História A carta não enviada - Capítulo 2


Escrita por: ~

Postado
Categorias Originais
Personagens Personagens Originais
Tags Alegria, Cartas, Drama, Filmes, Games, Giovana Trassi, Jogos, Mistério, Músicas, Poemas, Poesias, Romance, Series, Tristeza, Youtube, Youtuber
Exibições 4
Palavras 2.082
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Aventura, Comédia, Drama (Tragédia), Festa, Fluffy, Mistério, Poesias, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Suspense
Avisos: Bissexualidade, Heterossexualidade, Homossexualidade, Linguagem Imprópria, Spoilers
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas da Autora


Hi, hello, howdy!
Well, demorei mas aqui estou! Eu disse que demoraria pra atualizar, hu3
E EU TO LOCA VO APROVEITAR ESSA INSPIRAÇÃO PRA POSTAR MAIS FANFICS E ZÁSEZÁS
Giovana sua linda eu te amo aqui está a continuação
vc e o hiago se casem

AAA EU GANHEI MEU UKULELE E ESTOU MUITO FELIZ
e obrigada pelo 1 favorito (da minha amiga que só deu mesmo por pena ;-;)
se bem que a fanfic é pra Gio então :v
whatever, quem for ler tenha uma boa leitura <3

Capítulo 2 - Inglaterra, a terra do chá.


O sol ralo queimava sua pele enquanto o mesmo arfava pelo ar quente de sua cidade, era verão e ele havia feito uma péssima escolha de encontrar Gio usando uma blusa de manga cumprida, nem havia cogitado que poderia ficar com marcas de pizzas na axila.
Suspirou baixinho, agora já estava prestes a virar esquina, não daria tempo de trocar, ele podia tirar a camiseta e ficar com o peito nu, mas não queria sair como “marombeiro”, mesmo que seja um esqueleto andador.

Atravessou a rua em passos rápidos, já podendo ver Giovana do outro lado da calçada. Trajada com uma blusa de listras brancas e pretas, uma saia com suspensórios preta, um par de sneakers combinando com a meia 7/8 pretas.
Sua feição não era uma das boas, ela parecia emburrada e ansiosa, uma mistura de emoções, prestes a explodir com um simples esbarrão, a mesma se virou batendo seus olhos com os deles, um leve sorriso foi esboçado em seus lábios, o que fez o coração de Hiago bater rápido, pensando seriamente em se jogar na frente do caminhão que vinha na estrada, tentando esconder seus sentimentos e constrangimento.

– Heeey! – Gio acenou dando pulinhos, mesmo com seus tênis de salto ela permanecia baixinha, o que era uma coisa que Hiago apreciava nela.

Ele sorriu e colocou as mãos no bolso da calça, indo em direção dela que o surpreendeu com um abraço inesperado.

– E-Estranho! Nas mensagens você queria me matar, mas me recebeu com um abraço! – Zombou com vergonha, a mesma riu nervosa enquanto se separava do abraço e erguia uma pequena sacola com uma garrafa de Jack Daniel’s.

– Eu tenho uma notícia ÓTIMA pra te contar! – Ela apertou firmemente seu pulso, ele deu uma risada baixa e nervosa enquanto a menor o levava para a pracinha da cidade.

Chegando lá foram se sentar num dos bancos de piquenique, aonde Gio tentou abrir a garrafa mas falhou, passando a mesma para Hiago que com a boca, a abriu, fazendo Gio dar uma risada baixa.

– Você está de muito bom humor, isso está me deixando um pouco amedrontado.

– Você está usando muitas palavras grandes, engoliu um dicionário?

– Mesmo de bom humor continua carrancuda como sempre...

Revirou os olhos enquanto dava um gole grande da garrafa, sentindo o líquido rasgar sua garganta e em seguida dando uma arfada aliviante, Hiago tomou a garrafa de suas mãos dando uma golada grande também.

