História A Cerejeira e o Falcão - Capítulo 16


Escrita por: ~

Postado
Categorias Naruto
Personagens Boruto Uzumaki, Hinata Hyuuga, Karin, Naruto Uzumaki, Sakura Haruno, Sarada Uchiha, Sasuke Uchiha
Tags Família, Karin, Naruto, Sakura, Sarada, Sasuke, Segredo, Traição, Uchiha
Visualizações 60
Palavras 2.280
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Ação, Comédia, Famí­lia, Mistério, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Suspense
Avisos: Adultério, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Como já deu pra notar, eu sou péssima com títulos kkkk espero que gostem do cap e obrigada a todos que tiraram um tempinho para comentar, adoro vocês *-*
~Taaah,~Vick_Haruno e ~ElizabethHarry amo voces
PS: Era para eu ter postado ontem, mas tanta coisa aconteceu, que não deu, mas postei hoje e espero que possam gostar deste cap!!!

Capítulo 16 - Tempo


Fanfic / Fanfiction A Cerejeira e o Falcão - Capítulo 16 - Tempo

 

 

                                Sakura sentia-se melhor ao sair da casa do ex sensei, com determinação foi ate a casa dos Uzumakis, sabia que seria bem aceita, mas as boas regras da educação diziam que deveria ver se estaria tudo bem ficar na casa dos amigos por alguns dias, não queria ser um fardo para eles, a casa não ficava longe e assim que bateu na porta foi atendida.

                __Sakura-san! – Hinata parecia surpresa, como havia passado no hospital para uma consulta e ficara sabendo que ela havia ido embora mais cedo,  não esperava realmente uma visita. – Oh! Entre.

                __Obrigada.

                               Hinata levou Sakura ate a sala onde estava tomando chá e comendo alguns bolinhos, após servir a amiga se virou para ela.

                __ Aconteceu algo Sakura-san? – Hinata perguntou ao notar que Sakura parecia desconfortável com algo.

                __Eu nem sei como lhe pedir algo assim...

__Somo amigas, certo? – Hinata lhe sorriu, sempre tão bondosa e meiga, a gravidez já quase no fim lhe dava um brilho a mais nos olhos. – Se me procurou, já sabe que irei fazer o que estiver no meu alcance, por favor, me diga.

__Eu sei que posso contar com sua amizade. – Sakura estava bastante dividida, não queria desabar seus problemas em Hinata sabendo já estava nervosa com o nascimento dos bebês, mas não poderia voltar para casa, não ate poder ficar sob o mesmo teto que Sasuke por mais de dez minutos e não socá-lo, optou por não contar tudo, apenas o suficiente. – Tive uma discussão com Sasuke, no momento não quero entrar em detalhes, mas foi uma briga feia e eu estou de cabeça quente, não quero envolver as crianças nesta briga, então acho melhor me afastar... Bem, para que a noticia que Sakura Uchiha está dormindo fora de casa não se espalhe, o que acha ter uma enfermeira particular por 2 ou 3 dias?

__Sabe que eu adoraria ter você aqui, e seria de uma imensa ajuda. – Hinata disse com seu jeito meigo. – Mas tem certeza que é isto que deseja? Ficar longe não resolve as coisas... Quando me casei com Naruto-kun ele vivia deixando a casa uma bagunça, mesmo depois que eu arrumava ele conseguia atrapalhar tudo novamente, não era por mau, mas eu optei por não dizer nada na época, quando um dia encontrei suas roupas... Ah, roupas... É... Intimas... Usadas, dentro da geladeira, perto de uma torta que eu havia feito, tivemos uma discussão horrível, fui para casa do meu pai e de nada adiantou, só depois que tive uma conversa seria com Naruto-kun, ele me prometeu tomar mais cuidado com sua bagunça em casa, desde então nunca mais tive problema de encontrar suas peças de roupa na geladeira, só quando ele bebe é que ele ainda tem uma mania de colocar as calças no congelador, mas ele sempre as dobra antes... Nunca entendi muito bem porque Naruto-kun faz isso. – Hinata disse de forma pensativa.

