História A Devil and a Angel - Capítulo 21


Escrita por: ~

Postado
Categorias Felipe "Febatista" Batista, Felipe Z. "Felps", João Victor Negromonte Queiroz "Jvnq", Rafael "CellBit" Lange, TazerCraft
Personagens Felipe "Febatista" Batista, Felps, João Victor Negromonte Queiroz "Jvnq", Mike, Pac, Personagens Originais, Rafael "CellBit" Lange
Tags Cellps, Jvista, Mike, Mitw, Pac, Tazercraft
Exibições 56
Palavras 548
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Crossover, Drama (Tragédia), Lemon, Luta, Magia, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Yaoi
Avisos: Homossexualidade, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Tortura
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 21 - Hello its mz Hyde



Pac on- Pego a segunda faca e aliso contra sua coxa, a enfio com força em sua perna.

-Muito obrigado por segurar minha faca, eu vou pegar meu celular e a gente tira uma selfie juntinhos, ok?

O aparelho está em cima da arquibancada, enrolo pra pega-lo porque estou adorando a ouvir chorando desesperada, volto pra junto dela, minha vontade de colocar Let me Take a selfie, da The Chainsmokers. A cada foto ela parece mais desesperada e o rosto se avermelha mais e mais de tanto que chora e se contorce de dor.

-Muito obrigado por segurar, agora vamos continuar.

Aproveito o corte em sua bochecha e enfio mais fundo ainda a faca, até encontrar seus dentes, o que é normal de se fazer? Tirar a faca? Não, claro que não, amiguinhos, a gente continua batendo até conseguir arrancar um pedaço do dente!

Ketty- Bor Pavo, Baea com iso.

-Por que eu deveria, puta?

Ketty- E faco tueo ue iser.

-Não, é mais divertido te ver chorar em desespero.

Consigo arrancar seus dentes da lateral, a faca atravessa totalmente, indo parar fincada no seu céu da boca. Deixo ela lá, pego um material de limpeza aleatorio la e o jogo em suas feridas, ela grita alto pra caralho, pego minha faca curva.

Ketty- Or abor, nao az iso.

-Ok, ok, vou acabar com seu sofrimento.

Enfio a faca em seu pescoço, até que finalmente arranco sua cabeça, a jogo longe, a poça de sangue é muito grande, pobre zelador, vai ter trabalho amanhã.

Cellbit on- Acordo com uma barulheira na escola, minha cabeça doi e muito, achei que ficar de porre não desse tanto problema.

-Felps, Felps.

Felps-Que porra?

-Ouve essa barulheira, será que alguém se machucou?

Felps- Cara, me deixa dormir.

O empurro da cama, ele levanta num pulo.

Felps- PORRA CELLBIT!

-Deixa de ser um anjo fajuto e vamos lá!

Ficamos invisíveis, isso permite que somente outros anjos e demônios nos vejam e falem conosco (N.A. isso faz sentido algum? Nenhum, mas foda-se), vamos seguindo o barulho da confusão, os policiais estão barrando a maré de alunos curiosos e confusos na porta do ginásio, passamos por eles que nem se ligam, Jotinha, Batata, Pac e Mike estão lá também, na mesma situação que nós dois.

-O que aconteceu?

Mike- Parece que a Ketty foi morta ontem a noite, mas foi torturada antes, olha pro estado dela!

Felps- Não tem nada pra nos contar Mike?

-Ah não! De novo não.

Mike- O que quer dizer?

Felps- Sua ex aparece e logo morre misteriosamente, não é meio óbvio que o único que poderia fazer isso é um demônio?

Mike-Não seja preconceituoso com os demônios, eu to do lado de vocês.

Batista- Felps, para, o Mike tava morto de bêbado ontem, so chegou no quarto porque o Pac não tava bêbado.

Olho pra Pac, que até agora não é pronunciou, logo todos estamos olhando pra ele.

-Pac...

Pac- Cellbit.

JV- Você quem matou a puta, não foi?

Pac- Talvez sim, talvez não.

Mike- Por que matou ela?

Ele sussurra algo no ouvido do Mike, que se surpreende e balança a cabeça, claramente decepcionado. Pac se afasta e sai correndo, olho pra Mike, que suspira e vai na mesma direção.

Batista- Não temos mais motivos pra gente ficar aqui.

Felps me olha malicioso e sai me arrastando pelo braço, depois me joga na cama.

Felps- Eu vou te punir.

-Pelo que?

Felps- Por me acordar cedo e me empurrar da cama.

Ele amarra meus pulsos e tira minha calça.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...