História A Boca suja e o Preguiçoso - Capítulo 2


Escrita por: ~

Postado
Categorias Diabolik Lovers
Personagens Ayato Sakamaki, Kanato Sakamaki, Personagens Originais, Reiji Sakamaki, Shu Sakamaki, Subaru Sakamaki, Yui Komori
Exibições 120
Palavras 2.041
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Comédia, Ecchi, Escolar, Hentai, Romance e Novela, Saga, Shoujo (Romântico)

Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Oooi ppoovoooo linndooo
Espero que estejam gostando da fic
Sem mais prolongas, boa leitura a vocês

Capítulo 2 - Capítulo 2


Fanfic / Fanfiction A Boca suja e o Preguiçoso - Capítulo 2 - Capítulo 2

¥¥ Shuu ¥¥

Sim, tenho a maior certeza, ela está corada, eu até me aproveitaria mais não tenho paciência. - Vaza - foi a única coisa que eu disse a ela, e a mesma rapidamente fez o que eu falei.
Por outro lado, fiquei arrependido, deveria ter a tocado pelo menos, segurado na sua mão? Puta merda, por quê to pensando essas coisas?

- Hyuna voce ta bem? - Kanato pela primeira vez, largou o teddy e sentou ao lado da arrogante, parecia estar realmente preocupado.

- Hum..- Hyuna olhou pra mim e depois sorriu para o Kanato, merda que sorriso é esse? Por quê tão perfeito?  - Sim to bem, obrigada pela preocupação, voce como sempre é bem atencioso comigo - ela bagunçou levemente o cabelo de Kanato, pude ver ele corando, essa cena começou a me incomodar de certo modo.

- Que horas vamos chegar? To com sono. - pergunto para o Subaru, tentando distrair minha atenção.

- Tenho cara de relógio agora? Eu não sei. - Subaru bufou e eu apenas o ignorei, botei os fones e coloquei a música no último volume

O caminho até minha casa é realmente longe, já se passou 1h e ainda estamos dentro do carro, resumindo sao meia-noite já e ainda não chegamos em casa.
Olho para a Hyuna e vejo ela bocejando, ela deve estar com sono.
A arrogante encostou sua cabeça na janela, parece ter diminuído o volume da música, porque eu já não a escutava mais, ela calmamente foi fechando seus olhos.
Eu fiquei parado um bom tempo a encarando, ela fica linda dormindo, parece calma, mas só dormindo mesmo - Ela vai acabar pegando torcicolo - A voz de Yui chamou atenção de todos.

- Ela é de ferro - digo endireitando o fone e virando para o outro pra dormir.

££ Hyuna On ££

Eu tentei  fechar os olhos e dormi, mas nada aconteceu, começo a ficar nervosa.
Olho para o meu celular e nenhuma mensagem da minha mãe, só do Yato, só resta conversar com ele.

@@ Cvs @@

[ 12:02 PM ] Yato: Ei?

[ 12:05 PM ] Hyuna: Oi, antes de qualquer coisas queria me desculpar, nao fui uma boa amiga.
                                -    Visto

[ 12:05 PM ] Yato: Do que você ta falando? Você sempre foi uma ótima amiga, eu que menti pra você, desculpa...

[ 12:06 PM ] Hyuna: Mentiu? Do que se trata?  Para de graça, eu fui embora e nem me despedi, queria que voce soubesse que to sentindo falta já.

                                      - Visto

Que estranho, ele visualizou e não me respondeu?  Isso não é dele. Talvez esteja ocupado né? Ai que raiva, por quê tudo ta ficando tão estranho? - Ta acordada? - a voz de Yui, me fez dar um pequeno pulo no banco, pelo susto que eu tinha recebido.
Todos estavam dormindo, menos ela e eu.

- Se eu estou com os olhos abertos e me movimentando, claro que estou acordada.- me arrumei melhor no banco, pegando postura.

- Olha só, voce ta chegando agora melhor tomar cuidado co- eu a cortei.

- Com você?  Fofa deixa eu te explicar algo, meus pais tem um reino inteiro, voce notou né? Mesmo assim não tenho medo deles, por que seria diferente com você em garota? - dei um sorriso de lado - Nem se defender voce consegue, flor eu que digo é melhor tomar cuidado comigo.

- Voce sabe o que eles sao?

- Vampiros? To ciente.- olhei no celular rápido pra ver se Yato já tinha me respondido mas nada ainda. - Não ache que podera me ameaçar, voce nao passa de uma bolsa de sangue, só presta pra satisfazer eles.

