História A crazy adventure through drawings and anime : Friendship P - Capítulo 6


Exibições 34
Palavras 1.015
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Artes Marciais, Aventura, Colegial, Comédia, Crossover, Drama (Tragédia), Escolar, Hentai, Luta, Magia, Mistério, Romance e Novela, Slash, Suspense, Terror e Horror, Universo Alternativo, Violência, Yaoi
Avisos: Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


HHHHHHHHHHHHHHHHHHHHEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEYYYYYYYYYYYYYYYYYYYYYYYYYY

Demorou muito pra sair cap?DEMOROU! Isso deve ter ficado uma merda? SIM! Mas ta ai, espero que gostem e bem, perdão a demora toda pra postar, ficar sem criatividade é um saco, ainda mais agora com aulas de reposição provas e mais provas, as pessoas que tão me salvando e muito nas fics atrasadas (bem algumas delas) são meus irmãos Nick (Nicolly) Vivi (Viviane) e Arthur. Por isso queria os agradecer!

Enfim, pra vcs que esperaram tanto pra ler esta merda!

Boa leitura

Capítulo 6 - Reencontro de amigas: Invadindo dimensões diferentes.


Paulinha on:

 

Fazia sei lá quanto tempo que caminhávamos. Satoshi e eu paramos de baixo de uma arvore e descansamos.

̶ Estou com fome e você?

Ele perguntou-me.

̶ Eu também.

Disse. Vasculhei minha mochila que levava comigo, talvez tivesse algo para se comer.

̶ Legal, achei dois pacotes de doritos!

Falei animada e Satoshi fez uma cara confusa.

̶ Depois explico o que é Ash. Quer provar?

Pergunto e ele assentiu. Senti um choque percorrer meu corpo, sinto que alguma coisa esta acontecendo de ruim, sinto que é com minhas amigas, uma delas esta em tremendo perigo. “Preciso ser rápida agora mais do que nunca!” Pensei.

̶ Satoshi, vamos continuar.

Falei e levantei de onde estava começando a caminhar e Satoshi logo atrás de mim. “Meninas eu estou chegando!”

 

Paulinha off.

 

Luna on:

 

Eu estava caminhando fazia em minha opinião, horas e mais horas com o Nath. Meus pés doíam, estava um sol de fritar qualquer um.

̶ Quer um sorvete Luna?

Nath pergunta-me e eu assenti. Ele me deixou sozinha perto da torre Eiffel e logo uma sensação de que tem algo errado me atinge, sinto que algo acontece a uma de minhas amigas. Agora mais do que nunca quero que elas estejam bem.

̶ Nath, vamos, nós não temos tempo pra sorvete!

Gritei e saímos correndo. Mas logo um maluco akumatizado aparece e novamente Nath torna a desaparecer e em seu lugar StormFox aparece.

̶ Tudo bem L... moça?

Ele pergunta e eu assinto. Como se ele não notasse que eu sou de outra dimensão e que sei perfeitamente quem ele é. “Espero que vocês estejam bem” pensei.

 

Luna Off.

 

Misty On:

 

O duelo com Kaiba parecia durar uma eternidade. Meus pontos de vida eram 1200 e os de Kaiba 1350. Ao menos, eu consegui infringir algum dano nos pontos de vida de Kaiba.

“Eu não posso perder, preciso vencer pelo Joey e pelo Yugi! Eu irei vencer, eu confio no coração das cartas!” pensei e saquei uma carta que me fez arrepiar. Um dos braços de Exodia. Mais quatro cartas e eu derrotaria Kaiba. Era minha chance, se Yugi conseguiu invocar Exodia, eu também posso!

O tempo foi se passando e eu finalmente, pela primeira vez invoquei o grande e proibido Exodia!

̶ Você está acabado Kaiba...

Falei e logo uma frase que sempre quis falar veio em minha mente:

̶ Você conta apenas com a sorte para vencer e isso foi o que lhe fez perder, mas eu conto com a alma isso que me fez te vencer...

Falei. Yugi e Yami, assim como os outros estavam pasmos.

̶ Obrigado Misty.

Joey falou e como o desafio, Kaiba cumpriu sua promessa.

