História A Descoberta de um Segredo - Capítulo 8


Escrita por: ~

Postado
Categorias EXO, SHINee
Personagens D.O, Kai
Tags 2min, Kaisoo, Mpreg
Exibições 249
Palavras 916
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Crossover, Famí­lia, Lemon, Romance e Novela, Yaoi
Avisos: Gravidez Masculina (MPreg), Homossexualidade
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Boa leitura.

Capítulo 8 - 8


Não acreditando no que sua mãe acaba de falar, Kyung Soo olha para ela de olhos abertos.

- Omma, a senhora tem certeza do que está dizendo?

- Claro, eu estou velha, mas ainda não tenho Alzheimer, meu filho.

- Eu sei omma, desculpa.

- Esta tudo bem, filho, vocês precisam conversar e arrumar essa confusão. – Ela abraça o filho.

- Obrigado omma, mas será que ele vai querer falar comigo, ele saiu daqui tão chateado ontem e hoje nem me olhou direito.

- Via sim, aquele garoto te ama, meu filho, eu vi o modo como ele te olhava e só vi amor naqueles olhos.

- Vou falar com ele.

- Bom eu vou indo, porque eu quero ver meu programa que vai e não posso perder.

Kyung Soo levanta e ri da mais velha a leva ate a porta, eles se despedem e ele volta para o sofá.

Kyung Soo passa a tarde toda pensando no que sua omma havia lhe dito, pois poderia ser verdade do que realmente aconteceu naquele dia.

Jong In sorri contente ao ver seu filho brincando com seus carrinhos novos,que ganhou de seus tios, sem para de pensar na conversa que teve com Kyung Soo.

Ele pensou também no que seu irmão e seu cunhado tinham falado para ele. E se realmente Kyung Soo se enganou no que viu.

- Appa..

Ele olha para o filho e sorri. – Sim, filho?

- No que você está pensando? – Ele olha para seu appa. – Estava com uma cara estranha. – Ele ri.

- Esta rindo de mim é.. – Ele abaixa na altura do filho e começa com um ataque de cosquinha.

- Estava brincando appa. – Ele gargalha sem conseguir falar muito mais.

Jong In para de fazer as cosquinha e pega Kwang Soo no colo e sorri. – Quer comer alguma coisa?

- Quero comer bolo de chocolate.

- Certo vamos la. – Com o filho, eles vão para a cozinha comer o bolo.

A porta da casa de Kyung Soo bate e ele vai atender.

Ele vê Kwang Soo com um sorriso enorme no rosto com um carrinho na mão e atrás do filho está o homem que não sai da sua cabeça, Ele abre passagem para eles poderem entrar em casa, mas apenas Kwang Soo entra e ele olha para Jong In.

- Não quer entrar?

Jong In olha para Kyung Soo e entrega a mochila e duas sacolas.

- Não, obrigado. Essas sacolas são roupas e brinquedos novos do Kwang.

- Ah.. Ele parece te si divertido bastante hoje.

- Sim passamos um tempo bom juntos, bom agora tenho que ir.

- Certo.

Jong In olha para dentro da casa de Kyung Soo e chama pelo filho.

- Venha me dar um beijo de despedida, filho.

Ele agacha para pegar o pequenino que corre em sua direção e o abraça forte. – Appa quando vai vir me buscar de novo?

- Logo, filho. – Ele aperta o filho nos braços e lhe da um beijo. – Tchau, filho. Appa te ama.

Kwang sorri e beija o appa. – Também te amo appa.

Ele levanta e olha para Kyung Soo – Tchau.

- Tchau. Jong In.

Jong In vai para seu carro, entra e vai em direção a sua casa, enquanto Kyung Soo fecha a porta de sua casa.

Dentro de casa Kyung Soo olha para o filho no sofá e senta a seu lado. Ele abraça o filho e beija o topo de sua cabeça.

- Como foi na casa do seu appa, meu amor.

- Foi muito legal omma, brinquei com os meus primos, o Dae e o Jae, e com os meus tios. Tio TaeMin me deu um carro de controle remoto e tio MinHo me deu uma blusa do Real Madrid.

- Que legal filho.  - Kyung soo sorri para o filho.

- Tio TaeMin falou que sou igualzinho meu a ele e a me appa quando eram da minha idade.

- Você parece mesmo, filho.

O menino sorri e volta a olhar seu desenho passando na tv.

Kyung Soo ainda com uma duvida na cabeça. Jong In tem irmão?

 

Kyung Soo estava nos braços de seu amado, tinham acabado de fazer amor, estava com a cabeça no peito de Jong In enquanto ele lhe acariciava seus cabelos, com apenas um pequeno lençol cobrindo seus corpos.

- Kyung, amanhã quero que conheça uma pessoa muito especial, ele esta ansioso para te conhecer.

Kyung Soo sorri por escutar seu sorri e se vira. Ele senta sobre as pernas do maior e segura seus ombros com suas mãos, ele olha para Jong In.

- Quem seria, Jongie?

O maior segura à cintura do menor e aperta. – Surpresa.

- Me fala Jongie. – Kyung Soo diz, manhoso.

- É uma pessoa muito importante para mim, Kyung Soo, será muito importante para mim se você o conhecer.

- Certo, aonde vamos nos encontrar?

- Na pracinha mesmo, amor.

Kyung Soo sorri e se inclina sobre o maior e o beija. – Eu te amo, Jong In.

Jong In envolve a cintura do menor com um dos braços e com a outra mão segura a nuca do mesmo e sorri. – Eu também te amo, meu amor.

Kyung Soo cola os lábios nos do maior e começam com  um beijo de amor.

- Acho que vamos ter um segundo round. – Jong In diz, beijando os ombros de Kyung Soo.

O menor sorri e se movimento sobre o maior. – Acho sim.

Eles se olham e sorri, para logo começarem, novamente, a fazer amor.


Notas Finais


Obriga por estarem lendo e por todo amor que estão dando a fic.
Até ♥


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...