História A Cor do Pecado! - incesto ( imagine JungKook) - Capítulo 3


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Personagens Originais, Rap Monster, Suga, V
Tags Incesto Hot
Visualizações 1.510
Palavras 645
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Romance e Novela
Avisos: Álcool, Heterossexualidade, Incesto, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Espero que gostem
Boa leitura

Capítulo 3 - Recompensa.


Fanfic / Fanfiction A Cor do Pecado! - incesto ( imagine JungKook) - Capítulo 3 - Recompensa.

Logo ele se afasta.

- s/n para,eu sou seu tio,isso não pode acontecer.

- Kookie não quero que seja meu tio,quero mais que isso.

- você é nova tá confusa com os seus sentimentos,agora por favor vá pro seu quarto.

Saio sem dizer nada e vou direto pro meu quarto,sinto lágrimas escorrerem pelo meu rosto,eu o amo,me jogo na cama e chorando adormeço.

No outro dia acordo era 08:16 me levanto e não tinha ninguém em casa,nem o Kookie.

Tomo café e sento no sofá fico assistindo até escutar a voz da vadia da Carmen.

Olho pra trás e ela e o Kookie entram na sala. Kookie vai pra cozinha e ela vem até mim.

- oi gracinha - ela diz bagunçado meu cabelo.

- tira a mão de mim - digo já irritada.

- s/n!!! - JungKook diz entrando na sala.

- tudo bem Kookie meu amor.

Que? Como assim "Kookie meu amor?" Quem essa vadia pensa que é pra chamar meu amor de "seu amor" e só eu chamo ele de Kookie eu dei esse apelido pra ele.

- " tudo bem Kookie meu amor" vadia! - digo remendando ela e o vadia eu falo mais baixo,mais alto o suficiente pra eles ouvirem.

- s/n vai pro seu quarto - ele diz me olhando sério.

- não titio eu não vou,aish eu já tenho 18 anos e essa casa também é minha!

- vai agora,eu sou seu tio e sou como um pai pra você, você tem que me obedecer.

- ok daddy,mais eu não vou sozinha...a não ser que você queira me levar pro meu quarto - digo sarcástica

- amor vamos pro seu quarto - Carmen diz

- é daddy vai lá,pro seu quarto foder com essa aí, até desistir de gozar porque sabe que a única que você deseja tá bem na sua frente.

- s/n chega.

- chega? Mais eu nem comecei.

- olha aqui garota eu entendo que você esteja com ciúme do seu tio pois ele te criou mais ele tem uma vida. - ela diz

- olha aqui vadia ninguém te perguntou nada.

- chega!!!

Ele me pega pelo braço e me arrasta pela a escada até chegar no meu quarto.

- aí daddy tá me machucando.

- para de me chamar assim.

- porque você não gosta, você mesmo disse que é meu papai - digo mordendo os lábios

- s/n você não me provoque

- por que? - digo rindo

Puxo ele pra minha cama e antes que ele pudesse sair subo em cima de dele é começo a rebolar.

- você gosta disso daddy?

- s/n por favor eu não posso...- ele diz e logo solta um gemido abafado.

- eu sei que você me deseja

Ele aperta minha cintura e solta outro gemido,mais logo a vadia grita subindo as escadas.

- amor tá tudo bem por aí? - ela grita da escada

E logo ele me tira de cima dele.

- nunca mais faça isso.

- a daddy vai me deixar assim molhada?

Ele fecha os olhos e respira fundo,vejo seu membro já dura por cima da calça. Mais logo Carmen entra no quarto.

- vem amor não precisa se estressar - ela diz puxando ele para fora do meu quarto.

Ele olha para trás e eu mando um beijo pra ele fazendo o mesmo suspirar e logo os dois estão fora do meu quarto, corro até a porta e vejo os dois entrando em seu quarto que era do lado do meu, então corro pra minha cama e tiro toda a roupa deixando a porta aberta, escuto ele dizer que vai buscar uma água então logo começo a me tocar,gemia manhosa e então vejo o mesmo parado em frente a minha porta coçando a cabeça e logo vejo sua mão descer até seu membro,mais finjo não ver ele ali e continuo gemendo até chegar ao meu orgasmo...vejo ele morder os lábios,logo quando termino me levanto e vejo o mesmo entrar em seu quarto novamente e logo depois gemidos daquela vadia.

Aish eu deixei ele daquele jeito eu deveria tá recebendo a recompensa.


Notas Finais


Desculpem os erros
Obrigada por ler❤️


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...