História A chance - Capítulo 4


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Personagens Originais, Rap Monster, Suga, V
Tags Namjin, Vkook, Yoonmin
Exibições 26
Palavras 704
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Comédia, Ecchi, Ficção, Lemon, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Shoujo-Ai, Visual Novel, Yaoi
Avisos: Adultério, Álcool, Bissexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sadomasoquismo, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Ok ok ok
Desculpa a demora bloqueio criativo vou tentar no próximo não demorar tanto

Capítulo 4 - Sim


Fanfic / Fanfiction A chance - Capítulo 4 - Sim

P.O.V. Jimin on

Depois de eu e Hoseok conversamos um pouco resolvemos voltar para casa, já estava bem tarde o sol já tinha ido e a Lua se levantava assim como as estrelas que a seguiam, mal chego em casa e já sou surpreendido por Tae

- JIMINIE - Ele me abraça - onde você estava ? e você Hoseok me deixou preocupado - Hoseok estranhou o fato de Tae ter se preocupado mas foi como eu disse para ele ninguém nunca deixamos de considera-lo

- Calma Tae estamos bem, onde está Jungkook e Yoongi-hyung ?

- Ah é, Hoseok Jin-Hyung está te chamando ele realmente ficou preocupado e você vem comigo Jimin - ele me puxa pelo braço

- até mais Hobie - aceno para ele que acena de volta - Onde vamos?

- Você vai ver - ele me puxa até uma sala estava um pouco escuro porém dava para ver o que tinha lá, no canto da sala tinha um piano, no centro uma mesinha e um sofá - boa sorte - ele me diz num sussurro e sai da sala

- Ahn.... - sinto alguém me pegar por trás me causando arrepios - Y.Yoongi - me viro ficando de frente para ele, que estava com as mãos em minha cintura enquanto eu tinha minha mãos sobrepostas em seus ombros - o que significa tudo isso?

- Acho que está meio que obviu não? - ele diz como se fosse obviu

- Não faz assim - faço um bico e ele acaba rindo me fazendo rir também

- Lembra da música que eu te mostrei ?

- Sim -olho em seu olhos que estavam brilhando conforme a luz da lua batia na janela, refletia de um modo tão hipnotizante em seus olhos que fiquei o fitando

 -Tudo que estava escrito lá eu me inspirem em você, desde o dia em que eu entrei na banda me apaixonei - ele passa uma de suas mãos no meu rosto - "Você aparece, mesmo quando eu respiro eu vejo você " -ele cita uma das partes- sabe quando você me ignorou por uma semana quando tinha acabado de te conhecer achei que você me odiava

- " O que eles dizem sobre o florescer do amor e sobre murchar tão fácil quanto uma flor de cerejeira deve ser verdade" - sorrio ao repetir outro parágrafo da música - Não acredito que se lembra disso

- Lembro de muitas coisas, "Protegidos pelo calor entre nós, oh eu preciso saber o que você pensa" - ele pega na minha mão - "Me deixe saber" o que você sente ?

- Eu te amo - puxo ele e o beijo

O beijo dele era doce, gentil, depois de alguns segundo ele pediu passagem eu cedi, não era apreçado ele sabia aproveitar o momento suas mãos apertaram minha cintura com mais possessividade, coloquei meus dedos em seu cabelos puxando levemente sua cabeça para trás, mas nós separamos por falta de ar.

Fito sua boca, que agora se encontra num ton avermelhado, não vou mentir ver a boca dele daquele jeito só faz eu o desejar mais, acabou mordendo meu lábio inferior como reflexo

- Você não deveria fazer isso na minha presença - ele volta a beijar só que agora o clima estava mais quente ele desse suas mãos até minha coxa e começa me subir até eu envolver minhas pernas em sua cintura, isso é claro sem interromper o beijo

- Se eu fizer isso, e toda vez você me beijar desse jeito, não prometo que não vou fazer mais isso - digo sorrindo e ele me retribui do mesmo jeito

- Jimin... - ouvir ele dizer o meu nome naquele momento me fez arrepiar - Por favor, não me deixe

- Nunca - volto o beijar, acho que beija-lo se tornou meu novo vício, sei que esse negócio de vício é clichê mas Min Yoongi é como uma droga para mim, que quero consumir mais e mais

Ele me deita no chão lentamente ficando por cima de mim

- S.suga e.eu

- Eu sei - ele se la nosso lábios- eu vou ser delicado

- eu confio em você Oppa -digo corado e ele sorri

- Posso ? -pede com a mão na barra da minha calça

- Sim


Notas Finais


Sei que tá curto realmente me desculpem
Sorry


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...