História A Busca Pela Herdeira de Antere - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias Originais
Personagens Personagens Originais
Tags Caos, Drama, Era Medieval, Fanfic, Magia, Original, Tita
Exibições 23
Palavras 440
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Drama (Tragédia), Fantasia, Magia, Mistério, Misticismo, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Violência
Avisos: Mutilação, Nudez, Tortura, Violência
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas da Autora


Oi meus amores!

E novamente, eu estou aqui, trazendo mais uma original para compartilhar com vocês (não tenho culpa se as ideias vivem aparecendo e eu não resisto, começo a escrever).

E, antes que vocês possam se aventurar, quero deixar bem claro que, isto é apenas um prólogo, que serve apenas para atiçar (ou não, vai saber, né?) a curiosidade de vocês, e que tudo será esclarecido no capítulo seguinte. E sim, eu precisava começar desta forma.

Espero contar com vocês nesta nova aventura que estou iniciando.

Boa leitura e enjoy❣

Capítulo 1 - Prólogo: Antere e o Caos


Fanfic / Fanfiction A Busca Pela Herdeira de Antere - Capítulo 1 - Prólogo: Antere e o Caos

A lua cheia brilha no céu daquele mundo, o céu, tão belo e crepuscular, parece um grande tapete de estrelas que brilham de forma majestosa ao lado da lua.

E, em uma bela e imensa campina, tão grande quanto os olhos são capazes de ver, e tão imensa que ninguém é capaz de enxergar seu fim, o brilho da lua é ainda mais intenso. O silêncio toma conta deste mundo. E, um único homem caminha por esta campina, em direção a cidade. E, muito embora ele saiba que está longe da cidade, continua sua incursão.

Em suas mãos, um velho pergaminho e uma tocha.

Para de andar um pouco, e, usa a tocha para iluminar o pergaminho em suas mãos. E, após olhar atentamente o pergaminho seus olhos caramelados encaram o céu.

E, é neste momento que, ao lado da lua, surge um portal, emanando uma luz tão intensa que, o homem quase não é capaz de enxergar. Do centro deste portal, ele vê algo sendo arremessado, e, caindo no meio da campina, formando uma cratera, o portal se fechando em seguida.

O homem, ainda com a tocha e o pergaminho em suas mãos, corre em direção a cratera que se formou com a queda. E, assim que chega ali, se surpreende ao ver uma mulher, trajando um vestido branco que parece ser bordado com estrelas, cabelos longos e negros, lisos como uma cascata, e, ela segura algo, um embrulho. Seu rosto e seu corpo totalmente ensanguentados.

Abre os olhos, azuis e intensos, como o homem nunca então havia visto em toda a sua vida. Sentindo-se fraca, a mulher entrega o embrulho ao homem.

― Por favor... – a voz da mulher soa fraca – Proteja esta criança...! Forças das trevas querem sua destruição...! E o destino de Antere depende pela...! Por favor... Não deixe que o Caos a encontre...!

O homem, totalmente atônito, recebe o embrulho em seus braços e, nem ao menos tem tempo de falar qualquer coisa para a mulher, pois percebe que ela já está morta.

Seus olhos se voltam para a criança em seu braço e, a confusão o toma, ao mesmo tempo em que a criança começa a chorar.

A mulher mencionara Ampere e o Caos... Olha para o céu, milhões de perguntas tomando a sua mente, ao mesmo tempo em que a lhe vem a certeza que sempre soube, mas, que nunca fora capaz de provar.

Ampere existe...! Não é só uma lenda...! E, quis o destino que ele fosse o responsável por cuidar de uma criança que, ao que tudo indica, é muito importante em um mundo que, ninguém jamais fora capaz de encontrar...!

 


Notas Finais


CONTINUA...

Bom final de semana! o/


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...