História A common dream - Capítulo 4


Escrita por: ~

Postado
Categorias Beijada Por Um Anjo
Tags Romance
Visualizações 1
Palavras 836
Terminada Não
LIVRE PARA TODOS OS PÚBLICOS
Gêneros: Colegial

Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Capítulo 4 - Cap. 4


Acordei, me arrumei um pouco pois irei comprar meu materiais escolares dignos de alguém que se encontra no 2o ano do Ensino Médio e logicamente não vou sair de casa, na minha nova cidade como uma mendiga que é como pareço ser de tão mal arrumada que costumava andar.

- Bom dia pessoas maravilhosas! -falo enquanto desço as escadas

- Bom dia senhorita, você tem que comprar seus materiais, então assim que terminarmos o café iremos.

- Ok -falo com a boca já cheia de comida.

Fomos e compramos tudo aquilo que precisaria. Lembro que tem algo faltando… amigos! Isso mesmo! Amigos que me tirem da bad profunda em que me encontro de tanta tristeza por falta de companhia. Não que meus pais tenham me deixado jogada em casa, nesta semana que já passei aqui, porque sim, me deixaram uns 3 dias sozinha. Mas falta de adolescentes, sabe?! Aqueles legais que assistem séries e ouvem músicas de qualidade. Ao invés dessa companhia legal, passo o dia fitando o teto do quarto ou mexendo nas minhas redes sociais invejando a alegria dos meus amigos se divertindo nas pizzarias da vida. Chego em casa e faço o de costume. Me jogo na cama, coloco meus fones e fico a fitar o teto como se estivesse a assistir um show do Justin Bieber. Os olhos chegam a encher de água como se eu estivesse vendo outra garota dar um um abraço no Justin. Por quê?

Enquanto me perco em meus pensamento a campainha toca, então me levanto para abrir a porta.

- Oi!

- Oi… -falo dando um sorriso de lado

- Meu nome é Tainara, sou sua vizinha!

- Bom, prazer. Meu nome é Sophia. Mas o que te traz aqui?

- É que como você é nova aqui, resolvi te convidar para sentar aqui na frente de casa comigo e uns amigos. Então, aceita?

- Nossa, valeu. Aceito sim, tô precisando mesmo sair nem que seja para ficar na calçada.

-Tudo bem, quando o pessoal chegar eu venho te chamar.

- Ok, então até mais tarde. -ela sai e eu fecho a porta.

Volto pra mim área de “lazer”, só saio para comer e tomar banho. As horas passam, já são 19 : 30, tocam a campainha. Levanto-me do sofá e quando abro a porta um garoto de cabelos pretos, meio branco e olhos verdes está lá me olhando.

- Oi? Quem é você?

- Ah, oi. Meu nome é Davi, amigo da Tainara. Ela mandou eu vir te peg... Chamar! Ela mandou eu vir te chamar.

- Beleza, onde ela tá?

- Ela tá em casa, pegando umas coisas pra comer.

- Tá bom. Espera, só me deixa falar com a minha mãe. -ele assente e vou em direção a cozinha.

- Mãe, vou ficar lá fora com a vizinha e uns amigos…

- Você disse que não tinha amigos!

- Não tenho! Esses “amigos” que eu falei, são amigos dela e não meus.

- Ah, tá bom então. -assinto e saio em direção à Davi.- Só não vá fazer besteira! -ela grita.

- Acha mesmo que euzinha faço besteira? E se eu fizesse, não faria na porta de casa! -grito de volta para que ela ouça e Davi ri das coisas que acaba de rir.- Que foi? Tá rindo de que?

- Nada, testemunha de Jeová.

- Como assim? Nada a ver, queridinho. Mereceu um belo tapa nas costas agora. -falo rindo da besteira que ele tinha dito.

- Ok, então. Entendi. Não teve sentido.

- Ainda bem que entendeu. Assim nunca repetirá essas palavras.

Chegamos e conversamos muito, conheci também duas meninas, Larissa e Laissa. Lindas e adoráveis, para minha sorte elas também são beliebers. Aleluia Deus! Quando entrei em meu quarto,olhei no relógio já eram 23 : 15. Uau! Como as horas passaram rápido! Escovei os e dentes fui dormir.

No outro dia acordei já às 10 horas, fui ao banheiro e ajeitei meus cabelos. É véspera de ano novo! Faltam duas semanas para o início do ano letivo. Peço com todas as forças a Deus que Tainara estude na mesma escola que eu, embora ela esteja apenas no primeiro ano ainda, juntos com as meninas e o Davi. Recebi um convite de passar o réveillon com as mesmas pessoas de ontem só que na cachoeira que fica próxima a cidade e lógico que aceitei o convite.

Neste exato momento estou me arrumando para a “passagem do ano”, como alguns falam. Iremos com o primo da Tainara. A campainha toca e…

- Oi Tainara! -mamãe fala com o maior ânimo do mundo.

- Oi! Onde a Sophia está?

- Aqui eu! -falo enquanto corro para a sala.

- Vamos?

- Vamos! Tchau mãe!

- Tchau! Cuidado.

- Pode deixar.

Saímos e fomos para o nosso destino. Após uma hora de viagem chegamos. Um lugar lindo, com árvores envolvidas com luzes que deixavam o lugar mais lindo ainda. Dançamos e nos divertimos muuuito! Enfim, chegou a hora de voltar para casa.

Quando chegamos, apenas me joguei na cama sem nem ligar com o meu estado no outro dia, queria apenas dormir e foi o que fiz.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...