História A Carta do Garoto Suicida - Jungkook - BTS - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Visualizações 55
Palavras 1.738
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Crossover, Drama (Tragédia)
Avisos: Suicídio
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


espero que gostem
aceito ideias

Capítulo 1 - Capitulo único


Fanfic / Fanfiction A Carta do Garoto Suicida - Jungkook - BTS - Capítulo 1 - Capitulo único

- S/n, minha filha, vamos logo você ira se atrasar para o colégio se continuar com essa demora

- sim mãe, já estou descendo – falou a linda garota pegando seus materiais e saindo de seu quarto

- filha, Jungkook vai vir te chamar hoje?

- não sei

- você não falou com ele?

- não, esses dias ele andou meio estranho, além do mais acabamos por brigar na ultima vez que nos vimos – falou a garota abaixando a cabeça

- por que brigaram minha filha? Vocês sempre foram tão amigos, desde criança

- não quero falar sobre isso minha mãe, apenas...

- você gostaria de falar com ele?

- muito, esses dias longe dele estão sendo muito riuns

- ai minha filha – a mãe de S/n a abraça – vocês vão se reconciliar logo, assim que o ve corra abraçando-o, fale que não aguenta mais ficar brigada com ele

- pode deixar mãe, irei fazer isso

Uma buzina tocou no lado de fora da casa, S/N saiu correndo com um sorriso no rosto esperando ver seu  amado Jungkook dentro do carro.

- S/N! – falou Jin ao ve-la

A menina, que antes estava com um sorriso gigantesco, começou a fecha-lo bem de vagar

- oi, Jin – sorriu fracamente entrando no carro

- como está?

- bem – falou e logo se instalou um silencio no carro, S/N queria saber o que havia acontecido com Jungkook, então perguntou

- e o Jungkook/

- o que tem ele?

- onde ele esta?

Jin suspirou

- você não sabe?

- não, por que?

- Jungkook não aparece lá em casa já faz mais de duas semanas

“já faz mais de duas semanas que ele esta estranho”  pensou S/N

- e já faz mais de três dias que não atende as ligações de nenhum de nós

- que estranho – comentou S/N

- e muito, todos os meninos estão muito preocupados, principalmente Jimin

Jimin e Jungkook são amigos a muito tempo, eles meio que nasceram juntos.

- vou falar com Jimin de tarde

- vai ser muito bom você fazer isso, Jimin precisa desabafar com alguém.

- ele não fala com vocês?

- não, nós diversas vezes tentamos falar com ele, mas o mesmo sempre age como se nada tivesse acontecido.

S/N soltou um suspiro, os dois ficaram o caminho inteiro em silencio. Logo que chegaram no colégio cada um foi em direção ao seu armário.

S/N ao abrir seu armário deu de cara com um envelope vermelho, com uma cara de confusa abriu a carta pegando o papel que estada dentro. A folha tinha um cheiro bem conhecido, era o perfume que Jungkook sempre usava, o perfume que ela pediu para que ele sempre usasse.

Percebendo que era uma carta de Jungkook não demorou muito para ler a mesma


              "oi S/N

Sei que deixar uma carta pode ser um pouco ultrapassado, optei por escrever, pois o que vou anunciar é algo que não pode ser dito pessoalmente, talvez quando você terminar de ler essa carta, sairá correndo e tentara me ajudar, mas sito lhe informar que talvez já seja tarde de mais.

Antes de eu falar o porquê da carta, quero dizer algumas palavras sobre nossa amizade, a nossa linda amizade, cheia de brigas, intrigas, risos, ciúmes e muita, mais muita, alegria. Me pego pensando no que eu seria se eu não tivesse te conhecido, talvez o caminho que eu escolhi agora já tivesse sido escolhido há um tempo, por que afinal, quem me fez adiar essa ideia foi você, foi o seu sorriso, o seu companheirismo, a sua amizade.

Queria ter ficado mais tempo contigo, queria ter ido mais vezes ao parque, tomar sorvete, a eventos e tudo mais... Pena que as minhas condições já não me deixam ter esperança de algum dia possa voltar a fazer isso com você novamente.

Agora vou direto ao assunto, descobri a um tempo que estou com uma doença, é bem grave, o tratamento é muito caro, e não possuo dinheiro para paga-lo, já faz mais de 10 meses que sei da existência dessa doença, não fique brava por não ter contado a vocês, eu apenas não queria que se preocupasse atoa, além do mais, as chances da minha vida continuar são pouquíssimas e foi por isso que optei por passar esses dez meses como se fossem os últimos da minha vida, o que é verdade, quando comecei a agir estranhamente com vocês foi por que soube que minha doença já tinha espalhado pelo meu corpo inteiro, estava tentando não mostrar que eu já não era eu mesmo, que estava fraco e cansado.

Nesse exato momento estou entrando em um elevador que vai me levar para a minha morte, de um jeito rápido e indolor.

Agora, por fim, quero pedir desculpas a você, a o Jimin e a todos os outros meninos, sei que posso estar sendo meio egoísta pensando só em ficar bem e não levando em conta o quanto vocês vão sofrer ao me perder. Desculpe-me pela nossa ultima briga, prometo que não vai mais acontecer...

