História A boneca assassina - Capítulo 1


Postado
Categorias Coraline
Personagens Personagens Originais
Tags Boneca Assassina
Exibições 13
Palavras 973
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Drama (Tragédia), Ficção, Policial, Sobrenatural, Survival, Suspense, Terror e Horror, Violência
Avisos: Linguagem Imprópria, Tortura, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Capítulo 1 - Capítulo único


Em uma linda noite de Natal, todos se reuniram na casa da minha avó Lena. Meus tios, primos, avós, padrinhos, bisavós e pais estavam todos reunidos pela primeira vez desde a briga...meus tios me deram uma boneca estranha, ela tinha metade do cabelo preto e a outra metade rosa, usava um vestido rosa meio branco com babados e um sapato branco com uma meia rosa claro. Ela tinha tatuagens, piercings e alargadores! Nenhuma boneca usava esse tipo de estilo! 

Agradeci os meus tios e fui brincar com a boneca.

Depois de brincar com a boneca a minha avó chamou todos para fazermos um roda em volta da mesa. Minha avó falou palavras estranhas que eu nunca tinha ouvido, ela me assustou um pouco. Depois dessas palavras estranhas e sem sentido sentamos nas grandes cadeiras douradas e começamos a comer as deliciosas comidas que a minha avó sempre faz nas festa de família. Quando deu 1:00 da madrugada todos ficaram com sono e foram embora e eu decidi ficar com a minha avó, vou fazer companhia para ela!. Ela coloca um pijama azul, escova os dentes e rapidamente vai dormir

Eu coloquei uma simples camisola rosa deitei na cama e fiquei mexendo no meu celular, já que eu não estava com sono 

Por volta das 3:00 da madrugada comecei a ouvir barulhos estranhos que vinha da cozinha,não sei se era maluquice mas eu juro que estava ouvindo barulhos. Fiquei olhando em volta do quarto e ouvi um grito de desespero da minha avó 

-Socorro! Socorro!! -ela fala assustada

-Vó? Você está aí ?

-Vem aqui na cozinha me ajudar por favor !! Estou desesperada ! 

-Calma Vó!  Já estou indo !

Pulei da cama e sai correndo para a cozinha a procura da minha avó, quando eu estava chegando, no meio do corredor ouvi a mesma voz desesperada, mas dessa vez a voz vinha do quarto dela! E agora o que eu faço ?

Ando devagar para a cozinha e paro quando escuto gritos

-Não vai lá minha querida !! Eu também cai nessa e agora estou morta !!

Morta? Como assim!?! Parei no meio da porta da cozinha e comecei a chorar, não sabia o que fazer ! Andei para trás e vi um espelho, nossa! Eu nunca tinha percebido que havia um espelho ali ! Me olho no espelho e vejo o reflexo de uma boneca atrás, não deu para ver direito. Olho para o meu rosto ainda assustada e me dou conta que eu não estou chorando água! Estou chorando sangue !!!

-Ha Ha Ha! 

-Quem está aí?  -falo com uma voz de choro, me olho novamente no espelho e eu ainda estou chorando sangue!

Volto para o meu quarto e minha avó está deitada na minha cama! Sua camisola estava toda suja de sangue e ela não tinha um braço !!!! Olho em volta para me certificar que estava tudo em ordem no meu quarto e observo a minha boneca, ela estava toda suja de sangue e do lado dela tinha uma faça. Ela segurava um braço !!! A boneca abre os olhos e eu dou um pulo de susto, ela se levanta coloca o braço do lado dela e vomita sangue em cima de mim! Eu me olho com nojo e ela da uma risada sinistra. Minha avó se levanta com os olhos pretos e em um movimento brusco ela me pega no colo com força, nem parecia uma velhinha de 89 anos! 

-Não Vó! Socorro!! -grito

Ela me leva para um porão e me amarra bem forte na cadeira dourada e agora cheia de sangue, ela sai e depois de alguns minutos a boneca entra com um estilete na mão 

-Ha Ha Ha! Sua família já era !! Você vai apodrecer aqui !!

Ela sai com o estilete na mão esquerda e a minha avó que está morta acompanha ela, elas me deixam sozinha e eu começo a chorar 

Fico ali naquele porão nojento e imundo por dias dias e dias! O que será que aquela boneca fez com a minha família ? Porque ninguém veio me procurar ainda ? Porque eu ainda estou aqui? Eu já estou morrendo de fome!

-Mãe ? -escuto um barulho na porta e sinto o delicioso cheiro da minha mãe 

Minha mãe abre a porta devagar e eu encaro ela é faço um biquinho, eu a observo para ver se a boneca não fez nada com ela e quando vou olhar nos seus olhos, ela não tinha olhos ! Tinha botões em vez de olhos !! Meu deus ! Ela se aproxima e me dá um beijo na testa e me abraça, ela me olha e fala calmamente como se nada tivesse acontecido 

-Minha querida...Você vai ficar como nos ! Vai ser uma de nos !

Ela tira dois botões do bolso e balas. Ela me desamarra e me puxa para o seu colo, ela me abraça por trás e quando vou encarar ela, ela passa a mão no meu rosto e enfia botões nos meus olhos! Eu cai dura no chão e passava a mão nos olhos, eu não sentia nada ! Não sentia o meu rosto!! Era como se eu não tivesse rosto !!

Depois de um tempo deitada no chão eu comecei a sentir uma dor incontrolável ! Era insuportável essa dor!! Minha mãe sorria e dava gargalhadas bem altas!! Eu não conseguia pedir socorro! Não conseguia gritar!

E então a boneca abre a porta e caminha até mim e minha mãe. Ela estava acompanhada da minha avó. Ela estava roda suja de sangue

-Sabe...eu odeio humanos !! Você tinha que ser uma de nos !! Sua família era um alvo fácil demais !!

Começo a chorar e a me debater, dou uma gargalhada bem alta e sinistra que nem eu reconhecia, eu não acreditava que aquela risada sinistra era minha !! Sinto uma forte pancada na cabeça e Caio dura no chão batendo forte a cabeça 



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...