Se fosse há um dia atrás, Sakura teria achado graça nesta historia, mas não como sua vida estava, preferiria que seus problemas fossem apenas Sasuke colocando suas cuecas na geladeira, apesar que nem poderia imaginar o moreno fazendo isso.

__Tenho certeza que seria melhor para mim e para o Sasuke não nos vermos por alguns dias. – Sakura afirmou.

__Se você acha , por que eu não te mostro o quarto que você vai ficar e se deita um pouco, você parece bem cansada, quando Naruto-kun chegar eu peço a ele para ir no distrito Uchiha pegar algumas roupas suas e avisar ao Sasuke-san que você vai ficar por aqui uns dias,

__Parece perfeito. – Sakura realmente se sentia cansada, provavelmente se dormisse agora so iria acordar amanha, pensou em seus filhos, mas se fosse ditos a eles que a mãe iria ficar na casa dos Uzumakis por conta da gravidez de Hinata, eles entenderiam.

Hinata mostrou a Sakura o quarto e saiu para lhe dar privacidade, voltou para sala e resolveu ler um livro para esperar a volta do marido, a medida que o dia foi passando os primeiros retornarem para casa foram Boruto e Himawari, assim que ficaram sabendo que Sakura iria passar uns dias com eles Boruto  perguntou:

__Sarada-chan também ficará aqui? – Os olhos azuis do jovem pareciam brilhar ante a expectativa.

__Oh não! Apenas Sakura-san, só alguns dias por conta da minha gravidez.

__Entendo, okaasan. – Boruto respondeu parecendo chateado com a resposta.

__Eu iria pedir ao seu pai, mas acho que ele deve esta preso com algum documento urgente e deve chegar tarde, você poderia ir ate a vila Uchiha e pedir ao Sasuke-san que preparasse algumas roupas da Sakura para que ela passasse uns dias aqui em casa querido?

__Hai!! – Voltando a sua sempre energia o garoto sorriu para mãe, quem sabe não poderia se encontrar com Sarada?

 

----*----*----*

Sarada andava por Konoha, com a chegada do festival da folha Chouchou havia a arrastado pela vila a procura de uma yukata perfeita, na verdade Sarada já tinha uma que esperava usar no dia, sua mãe havia feito, era linda, branca com flores vermelhas e com o símbolo do clã atrás.

__Todas as yukatas deste lugar não me servem Sarada!!! – Chouchou resmungava ao saírem de outra loja, encheu a mão de mais salgadinhos e mastigou com raiva. –Maldito padrão... Eu não vou ter tempo de emagrecer para caber naquelas coisas, o que eu faço??

__Calma, calma!!! – Sarada tentava consolar a amiga, já estava acostumada com isso, em todas as festas de Konoha era a mesma coisa. – Ainda temos muitas outras lojas para ver, tenho certeza que vamos achar algo bonito.

__Este não é o problema, o problema é que todas as yukatas seguem o padrão para pessoas magras. Arg!!!

__Confie em mim, acharemos algo para você.

__Obrigada Sarada...... – Chouchou parou no meio da frase, pois quando estava s virando bateu de frente com alguém, o impacto foi tão forte que quase foi ao chão, se não tivesse sido segurada antes, estava prestes a pedir desculpas quando seus olhos foram capturados pelos olhos negros do rapaz. – Meu Kami!!!

__Desculpe, eu não te vi! – O rapaz a colocou de pé e sorriu para a garota que o encarava deslumbrada, o garoto alto de pele clara e cabelos ruivos escuros era muito bonito.

__Eu é que deveria pedir desculpas, me chamo Chouchou e você?

__Ichiri. – O garoto respondeu. – Eu acabei de me mudar com a minha mãe, estava andando sem prestar muita atenção, nunca estive em uma vila tão grande como Konoha.

