História A curiosidade o matou! - Capítulo 2


Escrita por: ~

Postado
Categorias Originais
Personagens Personagens Originais
Exibições 5
Palavras 338
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Famí­lia, Mistério, Romance e Novela, Sobrenatural, Terror e Horror
Avisos: Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas do Autor


Neste capítulo, Érick terá sua experiência com o sobrenatural.

Capítulo 2 - A Experiência.


A sensação de ser observado continuava. Érick, sentia vontade de contar aos pais, mas sabia que eles não acreditariam, e usariam a desculpa de que ele está vendo muito terror, por isso acaba imaginando coisas.
Érick recebeu uma ligação do pai, ele disse: "Érick, eu e sua mãe temos que ir URGENTE fazer uma viagem para o exterior, vamos fazer uma reportagem muito importante. Você vai ficar só esses dias, pode chamar seus amigos pra não ficar tão só. Desculpa mesmo por saírmos sem nos despedir, tchau! Boa noite."
Érick pensou em chamar seus amigos para assistirem algum filme, mas, misteriosamente, os telefones não funcionavam.
Érick tentou sair de casa, mas a porta se fechou. Érick foi empurrado pra parede e, durante horas, ficou como se estivesse colado no parede, sem poder se mexer. Apenas gritava com o olhar.
As luzes se apagaram! Érick permanecia colado com a parede, enquanto via a sombra de um homem bem alto, e horripilante. Ele se aproximou de Érick, e o pobre rapaz começou a sentir um péssimo odor. O homem escuro e estranho, começou a olhar fixamente aos olhos de Érick, e segundos depois, deu uma gargalhada infernal. Érick, finalmente, estava livre, e ao tentar correr pra fora, os móveis começaram a mover-se e se jogar por cima dele, o ventilador estava ligado, e a TV também, ambos sem energia. A TV começou a transmitir um vídeo onde um velho, bem velho, mas muito ninistro, dando um sorriso maléfico com os olhos focados ao Érick. O velho saiu da TV em direção à Érick, mas nesse momento, tudo se acalmou, pois alguém bateu na porta. Era Marlúcia, amiga da mãe de Érick, que morava ao lado. Na verdade, ela queria convidar Juliane para uma festa na casa dela, mas Érick contou sobre viagem deles. Marlúcia se despediu, e entregou o convite para ele entregar a mãe quando voltar.
Érick, ao entrar no quarto dos pais, encontrou uma folha de caderno na cama, lá estava escrito: "Érick, Érick, Érick! ISSO NÃO ACABOU!"

Notas Finais


Eitaaaaa! Gostou? Favorite :D


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...