História A Cute Game - Capítulo 1


Escrita por: ~ e ~riverkarin

Postado
Categorias Bleach
Personagens Ichigo Kurosaki, Rukia Kuchiki
Tags Ichiruki
Exibições 264
Palavras 2.288
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Hentai
Avisos: Nudez, Sexo
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Olá pipous!

Euzinha ~pervH estou aqui com mais uma one \o/

Essa que contém a participation da querida ~riverkarin ♥♥ que me deu um help, foi bem legal escrever a fic com essa serhumaninha!
Espero que vocês curtam, porque nós curtimos escrevê-la :3

Beijos de luzes seus hentais 😈

Capítulo 1 - Amor Hot


Fanfic / Fanfiction A Cute Game - Capítulo 1 - Amor Hot

— ICHIGO BAKA! — Diz uma certa Rukia puta da vida com um certo morango.

— Para Rukia, assim você acaba me mantando sua louca!

— E não era para menos, você é um idiota. Nós estávamos passeando e do nada você me larga pra ir lá se atracar com aquele cara.

—Aquele cara é um idiota, não eu!

O Morango e Rukia estavam passeando em um dia calmo sem muitos hollows, se tiveram que ir cuidar de uns três naquele dia seria muito. Eles foram a um cinema e depois estavam passeando pelo shopping, até então estava tudo bem, uma briguinha casual aqui outra ali mas nada fora do costume, Rukia tinha ganhado um vestidinho de presente da Matsumoto. Ela ganhou um vestido de presente da bêbada hentai da Matsumoto, foi exatamente isso que Ichigo pensou assim que sua namorada falou sobre o presente. E coitado do garoto, não sabia se ficava irritado com a mulher ou a agradecia pelo presente pois estava em uma guerra de sensações, ver Rukia com aquele vestido fez aflorar o seu lado que somente aquela baixinha enfezada conseguia e sem falar que os seus sentidos não foram as únicas coisas que ficaram em "alerta" por ali. Mas por outro lado ele pensava que não queria que outros homens a visse desse jeito. Porque ele é ciumento, ele não gosta de homem nenhum perto de sua namorada tocando ela, olhando para ela ou tendo a sua atenção. Ele é possessivo, aquela mulher baixinha, marrenta, fofa e gostosa era somente dele!

Mas é claro que algumas coisas a gente deixa somente na nossa cabeça, imagina se aquela anã coisada soubesse disso, ah mas ele estaria ferrado!

Rukia por sua vez ficou contente por ter ganhado um presente, e mesmo achando o vestido um pouco diferente dos que costuma usar ela decidiu colocar para ir no passeio com Ichigo. Ela só não sabia que aquele vestido seria o causador da discórdia. Ficou surpresa ao ver Ichigo tretando com aquele cara, e foi a ponto de explodir para cima do garoto para saber o que estava acontecendo.

— Mas que porra foi aquela Ichigo? Você é um idiota mas não costumava sair por aí brigando que nem um louco com as pessoas desse jeito.

—Quem nem um louco? Aquele maldito não tirava os olhos de você o tempo todo! Todo o lugar que a gente ia ele estava também, te comendo com com os olhos. Esse filho da puta até tentou assediar você, foi por causa dele que você acabou derrubando o seu sorvete no chão aquela hora, eu não estava aguentando mais. Tento me controlar com os olhares para você, não me irritar com os homens te olhando como se pudessem te comer aqui mesmo, mas desse jeito não dá!

Rukia olhava para ele com uma cara meio boba recebendo aquele "desabafo" de seu namorado.

— Não com essa droga de vestido. Você ta muito gostosa nele! — Ele fala ainda exaltado e depois fica corado com o que acabou de falar, fica mais corado ainda por perceber que acabou de se entregar dizendo sobre seu possessivo ciúmes pela baixinha.

Quando ele achava que estava acabado já pronto para o que ela poderia dizer, é salvo por uma atendente de um carrinho de fast food. Ou pelo menos foi o que ele achou, que estaria sendo salvo. —Olá, vocês querem provar uma de nossas comidas? Nosso negócio é novo aqui no shopping mas olha garanto a vocês que não irão se arrepender. — Disse a mulher sorridente enquanto um Ichigo aliviado porém olhava com uma cara de ué para ela. Será que ela não viu que estava "atrapalhando uma dr" ?

— Oh, e que tipo de comida vocês vendem? — Pergunta Rukia com certo interesse.

— Aqui, uma para você e para o rapaz. E por serem nossos primeiros fregueses irá ser por conta da casa. — Fala a moça simpática.

