História A caixa do amor... - Capítulo 2


Escrita por: ~

Postado
Categorias Harry Potter
Tags Dramione, Harry Potter
Exibições 194
Palavras 1.309
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Hentai, Romance e Novela
Avisos: Heterossexualidade, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas da Autora


Então amores, eu postei mais um capitulo hoje, porque o primeiro é realmente pequeno....boa leitura a todos, bjus

Capítulo 2 - Segunda Parte


Hermione

 

Acordo sentindo algo estranho, como se fosse um grande vazio, que de alguma forma, faltasse algo muito importante em mim, mas que eu não lembrava o que era.

Levantei da cama no quarto que divido com as meninas do meu ano em hogwarts, indo para o banheiro, escovei os dentes, lavei o rosto e fui tomar banho, quando ligo o chuveiro escuto batidas na porta e pelo desespero sei que é Gina.

Ponho a mão para fora do box e tateio minhas roupas que estão no chão, pegando a varinha falo "Alohomora", a porta se abre e ela entra desesperada para fazer xixi.

 

- Essa sua mania de segurar o xixi ainda vai lhe fazer mau.

 

A escuto gemer de prazer e dou uma pequena risada.

 

- Eu não vou me levantar da cama no meio da madruga no frio que está fazendo. Só você faz isso.

 

Diz ela se vestindo e vindo para a porta do box.

 

- Pelo menos eu não terei problemas na minha bexiga.

 

Digo e ela sorri  atirando em mim o sabonete.

 

- Quero te contar uma coisa estranha.

 

Gina diz  me fazendo revirar os olhos enquanto lavo os cabelos.

 

- Hum.....e o que seria? Por acaso seu irmão não comeu o dia todo? Pois isso sim seria algo extremamente estranho.

 

Ela da uma gargalhada alta com o que digo e vai até a pia lavar o rosto.

 

- Isso seria sim, mas não é o que tenho para te contar.

 

Enxaguo os cabelos e ponho o rosto para fora do box a vendo escovar os dentes e curiosa sobre sua informação.

 

- Diga logo então.

 

Falo curiosa, ela gospe a pasta e me encara.

 

- Malfoy foi levado a enfermeira ontem à noite após passar mau dentro da sala precisa.

 

Faço uma careta com seu comentário e volto a me lavar.

 

- Como ficou sabendo sobre isso?

 

Pergunto desligando o chuveiro e pegando a toalha.

 

- Lila chegou gritando isso no quarto no meio da madrugada, enquanto você dormia como uma pedra.

 

Fala me olhando, término de me secar e saio para por o uniforme, Gina tira a roupa e entra no box.

 

- Essa garota é uma fofoqueira, só pode ser mais uma das suas invenções.

 

Falo já vestida com minha Lingerie, pego a camisa do uniforme para o colocar e Gina põe a cabeça para fora do Box ainda cheia de espuma.

 

- Como pode ter certeza disto?

 

Me questiona enquanto já estou quase ponta, vestindo as meias.

 

- Porque ontem à noite, Harry, Rony e eu fomos a sala precisa e Malfoy não estava lá. Essa garota gosta de chamar atenção só isso.

 

Falo calçando os sapatos e Gina desliga o chuveiro.

 

- Ainda assim ele poderia ter ido lá sim, vive vigiando vocês, não custa investigar.

 

Ela fala saindo do box enrolada na toalha.

 

- Já sei o que vou fazer......até mais Gi.

 

Digo rápido enquanto a idéia brilha em minha mente, ela grita um "o que?", mas não a respondo, saio batendo a porta do banheiro, entro no quarto e pego meus matérias, apressada, desço as escadas, passo pelo quadro da gorda e corro pelos corredores.

Tenho que chegar na ala hospitalar antes que Harry e Rony dêem falta de mim no café, sei que não deveria estar tão perto dele, mas minha curiosidade sempre dominou minhas atitudes. Abro a porta da enfermaria e a primeira coisa que vejo é a cabeleira loira de Draco Malfoy.

Meu coração dispara no peito, fico sem entender e começo a me aproximar com caltela, sinto um formigamento no estômago, ele parece tão frágil assim nesta maca.

Paro ao seu lado e encaro seu rosto, está totalmente tranquilo, chego perto e começo a sentir o cheiro do seu perfume, menta e hortelã, esse é o aroma, apoio às mãos na borda da maca e ele se mexe.