__Eu posso te mostrar tudo!! – Chouchou se prontificou, mas ao perceber o duplo sentido de sua frase ficou vermelha. - Quero dizer, não tudo, ou melhor dizendo, tudo de Konoha, não tudo do mim, apesar de que gostaria que você me conhecesse, não o meu corpo, mas... Por kami, Sarada me ajude aqui!!!

Sarada já estava prestes a rir do desespero da amiga, ate o garoto a olhar, assim que encarou o garoto percebeu que tinha algo de familiar, como se já tivesse visto em algum lugar, mas era estranho não poder se lembrar de onde.

__O que a Chouchou quer dizer é que ela quer te ajudar na apresentação da vila. – Explicou.

__Se não for incomodar. – O garoto respondeu se virando novamente para morena.

__É claro que não incomoda. – Chouchou sorriu e então seus olhos iluminaram. – Espere só um momento, você é novo na vila, daqui há alguns dias haverá um festival em que as garotas devem convidar os garotos, por acaso você gostaria de ir comigo?

__Um festival? Eu não sei... – Ichiri pareceu pensar. –Seria legal!

Chouchou parecia estar sonhando, geralmente ia aos festivais com um grupo de amigos, seria o primeiro festival que iria acompanhada, alem do mais o seu acompanhante era muito bonito, as coisas estavam começando a melhorar para ela, sua primavera estava chegando, estava realmente contente, ate um pássaro com um pergaminho pousar no seu ombro com um comunicado que estava sendo solicitada com seu time para uma missão na sala do hokage.

__Agora não! – Chouchou protestou e olhou para o rapaz. – Me desculpe, não poderei te mostrar a vila hoje, acabo se ser chamada para uma missão urgente.

__Imagino que seja algo que não se possa mudar, não prenderei você mais aqui, sua amiga pode me passar seu endereço, amanha a tarde passarei na sua casa, o que acha?

__Seria ótimo. – Chouchou se virou para Sarada. – Por favor, passe para ele, terminaremos de procurar Yukatas outro dia.

__Claro. – Sarada respondeu para sua amiga que já estava se correndo.

Sozinha com o rapaz que lhe parecia familiar, Sarada se virou para ele, o garoto tinha um olhar fixo no seu rosto, estranhamente algo nele lhe dava desconfiança, não querendo ficar mais tempo, pois já estava ficando tarde e teria de ir buscar seus irmãos menores na academia ninja, Sarada pegou um papel e uma caneta de dentro de sua bolsa e escreveu o endereço de sua amiga.

__Aqui! – Sarada entregou o papel para o rapaz. – Preciso ir, mas antes vou lhe dar um aviso, Chouchou é uma pessoa muito especial e se você ousar fazer algo que vá lhe fazer mal eu mesma vou atrás de você.

__Não precisa se preocupar. – O garoto lhe respondeu. – Eu não costumo aceitar convites de garotas que eu acabo de conhecer para lhe fazer mal, eu realmente achei o jeito de sua amiga bem agradável.

__Certo. – Sarada se sentiu melhor, ele não parecia mentir. – Bem, então ate outro dia Ichiri!

__Ate!  - O garoto estendeu a mão e Sakura a apertou, ele não parecia ser mau.

__O que você pensa que esta fazendo com a minha namorada!!!!! – A voz zangada de Boruto fez com que Sarada soltasse a mão instantaneamente do rapaz.

__Boruto?? – Sarada foi ate ele que apenas lhe deu um olhar serio. – Não é nada que voce está pensando, estava apenas conversando com Ichiri, ele é novo na vila e terá um encontro com Chouchou.

Boruto se aproximou da Uchiha e passou o braço pelo seu ombro mantendo um olhar fixo no outro rapaz, não havia gostado nada do que havia visto e queria deixar bem claro que Sarada já tinha alguém, sabia como a garota era bonita e se não ficasse de olho havia muitos jovens na vila que queriam uma oportunidade com ela e isso ele nunca permitiria.