Ele foi desperto de seu momento com Rukia lhe entregando a comida. Salsichões, salsichões! Para ele até então salsichões eram apenas mais uma comida, sem nada em especial até ele ver uma certa shinigami anã comendo um. Talvez ela não soubesse, “talvez” como era provocativo quando ela comia aquela iguaria tal como ela tinha chamado. O modo como ela o colocava na boca a cara que fazia ao morder… Ah mas o ápice foi quando ela lambeu a ponta para pegar um pouco da mostarda que tinha ali.

—Hmmm isso é bom Ichigo. Esse molho aqui também! — Ela diz dando uma lambida na salsicha inteira fazendo ele rosnar imaginando "ele" ali no lugar.

—Ah, ah sim, é realmente bom Rukia, muito bom mesmo. — O garoto diz enquanto assistia ela comendo, e quase surtou quando viu ela levando o dedão da mão limpando o canto da boca, e em seguida o chupando com muito gosto. Ele poderia marturbar-se ali mesmo assistindo aquilo. —Kia, vamos para a casa? —Disse pois de fato ele precisava ir, excitado do jeito que estava não dava para ficar ereto no meio do shopping embora já estivesse.

—Ok, vamos então, já terminei de comer.

Os dois foram para a casa do Kurosaki, chegaram e a família do mesmo estava terminando de jantar. Ele rapidamente foi para o banheiro e se trancou lá, já ela ficou conversando com Isshin e as meninas enquanto os mesmos comiam. E após terminarem comunicaram Rukia que iriam ao cinema também, a mesma apenas disse tudo bem e negou o pedido dizendo que já havia ido ver o mesmo filme com Ichigo mais cedo quando estes a chamaram para ir.

—Ahh aquele pirralho! queria levar você comigo Rukia-chan. MAS EU ACHO BOM MESMO ESSE BASTARDO ESTAR TRATANDO MINHA TERCEIRA FILHA BEM, POIS SE ELE PISAR NA BOLA COM ESSA PRINCESINHA QUE ELA É,  ELE TÁ FODIDO. —Dizia Isshin de punho cerrado enquanto saia da casa com as meninas, Rukia só pode assistir ao drama dele e ver Karin brigando com o pai por estar gritando e sendo idiota.

Assim que ele saíram ela subiu e foi ao quarto do namorado encontrando o mesmo deitado na cama somente com a calça do pijama.

— Oe Ichigo, vamos jogar um jogo?

—Ãn? Que jogo, do que você está falando?

—Ah, é um jogo onde as pessoas se divertem bastante disse na embalagem. Se joga com apenas dois dados vem com manual também.

Ele quase sente um mini ataque do coração quando vê os tais dados que a Kuchiki falava. — Onde você comprou esses dados? — Ele fala perplexo

— Vamos jogar ou não? — O rapaz continuava mudo, ela revirou os olhos e decidiu contar a história pelo começo. — Bom, eu estava em luta contra um hollow esses dias e quando eu acabei com ele fui arremessada por uma explosão e… -

— Vá direto ao ponto Rukia, não precisa me contar o dia tod…- Ahhhhh sua coisada! — Ele diz com as mãos na barriga após o soco que tinha levado da garota.

—Não me interrompa imbecil! Como eu estava dizendo, eu fui arremessada por uma explosão e acabei caindo dentro de uma loja, era uma loja que eu nunca tinha entrado nos meus 120 anos de “vida”, e no meio dos destroços eu acabei vendo eles. Eu os achei tão bonitinhos, essa embalagem, por isso decidi comprar para jogar com você, presumi que fossem de algum jogo, aliás para que se usariam dados se não para isso? Por mim já teríamos jogado esse jogo antes estou curiosa para saber como se joga, mas com essa correria toda de escola e tomar conta da cidade não deu tempo.

Ichigo olhava ela falando normalmente imaginando a cena. Ela tinha caído em um sex shop, encontrado "dadinhos fofinhos" e resolveu os comprar, tinha de ser Rukia mesmo para fazer essas coisas..

—E como o seu pai e as meninas saíram finalmente tivemos um tempo para isso. Na verdade, eu até pensei em chamar as meninas para jogar, mas eu queria aprender antes de jogar com mais pessoas sabe

—Mas-o-quê? Você só pode estar louca mesmo, chamar as meninas para jogar isso? — Ele respirou fundo pensando em como falar para ela do que se trava os tais dados. Não teria outro jeito se não falar a verdade, ele coçou a cabeça e inspirou ar. — Onde está o “tal manual” vai ser menos complicado te explicar usando ele — O jovem disse para sua namorada, ela tocou o queixo como se tentasse lembrar e logo depois a verificar os bolsos.  

— Está aqui, toma.