– Vai me contar as novidades ou vou ter que adivinhar? – Perguntou sem encara-la.

– Seria engraçado ver você falando asneiras esperando o meu “sim”! – Riu novamente, ela estava realmente de bom humor.

– Você arranjou um namorado?

– Não. – Uma corrente de alívio percorreu por suas veias.

– Hm... Não ficou de recuperação?

– Você sabe que eu nunca fico de recuperação!

– É claro, só cola e não estuda! – Como resposta recebeu um soco no braço, o mesmo riu dando mais um gole na garrafa, passando ela para Gio que bebeu no mesmo instante. – Bem... Okay, eu realmente não sei!

– Ah Hiago você nem está tentando!

– Como não mulher!? Vai viajar? Cresceu mais 5 centímetros? Está grávida? VAI MORRER!?

- HAHAH! Você quase acertou porra!

– Ah, então cresceu 2 centímetros!

Ele gargalhou enquanto ela inflou as bochechas e lhe transferiu mais um soco no braço, o que lhe fez gemer, agora tinha sido de verdade.

– Só se for de PAU!

– Ui.

– Ah, foda-se! Vai ficar sem saber também.

– Ah não Gio! Foi mal você sabe que eu sou PÉSSIMO em adivinhar coisas... – Ele abraçou sua cintura fungando em seu pescoço, sentindo a pele da mesma se arrepiar, ela o empurrou enquanto pulava da mesa e rodava, fazendo a saia de seu vestido subir um pouco.

– Eu vou fazer intercambio!

Ele engoliu o seco, isso significa que ela iria viajar pra longe, muito longe, e qualquer coisa poderia acontecer com ela longe, muita coisa mesmo, ele por um momento ficou feliz por ela, mas triste por si mesmo.

– PUTA MERDA GIOVANA! ISSO É ÓTIMO!

– EU SEI!

Ele foi até ela a abraçando, girando a pequena no ar enquanto ela ria animada, ele a pôs no chão encarando seus olhos castanhos, ele se perguntava se poderia vê-la daquele jeito mais vezes no futuro.

– Me diga Gi, pra onde você vai?

– Inglaterra!

– Wow, Inglaterra hm? Mas você nem gosta de chá!

– Claro que gosto! Eu só não tomo por que minha mãe não compra...

Hiago riu passando a mão por seu cabelo, pegando a garrafa dela e a virando num só gole, deixando um arroto extenso escapar por sua boca, Giovana o encarou um pouco surpresa, raramente ele bebia desse jeito, o que lhe deixou um pouco preocupada.

– Cara... Parabéns Gio! Eu estou muito feliz por você.

Gio corou ao ver o sorriso bobo de Hiago, ela limpou a garganta e desviou o olhar enquanto sua feição ficava emburrada, Hiago riu baixinho com sua feição, bagunçando seu cabelo como se fosse uma criança.

– Vai sentir saudades minha? – Ele perguntou baixinho, enquanto lhe dava um sorriso sincero.

– Por que está perguntando isso?

– Ué, por que você me ama!

Ele a puxou para outro abraço, aonde ela encaixou sua cabeça em seu peito, soltou um suspiro tanto tristonho, pois ele estava certo.
Ela iria sentir saudades dele.

– É... Está certo.

Ele gelou, um gelo horrível passou por suas costelas, fazendo com que Gio se descolasse e esboçasse um sorriso fofo.

– Eu vou sentir muito saudades sua Hiago!

Um suspiro aliviado se escapou, mas logo uma onda de decepção o levou para a área de friendzone, ele riu de nervoso enquanto passava a mão por seu cabelo.

– É claro que vai, como eu disse, você me ama e não vive sem mim! – Vangloriou-se dando uma risada curta.

– Ah vai lavar a casinha da cachorra!

– Eu ia te contar uma coisa, mas depois disso vou até deixar pra lá!

