História A carta, a suicida - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias Originais
Tags Original
Exibições 5
Palavras 409
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 12 ANOS
Gêneros: Ficção
Avisos: Mutilação, Suicídio
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas do Autor


Oi gente, tudo bom com vocês? Então, eu fiz essa oneshot agora e sei lá, me deu a louca e resolvi postar. Se alguém por acaso ver essa fic e quiser que eu escreva outra, só deixar nos comentários. Desculpa se houver algum erro ortográfico. Até as notas finais.

Capítulo 1 - Capítulo Único


"Me desculpe por escrever isso, tudo bem se não entender.

Eu sei que você me via sorrindo e achava que estava tudo bem, mas eu acho que os olhos confessam o que o sorriso esconde. Eu não estava bem, e você nunca foi de me olhar nos olhos.
Você e o papai não sabem como doeu escutar vocês dizerem que desistiram de mim. Eu chorei muito naquele dia e você viu, não fez nada, mas sei que viu.
Naquele dia, papai disse que eu não merecia nem um centavo, e que se fosse por ele, eu passaria fome, frio, calor...
Diferente da minha irmã, que sempre foi melhor que eu e que merecia tudo de bom. Eu sei que sempre preferiram ela desde pequena.
Eu sempre fui sinônimo de bagunça e ignorância pra vocês. Enquanto isso, ela era sinônimo de alegria e bondade, ela era o exemplo. Não culpo ela por nada, sei que ela é melhor que eu.
Mas saiba que o problema não era só dentro de casa.
Na escola eu era zoada e nunca fui de ter muitos amigos. Ano passado eu até tinha, mas as coisas mudaram completamente esse ano, tudo mudou. E por conta de certas mudanças, comecei a me auto mutilar.
Eu estava sozinha, rodeada de idiotas que só sabiam me zoar e falar de mim pelas costas. Não era tão simples como parece ser, a verdade é que eu prefiro não entrar em detalhes.
Mas sabe, eu me sentia um lixo. Não conseguia fazer amigos e sempre fui inútil, não tinha do que me orgulhar. Sabe, eu até mostrei alguns desenhos pra você, mas eu só copiava, nunca consegui fazer mais que isso.
Não sabia desenhar, não era boa com esportes, não sabia dançar, era desafinada, me sentia feia, não conseguia tocar nenhum instrumento e etc.
Creio que agora eu não passe de um corpo frio e sem vida, mas não sei se você se importa com isso.
Mas, mesmo assim, me desculpa mamãe por não ser a filha perfeita e nunca ter te pedido desculpas pelas brigas idiotas.
Me desculpa por não ter sido forte o bastante.
Adeus mamãe e papai."

Terminei de escrever a carta e coloquei ela dentro de um envelope, na frente dele escrevi "Para Mamãe", enquanto chorava.
Levantei da cama e peguei a cartela de remédios, eu já não aguentava. Engoli todos os remédios e olhei pro meu quarto mais uma vez, essa seria a última vez.

Notas Finais


Se é que alguém leu, eu to pensando em fazer uma fic sobre Fairy Tail, se você vê o anime da algumas idéias por favor.
PS¹: nada de apologia, não passa de uma história.
PS²: sem foto de capa porque to postando pelo tablet.
Beijo, tchau!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...