— Vejamos… Esses são os cubos do Amor Hot. Vêm com dois dados, um com variações sexuais: Sexo oral, 69, sexo tradicional mamãe e papai, sexo anal e um coringa – para você usar a criatividade —  e o outro dado vem com os lugares nos quais você deve executar a ação: No sofá, chão, cozinha, chuveiro, quarto e um coringa. São perfeitos para esquentar a relação. Invente o jogo da vez e aproveite para ter muito mais prazer! — O ruivo fez uma pausa para olhar a reação de sua namorada, ela estava usando as mãos para se abanar. — Rukia, você está bem? É melhor parar por aqui… -

— Claro que estou bem sim só acho o quarto um pouco quente demais, melhor eu tirar isso aqui…  — A shinigami adorável passou a desabotoar seu vestidinho que tinha ganhado sem se preocupar de estar na frente de seu namorado.

— Ru… kia o que você está fazendo…?  — O morango também estava ficando com calor não podia negar que ver Rukia só de roupas íntimas sentiu uma onda de excitação.

—  Ainda quero jogar, Ichigo. Vai ser aqui ou lá na sala? — A morena se divertia com a cara de bobo que seu namorado fez. Ele estava suando.

— Vamos jogar aqui mesmo então, Rukia. — O rapaz seguiu os passos de sua namorada também se despindo não demorou menos de um minuto para que ele também estivesse apenas de cueca.

— Vamos começar por você Ichigo.

— Ha-hai! — Eles sentaram na cama e o jovem Kurosaki jogou os dados, eles caíram exatamente em oral mais cama. Ele olhou para sua namorada e ela assentiu saltando da cama em um pulo! Ela retirou as peças íntimas despertando um desejo intenso no rapaz. Ela voltou para sentar na cama, a shinigami estava muito corada o morango não despregou os olhos de seus seios.

— Você é perfeita Kia…  quero prová-la logo.

— Ha-hai. — A adorável shinigami moveu os calcanhares subindo seus joelhos na altura de seu corpo, mantendo-se curvada para trás apoiada as suas mãos, ela estava toda exposta para seu namorado ele reagiu aquela ação se lançando de boca na intimidade pequenina de sua namorada, ele segurou e separou aquelas coxas enxutas sugando, abrindo seus lábios vaginais lambendo, soprando seu sexo molhado.

— Ichigo isso é muito bom… continue. — A doce Shinigami estava adorando a maravilha que seu namorado estava fazendo com a língua ele estava chupando sua intimidade e aquilo estava deixando ela muito descontrolada, o rapaz queria penetrá-la.

— Ru-kia… vamos jogar de novo, agora você. — Disse um certo morango completamente cego de desejo. — A baixinha pega os dados em mãos ainda morrendo de vontade de continuar sendo chupada, então ela joga os dados sobre o colchão e…

— Sexo tradicional, Rukia… eu vou comer você na cama. — No rosto do morango tinha um misto de felicidade e tesão, ele avançou sobre a morena de pele alva, suas mãos subiam e desciam seu pequeno corpo de maneira frenética, ela estava queimando. Ele sentou sobre suas pernas com as da bela morena descansando contra seu peito, os pés de sua doce namorada ficaram por cima do seu ombro esquerdo seu mastro entrando e saindo suas bolas batendo rápido e contínuo contra aquela bunda tão redonda ele estava fodendo como uma máquina, mexendo em um ritmo cada vez mais rápido respirando ao mesmo tempo, os dois gozaram juntos, explodiram juntos realizando o jogo de dados perfeito.

— Ichigo… vou querer jogar esse jogo mais vezes. — Ela disse ofegante deitada na cama com ele.

— Hum.. Tem uma coisa que eu quero que você faça.. — Ichigo fala sem jeito porém excitado, as imagens que sua cabeça criava com as de Rukia comendo no shopping o estavam levando a loucura, e ver a garota nua na sua frente não ajudava em nada.

— E-eu quero que você me chupe Rukia.. Quero você me chupando e lambendo tanto quanto você fazia hoje no shopping com aquela coisa.

Ela olha para ele por uns segundos e se levanta com um risinho no rosto, engatinha de costas para ele em direção ao seu membro, virou-se lentamente com um olhar lascivo. Oh ela sabia! Sim, ela sabia que tinha conseguido mexer com ele enquanto comia! Rukia deitou sobre a cama ficando de cara com o pênis do rapaz, seus olhos fixados nos dele quando ela abaixou a cabeça e deu uma leve mordidinha na glande.

— Porra.. Isso Rukia, lambe assim. — ela lambeu toda a extensão do pau dando voltas nele com a língua, e depois dar um chupão em cada testículo ela colocou tudo na boca.

— É bem melhor do que eu pensei. Ah.. hum nossa Kia — Ela chupava com força ora mais rápido ora devagar dando uma lambida na glande no final.

O morango já estava delirando, no seu ápice de excitação ele gozou gostoso. Rukia não disse nada, continuou chupando até não sair nem mais uma gota.

Deitou por cima dele e cochichou no seu ouvido — Você é muito mais gostoso que aquele molho Ichigo.
   



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...