História A Casa do Tempo Perdido - Capítulo 2


Escrita por: ~

Postado
Categorias Os Heróis do Olimpo, Percy Jackson & os Olimpianos
Personagens Afrodite, Annabeth Chase, Calipso, Caronte, Eros (Cupid), Frank Zhang, Hades, Hazel Levesque, Jason Grace, Leo Valdez, Nico di Angelo, Percy Jackson, Perséfone, Personagens Originais, Piper Mclean, Poseidon, Quíron, Rachel Elizabeth Dare, Reyna Avila Ramírez-Arellano, Sally Jackson, Thalia Grace, Will Solace, Zeus
Tags Jasico, Jason Grace, Nico Di Angelo, Nico×jason, Os Olimpianos, Percy Jackson
Exibições 84
Palavras 1.700
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Crossover, Fantasia, Lemon, Magia, Misticismo, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Sobrenatural, Super Power, Yaoi
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Gravidez Masculina (MPreg), Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Oi Gente! Surpresa! Bem como sou um cara bem legal eu resolvi colocar mais um capítulo hoje....
Eu sou d+ eu sei!!! 😊😊😊
# nem me acho!
Tá foi mal o surto. Eu espero vcs nas notas finais... bj bj M.D.

Capítulo 2 - Esse não é o meu primeiro almoço a acabar mal...


Pov Nico

Como eu havia pensado, aquele foi um longo almoço.

Percy não pediu para que falássemos sobre o que conversávamos antes dele chegar, fato que me deixou contente. Até que ele disse uma coisa que me deixou assustado.

- Bom. Como membros da tripulação do Argos II,e nem tente discutir Nico! vocês hoje tem uma obrigação: comparecer à noite do Príncipe das Trevas!!!!

Disse aquilo como se fosse a melhor coisa do mundo, e eu demorei um pouco a entender sobre o que ele estava falando. Afinal o "Príncipe das Trevas" sou eu..... espera....... Não! Não não não não...

- Não!!!! Nem pensar! Never! Not! Don't! Niet!- comecei a falar não em todos os idiomas que conhecia, e depois passei para as pragas em grego antigo, romano e italiano... passei até por algumas em português como porra, vai se fuder porque nem à pau que eu vou fazer isso!!!! Já estava chegando ao final quando fui interrompido.

- Então. ... WTF?! - disse Jason que até aquele momento me olhava com confusão aparente no semblante (Para quem não sabe WTF significa que porra é essa!) - tô boiando aqui! Tipo primeiro: o que é esse tal de "Noite do Príncipe das Trevas"? E depois o que pode ser de tão ruim assim??!!!

Lancei um olhar mortal à Percy e respondi com um ódio na voz:
- Meu aniversário! -falei como quem anuncia uma guerra em que sabe que vai morrer.

Jason me olha confuso denovo por um segundo, depois ri de se acabar. Lancei a ele um olhar que superou o que Percy havia recebido. Ele se controlou um pouco e conseguiu dizer:

-Agora entendo sua careta e os xingamentos....

E voltou a rir.

Percy, que até aquele momento se mantinha rindo da minha cara, falou:

- Ah Nico! Pare de exagero! Não é como se fosse o fim do mundo! Você só está ficando mais velho...

Ele disse mais algumas coisas, mas eu já havia ouvido o que eu precisava. O olhei novamente e seu sorriso sumiu.

Acho que ele percebeu o que eu pensei, pois já ia pedir desculpas quando me levantei me afastando correndo.

Enquanto me afastava apenas uma palavra passava por minha mente. Na verdade um nome: Bianca.

E era tudo o que eu pensava naquele momento:

Na Bianca que nunca mais faria aniversário....

Na Bianca que não festejaria nem veria o tempo passar...

Na Bianca que nem sequer me daria os parabéns...

Tudo por um simples fato:

Bianca está morta!

É! Eu mudei, mas certas coisas permanecem.

Era nesses momentos que a dor voltava. Pensei quando me enfiei no chalé 13 e me jogava na cama.

Chorei e chorei até que percebi que braços me rodeavam.

Me assustei e olhei para ver quem era e vi que era quem eu pensava.

O único ser burro o bastante para me abraçar enquanto estava sendo movido por esses sentimentos. Esses que faziam com que uma aura de morte me rodeasse e fizesse com q qualquer coisa ou pessoa se enfraquecesse.
Esse ser burro e com um sorriso que fazia sua cicatriz no lábio superior se destacasse enquanto ele dizia:

- Vai ficar td bem. Você vai ficar bem. Eu estou aqui e nunca vou sair do seu lado.

