História A Different Love - Capítulo 22


Escrita por: ~

Postado
Categorias A Seleção
Personagens America Singer, Aspen Leger, Carter Woodwork, Celeste Newsome, Kriss Ambers, Maxon Calix Schreave, May Singer, Shalom Singer
Tags Drama, Revelaçoes
Visualizações 108
Palavras 1.489
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Comédia, Crossover, Drama (Tragédia), Famí­lia, Romance e Novela, Suspense, Violência

Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Obrigada pelos favoritos e comentários, vocês são uns amores!❤ Desculpa pela demora e tenham uma boa leitura!!

Capítulo 22 - Ela voltou...


Fanfic / Fanfiction A Different Love - Capítulo 22 - Ela voltou...

P.V.O America Singer


Depois de tudo que aconteceu comigo,Maxon nao sai mais do meu lado.Nas primeiras três noites eu apenas chorava e chorava.Eu sentia tanto nojo de mim,eu não queria deixar Maxon me tocar.Naquela mesma noite após o ocorrido,seguimos para o hotel onde íamos ficar e Maxon cuidou de mim ate eu dormir.Tudo que eu mais queria era apagar aquela memória aterrorizante da minha mente,na verdade todos queriam apagar a cena dos meus ataques de pânico durante a madrugada.Por mais que você esteja rodeada de pessoas que te amam e querem te proteger, você fica com a sensação de que ele pode voltar pra terminar aquilo que começou,e dessa vez fazer pior.Eu não desejaria essa sensação nem pro meu pior inimigo.

-Vamos descer pra jantar ou quer que eu traga aqui? -Pergunta Maxon se levantando da mesa em que resolvia uns documentos.

Fico calada por alguns segundos.Eu não posso parar de viver por causa de um monstro que tentou fazer isso comigo.Maxon está aqui pra me proteger.

-Vamos todos comer no restaurante! - digo e pela primeira vez vejo um sorriso sincero em seu rosto.Ele vem ao meu encontro e para na minha frente.Eu sabia oque ele queria fazer,mas últimamente ele está com medo de até mesmo me beijar e eu ter outro ataque.Me aproximo e lhe dou um beijo digno de filme.

Rompemos o beijo e ele me abraçou beijando minha testa.

-Eu te amo - Sussurra.

-Eu te amo - Sussurro de volta.

Enquanto eu ia tomar banho,Maxon se encarregou de ir pedir o jantar e de avisar os outros que não iríamos comer dessa vez no quarto.Entro na banheira e deixo a água quente relaxar todos os músculos do meu corpo.Respiro fundo e fecho os olhos.Escuto a porta do quarto abrir e logo fechar,então acredito que Maxon já voltou.Termino o banho,me enrolo em uma toalha e saio do banheiro.Quando entro no quarto vejo Maxon deitado na cama simplesmente pelado.Eu acho que ele estava tão cansado que acabou dormindo.

Vou ate a porta do quarto me certificar de que ela estava bem fechada,depois de fazer tal ato,deixo a toalha deslizar pelo meu corpo e sigo até Maxon estirado na cama.Pego o seu pênis e começo a masturba - ló.Maxon acorda num pulo desesperado e quando me ver sorrir presunçoso.Ele coloca os dois braços embaixo da cabeça e fica completamente relaxado.Depois que seu pênis já está ereto,eu o enfio na boca sem nem um pouco de pena.Começo a fazer movimentos lentos com minha língua na sua glade e escuto seus surpiros pesados e seus gemidos roucos.Sinto as veias do seu pênis mais grossas e logo um líquidos branco com um gosto estranho cai na minha boca, faço questão que chupar até a última gota de gozo.Levanto e subo em cima do mesmo,logo me posicionando em seu pênis.Quando eu ia sentar,Maxon investe as posições e fica por cima de mim.

-Agora é minha vez de brincar. - ele diz e levanta da cama.-Vem! - diz me chamando.Levanto é o sigo até a grande porta que dava acesso a pequena sacada do quarto.

-O que vai fazer? -Pergunto 

-Vou foder você com estilo. - ele diz isso e automaticamente levo minha mão a minha intimidade a apertando.Ele olha na direção e morde o lábio.-Nao se preocupe,eu vou foder você com vontade.

Ele me puxa pela mão e agarra minha cintura me colocando sentada na pequena parede que roda toda a extensão da sacada e se abaixa.Ele abre minhas pernas e passa sua língua na minha intimidade.Nao consigo segurar o gemido de prazer.

-AHHHH! -Grito 

-Mais baixo querida!Não queremos ser presos por estarmos fazendo amor em um local proibido.

Eu acabo soltando uma risada e empurro sua cabeça novamente em direção a minha intimidade.Ele continua o seu trabalho e eu faço de tudo pra não soltar gemidos altos.Apos me fazer gozar duas vezes na sua boca,ele levanta e se posiciona entre minhas pernas.Eu pego o seu pênis e coloco no local certo da minha vagina.Faço um movimento e ele entra em mim.Fazia tanto tempo que não fazíamos amor,é nossa,essa sensação era ótima.Ele continua com movimentos de vai e vem,horas rápido,horas devagar.Quando estava perto de gozar,ele me levanta e segue comigo pro quarto.Ele empurra com uma mão todos os documentos que ficava em cima da sua escrivaninha,e me senta lá.Continua com os movimentos,e logo gozamos juntos.

