História A Canção dos Fogos de Inverno (Interativa) - Capítulo 20


Escrita por: ~

Postado
Categorias Originais
Personagens Personagens Originais
Tags As Crônicas De Gelo, Castelos, Colegial, Dragões, Fantasia, Fogo, Guerra, Guerra De Magia, Interativa, Magia, Misticismo, Morte, Originais
Exibições 27
Palavras 801
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Aventura, Fantasia, Ficção, Hentai, Lemon, Magia, Romance e Novela, Shonen-Ai, Shoujo (Romântico), Shoujo-Ai, Slash
Avisos: Adultério, Bissexualidade, Estupro, Heterossexualidade, Homossexualidade, Incesto, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Sexo, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas do Autor


A personagem que narra este capítulo pertence à GabehLoxar. Boa leitura ;)

Capítulo 20 - Não há Pureza


AGORA, 1716 depois do Dragão

Iris estava estupefata com o quão burro Derek podia ser.

- VOCÊ SIMPLESMENTE MATOU O DRAGÃO DE UM DOMADOR DE DRAGÕES?! - perguntou, furiosa. - COMO VOCÊ ACHA QUE PODERIA TER FEITO ALGO CONTRA?!

- Me desculpe...

Ela conhecera Derek alguns dias atrás e achou o rapaz tão sábio e inteligente. Agora, até o mais burro bêbado seria mais racional. Não só havia matado o dragão de Jason, como também o espantara quando ele renasceu.

- Mas, sério, o que você fez foi ridículo. Na próxima vez que um dragão tentar te matar, me chame. Acha que eu te dei meu fio para quê?

Quando Derek estava à caminho do castelo, acabou em apuros com um urso. Felizmente, Iris conseguiu convencer o urso a ir embora. Deu para ele um fio de seu cabelo, assim ele poderia chamá-la à qualquer hora. O garoto não tinha um coração puro, mas fez bem quando decidiu não matar a fera, e ainda impedir o irmão de fazê-lo. Steven, entretanto, não era nada mais que um bruto imbecil.

Provavelmente teria matado o dragão se o seu irmão não tivesse feito isso, o que deixaria Jason ainda mais irritado. Aparentemente, o garoto loiro havia criado uma amizade bastante forte com Derek para tê-lo esfaqueado, apenas. Iris sabia que tal amizade chegara, provavelmente, ao fim, mas ainda era melhor que nada. Não havia uma rivalidade entre eles. Pelo contrário, Jason parecia estar apenas desapontado, ou se sentindo traído.

- Jason? - ela chamou, quando o sol estava no último quarto do dia. Derek estava quase que completamente curado, mas, do jeito que a magia estava limitada, até as ervas poderiam não ser capaz de cicatrizar os ferimentos de adaga. - Soube que o Rhaegus já providenciou uma expedição para achar Elijah. Eles já vão começar amanhã, e... - Derek estava completamente parado em sua cama, no dormitório vazio dos meninos, olhando para o teto. Seus cabelos loiros estavam bagunçados e seus olhos opacos. - Ei, você está me ouvindo? Já vai dar a noite.

- Eu sei... - ele disse, por fim. - Eles não vão achá-lo, sabe? Elijah.

Iris franziu o cenho.

- Por que diabos não vão?

- Por que Elijah se perdeu...

Um silêncio avassalador tomou conta do dormitótio.

- Elijah não existe mais. Seja quem for aquele dragão, não é o meu.

Sua voz se perdeu, com tamanho o choro. Estava bastante magoado, disso Iris tinha certeza.

- Você está certo - ela disse, e se aproximou para abraçá-lo. - Elijah se foi, mas estou aqui, tudo bem? Todos nós estamos. Pode não parecer, mas vou te ajudar em tudo que pedir.

- Então se afasta. - O coração se Iris pareceu se rachar ao ouvir aquilo. Eles se virou e tinha um sorriso no rosto.

Ah, esse sorriso, ela pensou. Poderia transformá-lo em um homem agora mesmo, mas não seria muito certo.

- Você está nua - riu. - Você sempre está nua. Por mais que você não se importe com isso, sou um homem, e você ficar assim, perto de mim não melhoraria em nada a minha situação.

- Seu tarado! - disse, com o rosto completamente corado. Fez um único gesto com a mão e um vestido de seda branco apareceu no seu corpo, sutilmente. - Deveria ter continuado com o Derek. - Isto só fez com que Jason risse mais.

- Sabe, aquele cretino também é um homem, e os olhares dele para você estavam bastante... gulosos, se me permite.

Iris agarrou um travesseiro de uma cama ao seu lado e jogou na cabeça do rapaz. Riram pelo que pareceram horas até que conseguiram controlar-se.

- Você e ele estão... sabe?

Jason deu de ombros.

- Ainda somos amigos, se é o que quer saber. Quem ele matou não era mais o meu dragão, e duvido que, se fosse, ficaríamos com raiva um do outro por causa disso.

Iris o censurou com o olhar, duvidando.

- Viraram amigos rápido. O que aconteceu?

- Também gostaria saber. Acho que ele simplesmente foi gentil em se oferecer para acalmar Elijah, então... não sei. Simpatizamos?

- Graças aos antigos deuses que não travaram uma guerra um com o outro. Só não se meta com aquele Steven. Não fui muito com a cara dele.

- Nem eu. Ele parece ter algo negro em si. Espero que não vire algum domador de dragões.

- Ele não vai. Só quer estudar animais fantásticos. Derek me disse que gostaria de cuidar dos dragões. O que acha?

Os olhos de Jason brilharam um pouco.

- Não sei o que tem naquele garoto que me fez gostar tanto do que acabou de me falar. Agora é bom sair, que eu estou nu, também.

Iris fingiu vomitar e saiu, enquanto Jason ria ao fundo.


Notas Finais


Qualquer um que queira que o seu personagem apareça com frequência, basta favoritar a fanfic e comentar/avaliar cada capítulo. Caso contrário, irei ficar com fogo na mão e o matarei antes que a Rainha chegue em Gwora :D As reservas de aparência já estão valendo, e caso você queira que o seu personagem apareça na capa da fanfic (e levado a sério pelos leitores), reserve o Photo Player do seu personagem respondendo meu comentário no Capítulo Um.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...