História A Confused Love - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias Originais
Personagens Personagens Originais
Visualizações 10
Palavras 659
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Escolar, Hentai, Lemon, Orange, Romance e Novela, Shonen-Ai, Shoujo (Romântico), Shoujo-Ai, Yaoi
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Estupro, Heterossexualidade, Homossexualidade, Incesto, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas do Autor


Oi fodinhas :)
Como lhes disse na fic anterior (que será excluída), faria uma não interativa. E AQUI ESTÁ! UUUUULLLL!!
Okay... vou me controlar.
Me desculpem qualquer erro e boa leitura :)

Capítulo 1 - Ichi - 1


Míris On

Olá, me chamo Míris Vallentine, mais conhecido como Mítine – ideia maluca dos meus amigos... e se lê "Mítaine" -, tenho 17 anos e, infelizmente, moro com minha madrasta e meu irmão. Minha vida é quase igual a da Cinderela, bom, pelo menos meu irmão me ajuda nas tarefas de casa...

Minha mãe morreu no parto, já meu pai morreu num tiroteio, eu falei pra ele não ir mas ele não me escutava. Tomou, trouxa! Eu também avisei pra não casar com essa mulher, tomou uma lição.

Meu irmão se chama Emery Robert Vallentine e tem 14 anos, ele é filho da bruxa da minha madrasta junto do meu pai, ela se chama Karyn Robert e tem 32 anos.

Agora mesmo eu estou terminando de arrumar o quarto da velha, Emery resolveu parar de me ajudar e mexer no celular, belo irmão.

 

 

- Emery, com quem você conversa tanto? – Pergunto um pouco irritado.

- Com a Alycia. – Disse com o olhar ainda fixo no celular. – Ela tá perguntando se vamos na festa da Min.

- Da Min? Mas ela não disse que não gosta de se misturar com outras pessoas?

- Sim, mas o Kwan conversou com ela então ela resolveu tentar criar novas amizades. – Deu ênfase no “tentar”.

- Vish, isso vai ser difícil... Só que vai ser mais difícil você ter esse celular de volta enquanto não ir limpar o banheiro da Karyn! – Pego o celular de sua mão e saio do quarto.

- FILHO DA PUTA!

 

 

Quebra de Tempo

 

Está perto das onze da noite, Karyn, como sempre, está assistindo TV. Emery queria tanto ir na festa da Min, mas tem medo da mãe não deixar, eu não posso reclamar, também tenho medo dessa velha não deixar e me fazer limpar a casa de novo, junto com o porão e o sótão. Não quero nem saber o que tem lá dentro.

Emery desceu pra sala, fazendo a Karyn perceber minha existência no outro sofá e dar um pulo de susto. Comecei a rir da cara da véia.

 

 

- Que porra! O que você quer, capeta? – Perguntou ao Emery.

- Eu... Posso ir na festa da Min? - Perguntou nervoso. – O Mítine disse que vai junto comigo.

- Que Min?

- Min Jung.

- Ah, sim. Quando vai ser?

- Depois de amanhã, na quinta.

- A que horas vai ser?

- Oito da noite.

- A que horas acaba?

- No meio da madrugada.

- Ah, ótimo! Você pode ir. Mas olha, não quero nenhum de vocês dois aqui até sábado de manhã. – Disse saindo da sala.

- Por quê? – Pergunto.

- Minhas amigas e eu vamos ocupar a casa, não seria boa coisa manter vocês por perto. – Subiu para seu quarto.

 

 

Resolvi ir também para meu quarto, ao entrar no mesmo, peguei meu celular e vi que tinha uma mensagem de certo ser que não queria saber quem era. Ignorei a mensagem e fui me deitar. Fico imaginando no que pode acontecer nessa festa, espero que Eddy vá.

Eddy Clark é meu crush, nós somos super melhores amigos, nunca nos desgrudamos nem nada. Comecei a me apaixonar por ele faz uns três anos... Okay, tudo bem que eu fui um idiota de ainda não ter me assumido pra ele, mas sabe, toda vez que eu falava um “eu te...” ele interpretava tudo errado e pensava que eu iria falar “eu te odeio”. Como ele é dramático para uma caceta, ficava dizendo que me odiava ‘também’ e ficava sem falar comigo, no máximo por 3 horas.

Estou pensando em me declarar pra ele, mas não na quinta, mais pra frente. Ultimamente o Eddy andou meio triste e ignorante comigo...

Fiquei um bom tempo parado olhando pro teto, tanto tempo que quando eu olhei pro relógio, já era 6 da manhã. Bom, já estou acostumado a não dormir por quase quatro dias, certeza que vou morrer de sono na aula de educação física. Tô ferrado.

 

 

 

 

 

 

 

Continuo?


Notas Finais


Tchau fodinhas :)


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...