– Ah não! Pode falar! – Ela agarrou seu braço o chacoalhando, e ele parou pra notar, ela nem havia percebido sua camiseta!

– Hm... Adivinhe! – Ele riu novamente, colocando as mãos no bolso enquanto encarava o sol se pôr.

– Hmpf! – Ela cruzou os braços e inflou as bochechas, Hiago suspirou apaixonado enquanto passava seu braço por seus ombros, a puxando para perto de si, fazendo que a mesma abraçasse sua cintura.

– Talvez... Você me ame?

O sol ralo queimava sua pele enquanto o mesmo arfava pelo ar quente de sua cidade, era verão e ele havia feito uma péssima escolha de encontrar Gio usando uma blusa de manga cumprida, nem havia cogitado que poderia ficar com marcas de pizzas na axila.
Suspirou baixinho, agora já estava prestes a virar esquina, não daria tempo de trocar, ele podia tirar a camiseta e ficar com o peito nu, mas não queria sair como “marombeiro”, mesmo que seja um esqueleto andador.

Atravessou a rua em passos rápidos, já podendo ver Giovana do outro lado da calçada. Trajada com uma blusa de listras brancas e pretas, uma saia com suspensórios preta, um par de sneakers combinando com a meia 7/8 pretas.
Sua feição não era uma das boas, ela parecia emburrada e ansiosa, uma mistura de emoções, prestes a explodir com um simples esbarrão, a mesma se virou batendo seus olhos com os deles, um leve sorriso foi esboçado em seus lábios, o que fez o coração de Hiago bater rápido, pensando seriamente em se jogar na frente do caminhão que vinha na estrada, tentando esconder seus sentimentos e constrangimento.

– Heeey! – Gio acenou dando pulinhos, mesmo com seus tênis de salto ela permanecia baixinha, o que era uma coisa que Hiago apreciava nela.

Ele sorriu e colocou as mãos no bolso da calça, indo em direção dela que o surpreendeu com um abraço inesperado.

– E-Estranho! Nas mensagens você queria me matar, mas me recebeu com um abraço! – Zombou com vergonha, a mesma riu nervosa enquanto se separava do abraço e erguia uma pequena sacola com uma garrafa de Jack Daniel’s.

– Eu tenho uma notícia ÓTIMA pra te contar! – Ela apertou firmemente seu pulso, ele deu uma risada baixa e nervosa enquanto a menor o levava para a pracinha da cidade.

Chegando lá foram se sentar num dos bancos de piquenique, aonde Gio tentou abrir a garrafa mas falhou, passando a mesma para Hiago que com a boca, a abriu, fazendo Gio dar uma risada baixa.

– Você está de muito bom humor, isso está me deixando um pouco amedrontado.

– Você está usando muitas palavras grandes, engoliu um dicionário?

– Mesmo de bom humor continua carrancuda como sempre...

Revirou os olhos enquanto dava um gole grande da garrafa, sentindo o líquido rasgar sua garganta e em seguida dando uma arfada aliviante, Hiago tomou a garrafa de suas mãos dando uma golada grande também.

– Vai me contar as novidades ou vou ter que adivinhar? – Perguntou sem encara-la.

– Seria engraçado ver você falando asneiras esperando o meu “sim”! – Riu novamente, ela estava realmente de bom humor.

– Você arranjou um namorado?

– Não. – Uma corrente de alívio percorreu por suas veias.

– Hm... Não ficou de recuperação?

– Você sabe que eu nunca fico de recuperação!

– É claro, só cola e não estuda! – Como resposta recebeu um soco no braço, o mesmo riu dando mais um gole na garrafa, passando ela para Gio que bebeu no mesmo instante. – Bem... Okay, eu realmente não sei!

– Ah Hiago você nem está tentando!

– Como não mulher!? Vai viajar? Cresceu mais 5 centímetros? Está grávida? VAI MORRER!?

