História Crônicas de Heph e Noct - Capítulo 2


Escrita por: ~

Postado
Categorias Originais
Visualizações 1
Palavras 1.967
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 10 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Crossover, Ficção Científica, Luta, Magia, Romance e Novela, Violência
Avisos: Linguagem Imprópria
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas do Autor


Desculpem a demora, ainda vou fazer ajustes no capítulo.

Demorei porque meu computador deu aquele famoso pau e levei pro conserto, consegui ele de volta ontem e "terminei" ele hoje. Vou ver se consigo fazer o terceiro pra lançar nessa noite.

Capítulo 2 - Aula


Em um outro lugar, 2 dias depois...

Já estava de saco cheio, os dias de aula do semestre passado não foram sonhos felizes e sim pesadelos horripilantes, eu já estava na frente da porta. Respirei fundo,  soltei esse ar e então abri a porta. 

A sala tinha 41 mesas e cadeiras, sendo esses "1" da professora. A mesa dela ficava na frente, perto da lousa e dos alunos atrás. A professora já havia chegado em sala, e estava olhando o relógio . Se vocês me perguntarem se eu fiquei curioso pra saber o porquê, eu respondo que sim, mas simplesmente dei de ombros e sentei na minha cadeira. 

Todos os alunos estavam em pé, conversando uns com os outros, formando logo os famosos grupinho. Eu? Nunca fui parte de um. Sempre um aluno isolado, estudioso, embora sempre me dê mal em testes práticos. E por isso, muito judiado pelos outros alunos que me chamavam de "O Garoto do 1", pode parecer que falam que vim da cidade número um, o que seria um elogio, mas não é, esse apelido veio de quando descobriram que só sabia fazer magias básicas"É um inútil" eles disseram, e eu achava que tinham razão.

-Todos sentados! - disse a professora, ela tinha uma expressão não muito boa, como se tivesse se decepcionado com alguém logo no primeiro dia, e então ela olhou pra mim - Shuujin, feche a porta que você mesmo havia deixado aberta!

-Sim professora - eu me levantei da cadeira  "Que saco, só porque eu deixei a porta aberta não devia ser necessariamente eu a fecha-la" cheguei perto da porta e coloquei minha mão nela.

-NÃO FECHE..! - gritou alguém lá fora, olhei para de onde veio a voz e vi um garoto de olhos e cabelos vermelho correndo como um velocista - EU VOU ENTRAR! - eu olhei pro garoto, incrédulo "Como ele conseguiu chegar atrasado no primeiro dia de aula. Não, espera. Chegar mais atrasado que eu!"

O garoto entrou correndo na sala, logo após ele passar da porta, eu a fechei. Todos olhavam surpresos para o garoto, afinal, ninguém o conhecia, e se ninguém o conhecia, significava que ele era um novato, e se ele era um novato, ele deveria ter chegado cedo assim como os outros novatos.

-Me... desculpem - disse o garoto tentando recuperar o fôlego - eu estou profundamente envergonhado por me atrasar - logo após dizer isso, a professora chegou perto dele.

-Então você é o Kanji - disse ela, ele somente olhou para a professora e sorriu

-Sim, eu mesmo! - ela o pegou pela orelha e começou a puxa-lo para frente, junto com os outros dois alunos que tinham passado 

a Professora suspirou

-Shuujin, sente-se na cadeira - eu assenti e sentei na cadeira, assim como os outros alunos que haviam ficado em pé para ver a confusão que o novato havia causado - então, estamos mais um semestre aqui, nessa sala de aula - ela olhou para sala toda, desde a sala de aula teórica e a sala de aula prática .