¥¥ Shuu On ¥¥

Abri os olhos devagar e vejo Hyuna e Yui tendo uma conversa, fecho os olhos fingindo estar dormindo, desligo a música pra ouvir melhor.

-  E ai? Pelo menos vou poder satisfazer e voce? O que fara? Só passa de uma arrogante. - A Yui parece estar irritada, sua voz estava um pouco elevada.

- E eu? Bom depois de me casar com o Shuu, vamos ter um reino - A voz da Hyuna estava calma, e mesmo assim tinha um tom cortante. - Tem outras coisas também, eu possuí a melhor nota de todo o reino e da costa leste, fora o reino, eu tenho a inteligência o suficiente pra me sustentar, não preciso ficar sendo mordida pra não perder minha moradia, e muito menos sou retardada de achar isso super normal, garota me poupe e se poupe.

- Essa discussão parece estar boa. - a voz de Subaru me fez abrir os olhos, comecei a olhar fixamente pra Hyuna, que por outro lado ainda não tinha notado.

- Era só uma conversa de amigas.- Yui falou e Hyuna revirou os olhos.

- Não sou sua amiga garota. - Hyuna que antes tinha uma voz calma, agora ela estava grave e ainda mais afiada, me certifiquei de não rir alto.

- Que barulhentas.- comento.

- suas noivas. - Ayato abriu os olhos e mordeu a boca, olhando para Hyuna, Caralho o que essa garota tem? Só falta o Kanato também estar interessando nela.

- Devemos punir elas? - perguntou Laito ajeitando o chapéu.

- Punir pelo que? Por eu ter sido sincera ou feito barulho? Querido mesmo que você tente bota a presa em mim, nao vai conseguir , sou treinada pra alta defesa, e até vampiros não passam por mim - ela mandou um beijo debochando para o Laito - Pode tentar.

- Na..o obrigada. - Laito engoliu seco.

- Por isso não gosto de sair com ninguém, meninas como você me irrita. - comento

- E quem disse que vamos sair? Eu não to interessada. - ela se ajeita no banco, e começa a mexer no celular, por alguma razão me senti irritado com a falta de atenção que eu estava recebendo, peguei o celular dela e botei no meu bolso. - ME DEVOLVE.

- Não.

- Para de me irritar garoto! - ela virou para me ver, eu apenas a olhei por um momento e aumentei o som da música, pra não ouvir ela reclamando.

££ Hyuna ££

E se o Yato me mandar mensagem? Por que ele é tão irritante? Droga, droga! Esqueci de botar a senha, agora meu celular está desbloqueado na mão de um mimado. - Daqui a pouco ele te devolve - Reiji falou, me tirando dos meus medos, ele ajeitou o óculos e deu duas batidas na poltrona da limusine, indicando pra mim sentar ao lado dele. - Não vai vim? - ele pergunta novamente.

- Hum..sim.- olho desconfiada indo sentar ao seu lado. - o que você quer?

- Nossa voce é direta, gostei. - ele sorriu de lado, com a voz pegajosa.

- Sério?  Gostou - falei com o tom sarcástico - pouco me importo. - levantei pra voltar ao meu banco, até que meu pulso foi puxado pra trás.

- Não seja tao arrogante comigo garota, acha que me importo se é nobre? Ou tem conhecimentos? - ele apertou meu pulso mais forte, me fazendo dar um grito bafado que tampei com a mão - Voce não é a primeira noiva dele e sim a segunda, entao saiba que você não tem importância, ele não vai ligar se você virar uma bolsa de sangue.

- Agora você pensa por mim irmãozinho? - a voz de Shuu me fez virar rapidamente para trás, todos agora prestavam  atenção. - Ela é minha noiva e não sua, se é pra alguém brigar com ela por sua arrogância esse alguém sou eu, não preciso de babá pra tomar conta de mim.

- Shuu..- falei baixo, eu estava incrédula por Reiji estar me tocando, mas estava ainda mais por Shuu estar me defendendo. - me solta. - dei um puxão rápido no meu braço, fazendo Reiji cair pra trás.

- Ainda não acabei a nossa conversa. - disse o moreno, sentando novamente com elegância.

