História A Casa Mal Assombrada - Capítulo 4


Escrita por: ~

Postado
Categorias Lendas Urbanas
Personagens Personagens Originais
Exibições 15
Palavras 490
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 12 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Fantasia, Ficção, Sobrenatural, Terror e Horror

Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir culturas, crenças, tradições ou costumes.

Notas do Autor


Olá :3

Capítulo 4 - Possuída


Fanfic / Fanfiction A Casa Mal Assombrada - Capítulo 4 - Possuída

Quando melhorou o clima (tá nem tanto com aquela bipolar ao nosso lado '-') começamos a explorar mais aquela casa. Foi quando sentimos um vulto atrás de nós.

Letícia- O que foi isso?- diz dando pasos para trás
Ana- Não sei, se é uma brincadeira, não estou gostando!
Sofia- Cuidado onde pisam!- diz porque Letícia em quanto andava para trás, quase estava pisando no rabo de um dos gatos de Ana (que não sei porque mas Ana trouxe ele)

Ao nosso lado, na lareira onde tinha 3 vasos, começaram a caírem no chão, até a Wendy se assustou, mas não virou nada que nem o episódio dos unicórnios (ainda bem que é um que menos precisamos no momento '-').
Sentimos novamente aquele vulto atrás de nós, mas quando olhamos, a Wendy não estava mais lá - nem seus unicórnios u-u.

Letícia- Ué, ma-mais a Wendy não estava lá!?
Ana- Sim, pra onde ela foi?
Sofia- haha (estava dando risada, mas era forçada, ele estava com medo e.e) não é melhor a gente ir embora!?
Letícia e Ana- Só se for agora!
Ana- Mas e a Wendy?
Sofia- Mas a gente não sabe pra onde ela foi!
Letícia- Vamos logo embora daqui, to com medo
Ana- Espera vou pegar meu gatos!

Quando Ana terminou de pegar seus gatos, corremos em direção a porta (não nos julguem, não sabíamos onde Wendy estava), mas a porta estava trancada e não conseguíamos sair de lá.

Foi quando percebemos que as cadeiras que estavam do nosso lado, giravam sozinhas (e não era cadeira que tinha rodinhas '-'), com um vento forte que passou por
lá, às velas se apagaram.

Uma voz bem grave vinha do teto (ou do além slá), quando vimos que quem estava falando era, era...

Todas juntas- WENDY!!
Wendy- MUAHAHAHAHA
Sofia- o que você está fazendo??
Ana- desce daí minina, eu em
Letícia- Melhor não mexer gente!
Wendy- VOCÊS NÃO VÃO SAIREM DAQUI!
Ana- Viu, viu! O que que eu disse? Eu falei que ela era muito suspeita
Letícia- Também, né? Quem aparece do nada em ipuma casa dessa? Só se for loco!
Sofia- É, que nem a gente que veio pra cá!?
Letícia- E-éh

Wendy começou a fazer que as coisas e a gente, pra melhorar, flutuassem, ou seja não podíamos pisar no chão, nem se apoiar no móveis que por sinal, estavam flutuando e.e

Wendy disse mudando o tom de voz

Wendy- Não sou eu, AAAA ME SOLTA!
Letícia- Wendy deixa a gente sair!!
Wendy- MUAHAHA NUNCA! VOCÊS FICARAM PARA SEEMPREE HAHAHAH - com a voz maligna de antes
Sofia- É agora o que a gente faz?

Nessa hora, um dos gatos de Ana, estava passando ao nosso lado. Ana não pensou 2 vezes, pegou seu gato (com dó dele) tacou ele na cara da Wendy

Wendy ficou tentando tirar o gato da sua cara, que estava a arranhando, mas o gato quando acertou ela, jogou um vulto para trás.


   


Notas Finais


Desculpa não sei fazer capítulo grande, apesar de q esse foi maior né '-'


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...