulher desceu do palco e veio em nossa direção.
-Jack, faz tempo que não te vejo aqui - ela disse dando um beijo nele, que rapidamente retribuiu, virei o rosto com certo nojo da cena, se separaram e ele sorriu.
-Tive alguns problemas, você continua tão boa quanto antes - ele disse dando um sorriso malicioso.

-Jack, estou com a garganta seca, vou pegar algo pra beber - eu disse tentando ser o mais natural possível.
-Ok - ele disse sorrindo de lado.
-Eu vou com você, também to com sede - ela disse com um sorriso cínico, apenas me virei e fui a um pequeno bar que tinha ali e ela me seguiu.
-Um drink, forte por favor - eu disse pro bar man e ele foi pegar meu pedido.
-Acho melhor desistir - Melissa disse se aproximando.
-Do que? - perguntei desentendida.
-Do Jack, ele é meu, a muito tempo e nada do que você fizer vai mudar isso, eu tenho ele em minhas mãos quando quiser, ou melhor, em minha cama - ela disse sorrindo, peguei meu drink que já tinha sido colocado em cima da mesa onde eu esperava.
-Em primeiro lugar eu não dou a mínima pra você, acha mesmo que suas palavras significam algo pra mim, tenho muito mais valor do que você, sou muito melhor do que você e além de tudo você é uma prostituta - eu disse com uma expressão neutra e com uma voz calma.
-Acredite, pra ele não tem diferença entre mim e você - ela disse e voltou pra mesa, não me importei com o que ela disse mais sabia que nessa última parte ela estava certa, eu sou só mais uma que ele come, voltei pra mesa e Jack estava rindo.
-Elsa, que bom que voltou, o que acha de se apresentar agora? - o russo disse e Jack me lançou um olhar de reprovação.
-Outro dia, Jack eu quero ir pra casa - eu disse cruzando os braços.
-Por que? Não tá gostando de ficar aqui? - ele disse e puxou Melissa para sentar em seu colo.

-Não Jack, é que se você quer brincar de prostituta eu não quero fazer parte disso - eu disse e ele sorriu e ignorou tudo que eu tinha dito.
-Quer saber, vai lá, eu tenho uma companhia muito melhor que você, não sei porque você se ofende tanto em estar aqui, você é igual a qualquer uma delas - ele disse e meus olhos se encheram de lágrimas mais tentei não chorar.
-Eu sei o que você pensa de mim, não precisa jogar isso na minha cara - eu disse me mantendo firme.
-Jack, está sendo rude - o homem russo disse e se levantando e colocando a mão no ombro dele.
-Não, tudo bem, eu vou embora...me deixe em paz okay…e pensar que eu gostava de você - as palavras saíram de minha boca e senti uma lágrimas escorrer por meus olhos, a limpei rapidamente e sai daquele local rumo ao carro, pedi para um dos homens do Jack me levar de volta e ao ver minha situação não fez nenhuma gracinha. Assim que avistei a casa, entrei correndo no meu quarto e tranquei a porta, me desabei em choro e a única coisa que eu queria era estar com a minha família nesse momento, como da vez que eu e Hans demos um tempo e eu fiquei triste mas minha mãe e minha irmã me ajudaram, a única coisa que eu queria nesse momento era que isso acabasse, chorei tanto que senti meus olhos pesarem e me rendi ao sono.

          {Dia Seguinte}

         ~~~POV JACK~~~

    Acordei com uma dor de cabeça do cão, levantei e olhei em volta, com certeza esse não era meu quarto, olhei pro lado e vi Melissa nua dormindo, no chão tinha garrafa de bebida, cigarro e droga, levantei e no mesmo momento lembrei de tudo que tinha dito a Elsa na noite passada e o que ela me disse antes de ir embora "e pensar que eu gostava de você" essas últimas palavras vieram a minha mente e eu me sentei na cama, eu tinha estragado tudo, confesso que de umas semanas pra cá eu venho gostando dela mais agora eu tinha estragado tudo, ela deve me odiar, me vesti e vi Melissa acordar.
-Já vai? - ela perguntou sorrindo.

-Eu nem devia estar aqui - eu disse rude.
-Qual o problema? - ela perguntou se sentando.
-Eu fiz uma besteira, preciso corrigi lá - eu disse calçando os sapatos.
-Tá falando da loira que veio com você? Esquece ela, não vale a pena - ela disse me abraçando por trás e eu logo me separei dela.
-Ela vale mais a pena do que você - eu disse e sai daquele quarto, paguei a noite que tinha passado com a Melissa e fui pra casa.

                        {...}

    Assim que cheguei bati na porta da Elsa e ouvi a porta do banheiro que tinha lá dentro se abrir.
-Quem é? - ela disse com uma voz de quem tinha acabado de chorar.
-Sou eu, por favor me deixa entrar - eu pedi encostando minha cabeça na porta.
-SAI DAQUI,ME DEIXA EM PAZ - ela disse e eu suspirei.
-Elsa...Por favor...Vamos só conversa - eu disse e ela abriu a porta com uma cara completamente brava.
-Conversar sobre o que? - ela perguntou cruzando os braços.
-Eu não devia ter te levado lá...eu sempre bebo, fumo e acabo fazendo merda - eu disse a olhando.
-Não Jack, foi até bom, pelo menos agora eu sei quem você realmente é, só na noite passada eu descobri que você é um idiota, pega qualquer prostituta - ela disse entrando no quarto e eu a segui - Ah e não pense que eu não entendi aquele papo de " Mercadoria nova?" , você faz tráfico de pessoas, Caralho Jack...TRÁFICO DE PESSOAS PORRA - ela gritou e eu arregalei os olhos, droga,ela tinha entendido.
-Não é bem assim, eu não trafico as pessoas, eu só recebo e entrego e...eu sei que fui um idiota, me desculpa… eu… - ia continuar mais ela me cortou.
-Não...Não continua - ela disse e eu abaixei a cabeça, ela se sentou na cama e eu me sentei ao seu lado.
-Desculpa - eu disse segurando sua mão - Eu tava drogado, bêbado e eu sei que isso não é desculpa mais...Tudo o que eu disse na noite passada é mentira - eu disse e ela soltou sua mão da minha.
-Eu quero ver minha família, minhas amigas, minha antiga vida…depois eu volto pra cá, prometo - ela disse sem olhar pra mim.
-Ok...Você pode ficar alguns dias lá...5 dias, tá bom? - eu perguntei e ela concordou com a cabeça, sai do quarto dela e fui pro meu, deitei na cama e fiquei olhando pro teto.
-Desculpa Elsa...Mais eu te amo.


Notas Finais


Espero que tenham gostado.
Comentários, sugestões, críticas aceito tudoooo

Até♡♡♡


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...