História A Coroa - Capítulo 1


Escrita por: ~

Exibições 2
Palavras 1.152
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Drama (Tragédia), Fantasia, FemmeSlash, Ficção, Mistério, Romance e Novela, Saga, Slash, Suspense, Terror e Horror, Violência
Avisos: Adultério, Bissexualidade, Heterossexualidade, Homossexualidade, Incesto, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas do Autor


Espero que gostem! Feita com muito amor e está escrita desde 2015, mas não encontro alguém que se interesse realmente pelo tema e sempre param de ler. O título real dela é "Castelo Baellys", mas aqui resolvi colocar um nome diferente. Aí está uma história de suspense medieval. Obrigado!

Capítulo 1 - O Início de Tudo


Fanfic / Fanfiction A Coroa - Capítulo 1 - O Início de Tudo

O Tempo Perdido

Muito tempo atrás, antes de começarmos a contar este conto de fadas, no início dos tempos, nas tribos dos primeiros homens surgiu um reino. Este se chamava Dragh, que surgiu de uma tribo muito grande até se fazer uma cidade. O reino possuía uma rainha e um rei, que bem sabiam governar a cidade. Todos os amavam, exceto uma tribo, uma família, grande. O nome dessa família? Ninguém sabe! O ódio dessa família nunca foi expressado.

Um certo dia tudo estava destinado a acabar! Devido a uma trama malévola da família com a ajuda de outra o Reino Dragh se deu fim. O castelo foi destruído e cada membro da Casa Dragh foi assassinado misteriosamente.

Então surgiu um outro reino, construído do nada, o Reino Baellys. Este reino se instalou na região que recebeu o nome de Dragh, em homenagem ao finado Reino Dragh a população resolveu nomear o continente (ou país) de Dragh então este se tornou um país que contém vários reinos, e, entre eles o principal é o Baellys, o maior, o mais amado e o centro do comércio. Um castelo, um rei, uma rainha. O centro do poder.

Mas esse reino, assim como o Dragh, terá um fim. Neste primeiro capítulo se iniciará a trama de um homem com distúrbios mentais que irá colocar em prática seu desejo de descoroar o rei de Baellys. O que acontecerá no Castelo Baellys até seu fim será uma trama de suspense, conspirações e mortes imprevisíveis. O início do fim, você vai ler agora!

 

CAPÍTULO I

O Início de Tudo

ERA UMA VEZ

O Rei Henry observava atento as servas dançando em sua frente. Era dia de festa no reino. Em comemoração do que? Não se sabia. Ninguém sabia. O Rei Henry era conhecido por ser o rei mais bondoso de toda história. Costumava fazer banquetes comunitários para alimentar os pobres famintos de sua cidade. Não era atoa que a maioria da população e a maioria dos reis o considerava um grande homem. Seu reino, o Baellys, era o centro de tudo, um dos maiores da região de Dragh. Por isto não era atoa que tinha uma aliança formada com todos os reinos da região. Mas nenhum inimigo? Não... Até onde se sabia. Mas o Rei logo, logo estaria sobre ataque.

Observava o rei com frieza, calculismo e ódio acompanhado de sua psicopatia inexplicável NOLL VALLOIS. Noll fazia parte da finada Casa Vallois. Que tem um passado misterioso com a Casa Baellys. Portanto, esse passado fez de Noll um protegido do Rei. Noll não media esforços para tentar ferrar o Rei, seja da pior forma possível. Noll era perverso, ganancioso. Um verdadeiro psicopata.

 

Enquanto isso ALDITH BAELLYS, a Rainha, batia palmas para a dança das garotas que dançavam no ritmo da música com um sorriso no rosto. Aldith era uma mulher doce, familiar, que fazia de tudo para a família. Mas nunca sabemos o que se esconde por trás de alguém.

Os filhos do Rei acabavam de chegar. Escondidos. Carregavam uma saca de objetos valiosos e livros. Por má sorte, deles, o Rei e a Rainha também entraram atrás deles no Castelo e logo viram o movimento estranho dos filhos. Nos cantos escuros do castelo se encontrava nada mais nada menos que Noll. Noll identificou nos livros o símbolo da casa Orfh. A Casa Orfh escondia atrás de sua aliança com a Casa Baellys um forte ódio, porém, nunca havia demonstrado com medo de que as outras casas que faziam aliança com Baellys se rebelassem contra ela.

