História A Companheira do Supremo Alpha - Capítulo 78


Escrita por: ~

Postado
Categorias Originais
Personagens Personagens Originais
Tags Amor, Ciumes, Companheira, Companheiro, Conflito, Fuga, Guerra, Lobisomem, Lobos, Luna, Sobrenatural, Suprema, Suspense, Vampiros
Visualizações 665
Palavras 2.183
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Luta, Romance e Novela, Saga, Shoujo (Romântico), Sobrenatural, Violência
Avisos: Álcool, Canibalismo, Estupro, Insinuação de sexo, Nudez, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Capítulo 78 - 78


Hannah Narrando:

Consigo ver o colégio, o que me deixa com um frio na barriga. Também vejo algumas pessoas conversando e andando, mas está muito longe para saber quem são.

Luck está com a Karolinne em um carro atrás da gente. Nick está com a Merry em um carro atrás do Luck. E estou sentada no banco da frente, com o Aidan dirigido ao meu lado. 

Com certeza, seremos o centro das atenções hoje. Já posso imagina um monte de pergunta, entre elas é onde eu estava e quem era aqueles homens.

_ Anjo? - Ouço o Aidan me chamar, enquanto coloca a mão em minha coxa. Olho para ele. - Está tudo bem? - Ele volta a prestar atenção na estrada.

_ Só estou nervosa. - Falo tentando parecer tranquila.

_ Diga o que lhe deixa nervosa. - Fala o Aidan calmo.

_ As perguntas que todos vão fazer. - Falo olhando a multidão de gente. - A gente vai ser o centro das atenções e eu não tenho nenhuma ideia.

_ Basta ignora-los. - Fala ele calmo, e o sinto acariciar minha coxa.

_ Como se fosse tão simples. - Falo vendo o colégio cada vez mais próximo. - Vão nos encher de pergunta e não vão parar até nós responder.

_ Se quiser eu dou um jeito neles. - Fala ele com um sorriso malicioso.

_ Aidan. - O repreendo, enquanto sorrio. Sei muito bem qual o seu jeito. Aidan aumenta o sorriso e tira a mão da minha coxa, para poder estaciona o carro.

_ Meu Deus! E a polícia?! - Falo ao lembrar dos policias. Será que vão me entrevistar?

_ O delegado e mas alguns policiais são meus lobos. - Fala ele desligando o carro e me olhando. - Está tudo resolvido.

_ Não está não. - Falo me virando para ele. - O Nick, o Luck e principalmente você são um pedaço de mal caminho e nos trás para escola com esses carros, que se nota de longe que são caros. Vamos ser entrevistadas por todas as meninas querendo dá para vocês.

_ Eu só quero que apenas uma pessoa de pra mim. - Fala ele me olhando malicioso.

_ Idiota. - Falo batendo em seu ombro e ele sorri. - Mas sério, como vou lidar com esse povo?

Falo olhando lá pra fora e vendo muitas pessoas encarando com curiosidade esses três carros estacionados. Minha barriga congela.

_ Não de satisfação a ninguém. - Fala ele sério. - Se eles insistirem, mandem cuidar da vida deles. - Fala ele levando sua mão ao meu rosto. - Se falarem alguma coisa negativa de você ou te xingar, eu resolvo isso na diretoria. - Fala ele e me da um beijo na testa. - A vida é sua e ninguém tem que se meter. Só eu.

Diz isso e sai do carro dando a volta nele e abrindo a porta para mim. Saio encarando ele e ele fecha a porta. Ele olha para a multidão enquanto puxa de leve minha cintura enquanto cola nossos corpos. Aidan olha para mim une nossos lábios em um beijo.

Um beijo carinhoso, cheio de conforto e carinho.

_ Você é a Luna da alcatéia Lua Sangue de Lobo. - Fala ele acariciando minha bochecha. - É a única que me enfrenta e se é capaz disso, é mais que capaz de enfrenta um bando de fofoqueiros.

_ Só que eles estão em maior número e você é um. - Falo o óbvio.

_ Posso ser pior que todos eles juntos. - Fala se gabando. - Se insistirem com esse assusto, seja lá qual for, ignore. - Fala ele sério. - Se te xingarem, ou falar qualquer coisa de você, me fale.

_ Hannah! - Ouço a voz da Alice.

_ Alice. - Falo olhando na direção da voz e vejo a Alice, Júlia, Natália, Letícia e o Pedro vindo em minha direção. - Gente!

Falo indo até minhas amigas e as abraçando. Como senti falta de minhas amigas.

_ Eu também não ganho um abraço? - Fala o meu amigo Pedro fazendo manha.