Me assustando um pouco, me afasto rapidamente, ele ainda dorme, então torno a me aproximar, agora ele está com o rosto virado para mim, vejo perfeitamente o corte na sua sobrancelha.

 

Sinto uma enorme dor no peito em lhe ver machucado, pisco algumas vezes os olhos, pensando no que estou sentindo, mas o que há comigo!, o que eu ainda faço aqui parada admirando ele, se já constatei o que queria, a fofoca sobre ele era real.

Giro sobre os calcanhares e caminho apressada para longe dele, saio da enfermaria e meu coração dispara.

 

"Você não vai voltar lá Hermione Granger! Eu a proíbo."

 

Grande mentira, pois assim que minha mente termina de me xingar eu começo a correr para dentro da enfermaria novamente, paro ao lado dele e com as mãos trêmulas toco em seus cabelos.

Minha respiração está acelerada, meu peito está batendo tão forte, meu corpo formiga.

 

"Mas o que em nome de Merlin, há com você Hermione?"

 

Me pergunto ainda tocando nos fios loiros, sei que não estou alcoolizada, tão pouco enfeitiçada, então porque estou agindo desta forma perto dele?, me questiono sem achar conclusões, tentando me distrair de meu próprio julgamento, olho para o bidê ao lado da maca de Malfoy e vejo o remédio que ele está tomando, ate parece aquele líquido de remendar ossos que Harry bebeu.

Um suspiro alto chama minha atenção e eu olho para o rosto de Malfoy novamente, ele está com os olhos em mim e minhas pernas ficam moles.

 

- Ah....Eu.....me desculpe Malfoy..

 

“Mas o que? Você pediu desculpas?”

 

Penso enquanto falo com ele que  sorri de lado para mim, um pouco anestesiado.

 

- Isso é bom..

 

Ele solta depois de desastrosos cinco minutos de silencio e só aí me deu conta de que ainda estou com as mãos nos seus cabelos.

 

- Eu só.....Quero saber porque está aqui?

 

Tento parecer snsata, mesmo que não tenha funcionado e ele da de ombros, o vejo tentar levantar a cabeça, mas não consegue e deita de novo levando a mão para sua  sobrancelha machucada.

 

- Au...isso doe!

 

Malfoy reclama sendo o mesmo mimado de sempre, e pela primeira vez acho isso fofo, então dou uma risada baixinha e ele me olha, ri também e a madame Pomfrey vem ate nós.

 

- Olá menina Granger, é muito inusitado lhe ver por aqui.

 

 A velha enfermeira diz parecendo impressionada, lhe dou um sorriso sem graça e começo a me afastar.

 

- Granger!

 

Malfoy grita e eu lhe olho parando na porta.

 

- Não lembro porque estou aqui, mas obrigado por ter vindo me ver.

 

Sinto meu coração bater muito forte, assinto a ele e saio fechando a porta, ajeito minha mochila nas costas e começo a ir em direção ao salão principal. Não sei o que acabou de acontecer, a única coisa que penso é nele me falando “Obrigado”, algo que jamais vi antes e que de uma maneira estranha me fez bem.

 

"Chega de coisas esquisitas por hoje Hermione, está situação com Malfoy, já foi o bastante, equivalente para o ano todo!."

 

Penso chegando a mesa da grifinoria, afinal eu só queria saber se ele esta La mesmo, não que me importasse ou que me emocionaria com suas atitudes. Sento ao lado de Gina e vejo Rony comer todo sem jeito, deixando um pouco da comida cair em seu uniforme e isso me causa náuseas, nossa não sei o que Lilá vê nele para que estejam namorando.

 

"Mas você gostava deste nojento, não é?"

 

Penso me servindo suco de abóbora, e então começo a notar que o meu vazio esta manha estava claro agora, tão transparente quanto água corrente, eu não amava mais o Ronald Bilius Weasley, o garoto que conseguia me tirar o ar, agora não me roubava nem ao menos a atenção, a verdade é que não sinto coisa alguma por ele alem de amizade e constatar  isso  consegue ser mais estranho que a cena de hoje mais cedo  na enfermaria com Malfoy.


Notas Finais


Criticas construtivas, elogios, duvidas e perguntas serão bem vindas nos comentários, pois são eles que me incentivam a continuar njus


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...