__Acho que eu me precipitei então. – Boruto disse, mas ainda serio, mantendo Sarada perto de si estendeu a mãe para o rapaz. – Me chamo Uzumaki Boruto, filho do Hokage desta vila.

__Entendo. – O garoto sorriu e apertou sua mão. – Uzumaki Ichiri!!!

Por alguns segundos ambos ficaram de mãos apertadas, Boruto achou estranho eles terem o mesmo sobrenome, mas não iria perguntar eSarada achou melhor não dizer nada naquele momento.

__É melhor eu ir agora ou minha Kaasan ficará preocupada, ate logo Sarada-chan e Boruto-kun.

O garoto se virou para ir embora, Boruto ficou olhando ele ir, não havia gostado do rapaz.

__Então Boruto... – Sarada começou a dizer quando percebeu que o garoto não iria tirar o braço de seus ombros. – Desde quando eu sou sua namorada??

                O Uzumaki ficou vermelho e enquanto caminhava com Sarada ate a escola dos gêmeos Uchihas tentava explicar que não gostara do garoto novo. Depois de buscar os gêmeos o caminho para o distrito Uchiha foi divertido, explicou que Sakura-san iria ficar na casa de sua família por alguns dias para cuidar da sua Kaansan, ninguém realmente achou estranho, se despediu de Sarada na porta de sua casa e como as crianças estavam perto não se atreveu a dar mais do que acenar. Com a despedida de Sarada, resolveu procurar Sasuke-san, se tivesse de admitir diria que sentir um leve temor de conversar com o Uchiha mais velho, não tardou a encontrá-lo próximo a casa, parecia estranhamente inquieto, assim que o viu levantou uma das sobrancelhas negras.

__Sasuke-san, eu vim a pedido de minha Kaasan buscar algumas roupas da Sakura-san que passara alguns dias em minha casa.

__O que? – Sasuke cuspiu as palavras, não estava sabendo disso e se aproximou do garoto que olhava com os enormes olhos azuis.

__Bem...Bem... Pensei que o senhor soubesse que Sakura-san ficará alguns dias em minha casa para cuidar da gravidez de minha kaasan....

Sasuke o encarou com o semblante fechado, não contava com isso, Sakura já tinha uma casa, não precisava ficar na casa de ninguém elem da família Uchiha, não estava gostando disso, o lugar de sua esposa era com ele, por mais que ela estivesse com raiva não permitiria que ela ficasse longe.

__Vá de volta para sua casa, avise que eu mesmo levarei as roupas de Sakura mais tarde.

__Mas...

__Apenas vá... – Sasuke disse e sem dar tempo de que mais nada fosse dito.

                Sasuke ficou parado por algum tempo pensando, levaria roupas para que Sakura ficasse alguns dias com os Uzumakis, talvez fosse melhor dar tempo a ela para que pensasse, mas deveria começar a fazer novos planos caso o que tivesse planejado não desce certo, Sakura era o que dava luz a sua vida, não existia Sasuke Uchiha sem ela, precisava tomar cuidado com suas ações e torcer para que tudo desse certo.... Ninguém nunca saberia, mas quando Naruto havia dito que Karin estava de volta e com um filho,sua mente havia funcionado em modo rápido, sua Sakura não tomava medicamento para evitar uma gravidez atualmente e era dever de Sasuke que protegesse a ambos, mas na noite antes de dizer a verdade a sua querida esposa e mesmo no seu consultório quando havia se derramado dentro dela, uma pequena parte sua sabia que ele estava fazendo com um propósito.... Sua Sakura necessitava tanto dele em todas as gestações, sempre querendo sua companhia e Sasuke não tinham nenhum problema em engravidá-la apenas para tê-la para si, apenas para si....


Notas Finais


é isso, o que acharam?? Não deixem de comentar!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...