História A Colorful Friendship - Capítulo 4


Escrita por: ~ e ~YosafChan

Postado
Categorias Amor Doce
Personagens Alexy, Ambre, Armin, Castiel, Charlotte, Dakota, Iris, Kentin, Kim, Leigh, Li, Lynn, Lysandre, Nathaniel, Priya, Rosalya, Violette
Tags Amor Doce, Castiel X Nathaniel
Exibições 147
Palavras 938
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: FemmeSlash, Harem, Hentai, Lemon, Romance e Novela, Slash, Universo Alternativo, Yaoi, Yuri
Avisos: Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas da Autora


Mais um limãozinho aqui na humildade.

Capítulo 4 - The Sweet Taste of Pleasure


Fanfic / Fanfiction A Colorful Friendship - Capítulo 4 - The Sweet Taste of Pleasure

Nathaniel Pov's On
      Depois que Castiel foi embora, resolvi fazer o mesmo já que amanhã iria para a casa dele e teria que falar aos meu pais, o que já não seria algo muito simples, então guardei todos as provas na diretoria, tranquei todas as portas, peguei minha mochila e fui para casa. Chegando lá fui direto ao meu quarto, troquei de roupa e fui falar com a minha mãe, perguntando se no dia seguinte poderia ir para casa de um amigo. Ela concordou e disse que avisaria meu pai. Fiquei aliviado por não ser eu que falaria para ele. Ambre parou para falar comigo, quando voltava ao meu quarto.
-Nathaniel, você vai para casa do Castiel amanhã?!?!-Ela falou super animada, obviamente ouviu a conversa com minha mãe.
-Sim, e por que isso te interessaria?
-Bem...-ela ficou corada.-Ele... Ele... Eu gosto dele...
-E eu com isso?-falei indo até meu quarto.
-Hey... O que é isso no seu pescoço?-falou apontando para uma marca roxa em meio ao meu pescoço e ombro.
-O que... AH! ISSO... Eu não sei... Com licença Ambre...-falei me lembrando do dia anterior, tirando a irmã do lugar e entrando em seu quarto e fechando a porta.
-Merda Castiel.... MERDA CASTIEL...-berrei um pouco.
     Meu celular estava vibrando então peguei e dei uma olhada. Havia algumas mensagens do Castiel confirmando sobre amanhã. Respondi as perguntas e fui tomar banho, aliás estava um pouco tarde.
      Depois fui direto para cama, porque estava MUITO tarde.

         No dia seguinte.....

      Acordei no horário de sempre, troquei de roupa, peguei minha mochila e fui até a cozinha comer alguma coisa e depois fui até a escola. Quando cheguei olhei ao redor, procurando por Castiel, talvez ele não deva ter chegado... Mas não custava nada se atrasar um pouco só para ver provas... Fui até o pátio e ainda não o achei, fui então até o Grêmio para começar mais um dia.
-Ah! Finalmente...-disse Castiel sentado em uma das cadeiras da mesa do centro da sala.
-C-Castiel...? O que faz aqui? Melody já chegou?
-Tch... Não ligo pra ela e saiba que apenas fiquei preocupado com a sua demora... Esta muito atrasado representante...-ele falou com tom de deboche.
-Eu estava te procurando e.. Como abriu a porta?
-E sim ela já chegou... Hmpf... Vou pra aula... Até depois, Representante...-ele disse em um tom calmo e ansioso.
-Até mais...-sorri e acenei.
      Fiquei corrigindo aquelas malditas provas, obviamente sozinho, pois Melody deveria ir para aula. Fui corrigindo até que achei a prova de Castiel. O incrível é que mesmo sem prestar atenção ou até mesmo.comparecendo as aulas ele conseguiu tirar uma boa nota?
      Terminando de corrigir as provas, dei uma pausa e ouvi o sinal do recreio tocar. Fiquei olhando para o teto quando fui "interrompido" por alguém que abriu a porta e a fechou rapidamente. Fiquei fazendo a mesma coisa até ouvir o sinal fazer seu barulho típico uma terceira vez, foi quando comecei a guardar as provas. Alguém abriu a porta, era Melody.
-Ah... Nathaniel... Posso lhe falar uma coisa... Já que Castiel ainda não está aqui..
-Sim, o que é?-falei ainda guardando as provas.
-Eu... Gosto de você Nathaniel... Eu realmente gostp de você... Eu..-Ela foi interrompida por mim.
-Melody.. Eu sei disso, me desculpe, mas não sinto o mesmo que você... Me desculpe...-falei pegando minha mochila saindo da sala.
      Castiel estava do lado da porta e provavelmente ouviu tudo:
-C-Castiel! Vamos?-falei tentando parecer mais otimista possível.
-Claro, vamos..-ele levantou o.rosto, que estava com um largo sorriso estampado.
      Ele me pegou pelo braço e fomos até sua casa. Que era muito longe da escola. Quando chegamos ele subiu para seu quarto e mandou eu fazer o que quisesse, então subi logo em seguida, ele estava estava trocando de roupa. Fiquei do lado de fora esperando ele acabar.
-Nath, eu sei que está ai... Se quiser entre, ou saia.-ele falou.
-O-Ok...-entrei e comecei a trocar de roupa também.
      Abri minha mochila e peguei algumas roupas, todas azuis... Percebi que Castiel estava me olhando, então fiquei vermelho.
-Sabe Nathaniel.. Quando disse que prometeria ser gentil... Isso precisa valer aqui também?-ele falou com um tom malicioso.
-Huh?-virei minha cabeça e vi que ele havia chegado mais perto e me abraçado fortemente.
-Me responda...-ele disse no meu ouvido.
-E-eu não sei...-falei enquanto ficava vermelho.
-Vou considerar isso como um não...-ele disse sorriu enquanto me jogava na cama atrás de mim.
      Ele tirou a minha mochila e a jogou no chão. E me prendeu com seus braços, enquanto me deu um beijo intenso.
-Sabe... Representante.. Isso é algo que quis fazer com você desde aquele dia...-ele falou separando o beijo e indo até meu pescoço. -Hey... Ainda tem minhas marcas.. Acho que é hora de as renovar...-ele falou enquanto mordia meu pescoço fortemente.
-A-Ah.. C-Castiel...-disse entre gemidos, Castiel riu do meu "comentário".
      Ele continuou com as mordidas e chupões, não apenas em meu pescoço, mas em todo o meu corpo. Ele começou a me despir lentamente, enquanto fazia o mesmo consigo.
-C-Cassy... Hm.. Ahh...-falei entre alguns gemidos.
     Ele apenas ignorou minha fala enquanto terminava de despir a mim e a si mesmo. Ao terminar, ele me levantou e me colocou em seu colo e me penetrou profundamente. Comparado com a primira vez, agora foi muito mais fácil e prazeroso cavalgar em seu membro. Eu gemia alto, junto de meus suspiros, que pareciam sair do fundo de meus pulmões.
-Visivelmente está gostando não?-ele disse em meio a um sorriso. -Como se sente com isso?...
      Ele começou a tocar minhas costas, minhas pernas e meu pescoço, enquanto dava um uma mordida em meu pescoço.
-Ahhh.... C-Cass-sy...
                     To be continued


Notas Finais


Pausa dramática pq sim.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...