História A dança proibida - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Personagens Originais, Rap Monster, Suga, V
Tags Bangtan Boys, Bts, Namjin, Vhope
Exibições 24
Palavras 1.166
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Colegial, Drama (Tragédia), Escolar, Famí­lia, Festa, Lemon, Luta, Yaoi
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Drogas, Estupro, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Sexo, Suicídio, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Oiii, bom... Essa e a minha primeira fic yaoi, então tenham paciência comigo hihi. Desculpa qualquer erro. Boa leitura! ^^

Capítulo 1 - Apenas um dia como outro...


Fanfic / Fanfiction A dança proibida - Capítulo 1 - Apenas um dia como outro...

~Hoseok ON~   

Me levanto da cama lentamente ainda sentindo as dores, vou ate o espelho e vejo as marcas em meu corpo. As ignoro e vou ate o banheiro, tomo um banho rápido, e logo me preparo para ir a escola. Termino de fazer tudo e vou ate a porta e saio do quarto, desço a escada com um pouco de dificuldade, chegando na sala vejo muitos cacos de vidro jogados pelo chão da sala. Vejo minha mãe chorar em um canto, ela parecia esta machucada. Vou ate ela rápido e me agacho junto a ela. 


 -Ele bebeu de novo? -Falo pegando em seu queixo e levantando sua cabeça que estava abaixada. E logo vejo que seu olho esta rocho.

 -Mamãe...   -Falo passando a mão em seu rosto.

 -E-Eu... Estou bem... -Ela fala com dificuldade. 

 

-Não. Você não esta bem... -Seguro as lágrimas que estavam a ponto de transborda. -Porque ainda vivemos nesse inferno? 


 -Você não entendi filho... O que posso fazer para evitar? Eu o amo, e sei que um dia ele vai mudar. -Ela fala forçando um sorriso. 


 -Não mãe... Eu não entendo e n-El irei entender. -Falo deixando  uma lágrima rolar. -Vem, precisamos limpar esses machucados. 


 -Não... Você vai chegar atrasado na escola, pode ir. Vai... -Ela se soltando dos meus braços. 


 -Mas ma... -ela me interrompe. 


 -Por favor vai... E fique de olho na sua irmã. -Ela fala se levantando sozinha com dificuldade -Viu só.


 -Sinceramente... -Respiro fundo. -Okay.. Eu vou. Me aproximo dela e beijo em sua testa. -Fique bem... -Eu falo, e ela sorri. 


   Saio dali e vou andando ate a escola. Pego meu fone e boto qualquer música para tocar, sinto uma gota cair em meu cabelo e escorrer em meu rosto, olho para cima e vejo que o céu esta todo nublado. Continuo andando... Como minha mãe pode ser tão cega? Aquele cara ja fez tanta coisa ruim a nossa família, apenas ela não consegue ver isso. As cenas ainda passam pela minha cabeça, ainda tenho pesadelos. Como ele pode ser tão mal com uma criança inocente. Apenas o que resta e ódio. Cinto meu coração acelerar a raiva tomar conta de mim. Paro de andar e boto a mão em meu joelho, com a respiração ofegante. Passa-se alguns segundos e volto a caminhar.


 Não demora muito e chego ate a escola.    Primeiro dia de aula depois das férias de verão... Mas pareçe que nada mudou. Apenas as pessoas babacas e idiotas de sempre. Estou parado no meio do pátio ja escolhendo um lugar para me isolar, olho para trás e vejo minha irmã, como sempre pendurada no braço de algum homem. A ignoro e continuo a olhar para todos os lados.   Eu e minha irmã conseguimos estudar nessa escola por causa de uma bolsa de estudo, ainda acho que essa escola não e para a gente. A única coisa que me entereca nessa escola, e a sala de dança, não participo do clube de dança da escola, mas ainda sim, posso ensaiar lá.   Estava em meus pensamentos e não percebo que o sinal toca, vou para minha classe correndo. Acabo esbarrando em uma menina e um menino que mais pareciam que queriam engolir a boca um do outro.


 -Desculpa... -Falo envergonhado enquanto me curvo rápido, não espero eles falarem nada e saio dali. 