Ele dizia de forma tão firme que acreditei e lhe sorri fracamente.
Notei que ele estava pálido.

- Jason me solte... Você vai ficar doente... Ou coisa pior...

Dizia enquanto soluçava e tentava fracamente o afastar.

Jason me apertou mais forte e sussurrou em meu ouvido:

- Tudo bem. Você pode chorar.- diz me puxando para a cama e me deitando. Apoiando minha cabeça em seu peitoral. Me permiti chorar e depois de um tempo acabo dormindo ali, mesmo sendo dia.

💀#💀#💀

Acordo e não sei onde estou.

Estou um pouco (muito mesmo) confuso. Levo um tempo para me localizar.

Acampamento Meio-Sangue... OK... Chalé 13 de Hades... OK... Minha cama... OK... Deitado sobre um travesseiro de carne(músculos na verdade) muito gostoso... OK. .. ESPERA!!! TRAVESSEIRO QUE RESPIRA????

Merda, merda, merda...

- Merda!

Dou um pulo da cama me afastando o máximo possível daqueles braços.

- Nico...?- resmunga Jason que aparentemente também caiu no sono.- o que aconteceu?

- E e eu... Nós nã não fizemos nada nem?! -digo gaguejando e ficando de uma cor na qual qualquer tomate teria inveja.

- Ãh???- Jason me olha confuso e depois olha para mim e comoça a sorrir de uma forma pervertida- você não se lembra? Ah que pena... teremos que fazer denovo...

Se for possível fiquei ainda mais vermelho. E como toda a vez que fico nervoso eu fico super agitado.

- Ah meus deuses!!! Por favor, por favor, por favor me diga que foi uma piada de mal gosto... de péssimo na verdade...

- Ei, ei! - diz ele me segurando pelos ombros para me fazer parar de rodar pelo quarto.- Não fizemos nada Nico. Se acalme! Só fiquei aqui com você porque não parecia estar nada bem. Daí você acabou dormindo abraçado comigo.

Suspirei aliviado e me acalmando. Ele me olhou de forma diferente agora quase que... decepcionado.

- Seria assim tão ruim ficar comigo?

Eu olho para ele e acabo ficando nervoso novamente.

- Não é você.... É que eu... Nunca...- digo corando pelo assunto.

Ele olha para mim e sorri.

Parecia... contente?

- Entendo agora. E então... Por que não me disse que era seu aniversário?

- Quer a resposta sincera ou a padrão?

- A padrão depois a sincera.

- O meu aniversário não é da sua conta.

- A sincera agora.

- Eu não gosto de me lembrar da data porque ela me faz perceber que envelheço. Daí penso que não vou ter Bianca comigo ou um amigo que se importe. Lembro também que ela não vão envelhecer porque ela está...

Minha voz vão sumindo até que a última palavra não sai.

Ele me olha denovo com aquele olhar. Aquele que diz: vou estar aqui com você. E me abraça.

- Você pode parar de se sentir assim agora. Saiba que você tem sim amigos, e se não os considera assim pode saber de uma coisa: eu sou seu amigo e vou estar sempre aqui. Pra tudo ouviu?

Aperto ele em retribuição as suas palavras.

- E além do mais, eu tenho certeza que Bianca iria querer que você comemorasse com os amigos.

Sem perceber o aperto mais e choro um pouco.

- Obrigado- é tudo o que consigo dizer.

- Ei... Vocês estavam demorando muito então eu.... Ãh meu Zeus!- dizia uma voz enquanto entrava no chalé.

Olhei para a porta e encontrei um Percy paralisado e nos olhando com a boca aberta em um perfeito O.

Pensei no que ele poderia ter visto e rapidamente percebi.

Me afastei de Jason quase caindo no processo.

- Vocês estavam....????- ele pergunta ainda pasmo.

- NÃO!!!- paro um pouco percebendo que gritei e estava corando denovo." Maldita Seja você sua pele pálida".- Jason e eu só... Jason estava me ajudando... - droga! Porque eu não conseguia responder direito?!

Jason olhou pra mim confuso e depois com compreensão e pesar e raiva. Por favor pensei que não seja raiva de mim!