Enfim, espero que você seja muito feliz e encontre logo alguém que te ame do mesmo jeito que eu te amo, como uma amiga, uma irmã mais nova, e te desejo saúde e sempre que precisar é só se lembrar de que eu sempre vou estar do seu lado.
                                      Com amor, de seu melhor amigo, Jeon Jungkook”

S/N enxuga as lagrimas e sai correndo atrás dos meninos para mostrar a carta, assim que chega na sala deles, entra sem nem pedir autorização para o professor, o mesmo estava pedido para que a garota saísse de sua sala pois estava na metade da aula.

S/N o ignorou completamente entregando a carta em meio a prantos para Jimin, após ler o garoto em choque não conseguia fazer nada, apenas se levantou e abraçou S/N com muita força, levando-a para o lado de fora da sala.

Não se passou muito tempo e todos os meninos estavam sentados juntos no meio do corredor assustados com o que acabaram de ler.

S/N que estava acocada no colo de Jimin se levantou falando entre soluços:

- vocês sabem o lugar que ele foi?

Todos negaram, logo Namjoon que ate então estava quieto se levantou, entrou na sala, e quando voltou estava com uma folha em sua mão.

- o que é isso?

- uma lista de desejos

- do Jungkook?

- sim

- onde você achou isso?

- no caderno dele, eu me lembrei que havia emprestado meu livro para ele, então peguei a senha de seu armário quando abri e peguei um de seus cadernos que estavam em cima do livro essa folha caiu

- por que você não nos falou?- perguntou Jimin pegando a folha

- achei que era uma coisa normal, eu também tenho uma lista do que fazer antes de morrer

- VOCÊ DEV...

- Jimin, sente-se, brigar agora não vai levar a lugar nenhum.

- você esta certo

- então, tem algo ai que possa nos ajudar a acha-lo?

- sim, o ultimo desejo dele é : ver o ceu pela ultima vez no Northeast Asia Trade Tower

- pera, esse não é o prédio mais alto de toda a Coreia do Sul?

- sim

- vamos para lá agora

Todos se levantaram correndo para dentro do carro, mas não tinha muito espaço, então J-hope, Namjoon, Suga e Tae resolveram ficar e esperar eles.

Dentro do carro S/N ainda chorava nos braços de Jimin, Jin estava dirigindo e ficava cuidando dos dois pelo retrovisor.

- chegamos

Ao sair do carro S/N perde a força das pernas caindo no chão, os meninos que já estavam na porta do edifício perceberam que a garota ainda não havia chegado

- ela esta caída lá fora – falou Jin olhando

- eu vou ajuda-la

- não, deixa que eu a ajudo, você corre lá para cima antes que seja tarde

- certeza?

-vai logo Jimin

Jimin correu para o elevador e Jin para o lado de fora do prédio

- você esta bem? – perguntou a ela se abaixando

- sim, só não consigo me levantar, minhas pernas estão fracas – falou.

- vem ca – Jin a pegou no colo levando a para dentro do edificil, logo pegaram o elevador chegando no terraço

Assim que chegaram ouviram a voz de Jimin dizendo

- pare com isso Jungkook

S/N pulou do colo do Jin tentado andar o que foi falho, logo a rapaz voltou a mante-la em seu colo indo para perto da voz

- Jimin, sabe, foi uma decisão bem difícil

- Jungkook...

- desculpe amigo mas...

- JUNGKOOK – Gritou S/N do colo de Jin

- S/N... – o garoto ficou boquiaberto quando a viu

- não faça isso, por favor – falou chorando

- desculpa ... irmã

Jungkook foi para a ponta do edifício parando de frente para os meninos

- Jungkook...

- eu já não posso aguentar mais, tenho muitas dores e os remédios são caros, minha mãe esta sofrendo muita mais no trabalho para conseguir mais dinheiro, e ve-la fazendo isso quebra comigo

- Jungkook

- eu não quero que ninguém mais sofra por mim

-VOCÊ NÃO PERCEBE QUE AGORA ESTA FAZENDO NÓS SOFREMOS POR VOCÊ?

- me desculpe

- PARA COM ESSA PARANOIA, NÓS PODEMOS TE AJUDAR, MAS POR FAVOR, FIQUE CONOSCO

Jungkook apenas deu um sorriso antes de se atacar lá de cima

- NÃÃÃÃÃOOOOO

 

...

 

S/N acorda em um pulo

- você esta bem?- perguntou Jin que estava ao seu lado

- cade o Jungkook? – perguntou ela se levantando da cama

- S/N...

- cade o Jungkook?

- então....

- CADE ELE?

- S/N faz mais de dois anos que ele morreu

S/N queria que tudo aquilo fosse um sonho, mas não, as lembranças do dia em que seu melhor amigo havia morrido estavam ainda bem frescas em sua memoria.

Caída no chão murmurava coisas como “eu quero meu amigo” e “volta para mim”

- shiii, calma meu bem, todos ainda estamos sofrendo pela morte dele

S/N no fundo sabia que ela ainda era a única que sofria todos os dias por causa de seu amigo morto, não querendo dizer que mais ninguém se lembrava de sua morte, o que todos lembravam, mas mesmo assim, eles seguiram em frente e agora só falam dos momentos felizes com Jungkook, menos ela, que ainda esta presa naquele dia, não consegui seguir em frente muito menos lembrar de coisas felizes com ele sem lembrar de sua morte...

 

 



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...