História A Diaba Loira - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias Amor Doce
Personagens Ambre, Personagens Originais
Tags Ambre, Amor Doce
Exibições 97
Palavras 962
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Ecchi, Escolar, Famí­lia, Hentai, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Shoujo-Ai, Yuri
Avisos: Álcool, Homossexualidade, Sexo
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas da Autora


LEIAM AS NOTAS FINAIS!

Capítulo 1 - Capítulo Único


-Ambre acorde. –cutuquei a loira ao meu lado na cama.

Não sei como tínhamos chegado aquele ponto...

Deixe eu me apresentar primeiro. Sou Yumiko. Em 2016 eu comecei a estudar em Sweet Amoris. Eu me dava bem com todo mundo lá, pelo menos a maioria. Ambre faz parte da minoria com quem eu não me dava bem... Ambre é uma garota mesquinha, patricinha e idiota. Eu realmente odiei a garota desde o dia em que a conheci.

No meu primeiro dia de aula eu me arrumei toda bonitinha como de costume. Eu coloquei uma saia azul do mesmo tom dos meus olhos e uma blusinha branca. Deixei meus cabelos castanhos claros soltos e coloquei uma sapatilha. Eu saí feliz da vida para meu primeiro dia de aula. Quando cheguei lá a primeira pessoa que encontrei foi Ambre e suas amiguinhas idiotas. Ela me olhou de cima a baixo e começou a rir.

-Parece que chegou a nova aluna. –depois da loira falar começou a me rodear. –Patética.

As suas amigas riam com cada ofensa que a loira dizia. Acho que nunca me senti tão mal na vida. Minha rixa com Ambre começou naquele dia... Foi assim durante todo ano. A diaba loira fazia de tudo para me perturbar e eu não fui também uma santinha. Toda vez que eu podia pegava no pé de Ambre. Mas tudo isso mudou...

Um dia eu estava passeando pela escola depois das aulas acabarem (como eu sempre faço porque não tenho nada melhor para fazer) e ouvi alguém chorando no banheiro. Eu me aproximei para ver quem era e acabei achando Ambre encolhida em um canto. Por mais que eu não goste da garota fui até ela e a consolei. Naquele dia conheci a verdadeira Ambre. A Ambre que sofre com a ausência dos seus pais, que sofre por seu irmão não morar mais com ela, que tem medo de ser excluída e que tem medo de ficar sozinha. A loira é apenas uma garota solitária que faz de tudo para alguém nota-la.

Depois daquele dia as coisas voltaram ao normal, pelo menos uma parte voltou. Ambre continuava a mesma irritante de sempre e eu continuei a ser seu alvo, mas eu não via mais a Ambre como a mesma de antes. Eu comecei a me sentir estranha sempre que ela estava por perto, então comecei a evita-la. Ela sempre tentava me parar, mas eu sempre era mais rápida e fugia. As coisas continuaram assim até que um dia todos da sala foram convidados para uma grande festa. Eu fui vestida linda como sempre. Juro estava muito gata mesmo só não era a garota mais gata da festa porque Ambre estava lá... Ela vestia um vestido turquesa bem apertado que ia até um pouco acima do joelho. Meu coração começou a bater forte assim que a vi. Podia ser por conta da bebida que tinha na mão, mas duvido muito. Seus olhos pararam nos meus e ela se aproximou.

-Olha só quem chegou. –a diaba diz com um sorriso malicioso. –Estava te esperando.

-E-eu tenho que ir. –tentei fugir, mas a loira segurou meu pulso.

-Nada disso. Pare de me evitar!

Olhei ao redor vendo que só tinha nós duas naquela sala.

-Eu pensei que tivesse deixado claro que não quero ficar mais sozinha... –ela disse baixo.

-Como? –pergunto confusa.

-Não quero ficar sozinha. Quero sempre ter alguém para irritar. –ela dá um passo à frente me fazendo ir para trás. -Quero poder ver sua carinha brava todo dia. –mais um passo. - Quero ver sua cara triste e sua cara feliz. Eu quero você comigo. –mais um passo e eu estou presa contra a parede.

Ela avança sobre meus lábios sem hesitar. Sua língua passava, lentamente, por toda minha boca. Quando nos separamos por falta de ar, ela foi direto ao meu pescoço dando leves mordidas e cupões. Eu estava muito excitada para pensar em qualquer coisa no momento, eu apenas desejava a loira mais que tudo. Nós duas saímos da sala e fomos á um dos quartos da casa.

 Assim que entramos a loira me jogou na cama e trancou a porta. Nada ia nos incomodar naquele momento. Ela subiu sobre mim e começou a distribuir beijos sobre meu corpo. Ambre devagar começou a tirar meu vestido. Ela olhava cada detalhe do meu corpo. Assim que ela tirou tudo ela voltou a beijar meus lábios.

-Eu te desejei tanto! –ela diz entre os beijos.

-Eu também. –digo sorrindo bobamente.

Inverti as posições e comecei a retirar as roupas da loira. Beijei os seios carnudos da garota assim que descobertos. Ouvi ela gemer me deixando ainda mais com tesão. Desci meus lábios até sua intimidade e comecei a suga-la. Ambre gemia alto e se contorcia em minhas mãos.

-Já chega eu quero você também.

Ela diz e troca nossas posições. A cada movimento de Ambre eu gemia mais e mais. Depois de um tempo chegamos ao limite juntas. Caímos na cama exaustas. Eu olhei para a loira, ofegante, ao meu lado.

-Ambre... Eu acho que te amo. –disse sem pensar duas vezes.

Ela deu uma risada gostosa e me agarrou colando nossos lábios.

-Eu também acho que te amo. –ela diz quando nos separamos.

Aquela foi a primeira de muitas noites com Ambre. Muita coisa aconteceu depois...

-Mamãe! –a pequena morena de olhos castanhos entrou no quarto correndo e pulou sobre a cama.

-Bom dia filha. –eu digo e beijo a testa da garotinha.

-Mamãe! –ela chacoalha Ambre.

-Yumiko me deixe dormir mais um pouco.

-Não sou eu meu amor.

Ambre abre os olhos e vê nossa pequena sorridente. Hoje faz um ano que a adotamos e faz 7 anos que eu e Ambre estamos juntas. Quem imaginaria que eu teria chegado a esse ponto? 


Notas Finais


Oi Gente! Essa é minha primeira One-shot e a primeira vez que tento fazer um hentai. Não sei se ficou bom, mas eu tentei... Sei que pulei bastante, mas não sabia como fazer direito. Eu tenho outra fic com o paquera Nathaniel e ela ainda está em processo. Se puderem deem uma olhada. Acho que é só isso. Obrigada por lerem e se puderem comentar eu agradeceria muito! Tipo é muito importante saber o que vocês acharam. Beijos.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...