-Professora, pare de enrolar, e faça logo o que tem a dizer - disse o garoto loiro de olhos castanhos afiados, todos na escola tem medo desse garoto pela sensação que ele passa, até a professora. Ela assentiu e olhou para eles

-Hoje, nós queremos que os que passaram no teste de entrada para a Academia digam seus nomes, idade e qual a magia mais forte que vocês conhecem - os três assentiram - primeiro você - ela apontou para um deles, a pessoa assentiu, com uma cara séria

-Meu nome é Lia, tenho 17 anos, a magia que é a mais forte que conheço é a "Livro da Evolução", uma magia de nível 2 - todos na sala rapidamente ficaram admirados pela garota, ela tinha cabelos pretos, olhos pretos e pele branca, seu cabelo eram longo, extremamente longo. Tinha um corpo considerado ótimo.

- O próximo!

-Si-sim! - respondeu nervosa,a próxima garota - M-me-meu nome Yui, tenho 18 anos, a magia mais forte que conheço é a "Balas de Água", uma magia com força de nível 1. - disse a garota ao lado, ela tinha cabelo castanho claro curto, seus olhos eram azuis, ela passava uma aura extremamente fofa. tinha um corpo considerado normal "Sinto que essas duas vão ser alvo de bajulação".

-O último! - disse a professora, com uma cara próxima de desgosto e nojo.

-Sim! - disse Kanji, o garoto que chegou atrasado - Eu sou Kanji, tenho 15 anos, a magia mais forte que conheço é a magia criação de chamas, do nív-- - todos da sala começaram a rir, mesmo eu abri um pequeno sorriso, até me lembrar que isso também havia acontecido comigo. O garoto só continuou com a cara que fazia antes de começarem a rir.

-Ridículo! - disse a professora - não sabe nem uma magia de nível um! - ela agora fazia uma cara de nojo - Você é igual ao garoto do 1 - "E o pior que é mesmo" pensei - Sentem-se na cadeira! - os três obedeceram, Lia andava meio afastada de Kanji, enquanto Yui não ligava pras magias que o garoto não sabia, só olhava com um estilo de "Será que devo falar com ele?", Kanji só deu de ombros e foi pra sua cadeira (que por obra do destino era ao lado da minha).

-Agora vamos começar a aula - a professora pegou o giz e olhou para nós - Como hoje é o último dia, e alguns de nós não sabem quase nada de magia - a última parte ela disse olhando para Kanji - vamos desde o começo - alguns alunos reviraram os olhos e outros baixaram sua cabeça e dormiram, eu fiquei prestando atenção. Por que? Sou pouco melhor que ele. - Vocês devem saber o que é magia, mas vou explicar. - a professora desenhou um corpo de uma pessoa normal - magia é a forma que nós, magos, criamos para conseguirmos ter total domínio sobre as coisas da natureza, e as coisas que não são possíveis desvendar pela ciências. A magia usa como fonte de combustível uma coisa chamada "Mana". A mana aparece de duas formas no nosso corpo. - ela fez o contorno por cima do boneco que tinha criado - o primeiro é em forma de "aura", ele fica por cima do nosso corpo e é imperceptível a pessoas de olho nú, ela geralmente está presente em pessoas que podem manipula-lá, normalmente essas pessoas usam magias de criação. O nome das pessoas que usam esse tipo de magia é "Mago de Criação"

 

-Acabe logo isso professora - resmungou um garoto lá da frente, ela revirou os olhos.

-O segundo é um que corre junto com o sangue,  esse tipo de pessoa geralmente carrega mais mana. Normalmente as pessoas que tem esse tipo de mana usam magias de elementos, ou seja, são Magos Elementais - Kanji levantou a mão, a professora deu a voz a ele.

- Quais são os elementos utilizáveis quando se usa magia elemental? - sua boca fez uma curva , o que demonstrava sua raiva, mas depois voltou ao normal.

