História A Descoberta de um Segredo - Capítulo 7


Escrita por: ~

Postado
Categorias EXO, SHINee
Personagens D.O, Kai
Tags 2min, Kaisoo, Mpreg
Exibições 269
Palavras 1.042
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Crossover, Famí­lia, Lemon, Romance e Novela, Yaoi
Avisos: Gravidez Masculina (MPreg), Homossexualidade
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Espero que gostem deste capitulo.. Boa leitura ♥

Capítulo 7 - 7


Kyung Soo não acredita no que esta ouvindo. Se este pedido tivesse sido feito há cinco anos ele com certeza teria dito sim, mas agora ele não tinha ideia do que falaria.

- Você me pegou de surpresa, Jong In.

- Eu sei, mas é que acho que devemos isso ao nosso filho, Kyung. Ter uma família é o que toda criança quer.

- Eu sei, mas...

- Vamos fazer isso pelo Kwang.

- Mao que tivemos não tem mais como da certo, eu nem sei se você ainda gosta de mim, eu nem sei se eu gosto de você ainda.

- Eu ainda gosto de você, Kyung Soo. Eu tenho certeza que se nos tentarmos uma segunda chance a gente ainda pode..

- Não, Jong In, você me magoou muito no passado, não sei se daria certo. Casamento é um passo muito importante.

- Vamos conversar e...

- Não, Jong In, você não pode simplesmente achar que o que aconteceu no passado foi algo irrelevante, porque pra mim não foi.

- Não consigo esquecer o que aconteceu no passado, eu não confio mais em você. – Kyung Soo diz olhando para baixa com lagrims nos olhos, por recusa o pedido que sempre quis ouvir de seu amor.

Magoado com o que escutou, Jong In olha para o menor.

- Amanhã eu venho buscar ele para passar a tarde na minha casa. – Dito isso ele segue para a porta e vai embora

Kyung Soo se sente triste e decide ir para cama.

Na manhã de domingo, Jong In chega a tarde na casa de Kyung Soo.

O menos abri a porta e olha para Jong In.

- Oi.

- Oi, ele já está pronto?

- Sim, quer entrar?

- Não, espero aqui mesmo.

Kyung soo entra em sua casa avisa a Kwang que o maior chegou, o filho fica contente e corre para a porta para abraçar o appa. O menor pegou as coisas do filho e leva para Jong In.

- Você tem a cadeirinha?

- Sim.

- Dê tchau para a omma, filho. – Kyung Soo diz, olhando para o filho.

Kwang se despede de sua omma e segui o appa para o carro, logo o carro entra em movimento e Kyung Soo fica olhando ate que o carro desaparece.

Suspirando, Kyung entra em casa, já sentindo falta do filho.

Ao chegarem à casa de Jong In, os dois descem do carro e vão em direção a casa do maior, ao entrarem eles vem as quatro pessoas que já estavam aguardando pelos dois.

Jong apresenta todos a Kwang.

- Esses são seus tios e os seus primos, tio TaeMin, tio MinHo e os primos Dae e Jae.

Kwang sorri e cumprimenta os tios, abraçando-os. MinHo bagunça os cabelos do menor e TaeMin beija sua testa e vai brincar com seus primos.

Eles olham para Jong In.

- Oi, Jong In. Ele parece muito com você.

- Oi irmãozinho. Oi cunhado. E com você também, Tae. – Ele sorri.

- Como você está? – Pergunta o irmão vendo o com um olhar desanimado.

- Ainda não acredito que ele não aceitou meu pedido de casamento.

- Porque ele não aceito? – Perguntou MinHo

- Por que ele disse que não confia em mim.

- Por que ele disse isso?

- Não disse sobre algo de ter visto em beijar outra pessoa na praça, naquele dia que eu nos íamos nos encontrar com ele.

- Eu estava pensando, Jong In, será que ele não confundiu que era o TaeMin em vez de você. Por que muita gente já falou que vocês se parecem muito.

- Verdade, Jong In, e se ele achou que eu era você, você sabe que nos parecemos bastante. Até porque ele não nos conhecia ainda

Ouvindo o que seu irmão e seu cunhado diziam, Jong In acabou vendo que eles tinham razão.

               Será que Kyung Soo achou que era ele beijando MinHo?

Em sua casa, Kyung Soo contava para sua omma sobre o pedido de casamento que Jong In fez para ele.

- Filho, mas será que você não se enganou quando acho que Jong In estava te traindo, por que se ele te pediu em casamento é porque ele esta solteiro, se aquela pessoa que você viu o beijando não esta com ele, às vezes você se confundiu. Por que se Jong In estivesse te traindo, depois que você foi embora ele iria ficar com esse tal.

- Como assim, omma?

- E se os homens que você viu se beijando não for o Jong in. Ele era muito apaixonado por você, filho.

- Por que a senhora diz isso, omma?

- Por que um dia antes de você contar para ele que estava gravido, Jong In falou comigo sobre autorizar o pedido de casamento que ele ia fazer para você

- Por que a senhora nunca me contou isso omma?

- Por que eu achei que ele estava mesmo te traindo você chegou chorando

- Me conta direito essa história, omma.

Estava na sala esperando Kyung Soo terminar de se arrumar para encontrar seu namorado, escuto alguém bater na porta e a abro. Deixo Jong In entrar e aviso a meu filho que seu amor chegou, grito da sala: - Soo, seu amor chegou.

Jong In ri e Kyung responde: - Estou terminando.

Jong In da uma risadinha envergonhada e olha para mim sem graça, passando a mão na nuca.

- Sra. Do, posso falar uma coisa com a senhora?

- Se for sobre sexo, Kyung Soo já me contou tudo. – Dou uma risadinha.

Ele fica mais vermelho e engasga.

- Pode falar, Jong In – Falo ainda rindo.

- Bom é que... – Ele puxa a gola da camisa e respira fundo.

- Eu gostaria de pedir a permissão da senhora para poder me casar com o Kyung Soo.

Olho para ele surpresa.

- Não é muito cedo, querido?

- Eu o amo muito Sra. Do, quero passar a minha vida todo como seu filho, se a senhora permitir.

- Bom, tenho certeza que Kyung Soo vai adorar e como vocês estão crescendo rápido. Só posso dizer que sim, eu permito.

Ele sorri e agradeci. – Muito obrigado, Sra. Do, vou fazer Kyung Soo muito feliz, eu te prometo.

- Espero que sim.


Notas Finais


Gente estou muito feliz pelos comentários e feliz pelos favoritos e pelos outros que estão acompanho a minha fanfic. Estou muito contente por saber que você estejam gostando. Espero que possam acompanha-la até o fim.. Beijos ♥


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...