_ Não. - Responde o Aidan sério.

_ Gente! - Fala o Pedro colocando a mão no coração enquanto olha para o Aidan. - Que calor é esse que estou sentindo?

Aidan levanta uma sombrancelha.

_ Oi. - Fala a Karolinne comprimentando meus amigos

_ Vou desmaia - Fala o Pedro olhando para o Luck e o Nick, enquanto abana o rosto com a mão.

_ Pedro sossega seus hormônios - O repreendo.

_ Não na presença desses... Desses - Fala olhando para o Luck, Nick e Aidan. - Se vai me contar onde achou esses bofs.

_ Tá me estranhando cara? - Pergunta o Luck sério.

_ Para de drama. - Fala a Natália. - Nem parece que a Hannah está aqui.

_ Hannah! - Fala ele vindo em cima de mim, mas o Aidan entra na frente.

_ Fica longe da minha garota. - Repreende o Aidan colocando a mão no peito do Pedro o afastando.

_ Calma Aidan. - Falo tentando acalma-lo. - O Pedro é Gay.

_ Gay ou não, ele tem bolas e eu quero ele longe de você. - Fala o Aidan sério.

_ Deveria estar mais preocupado com você. - Falo com um sorriso de lado, ao ver o Pedro analisando a grossura do braço do Aidan em seu peito.

Aidan cerra a sombrancelha e o empurra pra longe.

_ Hannah se quiser dividir eu estou disponível. - Fala o Pedro olhando para mim. - O mesmo vale para vocês. - Fala olhando para Merry e a Karolinne.

_ Nem que a vaca tussa. - Fala a Merry entrando na frente do Nick.

_ Prefiro ele inteiro. - Falo indo até o Aidan abraçando de lado sua cintura.

Vejo o Pedro olhando para Karolinne com um sorriso maroto.

_ Porque ta olhando pra mim? - Pergunta a Karolinne.

_ Quer dividir? - Fala olhando malicioso para o Luck.

_ Não temos aula? - Fala fugindo do assusto.

_ Falta quinze minutos para a aula. - Falo com um sorriso.

_ Tempo de sobra pra estudar um pouco. - Fala a Karolinne.

_ Ou para responde a pergunta. - Fala a Merry provocando.

_ Eu não vou responde essa pergunta. - Fala ela cruzando os braços.

_ Mas logo logo vai ter que responder - Falo olhando a garotada olhando os rapazes. - E não é só para o Pedro.

Ouço a Merry rosnar ao olhar para elas.

_ Já sabe o que fazer não é? - Pergunta o Aidan em meu ouvido.

_ Consigo? - Pergunta a ele.

_ Consegue. - Fala ele se virando para mim e unindo nossos lábios. - Estarei aqui na hora que sair do colégio. - Fala ele e me da um celinho. - Eu te amo coração. - Fala e beija minha testa antes de se separar de mim. - Vamos.

Fala o Aidan indo até seu carro e entrando.

_ Eu te amo - Fala o Luck roubando um celinho da Karolinne. - Se cuida. - Fala indo até seu carro.

_ Não apronte nada. - Fala o Nick e beija a Merry. - Até logo amor.

E assim eles foram até seus carros. Vejo Aidan ligar o carro e escolher a marcha. Antes de dar a partida, ele pisca para mim. Sorrio em resposta e ele da partida.

_ Vamos? - Pergunto.

_ Vamos. - Fala a Letícia.

_ Mas você vai falar quem eles são. - Fala a Natália.

_ O Aidan é meu namorado. - Falo calma. Ele não me chegou a pedir em namoro. Ele já chegou dizendo que sói mulher dele, mas não somos casados. Então acho que posso dizer que sou sua namorada.

_ Vai me explicar isso direitinho. - Fala a Júlia.

_ Depois. - Falo com tédio. - Tenho que pegar meus matérias e guarda no armário. - Falo começando a andar em direção a diretoria.

_ Vou com você. - Fala a Alice.

_ Vocês não vêm? - Pergunto para a Merry e a Karolinne

_ Eu vou depois. - Fala a Merry. Não insisto, pois sei qual o motivo de não querer ir; Alice.

O caminho até a diretoria está tranquilo, as meninas me fazem perguntas, mas a Alice me ajuda nas respostas. O que me incomoda é o olhar de algumas pessoas sobre mim.

Que vontade de enfiar um alfinete nos olhos de cada um e depois pedir pro Aidan curar...

Bando de fofoqueiros, não tem nada pra fazer. Vão estudar pra ser alguém na vida, envés de vadiar...

_ Oi Hannah. - Aparece uma das pessoas que eu mesmos queria encontrar; Nathan. - Tudo bem?

