História A Dama e o Vagabundo - Capítulo 5


Escrita por: ~

Postado
Categorias Originais
Personagens Personagens Originais
Visualizações 44
Palavras 722
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Drama (Tragédia), Famí­lia, Ficção, Romance e Novela, Shoujo (Romântico)
Avisos: Álcool, Drogas, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Capítulo 5 - Babaca gostoso!


Fanfic / Fanfiction A Dama e o Vagabundo - Capítulo 5 - Babaca gostoso!

PEDRO RODRIGUES

Depois de entrar no apê da patricinha fiquei com vergonha de dizer que eu tenho uma casa,só o coset dela era maior que a minha casa.

-Eu vou pedir prepararem algo pra vocês comerem.- Lana diz.

-Lana,trás uma salada de frutas pra mim. Pedro,o que vai querer?- Bianca pergunta.

-Nada,já comi antes de sair de casa.- respondo.

Lana saiu do quarto. Bianca e eu estávamos arrumando as roupas para o brechó,já enchemos umas 10 caixas grandes,sem zoeira.

-Acha que eu devo vender esse vestido?- ela me mostra um vestido curto e preto.

-Com certeza,é muito curto.- respondo.- Nunca deixaria você usar isso.

-Por que? Está com ciúmes?- ela pergunta sorrindo maliciosamente.- Você mesmo disse que não temos nada.

-Não é isso,é que uma vez eu escutei dizerem que vestidos muito curtos engordam.- disfarço.

-Deus me livre.- ela joga o vestido na caixa.

-Amiga!- Manu e Marco entram no quarto.

-Emanuelle Dantas,isso são horas?- Bianca pergunta.

-Foi mal,eu dormi mais que a cama e depois o Marco eu vamos dar uma ótima notícia.- Manu sorri e olha para Marco.

-Tá grávida?!- Bianca e eu falamos juntos.

-Poxa,estraga prazes. Era pra ser surpresa.- ela diz.

-Parabéns amiga!- Bianca braça ela.- Eu sou a madrinha. Vou mimar e paparicar muito essa coisinha aqui.

-Parabéns mano,eu espero que seja um menino pra gente dar um rolê de moto.- sorrio.

-Depois que a gente terminar aqui vamos dar uma festinha na piscina pra comemorar.- Bianca diz.

-Comemorar o que?- Lana entra no carro.

-A Manu vai ser mamãe!- Bianca responde.

-O que? Manu,você tinha que pelo menos terminar o ensino médio menina,você é tão jovem,tem um futuro brilhante pela frente. O que seus pais disseram?

-Disseram que vão me ajudar,mais que eu vou ter que cuidar do meu filho e criar juízo nessa minha cabeça de vento.- Manu responde.- Poxa Lana,era pra você estar feliz.

-Parabéns!- Lana a abraça.

-Vamos gente,chega de blá blá blá,e vamos arrumar isso aqui.- Bianca diz.

BIANCA ALCÂNTARA

Terminamos de arrumar tudo. Os meninos foram comprar as bebidas, Lana foi ajudar a cozinheira com a comida e a Manu e eu ficamos escolhendo os biquínis,vesti um rosa e Manu vestiu um amarelo,ficou lindo,destacou em sua pele bronzeada.

-Amiga,você acha que eu vou ficar feia com um barrigão?- ela se olha no espelho.

-Não amiga,você vai ficar linda barriguda.- sorrio.- Tomara que seja uma menininha,eu vou dar a decoração do quartinho,vou ensinar ela andar de salto logo cedo.

-Você é louca!- ela sorri.

Saímos do quarto,descemos as escadas e fomos para a piscina,Manu se deitou numa cadeira e eu em outra.

-Cadê os meninos com as bebidas?!- ela coloca os óculos de sol.

-Você não vai beber,nem refrigerante,vai beber apenas suco,já falei pra Lana fazer um suquinho de manga pra você.- digo.

-Ah me poupe,né Bia?! Estou grávida não doente.- ela sorri.

-Você nunca ouviu dizer que bebidas alcoólicas fazem mal para os bebês?- pergunto.

-Tá,mas você também não vai beber,OK? Vai me fazer companhia.- ela diz.

-Tá.

-Agora me diz,o que tá rolando entre você e o Pedro?- ela pergunta.

-Nós transamos!- sorrio.

-Calma,você não disse que nunca transaria com ele,que ele é de um mundo totalmente diferente que o seu?! E um monte de coisas.- ela diz.

-Ai, você e essa mania chata de jogar as coisas na cara minha cara.

-Meu amor,sou programada pra isso!- ela sorri.

Demos risada.

-Que bagunça é essa aqui?!- Marco e Pedro chegam com as bebidas.

-Demoraram em,achei que tinham ido fabricar as bebidas.- digo.

-Quase isso.- Pedro sorri maliciosamente.

-O Pedro estava muito ocupado dando em cima da moça do caixa.- Marco se senta ao lado da Manu.

-Moça do caixa? Que excitante.- digo irônica

-Trouxe sua Skol Beats.- ele me entrega uma garrafa.

-Não quero mais,obrigada.- digo.

-Bomjá que vocês já estão aqui eu vou entrar na piscina.- Manu se levanta.

-Vou com você.- Marco tira a camisa.

Os dois pularam na piscina jogando água em mim e no Pedro.

-Filhos da puta.- Pedro diz.

Ele pegou uma garrafa de vodca,um copo e se sentou no lugar da Manu.

-Não vai entrar?- pergunto.

-Agora não.- ele se serve com a vodca.

-A moça do caixa é bonita?- pergunto.

-Não sou cara de pegar mina feia.- ele sorri ironicamente.

-Você é um idiota.

Ele tirou a camisa,revelando aquele corpo gostoso e tatuado.

-Tá bolada por que?- ele se senta na mesma cadeira que eu.- Isso é ciúmes?

-Ciúmes de você?! Me poupe,se poupe,nos poupe.- digo irritada.

Ele segurou meu rosto e me lascou um beijão,ele quer me bulgar,é isso.

-Aqui tem pra todo mundo,um pedacinho pra cada esquema,saca?!- me deu um selinho e saiu,pulando na piscina em seguida.

Babaca,babaca,babaca um milhão de vezes. Mas um babaca gostoso!


Notas Finais


Continua...


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...