Misty Off.

 

Paulinha On:

 

Eu e Satoshi caminhávamos há tempos, quando vemos uma porta logo à frente. “Um portal, talvez me leve para onde Luna e Misty estão!” pensei. Corri ate lá e quando ia me despedir de Satoshi...

̶ Eu vou com você Paulinha!

Surpreendi-me com isso.

̶ Porque quer ir comigo? Você não tem que se tornar um mestre Pokémon aqui?

Perguntei. Mas não tinha como o fazer mudar de idéia, ele queria conhecer dimensões diferentes à dele, podia ver isso em seus olhos.

Abri a porta dourada e demos de cara com um emblema onde estava a sigla KC “Corporação Kaiba” pensei. Senti a presença de Misty dentro do local e corri pra la com Satoshi me seguindo com seu Pikachu no ombro, o que muitos no local estranharam, também eles não são da dimensão Pokémon.

̶ Você tem certeza eu sua amiga esta aqui? Este lugar é meio estranho.

Satoshi falou. Assenti e corremos por tudo quanto foi local. Quando paramos perto de uma praça da cidade. Eu avistei cabelos tricolores, já pensei que era Misty, corri ate onde via as mechas de cabelo, mas quando cheguei...

̶ Y-yugi...

Falei. Já era de se esperar, que merda.

̶ Oi, quem é você?

Perguntou-me.

̶ YUGI VEM AQUI!

Uma voz super, familiar chamou, ele e apareceu dentre as pessoas.

̶ Misty!

Falei e abracei minha amiga que retribuiu o abraço.

̶ FIQUEI PREOCUPADA COM VOCÊ SUA PUTA! QUER ME MATAR DO CORAÇÃO! NUNCA MAIS ME MATE DE SUSTO ASSIM OUVIU MISTY?

Falei e nós duas caímos em gargalhada. Apresentei Satoshi a Yugi e blá, blá, blá...

̶ Então você venceu mesmo o Kaiba?

Perguntei e ela assentiu. Queria estar presente pra ver!

̶ Bem, estamos fazendo novos amigos, ao menos isso foi o bom de viajar por dimensões.

Misty diz e concordo com ela.

̶ Vamos procurar a Luna então.

Digo e ela assentiu. Acabou que Yugi quis vir comigo e Misty, assim como Atem que apareceu do além e Satoshi.

̶ Vamos lá! Vamos procurar uma porta dourada no meio do nada, assim vamos encontrar a dimensão onde a Luna esta.

Eu falei e corremos por ai.

 

Paulinha off.

 

Luna on:

 

A sensação estranha passou e então eu ignorei. Sentei numa escada e fiquei observando a luta dos heróis com miraculous contra o inimigo akumatizado.

“Esta luta esta demorando demais!” pensei. Do nada, tudo fica em preto e branco, fora eu, o tempo para, nada se movia a não ser eu.  Uma cena dessas me lembrou Gravity Falls. Bill Cipher esta por aparecer.

̶ Olá minha cara, vejo que procura suas amigas há muito tempo.

̶ Primeiro: Volta pra sua dimensão. Segundo: Ninguém liga e ninguém se importa com tu. Terceiro: Vá se foder doritos.

Falei.

̶ Doritos? O único que me chama assim é o Pinetree.

Ele disse-me. “Nas horas que eu mais queria que Misty e Paulinha estivessem aqui onde as duas estão? Em outra dimensão!” pensei. Uma discussão foi, outra veio, aquele doritos é super irritante. Logo ele foi embora frustrado. Mas algo me diz que não será a ultima vez que verei Bill Cipher.

Logo tudo voltou ao normal e uma porta atrás de mim foi aberta e em mim caíram cinco pessoas.

̶ Ai, seus merdas, vocês não tão me vendo aqui não porra?

Perguntei. Quando vi quem eram as pessoas eu quase morri do coração.

̶ Misty! Paulinha!

 

 

 

Continuará?

 

 


Notas Finais


Bem, foi isso, espero que tenham gostado, digam o que acharam, me critiquem, me xinguem, me batam, to nem ai, eu sei que fico uma merda, mas eu tentei!
Goodbye


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...