História A Dama e o Vagbundo - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias One Direction, Zayn Malik
Personagens Harry Styles, Liam Payne, Zayn Malik
Tags One Direction, Romance, Zayn, Zaynmalik
Exibições 21
Palavras 975
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Drama (Tragédia), Escolar, Festa, Policial, Romance e Novela, Violência
Avisos: Adultério, Álcool, Drogas, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Prontos para embarcar nessa história ?..... Todos a bordo ?

Capítulo 1 - Decisões


Fanfic / Fanfiction A Dama e o Vagbundo - Capítulo 1 - Decisões

" Déjà-vu

s.m.Modo de ilusão que ocorre na memória e faz com que uma pessoa acredite já ter visto ou vivido alguma coisa, ou circunstância."

Era assim que ela se sentia ao caminhar pelos mesmos corredores todas as manhãs, com todos os mesmo armários nas paredes e os olhares queimando a sua pele branca que não ficava vermelha pelo pouco de maquiagem que estava em seu rosto, as suas vozes familiares uma de cada lado do seu corpo tagarelavam sobre a festa, que parecia ser o assunto de todos na ultima semana, a grande festa de aniversário de Liam Payne, o que seria prontamente comentado por ela, se não se tratasse do traste do seu ex-namorado.

-Podemos conversar ?- sua voz ecoou antes mesmo de chegar a porta do seu armário

-Nos falamos mais tarde- Chloe se afastou dela laçando um olhar ameaçador para a presença masculina encostada no armário ao lado

-Vamos nos atrasar- sua voz paciente o respondeu puxando o livro de física

-Eu só preciso de um minuto- sua voz calma a atingiu e ela assentiu fechando a porta-Você sabe que amanhã é minha festa- a menina agarrava o livro frente ao seu corpo-E eu só queria avisar que vou estar acompanhado

"Acompanhado...... Acompanhado.... a palavra girava na sua mente na mesma intensidade que seus braços apertavam o livro em volta dos seus braços. Aquilo era um motivo pra garantir que eu não vá ? Pra saber qual a minha reação ? O que ele quer ? as perguntas faziam sua língua formigar"

-E ?- ela encarou os olhos castanhos a sua frente-Não sei porque está me fazendo perder tempo com isso Payne- ela esbarrou seu ombro contra o seu braço e saiu caminhando pelo corredor já vazio irritada

-Só não queira um clima chato- ele aumentou a voz chamando a sua atenção e a fazendo respirar fundo

- Não se preocupe Payne- ela se virou para ele-falta de companhia não vai ser um problema pra ninguém- ela piscou antes de caminhar rápido pra sua sala

Deveria prestar atenção na enorme equação que se formava no quadro branco, anotar as explicações da formula que provavelmente vai cair nos exames, mas a única coisa que tinha na mente é que seus planos de passar a noite colocando a ultima temporada de TVD em dia tinham ido por água a baixo, quando inventou que ia na festa do seu ex traste o que era mentira e acompanhada o que era mais um problema.

"O que ele queria ?" seu celular vibrou em cima da mesa

"Avisar que vai estar com alguma puta amanha" encarava meu professor tentando disfarçar

"E o que você fez ? " podia imaginar sua cara dela de preocupação

"Acidentalmente avisei que também teria companhia...ops"  continuou com a encenação de aluna exemplar observando seu professor explicar a matéria

"Isabella Eu já disse que te amo ?"

"Agora temos que arrumar um vestido"

"E um cara"

"tudo isso em menos de 24 horas"

"Já disse que te odeio ?" seus lábios abriram um enorme sorriso com as mensagens instantâneas

Era incrível como sua melhor amiga tinha se prontificado pra resolver o problema sem ao menos um pedido oficial de socorro, já que ela não podia voltar atrás na sua palavra, não que ela gostava de armações ou nada disso sempre deixou todo esse drama de ensino médio pras cabeças vazias daquela escola. Mas quando se tratava de Liam Payne, o diabo possuia seu corpo.

"Vamos encontrar o Harry hoje" após alguns minutos seu celular acendeu mais uma vez

"Porque estamos falando do seu namorado ?" o sinal bateu indicando o final daquela tortura

"Onde você acha que vai arrumar um cara ?" 

"Vamos convencer ele ir nessa festa com você" os lábios dela se abriam em um enorme óh.

Enquanto caminhava até o refeitório era um turbilhão de sensações, além do fato do seu ex-namorado  esfregar na cara dela que vai estar "acompanhado" e aquela ideia de adolescente que passou na sua cabeça de fazer o joguinho "de você tem isso ? eu tenho muito mais meu bem" sua melhor amiga acabou de informar com todas as letras que ela não ia conseguir um encontro pra festa. Obrigada Chloe.

-Vocês vão naquele bar ?- sua voz era quase como um sussurro enquanto as duas comiam seus sanduiches

-O que ?- ela se inclinou mais na mesa pra a ouvir melhor

-Não vamos fazer seu namorado se sacrificar pela nossa amizade- ela mordeu seu sanduiche-Ele não faz meu tipo- ela deu de ombros fazendo a morena a sua frente rir

-Você vai mesmo continuar com isso ?- ela segurou o riso com a cara feia que recebia-Aquilo do Harry era uma brincadeira

-Chloe Mendes- ela apoiou mãos na mesa do refeitório-Toda brincadeira tem um fundo de verdade- ela fixou seu olhar ao fundo e encontrou a cena que a fez enjoar na hora

Uma das lideres de torcida sentada no colo do Liam cochichava algo no seu ouvido enquanto ele parecia se divertir como nunca no meio daquele bando de jogadores o idolatrando como se fossem as suas vadias, sua amiga virou a cabeça na direção e fez uma leve careta ao olha-lá de volta

-Essa Daniella é uma nojenta- ela revirou os olhos

-Está decidido- ela deu um tapinha na mesa se impondo-Você sempre me chama pra ir nesse bar- ela se levantou

-Você está bem ?- Chloe sussurrou e pegava sua bandeja e a acompanhava até a saia do refeitório

-Pra que eu vou me importar ?- colocaram as bandejas sobre a bancada-Além do mais vamos nos divertir hoje e esquecer essa escola e.. - o silêncio fez sua melhor amiga continuar

-Liam Payne- ela afirmou - E arrumar um gostoso pra te dar um amassos de tira colo- ela abraçou a amiga que abriu um sorriso cumplice.

-Com toda certeza.

 

 

 

 

 

 

 


Notas Finais


como será esse bar ? Quem sera que ela vai encontrar lá ?


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...