- Mas eu acabei por você. - disse Shuu com um tom de voz elevado. - Mantenha a distância, entendeu?
Eu fiquei ainda imóvel, não sabia como iria reagir e nem como pensar em agradecer, olhei para Shuu que tinha o semblante serio, em outros termos, seus olhos estavam um azul cintilante, dava arrepios.
Ele olhava para Reiji que parecia estar assustado, todos ao nosso redor estavam em silêncio, o loiro tinha ameaçado o próprio irmão mesmo? - Acho que você entendeu o que eu disse e vai manter distância. - Shuu botou o fone e fechou os olhos.

- Hyuna? - Kanato fez gestos com as maos pra chamar a minha atençao - Estamos num  carro em movimento, vai ficar parada no meio ai mesmo? - só depois que Kanato falou eu percebi que estava meio agachada por conta do teto da limusine, voltei ao meu lugar e sentei.
Fechei meus olhos e dormi um pouco.

¥¥ Shuu ¥¥

Dei um chute na canela da Hyuna, pra ve se ela acordava, ela abriu os olhos devagar, parecia estar perdida, Hyuna fica realmente fofa quando acorda.
Que merda, do que to falando? - O..i? - sua voz estava rouca por conta do sono, ela ainda bocejava, olhou pra mim e voltou a dormi, francamente todo mundo já saiu do carro faz uns 30 min e eu ainda to tentando acordar essa garota.
Como vou tirar ela daqui?
Eu pensei em mil formas, mas nenhuma deu certo, entao resolvi pegar ela no colo é o jeito.
A tirei com cuidado do banco e a deitei no meu colo, puta merda isso é ensaio pra noite de núpcias?
Abri a porta de casa com os meus pés, todos estavam na sala e me olharam surpresos, até eu mesmo fiquei, eu poderia ter a deixado lá, a jogado no chão da sala, mas não, o burro tinha que a carrega-lá ne?
Subi devagar na escada e fui em direção ao meu quarto, a deitei na minha cama, tirando seus sapatos que pareciam mais de bonecas pelo mínimo tamanho que tinham,e se ela sentir frio? Vou ligar o aquecedor, esta nevando e ela pode pegar um resfr..
QUE MERDA ESTA ACONTECENDO COMIGO? Joguei uma coberta encima dela, e peguei uns travesseiros e lençóis, vou dormir no quarto de hóspedes hoje, sao 02h54 já, amanha o dia vai ser exaustivo que eu já sei, fechei meus olhos e memorizei a cena que ela caiu encima de mim, não pude evitar um sorriso, pera isso ta errado, para de pensar nela, anda.
Enquanto eu lutava contra os meus próprios pensamentos, o celular de Hyuna apitou no meu bolso, eu o peguei e fiquei vendo, devo desbloquear a tela? Não é errado...pera, Foda-se vou ler, pouco me importo.

@@ Mensagem  @@

[ 02h45 AM ] Yato: Eu menti, disse a mim mesmo que poderíamos ser só amigos, mas a verdade Hyuna é que sou completamente apaixonado por você, que te quero e não vou abrir a mão de poder ter voce aos meus braços, que não importa se isso demore, vou estar a esperando, Eu te amo.

- O que? - digo a mim mesmo, vendo a mensagem do Yato, ele é apaixonado por ela? Tenho uma péssima notícia a voce, infelizmente vai ter que a esperar pra sempre, porque eu não estou afim de abrir mão dela também não e farei o possível pra isso não acontecer.

[ 03h07 AM ] Hyuna: Aqui é o noivo dela, não que eu deva me importar com isso mas ela é minha, espero que entenda, não mande mensagens mais e também saiba que, se voce ousar em tocar nela ou pensar em algo, eu vou até o inferno te caçar, tenha uma ótima noite.

                                     - Visto

[ 03h09 AM ] Yato: Veremos se vai continuar sendo o noivo dela.

[ 03h14 AM ] Hyuna: Veremos se você vai continuar respirando.
                                          
                                      - Visto

Me continha pra não matar ele nesse instante, eu poderia ir simplesmente no Palácio e mata-lo, mas acho que Hyuna se magoaria comigo, entao pra evitar contatos com esse garoto, eu joguei o celular dela na privada e dei descarga.

Da onde saiu esse sentimento?  Voce a conheceu a poucas horas...porque eu a quero agora?
Tcs .... que infantilidade minha.


Notas Finais


Hyuna : Cama tão fofinha.
Shuu : Pse, e eu aqui dormindo num sofá. ¬¬
Hyuna: Olha já ta aprendendo seu lugar ^^
Shuu : Ora sua arrogante.
Hyuna : Também gosto de voce *~*


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...