História A Casa da Zueira. - Capítulo 8


Escrita por: ~

Postado
Categorias Originais
Personagens Personagens Originais
Tags Comedia, Drama, Hentai, Romance, Sexo
Exibições 13
Palavras 1.000
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Comédia, Drama (Tragédia), Ecchi, Hentai, Romance e Novela, Shoujo (Romântico)
Avisos: Álcool, Drogas, Heterossexualidade, Linguagem Imprópria, Sexo
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas do Autor


DESCULPE A DEMORA...

Espero que gostem...

Bjs de um crakudo qualquer.

Capítulo 8 - Acampamento - Namoro?s (Parte 3)


Fanfic / Fanfiction A Casa da Zueira. - Capítulo 8 - Acampamento - Namoro?s (Parte 3)

Acampamento – Namoro?

Lucy ON:

Realmente fiquei decepcionada com o que o Samuel fez comigo, mesmo assim ainda gosto dele, e mesmo ele tendo me assustado eu não consigo ficar de mal com ele.

Nos fomos dormir juntos depois de tudo, eu estava com medo por isso que fomos dormir meio que abraçados. Ficamos até de manha quando fomos acordados pelos raios de sol que atravessam pela janela daquela cabana.

- Bom dia. – Sussurrei enquanto passava a mão pelos cabelos do Samuel que ainda estava dormindo.

- B-Bom dia. – Sussurrou de volta.

- D-Desculpe, não sabia que você estava acordado! – Falei enquanto corava.

- Não se preocupe, ate que e-eu estava g-gostando. – Consegui ver que corou um pouco também.

- S-Sim... mas agora vamos levantar precisamos nos reunir com o resto do grupo. – Falei com um sorriso de canto enquanto levantava da cama.

- Claro! – Ele levantou também.

Depois disso fomos direto paro o banheiro onde entramos e fizemos nossa higiene matinal, depois fomos em roda da fogueira que já estava apagada, quando chegamos lá o pessoal todo já estava lá.

- Parece que alguém se deu bem essa noite. – Ryan falou enquanto cutucava o Marcos com um sorriso estampado no rosto, os dois olhavam eu e o Samuel que estávamos com as mãos dadas.

- Eu fico pensando se você não tem mais o que fazer a não ser bisbilhotar na vida dos outros. – Falou Nicole, fazendo com que Ryan a olhasse assustado.

- Ahhh... então você já acordou. – Falou Ryan com um sorriso e com uma cara de desespero.

- Sim eu acordei. E olha só, eu vi que alguém tirou meu celular da tomada a noite. – Nicole falou com uma aura assassina saindo dela.

- Nossa, que estranho, Marcos por acaso você foi na nossa cabana a noite? – Falou Ryan.

- Não, me desculpa mano mas eu fiquei jogando com a Gabi a noite toda. – Respondeu Marcos com um sorriso maléfico no rosto.

- Traidor... – Ryan sussurrou.

Ryan se levantou, e do nada começou a correr desesperadamente.

- ESPERA AI, VOCÊ ME PAGA DESGRAÇADO. – Falou Nicole começando a correr atrás dele.

- Vai dar merda parceiro haha. – Marcos começou a ver a cena dos dois correndo até que virou e nos perguntou. – Então como foi a noite.

Ryan que já tinha feito a volta e já estava ali novamente falou: Rolou, tainha, vinho e muito sex- antes de terminar de falar Nicole pegou ele pelo ombro. Então ele começou a correr de novo, nessa hora Marcos já estava rindo mais uma vez.

- Não rolou nada ta. – Falou Samuel seriamente olhando para o amigo.

- Aham sei. – Falou Ryan enquanto corria de Nicole desesperadamente.

- Deixa eles gente. – Falou Gabi segurando a risada.

Quando eu ia me defender chegou a professora e disse: Chega de brincadeira, vamos nos arrumar para irmos a cascata que fica aqui perto. – Ela parecia bem seria.

Um vulto preto surge atrás da professora, ele agarra seu ombro e diz.

- Por favor me ajude... A NICOLE NÃO PARA DE ME PERSEGUIR. – Naquele momento percebemos que era o Ryan então começamos a rir.

Até a professora estava sorrindo: Parece que acordaram animados. – Ela falou enquanto tentava parar de rir.

Depois disso eu e Samuel fomos na nossa cabana pegar nossas roupas de banho, eu vesti um biquíni normal, e o Samuel botou apenas um calção.

Chegando lá vimos que quase todos já estavam entrando na água.

O primeiro foi a entrar foi o Marcos enquanto puxava Gabi para dentro também, depois que muitos já tinham entrando eu e Samuel fomos entrando.

- GALERA SOCORRO ELA AINDA NÃO DESISTIU! – Ryan veio correndo em direção da parte de cima da cascata, ele começou a pular pelas pedras lá em cima.

Ryan estava lá ainda até que percebeu que Nicole já estava perto dele de novo.

- Você esta cercado... – Falou com um sorriso maligno.

Ele tentava conversar com ela mas ela não o escutava.

- Desculpe... mas eu posso fazer uma coisa que você não. – Ryan deu um sorriso e se virou para baixo da cascata. – Adeus amore. – Ele pulou de uns 6 metros de altura, quando caiu na água veio um monte de água em mim fazendo com que eu parasse de bóia e acabei afundando... Estava ficando sem ar quando vi alguém me puxando para cima... mas enquanto isso acabei apagando.

Quando acordei já estava de noite, vi que Samuel estava dormindo com a cabeça na minha cama, o olho dele estava inchado, a respiração parecia estar pesada, como se ele estivesse cansado.

Tentei me levantar sem fazer barulho, não queria que ele acordasse, mas não deu certo...

Samuel ON:

Quando vi que Lucy já estava acordada eu a abrasei preenchendo os meu olhos de lagrimas de novo.

- Lucy... q-que bom que v-você esta b-bem. – Falei com a voz tremula, limpando as lagrimas com uma mão.

Ela me largou então olhou nos meus olhos...

- Obrigada por cuidar de mim. – Falou com aquele sorriso que eu tanto amo.

- D-Denada. – Falei enquanto corava um pouco. – Lucy... – Olhei diretamente para os olhos dela se aproximando do seu rosto cada vez mais.

- Samuel... – Ele começou a chegar perto de mim também.

- Lucy, acho que eu gosto de você. – Falei antes de encostar meus lábios com os dela.

Quando ela parou o beijo disse pra mim: Eu também! – Me beijou novamente só que agora de forma mais intensa.

Quando botei ela deitada na cama escutei a porta abrir.

- Oi Lucy vim ver se já está melhor. – Me virei e vi que era Nicole, Gabi e Marcos.

Quando perceberam o que estava acontecendo...

- Ahhh acho que chegamos em um momento ruim haha. – Gabi forçou uma risada.

- Não esperem não é oque vocês ach- Fui cortado por outro beijo.

Quando olhei eles já não estava mais lá.

- Que alivio haha. – Forcei um sorriso enquanto sentia meu pescoço sendo abraçado.

- Q-Que t-tal continuarmos ? – Vi a Lucy corada falando.

- Claro.

 

CONTINUA.


Notas Finais


Valeu por ler. :)


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...