História A Dama e o Vagabundo - Capítulo 3


Escrita por: ~

Postado
Categorias Ashley Benson, Demi Lovato, MC Livinho, Selena Gomez, Zayn Malik
Personagens Personagens Originais
Tags Amizade, Amor, Família, Originais, Paixão, Patricinha, Romance, Vagabundo
Visualizações 57
Palavras 688
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Crossover, Drama (Tragédia), Famí­lia, Ficção, Romance e Novela, Shoujo (Romântico)
Avisos: Álcool, Drogas, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 3 - Clube!


Fanfic / Fanfiction A Dama e o Vagabundo - Capítulo 3 - Clube!

BIANCA ALCÂNTARA

  Sabádo 10:30am

Hoje eu acordei tão cedo que senti raiva de mim mesma,meu pai encheu meu saco,me chamando de irresponsável,dizendo que nem pareço uma Alcântara,que assim não vou chegar há lugar nenhum. Isso tudo só porque eu perdi meu celular a alguns dias e só fui falar com ele hoje.

-Usa esse vermelho,vai ficar lindo.- Lana diz.

-Não,vou usar um mais simples mesmo.- pego um biquíni azul com estampa de flores.

Vesti o biquíni e depois minhas roupas (na mídia),peguei minha bolsa,que Lana já tinha arrumado.

-Lana,você colocou minha barrinha de cereal,aqui?- pergunto.

-Sim,coloquei também um sanduíche,porque se eu te conheço bem,sei que não vai querer comer nada,lá.- ela responde.

-Ai Lana,você sempre salvando minha vida!- sorrii.

Dei um beijo nela e saí do quarto,desci as escadas e dei de cara com o meu pai.

-Onde a senhora vai?-ele pergunta.

-Vou a um clube com a Manu.- respondo.

-Juízo em!?- ele diz.

-Avisa a Lana que eu não vou dormir em casa hoje,ela não precisa se preocupar. Esqueci de falar com ela.

-Só a Lana se preocupa com você,né?!- ele se faz de ofendido.

-Tem mais alguém?- beijo a bochecha dele.- Tchau,te amo!

-Se cuida!- ele beija minha testa. Esse é o jeito dele me dizer "eu te amo!".

Saí de casa e desci até a garagem,peguei meu carro e fui para o tal clube.

<×>

Quando estacionei meu carro já pude ouvir a música alta,peguei minha bolsa e saí do carro,quando fui entrar no clube um cara barrigudo me parou.

-A entrada é R$15,00.-ele diz.

Peguei minha carteira na bolsa e tirei uma nota de vinte.

-Pode ficar com o troco.- entrego o dinheiro a ele.

Entrei no clube e pude sentir o cheiro dechurrasco, tinham pessoas pulando na piscina,crianças correndo de um lado ao outro,pessoas dançando ao lado das caixas de som. Olhei em volta e vi a Manu,o Marco,o Pedro e uma garota,eles estavam sentados sentados de baixo de uma tenta branca,fui até eles.

-Oi gente!- sorrio e me sento numa cadeira ao lado de Pedro.

-Oi!- todos respondem menos a garota.

-Tá gata,em!?- Pedro diz.

-Sempre fui,querido.- tiro meus óculos.

-Exibida...- a garota cantarola.

Ignorei.

-Ai gente,tá muito calor.- digo.

-Ninguém se importa.- a menina diz.

-Qual é o seu problema,garota?! Já sei,falta de rola,né?! Só pode.- digo irritada.

Ela ia responder mas Manu interrompeu.

-Vamos buscar umas bebidas,Bru?

Elas foram.

-Eu vou buscar um churrasco pra gente.- Marco se levanta e sai.

-Sobramos!- Pedro coloca a mão na minha coxa.

-Ousado você,né?!- bato na mão dele.- A tal Bru é sua namorada?! Porque se for,você tem um péssimo gosto.

-Ela é minha prima.- ele responde.

Ficamos em silêncio. Marco chegou com um prato com vários tipos de carne e as meninas logo depois com duas latas de cerveja e três copos de caipirinha. Começou a tocar um funk.

-Amiga, vamos dançar?- Manu me chama.

-Nem morta.- bebo um pouco da caipirinha.- Nossa,isso é maravilhoso!

-Vou lá.- ela beija o Marco e sai com o copo na mão.

-Também vou,me espera.- a Bru sai atrás da Manu.

Fiquei bebendo enquanto observava as meninas dançarem e os meninos conversavam animados.

PEDRO RODRIGUES

A patricinha já tinha bebido uns cinco à seis copos de caipirinha e já estava começando a ficar alterada. Começou a tocar Paradinha- Anitta.

-Ai meu Deus,preciso dançar essa música.- ela se lavanta.- Vigiem minhas coisas.

Ela saiu e foi para perto das meninas.

-Sabe que as meninas vão comer ela viva se ela chegar assim,né?! Ainda mais ela que estava olhando com nojo pra todo mundo.- Marco diz.

-Sei,mas eu tô louco pra ver aquela bunda rebolando.- me levanto e vou até lá.

A patricinha rebolava conforme a música,ela e a Manu se destacavam diante as outras,dançando lado a lado,parecia até ensaiado. Os cabelos loiros de Bianca se soltaram,a deixando ainda mais linda no meio de todas aquelas garotas que só sabiam criticar,dizendo que a bunda de Bianca era mole,que ela não sabia dançar,etc... Claro que era recalque,porque ela dança muito bem.

A música acabou,dando espaço para uma música mais sensual,a patricinha veio em minha direção e agarrou minha nuca,fiquei meio sem entender,ela começou a rebolar na minha frente,colocou minhas mãos em sua cinturinha. Não consegui me controlar,lasquei um beijão nela e ela retribuiu sem contestar,a boca dela tinha gosto de limão,vodca e menta,seus lábios eram macios e quentes. Se não estivéssemos em público cenas para maiores de dezoito iria acontecer,com certeza.


Notas Finais


Continua...

💋💋💋💋


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...