Noll não mediu esforços para causar discórdia entre as casas e partiu sem ninguém o ver, rumo ao Castelo Orfh.

Os Reis interrogavam os filhos enquanto Noll partia.

- Ainda não acredito no que vocês se tornaram. Vocês nasceram em berço de ouro! Estão agindo como marginais! – exclamou o Rei

- Não precisa se preocupar meu pai. Estamos apenas nos divertindo. Isso é errado? – perguntou o filho do Rei, GEORGEI BAELLYS

- Errado? Georgei, se descobrirem vocês uma luta entre as casas Baellys e Orfh será semeada. Nós não queremos isso. – disse o Rei

- Pai, não se preocupe. Nós fizemos tudo sem deixar pistas. Agora nos dê licença, vamos nos ocupar nas contas. – disse a filha do Rei, CATELINE BAELLYS expulsando o Rei e a Rainha do quarto.

Noll estava preparado para entrar nos portões do Castelo Orfh quando se deparou com um guarda que o impediu de adentrar o Castelo. Noll disse:

- Tenho algo importante para contar ao Rei Aloys. Preciso entrar.

- O rei pediu para não ser incomodado por estranhos. Retire-se para que não haja violência.

- Ou você me deixa passar ou haverá violência. Tenho algo importante a contar e ele não irá se arrepender.

O guarda não deu ouvidos a um homem qualquer. Foi logo depois do silêncio da boca do guarda que Noll puxou de sua roupa uma adaga e encravou no peito do guarda. As lanças caíram, o sangue jorrou. Noll saiu rasgando de cima para baixo o peito do guarda até o fim onde suas tripas saíram e ele caiu sem alma no chão. Alguns guardas vieram ver, mas o culpado já não estava lá.

O Rei ALOYS ORFH estava sentado em seu trono com algumas garotas jovens nuas ao seu redor. Foi quando ele olhou mais adiante da sala do trono e avistou um homem incomum entrando os portões de seu castelo sem nenhuma cautela ou reverência. Notou o estranho e não tirou os olhos dele. Noll ficou frente a frente de Aloys e preparou sua lábia malévola.

A família real de Baellys estava acomodada no castelo. Georgei e Cateline, filhos dos reis, estavam em seu quarto com BOGDANA ORFH, a ex mulher e antiga rainha de Aloys Orfh. O que levou a ela a perder estes títulos? Isso será revelado. Rei Henry e Rainha Aldith estavam bebendo vinho no quarto.

Foi possível que todo o reino ouvisse: o exército pronto para atacar na frente do castelo. Todos imediatamente se levantaram e olharam pelas janelas. O que viram foi chocante: Rei Aloys Orfh liderando o exército. O que fez uma casa com aliança se rebelar assim contra o maior reino de todos os tempos? Noll.

As catapultas foram preparadas. Rei Henry e Rainha Aldith foram rápidos e correram para fora do castelo.

Georgei e Cateline sabiam que eram os culpados. Bogdana Orfh, que estava com os garotos no quarto desapareceu misteriosamente no momento em que Georgei e Cateline viraram para ela.

Mas ela estava lá, num penhasco na Larga Montanha avistando todo o castelo com três ovos de dragão em uma cesta. Em seus olhos: uma visão horrível sobre o futuro do Castelo Baellys se passava. Uma lágrima escorreu de seu olho

 

No próximo capítulo...

Noll vai flagar o Rei Henry fazendo algo inimaginável, um segredo que pode lhe tomar o trono e acabar com toda a glória de sua família...


Notas Finais


O que acharam?? A medida que der vou postando. Vou ser sincero que achei o capítulo fraco, mas é que escrevia para um blog e tinha que escrever muita coisa num capítulo só, apresentar personagem etc. Mas posso dizer que tem MUUUITA coisa horrenda vindo por aí como mortes, sexos, traições inimagináveis!! O que viram no capítulo de hoje não será a trama em si... Obrigado


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...