- HAHAH! Você quase acertou porra!

– Ah, então cresceu 2 centímetros!

Ele gargalhou enquanto ela inflou as bochechas e lhe transferiu mais um soco no braço, o que lhe fez gemer, agora tinha sido de verdade.

– Só se for de PAU!

– Ui.

– Ah, foda-se! Vai ficar sem saber também.

– Ah não Gio! Foi mal você sabe que eu sou PÉSSIMO em adivinhar coisas... – Ele abraçou sua cintura fungando em seu pescoço, sentindo a pele da mesma se arrepiar, ela o empurrou enquanto pulava da mesa e rodava, fazendo a saia de seu vestido subir um pouco.

– Eu vou fazer intercambio!

Ele engoliu o seco, isso significa que ela iria viajar pra longe, muito longe, e qualquer coisa poderia acontecer com ela longe, muita coisa mesmo, ele por um momento ficou feliz por ela, mas triste por si mesmo.

– PUTA MERDA GIOVANA! ISSO É ÓTIMO!

– EU SEI!

Ele foi até ela a abraçando, girando a pequena no ar enquanto ela ria animada, ele a pôs no chão encarando seus olhos castanhos, ele se perguntava se poderia vê-la daquele jeito mais vezes no futuro.

– Me diga Gi, pra onde você vai?

– Inglaterra!

– Wow, Inglaterra hm? Mas você nem gosta de chá!

– Claro que gosto! Eu só não tomo por que minha mãe não compra...

Hiago riu passando a mão por seu cabelo, pegando a garrafa dela e a virando num só gole, deixando um arroto extenso escapar por sua boca, Giovana o encarou um pouco surpresa, raramente ele bebia desse jeito, o que lhe deixou um pouco preocupada.

– Cara... Parabens Gio! Eu estou muito feliz por você.

Gio corou ao ver o sorriso bobo de Hiago, ela limpou a garganta e desviou o olhar enquanto sua feição ficava emburrada, Hiago riu baixinho com sua feição, bagunçando seu cabelo como se fosse uma criança.

– Vai sentir saudades minha? – Ele perguntou baixinho, enquanto lhe dava um sorriso sincero.

– Por que está perguntando isso?

– Ué, por que você me ama!

Ele a puxou para outro abraço, aonde ela encaixou sua cabeça em seu peito, soltou um suspiro tanto tristonho, pois ele estava certo.
Ela iria sentir saudades dele.

– É... Está certo.

Ele gelou, um gelo horrível passou por suas costelas, fazendo com que Gio se descolasse e esboçasse um sorriso fofo.

– Eu vou sentir muito saudades sua Hiago!

Um suspiro aliviado se escapou, mas logo uma onda de decepção o levou para a área de friendzone, ele riu de nervoso enquanto passava a mão por seu cabelo.

– É claro que vai, como eu disse, você me ama e não vive sem mim! – Vangloriou-se dando uma risada curta.

– Ah vai lavar a casinha da cachorra!

– Eu ia te contar uma coisa, mas depois disso vou até deixar pra lá!

– Ah não! Pode falar! – Ela agarrou seu braço o chacoalhando, e ele parou pra notar, ela nem havia percebido sua camiseta!

– Hm... Adivinhe! – Ele riu novamente, colocando as mãos no bolso enquanto encarava o sol se pôr.

– Hmpf! – Ela cruzou os braços e inflou as bochechas, Hiago suspirou apaixonado enquanto passava seu braço por seus ombros, a puxando para perto de si, fazendo que a mesma abraçasse sua cintura.

– Talvez... Você me ame?


Notas Finais


wowowowow Gio descobriu o "segredo" do Hiago, se bem que né, não é aquele puta segredo mas né AJSHAUSNAS
whatever, até mes q vem -qqq
YAAY <3
Me seguem no twitter: @fornim_caiu
seguem a gio no twitter too @GiioTrassi


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...