História A companheira do Alpha - Capítulo 2


Escrita por: ~

Postado
Categorias Originais
Tags Destino, Lobisomens, Negação, Perigo
Exibições 5
Palavras 634
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 14 ANOS
Gêneros: Ação, Artes Marciais, Aventura, Luta, Magia, Mistério, Romance e Novela, Sobrenatural
Avisos: Nudez
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Capítulo 2 - Perigo


Fanfic / Fanfiction A companheira do Alpha - Capítulo 2 - Perigo

Eu ainda estava correndo mais dessa vez ao redor da floresta. De alguma forma eu adorava correr, adorava os vento nos cabelos, a sensação de liberdade. Porem isso tudo acabou quando senti que estava sendo observada, então parei de andar e comecei a olhar em volta, mais não vi nada. Ainda sentindo que eu estava sendo observada, comecei a tomar água, para ter mais energia para correr, em seguida comecei a correr, mais dessa vês para para meu apartamento.

Ao chegar no meu apartamento, me refresquei, troquei de roupa e depois me joguei na cama. Comecei a pensar naquele sonho estranho que tive na noite passada. Fiquei sem fazer nada até as 9:00 da manhã, quando resolvi arrumava um emprego, de preferencia em uma academia de capoeira, como professora é claro.

Peguei meu computador e comecei a procurar no GPS algum ginásio ou academia de Capoeira pela cidade, fiquei procurando durante 1 hora, quando finalmente encontro. Essa academia fica no centro da cidade. 

Fui até o estacionamento, peguei meu carro e fui até a academia. Quando cheguei la, eu estacionei meu carro no estacionamento da academia e entrei para falar com o gerente, que me encarregou até o dono da academia. O dono tinha uma cara seria, mais era legal e até um pouco engraçado. Depois de um bom tempo conversando, ele concorda em me fazer professora, se eu passasse em um teste, que ele me impôs para ver se eu estava mesmo em um nível adequando para ser professora.

O teste era simples eu teria jogar (lutar) em uma roda de capoeira junto com os alunos e os outros mestres. Depois da roda, o dono da academia concordou em me fazer mestre e professora de capoeira. Ele me explicou como tudo funciona na academia: Havia varias salas para os alunos treinarem e cada sala ficava um mestre e os alunos com os mesmo graduado. Os alunos eram divididos conforme o graduado, mais no final de cada aula todos os alunos se reuniam e faziam uma roda para jogar. E no final de todo o meses todos os alunos treinavam juntos em uma unica sala.

Eu começaria a minha primeira aula amanhã, então, eu fui para a casa descansar. No dia seguinte de manha eu levantei corri um pouco pela floresta. E de novo eu senti que alguém ou algo me observava, mais dessa vez eu tive um péssimo pressentimento. Eu continuei a correr enquanto voltava para minha casa, porem eu escutei um estalo de um graveto atras de mim, e rapidamente olhei para trás.

Eu me apavorei, eu nunca tinha visto semelhante coisa. Era tão grande ou talvez maior que um homem, era o maior lobo que eu já tinha visto na minha vida. Seus pelos era uma mistura de marrom claro e marrom escuro, seus olhos eram castanhos escuros e seu pelo era lindo e brilhante, parecia até macio.

Ele me olhava atentamente, mais com uma cara seria, quando ele moveu uma de suas enormes patas para frente. No meu treinamentos de ninja, os ninjas me ensinaram a controlar ao máximo o meu medo, mais aquele lobo me arrepiava as espinhas, fazia meu coração bater cada vez mais rápido e eu estava instável no lugar. Eu queria correr o mais rápido possível mais não tinha coragem e nem força.

Quando aquele lobo moveu pela segunda vez sua enorme pata para mais perto de mim, eu não me contive e dei um passo para trás. Quando dei um passo para trás o lobo rosnou e ficou em posição de ataque, era quase como se ele não gostou ou não quisesse que eu corresse, e eu só conseguia pensar: 

eu (pensando): como vou sair daqui em tacta? e o que ele vai fazer agora? sera que ele vai me atacar? O que vai acontecer?



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...