História A common dream - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias Beijada Por Um Anjo
Tags Romance
Visualizações 4
Palavras 878
Terminada Não
LIVRE PARA TODOS OS PÚBLICOS
Gêneros: Colegial

Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Capítulo 1 - Cap. 1


Acordo logo cedo, lembro que este é meu último dia aqui. Me mudarei amanhã, então aproveitarei esta noite com meus amigos. Encontro-me “hospedada” na casa de minha melhor amiga Camila, a mesma lembra-me toda hora que não devo a esquecer. Bom, não a esquecerei…

- Sophia! Vamos me dar atenção por favor?! - Camila fala agitando a mão em frente ao meu rosto para trazer-me a terra.

- Aah, oi Mila?! Do que estávamos falando mesmo?

- Percebi né sua lerda, a gente estava falando sobre você indo para a cidade nova e que…

- Não posso te esquecer e tenho que te mandar mensagens ao menos 5 vezes na semana e blá blá blá. -a interrompo- Fica calma tá? Eu não vou te trocar por qualquer menina que disser que quer ser minha amiga, ela tem que no mínimo ser belieber para me fazer te esquecer…

- Beleza então, vou te trocar pela primeira garota que falar gosta de SUPERNATURAL! -fala enciumada

- Oooh não! Você não faria isso! Esse é o NOSSO programa de amigas, lembra? Fazer comida, encher a barriga… o negócio das amigas! -falo com a mão no coração fingindo estar se sentindo traída.

- Mas você pode me trocar por qualquer uma que gostar de Justin Bieber, não é?!

- Uiii, desculpa bebê. Não te troco por ninguém sua retardada! E nem vem com historinha de me trocar por hunters falsificadas, não viu?!

- Eu sei, eu sei. Agora vamos comer, porque estou morrendo de fome e você também deve estar.

- Como sabe?! -falo impressionada por ela ter adivinhado

- Você sempre está com fome! -ela fala levantando a sobrancelha esquerda fazendo uma cara de que era bem óbvio.

Então fomos, comemos muuuito durante a tarde e assistimos alguns episódios de Supernatural, logicamente encerramos a tarde ouvindo músicas do JB, né?! E a nostalgia bateu, e as lágrimas quase aparecem em meio a dança coreografada de Somebody to love. Chegou as 18 horas e começamos nos arrumar para ir a pizzaria com nossos amigos. Camila era a amiga mais perfeita e linda que poderia ter.

Ela vestia roupas escuras que realçava a cor de seu cabelos longos e ruivos. Seus olhos eram cor de mel, que se realçaram ainda mais ao passar o rímel em seus cílios. Eu a amo e a acho linda, não irei mentir, sinto-me uma batata ao lado dela. E quanto a mim, você deve estar pensando como sou. Bom, eu sou bem mais baixa que Camila, com cabelos também longos e castanhos claro, meus olhos chegavam mais perto de castanho escuro e minha pele era branca que doía aos olhos das pessoas que me viam exposta ao sol.

Já eram 19:30 e nosso amigo chegou nos chamando para ir logo a pizzaria e disse que os outros já nos esperava lá. - - Eduardo, não está tão feio como de costume. -digo para zoar com sua cara, pois de feio ele não tem nada, o garoto mais lindo da turma e era meu amigo!

- Até parece que não fala isso da boca pra fora, sabe que sou lindo. -ele fala fazendo um sinal com as mãos como se estivesse se sentindo o cheio da razão em suas palavra, que eram todas verdadeiras.

- Convencido, nem um pouco você! -Camila fala alto, quase tão alto que parecia estar gritando.

- Vamos falar baixo?! E a propósito, temos que chegar antes das 22 : 30, pois tenho que ir dormir para poder me mudar amanhã.

- Okay sua chata! -os dois falam.

Chegamos na pizzaria e nos encontramos com Pedro, logo entramos e pedimos a maior e melhor pizza, comemos e conversamos bastante. Então eles vem com uma ideia, de irmos dar um rolê na praça, quando chegamos lá Pedro encontrou sua peguetezinha e saiu para aproveitar a noite de forma diferente do resto de nós.

Estávamos sentados em um banco eu, Camila e Eduardo rindo muito ao se lembrar de nossas loucuras naquele ano. Nenhuma turma se igualará a nossa, somos conhecidos como o primeiro ano do terror, nome bizarro ou engraçado, não sei definir. Então Camila diz que precisa encontrar com um garoto bem lindo que conheceu pela internet e disse estar na cidade, saiu e nos deixou só, Eduardo fala:

- Podemos dar uma volta se quiser.

- Tudo bem, já estava cansada de ficar aqui sentada. -nos levantamos e saímos andando- Sabe, essa mudança talvez nem seja tão ruim assim, posso me dar bem na nova cidade.

- Você pode não achar tão ruim, mas nós achamos, eu acho ainda mais…

- Você? ATA! Você nem falava direito comigo a uma semana, só falava para implicar com os meus sonhos e com meu óculos.

- Você não entende…

- Você me fez chorar duas horas quando cheguei da escola.

- O que eu fiz pra te fazer chorar tanto? -fala desentendido

- Adivinha! Você me disse que só amo as pessoas que não ligam pra mim, que o Justin não sabia da minha existência e que meu sonho era simplesmente idiota. -falo com os olhos cheios d’água.

- Desculpa, não pensei que levasse esses seus sonhos tão a sério. Eu estava irritado quando falei aquilo e agora estou percebendo que vou te perder sem poder fazer nada contra isso.

- Mas você nunca me teve! -revirei os olhos e comecei a rir.

- Verdade, mas isso é porque...



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...