   Me sento no fundo como sempre. Soneca de 5 min o professor nem vai percebe né?!  Boto minha mochila na mesa e apoio minha cabeça.  


-Jung Hoseok! -Escuto alguém gritar. -Esta dormindo no meio da aula?   

Abro meus olhos e vejo o professor em frente a minha mesa.


 -Que isso nunca se repita. -Ele fala e da meia volta e volta para a frente da classe.   


Não demora muito e a aula termina. Saio da sala depressa e vou para onde sempre estou acostumado a passar os intervalos. Em uma árvore grande, atrás da escola, ninguém nunca ia aquele lugar, então me sentia bem. Gosto da solidão... Com o tempo ela foi virando minha amiga. Minha única amiga. Me sento de baixo da quela árvore e vejo que começa a chover fraco, as folhas da árvore me protegia da chuva.     Não terei nenhuma aula depois dos intervalo, esse tempo hoje foi tirado para os alunos se preencherem no clube que querem, vou aproveitar e ensaiar.           


  ~kim taehyung ON~


 Ótimo... Meu primeiro dia nessa escola e ja estou quase levando uma menina para transa no banheiro da escola, não posso fazer isso. Me afasto aos poucos da garota quase sem ar. -Vaza da qui. -Falo para a garota fasendo referência para ela sair. Ela saí.   Não gosto de brincar com os sentimentos das pessoas, eu nunca falei que amava ninguém, então isso não pode ser considerado, né?! Enfim... Vou ate a roda de amigos que ja tinha feito. 


 -Eai taetae vai entrar no clube de música? -Jimin fala. 


 -Eu ia falar sobre isso agora. Quando vão começar a preencher os nomes?


 -Vamos agora... Acho que lá esta livre. -Ele fala se levantando da mesa onde estava sentado e começa a andar, e todos vão atrás dele. Vou logo em seguida.


 Chegamos e pude ouvir uma música bem alta tocar, as luzes estavam acessas. Vejo jimin passar a frente e desligar a caixa de som com toda força possível, vejo o garoto que estava dançando perfeitamente parar, e se virar. 


 -O que pensa que esta fazendo aqui? Aqui é apenas para as pessoas do clube, se você não é vaza. -Jimin fala se aproximando do garoto.


 -Eu sempre pode, porque não posso agora? Não faz sentido. -O garoto fala apreensivo. 


 -Claro que faz idiota. Agora faza da qui. -Jimin fala parecendo irrita. 



 -Me obrigue. -O garoto fala parecendo não se importa.


 -Ta brincando né? -Jimin fala.


 -Não... Mas, enfim... Tanto faz. -O garoto fala pegando suas coisas.   O garoto parecia esta machucado e ainda fica arrumando confusão, ele e doido? Mas... Ele parecia não se importa com nada. Como se estivesse morto por dentro.


 -Antes de ir... -Jimin fala pegando na blusa do garoto quando ele passava por jimin. Jimin da um soco em sua barriga.


 -Isso e pra não tentar me desafiar. -Jimin fala. O garoto não revida, ele sai dali com dificuldades.


 Eu deveria ir atrás dele... É isso que vou fazer? Não. Aish foi esse garoto que interrompeu meu beijo com aquela mina.         


 ~Hoseok ON~ 


   Boto a mão em minha barriga, eu ja estava todo machucado pela briga de ontem, e hoje isso... Saio da escola, e vejo a chuva aumentar e cair mais e mais, ate ve que estava todo encharcado. Minha barriga dói tanto... Sinto algo subir pela minha garganta, me a gacho ali na calçada e o sangue sai da minha boca, e apenas vem mais e mais. Sinto a chuva passar por todo meu corpo. Mas sinto algo quente em minhas costas e não sinto mais a chuva escorrer pelo meu corpo, levanto minha cabeça com dificuldade e vejo um garoto agachado ao meu lado segurando um guarda chuva.       


Notas Finais


Obrigado por ler tudo^^. Espero que tenham gostado. Vou melhorando a história conforme os caps, prometo. Ate o próximo cap. E me falem o que acharam...

Beijoos!!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...