_ Não te interessa. - Falo imitando a calmaria do Aidan e parto rumo a diretoria.

Ele não insiste. Mas uma dúvida percorre minha mente. Mas que nunca odeio o Nathan. Ele mandou me sequestrar e depois me estuprar no dia que sai da balada. Mas ele não apareceu no dia, foi só os amiguinhos dele, que o Aidan matou.

Apesar de tudo, ele tem a cara de pau de vim falar comigo? Eu mereço...

Finalmente chego a diretoria e encontro a secretária.

_ Bom dia. - Falo educadamente.

_ Bom dia senhorita Brown. - Fala a secretária - Seja bem vinda de volta.

_ Obrigado. - Falo educadamente. - Eu vim pegar meus materiais.

_ A sim, o diretor já deixou separado. - Fala ela e vai até uma porta atrás dela e entra. Não demora muito, ela sai com uma caixa de lá. - Aqui. - Fala ela colocando a caixa em sua mesa.

_ Obrigado. - Falo indo até a caixa e a pegando.

Mas que peso...

Não parecia nem um pouco pesada na mão da secretária. Só falta ela ser do bando do Aidan. Com esforço e ajuda das meninas, eu vou eté meu armário, quando o sinal bate.

_ Hannah a aula vai começar. - Fala a Alice.

_ Vou entrar na segunda aula. - Falo abrindo o armário. - Vão indo.

_ Tem certeza? - Pergunta o Pedro. - Se quiser eu fico e te ajudo.

_ Tenho. - Falo normalmente. - Daqui a pouco estou na sala. Não se preocupem

_ Tudo bem então. - Fala a Júlia e me abraça. - Ainda bem que está de volta.

_ Obrigado. - Falo retribuindo o abraço. - Agora vão antes que se atrasem. - Falo a soltando.

_ Até mais. - Fala a Letícia começando a andar em direção as salas de aula. E eu volto a arrumar meu armário.

_ Oi Hannah. - Escuto a voz de uma das vadias da escola. - Fico feliz que tenha voltado. É verdade que estão dizendo?

_ O que? - Falo normalmente.

_ Que você está dando para aquele Deus Grego que vimos na frente do colégio. - Fala ela checando suas unhas.

_ Não estou dando pra ninguém e ele é meu namorado. - Falo séria.

_ Sei. - Fala ela fingindo que acredita. - Depois me passa o número dele. Ele é muita areia para seu caminhãozinho e merece mulher de verdade.

_ Como você? - Pergunto colocando meus livros no armário. - Mulher de verdade se respeita e não fica dando pra qualquer um igual você. Na verdade acho que você já deu tanto, que ta eté deformado.

_ Cala boca vadia. - Fala ela ficando séria.

_ Estou apenas arrumando o meu armário e vou pra sala de aula - Falo tranquila. - Diferente de você que está vadiando pela escola. Quem é vadia nessa história?

_ Desgraçada. - Fala ela derrubando minhas coisas do armário. - Cala boca antes que eu te arrebente a cara. - Fala ela pegando em minha blusa.

_ Deixa ela Bruna. - Ouço uma voz. - Ela nem está no seu nível para você sujar as mão. - Fala a amiga dela.

_ Não mesmo. Tem que ralar duro para chegar ao meu nível. - Falo tranquila. - Melhor nem sujar as mãos tentando.

Vejo a Bruna ficar vermelha e me da um tapa na cara. Apenas rio.

_ Quer meu namorado? - Falo com um sorriso. - Vai lá se oferecer a ele. Se é que você é suficiente pra ele e ele não te descarte como uma cadela. - Ela me joga no chão e começa a tentar socar minha cara, mas eu seguro seu braço. - Acho que até uma cadela no cio tem mais decência que você.

Falo e sinto minha mão sendo agarrada. Olho e vejo a amiga dela me segurando e prendendo meu braço em cima de minha cabeça. Com isso recebo um soco da Bruna.

_ Vagabunda. - Fala ela e se prepara para me da um outro soco, mas pego impulso com minha perna e tento virar uma cambalhota para trás.Isso fez ela acerta o soco no chão e cambalear para trás. - Piranha.

_ Não sou da mesma espécie que você. - Digo beliscando com a unha o braço da amiga dela, que me solta. Aproveito isso e uso um golpe de jiu jitsu ficando por cima da Bruna. - Diga para suas amiguinhas ficarem longe do Aidan.


Notas Finais


Estão gostando da história? O que acham que vai acontece? Estão curiosos?

Bjs de lobinhos e até a próxima 🐾❤🐾


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...