Ele olha para Percy e diz:

- Nico estava triste por que caso não saiba ele não gosta de comemorar o aniversário. Ele se lembra dela...

- Ah! Me desculpe Nico. Não tem como esquecer o meu papel nessa história.

Percy ficou triste de repente e eu fui até ele.

- Não tem problema. Não tinha como você saber. O Jay também não sabia.

Ele me olhou e de uma hora para a outra me abraçou.

- Por favor Percy. Pare com isso não foi culpa sua. E eu não gosto de abraços então se puder me soltar...

Ele me soltasse e me olha confuso depois triste.

- Tudo bem. Mas vai ter festa neh? Tipo a Hazel me contou e dei um geito de chamar os outros para fazer uma comemoraçãozinha entre os 9.

- Os nove? - olhei para ele confuso e ele ri.

- Sim. Jason, Piper, Hazel, Frank, Leo, Annabeth, eu, Reyna e você. Os Nove!

Ri com aquilo. Por mais que tenhamos passado pouco tempo juntos, nos apegamos muito uns aos outros.

- Mas você não pode se esquecer de Calipso.- ri com ele. Mas quando olhei para Jason percebi que ele estava preocupado.- Bom Percy, já que vocês ensistem eu vou mas agora quero falar com o Pikachu aqui.

Olhei para Percy e ele confirmou saindo em seguida.

- O que foi Jay?

Ele me olhou surpreso.

- Nada!

- Jason Grace, você não me engana. Diga com o que você está preocupado.

Ele riu sem graça e desviou o olhar.

- Sério. Tudo bem.

Olho para ele com as sobrancelhas arqueadas e ele desiste.

- OK. É só que... Você aceitou o que ele propôs quase que sem discussão. E comigo seria diferente... Você diria que não e pronto...

- Sério que você não percebe?- ri sem graça- na verdade eu só aceitei porque achei que você se chatearia comigo se não fosse. Fiz por você, não por ele.- digo com sinceridade palpável.

Ele sorrio com isso e me abraça.

- Valeu Voldemort Jr.

- Por nada Ana Raio!- sorri.

- Ei! Não gostei desse. De onde veio ele?

- De uma novela brasileira. Ana Raio era a personagem principal e lutava pelo que queria. Achei apropriado. - rimos juntos.

- Acho que vou considerar isso um elogio se não se importa.- disse ainda rindo como um bobo.

- Considere o que quiser o apelido é seu.- ri mais ainda da careta que ele fez.

- Prefiro Pikachu se não se importa.

- Claro que não! Quem fica falando Pika o dia inteiro é você...

Tive uma crise de risos ao ver o rosto dele ficar tão vermelho quanto um tomate.

- Chega Malévola! Eu tenho que ir me arrumar para o seu aniversário. - diz e fica sério antes de continuar- Você vai ficar bem?

- Vou ficar bem. Pode ir. Também vou me arrumar pro velório... Quer dizer, festa!

Rimos e ele se foi.

Assim que ele se foi penso:

O que diabos aconteceu aqui?!

💀#💀#💀


Notas Finais


Percy tá um pouco carinhoso de mais não acham? Pois é kkkkkk Quero Percy sofrendo por ter magoado meu Niquinho....
(Risada da Malévola)
Hahahah shuashuashua!!!!!! Não me julguem só quero um pouco de loucura....
Citando minha amada Avril Lavigne: "... honestamente só preciso ser um pouco louca..." What the hell.

Esclarecendo alguns pontos que eu esqueci de falar no anterior:

1 - o Nico não tem nenhum enteresse no Will. Me desculpem mas para o que eu quero no futuro eu não posso colocar mais um lance com alguém.
2 - o Leo voltou com a Calipso uma semana depois de eles derrotarem Gaia. Achei que o humor do Leo deixaria as coisas mais.... excitantes.
3 - Os Nove se reúnem vez ou outra aqui... Achei que a interação seria legal.
4 - A fic se passa quase dois meses depois da Guerra contra Gaia... coloquei o níver do Nico no dia 30 de setembro. Gosto do dia e tal... E não sei se o tio Rick falou o dia no livro então.... O que me leva a
5 - o Nico da fic falou pra Hazel o aniversário dele então... Não sabia se já tinha a data então inventei.

Obrigado denovo por lerem se puderem comentar eu agradeceria... Me ajuda muito e me deixaria Very Happy!!!!

Bj M.D.😘❤


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...