-Os normais são Fogo, Água, Ar e Terra. Mas existem existem os elementos familiares, que não servem só para os elementais. Os Elementos familiares vão normalmente de pessoa para pessoa. E só algumas pessoas tem ele em seu sangue - o novato assentiu. - Bem, após saber de tudo isso, vem a classificação das Magias - ela escreveu 5 coisas na lousa, e apontou para o primeiro - o primeiro, ou o zero, como quiser chamar, é a magia básica, que todos tem dentro de si, só falta lhe ser ensinado como usar. Estas podem ser uma magia elemental ou alguma magia elemental familiar, assim como pode ser uma magia de criação ou de criação familiar - ela apontou para a segunda- Esta é a Magia de Nível 1, ou Magia de Nível Estudante. Normalmente levam apenas dias para aprender uma magia desse nível. - ela apontou para a de baixo - Esta é a Magia de Nível 2, ou Magia de Nível Estudante-Mago, pessoas normalmente levam de 2 meses a 3 meses para aperfeiçoar esse nível de magia. Passado desses níveis, já não se é uma pessoa normal - ela estava com uma cara séria, nunca havia ouvido isso da boca dela. A professora apontou para a de baixo - Esta é a Magia De Nível 3, ou de Magia de Magos. Somente pessoas com sangue de magos podem aprendê-la. Quem conseguir aprender mesmo que somente uma, poderá sair até mesmo da cidade "go". - ela apontou para a última - E por último, a mais importante e última conhecida por nós, a Magia de Nível 4, Ou Magia de Magos Mestres. Somente 11 pessoas em toda a história da cidade Ju Ichi conseguiram aprender esse tipo de magia. - ela olhou para toda sala - Pessoas que aprendem o último nível de magia são chamadas de "monstras", pelo menos em nossa cidade. - eu e Kanji assentimos.

-Já acabou professora? - disse uma garota qualquer do canto direito da sala.

A professora suspirou.

-Já, e como já expliquei o básico para nossos novatos, vamos separar a sala em Magos Elementais e Magos de Criação. Por favor, formem filas, os da frente por favor falem a prioridade e façam suas magias 

-CERTO! - todos disseram em uníssono e se levantaram, formando filas.

- O que é "Prioridade"? - disse baixinho alguém atrás de mim, me virei pra trás e vi que era Kanji, eu suspirei "Nem isso sabe?"

-É o tipo de magia que vai querer levar daqui para frente, tipo Magia de Criação ou Elemental - eu apontei para frente - olhe lá - Kanji olhou para onde eu estava apontando.

-Qual seu nome? - disse a professora para o garoto de cabelo verde, que estava com um pirulito na boca 

-Willim - ele tirou o pirulito da boca e apontou para professora - paremos com as formalidades e me deixe fazer logo minha magia - a professora cruzou os braços

-Vamos, faça então - ele assentiu e olhou para todos nós

-Olhem para mim, e vejam o melhor mago dessa sala! - disse colocando o pirulito na boca de novo, abriu as duas mãos e deixou-as abertas um pouco abaixo da cintura - ELEMENTAL WEAPON! - dos seus dedos saia uma chama com cor diferente, até que finalmente elas cresceram e começavam a tomar formar de armas, umas eram machados, outros eram espadas, katanas, martelos. Todas elas estavam em volta dele e giravam - DIREITA! - ele trouxe sua mão direita para frente - ICE KATANA! - logo, algo com forma de uma espada surgiu na sua mão direita, era branca, parecia neve, frágil. Saia algo como fumaça dela. o garoto franziu a sobrancelha "O esforço? ou talvez ele esbanjando sua força", eu dei de ombros, ele provavelmente iria continuar, já que uma invocação elemental não era mais tanta coisa por causa do ano passado - ESQUERDA! - trouxe sua mão esquerda para frente "Parece que eu tinha razão"  -  Fire pistol - disse com uma voz mais séria, seu rosto mostrava seu esforço, em sua mão um fogo começava a surgir, e tomava a forma de uma pistola, até que o fogo tremeluziu e o garoto franziu mais a sobrancelha, então o fogo finalmente tomou a forma de uma pistola, essa pistola tinha um grande "X" no meio dela, de onde saia fogo, ele abriu a boca e soltou todo o ar que tinha guardado.

-Então é essa sua magia? - perguntou a professora com um olhar esnobe

-Sim, não é uma magia ótima? - respondeu o garoto alegremente.

-Não - respondeu rispidamente - que venha o próximo.


Notas Finais


Obrigado por ler :3


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...