História A Certain Romance - Capítulo 24


Escrita por: ~

Postado
Categorias Arctic Monkeys
Personagens Alex Turner
Tags Alex Turner, Arctic Monkeys
Visualizações 25
Palavras 866
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Comédia, Drama (Tragédia), Romance e Novela
Avisos: Adultério, Álcool, Bissexualidade, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Sei q demorei mas posso me explicar, teve Enem e ainda por cima tô internada agora. Mas pelo menos fiz.
Haa vocês se importam em colocar putaria na capa do capítulo?

Capítulo 24 - My Daddy


Fanfic / Fanfiction A Certain Romance - Capítulo 24 - My Daddy

Ele gozou dentro.

Sabe quando você acorda nua, com seu ex do lado e seu sutiã pendurado no ventilador? Não isso não pode ser verdade.

Chutei o Alex.

- Aí, que foi Sophia? - ele disse tentando abrir os olhos.

- Você gozou dentro. VOCÊ-GOZOU-DENTRO. - eu respondi em desespero.

- Como assim Sophia? - ele perguntou sem ao menos se quer ter levantado.

- Gozando Alex, eu tô toda melada e você não desgrudou a sua cara do travesseiro. Levanta Alex!! ACORDA. Não meu Deus, isso não pode ser verdade. - Comecei a andar pra lá e para cá esfregando a testa com as mãos.

- Sophia - Alex se sentou - Fica calma, a gente compra uma dessas pílulas q faz a menstruação descer e dá tudo certo - Ele disse calmo.

- Alex, você tem 27 eu tenho 17, é pedofilia, eu sou nova para engravidar e...

- Pedofilia? É pedofilia quando a acompanhante geme tão alto ao ponto de acordar os vizinhos ? - ele perguntou se levantando.

- Talvez a acompanhante tá tentando pedir ajuda assim - respondi.

- É pedofilia quando a acompanhante arranha suas costas de tanto tesão? - Ele chegou perto de mim e beijou meu pescoço e eu não conseguia reagir.

- Talvez ela está tentando se defender, ou agredir a pessoa - disse.

- É pedofilia quando a acompanhante goza dentro da sua boca? Ele se abaixou e ficou em direção a minha vagina.

- É porque tava gostoso - respondi com os dedos entre os lábios.

E é pedofilia quando a acompanhante diz a frase " Alex não para" ? - ele abriu minhas pernas.

- É porque ela quer mais - respondi e senti a língua de Alex passeando por toda minha parte íntima.

Ele me jogou na cama e penetrou. Era tão bom sem camisinha, nossa era ótimo.

Alex me batia, puxava o cabelo e eu admito que gostava.

Ele me colocou de quatro e penetrou novamente, não ficamos nem 5 minutos nessa posição e ele gozou...dentro.

- Você tá louco? - Gritei me debatendo.

- Shhiuu, se continuar, vou te chupar de novo. - ele disse com as mãos em meus lábios.

Não conhecia esse Alex, ele sempre foi carinhoso no sexo, será que ele gosta dessas coisas? De ser dominador? Acho que ele gosta de ver uma menina inocente em suas mãos.

Fui ao banheiro me lavar e o esperma grudou.

- Aaaaalleeexxx socorro.

- Que foi Sophia, que susto.

- Tá grudando tudo. - Olhei pra ele com desespero no olhar.

- Aiai Sophia - ele riu - não pode lavar.

- Então o que eu faço?

- Toma banho direito que vai parar de grudar, estou lá embaixo te esperando, vamos sair para tomar um café. - ele sai e fecha a porta.

Cara o que tava acontecendo na minha vida, o que eu e Alex somos? Ele pode ter inventado essa história toda pra gente voltar. Meu Deus como tô perdida, quando a gente sair daqui eu irei conversar com ele.

Acabei o banho e coloquei minha roupa. Deixei um bilhete dizendo que iria em uma cafeteria e que as meninas eram para me encontrar lá.

Entrei no carro do Alex, nossa era estranho andar nesse carro novamente.

Paramos na cafeteria e pedi um café bem forte pra curar a ressaca.

- Alex?

- Sim...

- O que tá acontecendo? - perguntei

- A gente ficou Sophia, eu disse que te amava, você disse que também me amava e as coisas aconteceram.

- Mas Alex, e a traição?

- Minha little girl eu não te trai, depois quando a ressaca passar a gente conversa sobre isso okay angel? - ele alisou meu rosto.

- Você tá estranho - arqueei as sobrancelhas.

- Toma seu café - ele disse.

Ficou me observando o tempo todo como se ele não me visse a séculos.

- Alex tenho que ir para casa, minha mãe deve estar preocupada comigo e combinamos de hoje fazer um aniversário só para família, desculpa não te convidar mas ela iria achar estranho um homem bem mais velho aparecer na minha festa, e tem o fato de que a Érica te conhece. - me expliquei.

- Tudo bem Sophi, eu vou para a casa dos meus pais também e vou tentar curar essa ressaca da porra.

Ele passou na farmácia e comprou meu remédio, explicou como eu tinha que tomar e tal, foi super cuidadoso.

Fomos para minha casa, as meninas não tinham aparecido então eu teria que inventar uma desculpa qualquer.

Entrei em casa e minha mãe perguntou pelas meninas, eu disse que elas estavam tomando café em alguma esquina por aí e fui trocar de roupa.

Quando desci as escadas enxugando o cabelo e vi as meninas entrando.

Olhei para o rosto de cada uma e nós demos um sorriso era como se fôssemos demonias, engraçado dizer isso.

Elas foram para o banho e logo chegou o Jesse que deu "oi" para todo mundo e logo me abraçou por trás e disse:

- Deu para escutar a batida da cama na parede, seus altos gemidos e o Alex te batendo, meu sonho é transar igual a vocês.

Fiquei vermelha admito, minhas amigas iriam comentar sobre isso até o fim dos tempos mas tudo bem.

Meu celular toca.

- Alô?

- Quer tentar de novo e voltar a ficar comigo? - Era Alex na linha.

Pensei comigo que a vida é curta e a chance é unica.

- Yes Daddy. - respondi.


Notas Finais


Desculpa pelos erros gentee e eu sei que tá pequeno mas foi de coração 😍
Cometem aí o que acharam


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...