-Essa com certeza foi a nossa melhor transa.- digo tentando regular minha respiração.

-Concordo! -diz beijando minha testa.Vamos pra cama e caímos cansados.Estavamos completamente suados,e o jantar seria daqui uma hora.Levantamos e seguimos para o banho,nem preciso dizer que repetimos a transa.

...

Depois de quase vinte minutos no banho,saímos do banheiro e vamos nos vestir.Coloco um vestido verde meio colado e deixo o cabelo secar naturalmente,passo um batom vinho e coloco um colar qualquer com um par de brincos, calço um salto,passo um pouco de perfume é já estou pronta.Maxon veste uma calça de tom preto,uma camisa social branca, calça um sapato,passa um perfume e já está pronto.Saimos do quarto e todos já nos esperavam no corredor.Seguro na mão de Maxon e seguimos para o restaurante.

Sentamos em uma mesa bem centralizada e logo um garçom vem nos atender.

-A comida sairá daqui uns vinte minutos. - diz ele e sorrir.-Vão querer algo pra beber. 

-Apenas água! - Celeste e eu falamos juntas e o garçom ri.

- Estão grávidas? -Pergunta 

-Sim! - digo e sorrio 

Ele apenas sorrir e anota no caderninho.-E os senhores e a outra dama?-

- Uma Jack Daniels por favor! - Diz Maxon 

-O mesmo pra mim! - diz Carter e Aspen.

-Quero apenas um suco de limão! - diz May

-Logo trago seus pedidos! - diz e some da nossa vista.

Engatamos em uma conversa animada.Logo os meninos estavam no seu terceiro litro de Jack Daniels,e nós estávamos acabando com o estoque de sucos do restaurante.A comida já havia chegado,e a sobremesa também,a conversa estava tão boa que resolvemos pedir mais coisas pra comer e beber.

-Maxon? -O chamo 

-Sim,querida?-Para de conversar e olha pra mim.

-Você pode chamar o garçom aqui? - 

Ele apenas assente e com um assobio chama o garçom que passou a noite nós servindo.

-Em que posso ajudar?-Pergunta como sempre animado.

-Vocês tem camarão aqui? -Pergunto 

-Sinto muito senhorita,mas não temos! - 

-Ahh...Então obrigada! -

-Temos lagosta.A senhorita não gostaria?

-Não,obrigada!O meu desejo de grávida era camarão.- digo e todos riem.

-Ohh meu Deus!Já que é um desejo de grávida eu irei no mercado comprar para a senhorita. - diz ele animado e Maxon começa a rir.

-Não precisa se dá ao trabalho meu jovem. - ele diz e me abraça.Concordo com ele.Nunca que eu deixaria alguém comprar comida pra mim nesse frio.

-Não seria nenhum incômodo.Pelo contrário,seria uma ordem alimentar o futuro herdeiro dos Schreaves.- diz e sorrir com orgulho.-E mais uma vez explodimos em risadas.

-Se é assim... Fique a vontade para ir.- digo dando de ombros.

-Voltarei em menos de uma hora! - diz e sai apressado.

-Gostei dele! - diz Aspen rindo. 

Concordamos e continuamos a conversa.

Estávamos em uma conversa animada,quando uma voz feminina chama por Maxon.

-Maxon? - diz a mulher. 

Por um minuto,Maxon trava em sua cadeira e começa a ficar completamente pálido.Carter e Aspen que sorriam,parar no mesmo instante e se entreolham.May e Celeste não entendiam nada,é muito menos eu.Resolvo virar para ver quem era e logo meu coração dispara.Era ela,em carne e osso.Na minha frente.Com aquele famoso cabelo castanho e vestido vermelho.Com aqueles olhos marcados e cara de cigana misturada com prostituta.Kriss Ambers estava na minha frente,e havia feito Maxon parar por um minuto.Quando olha pra mim o seu sorriso arrogante morre e ela parece não acreditar no que estava vendo.Maxon gira a cabeça para trás e fica perplexo com aquela mulher que vê.

-Kriss? -Ele pergunta num fio de voz.-Com...como é possível? Você está viva?-Ele dispara.

-É uma longa história meu amor -Meu amor?Como ela pode?Ela teve a audácia de chamar ele de meu amor na minha frente? -Vamos sair,eu explico quando estivermos juntinhos como nos velhos tempos.

Minha boca se abre num perfeito "O".

Ela se aproxima dele é o abraça,mas quando ia aproximando sua boca da dele,ele a para.Ela o olha sem entender.Maxon a empurra ense vira para nós que ainda estávamos perplexos com a cena.

-Ainda não nos apresentando devidamente certo.Essa aqui é Kriss,o meu primeiro amor. - diz Maxon é meu coração se aperta numa dor imensa.Kriss percebe meu olhar e o agarra novamente.Maxon a empurra novamente e se aproxima de mim.-E essa aqui é America,a minha esposa. - diz e o sorriso de Kriss morre.

-Como assim esposa? -Pergunta o olhando com ódio.-Você se casou novamente? - 

-Como assim novamente?-Pergunta Carter.-Ele nunca foi casado. - E o ódio no olhar de Kriss só aumenta.

-E eu fui oque Carter? -Pergunta com grosseria.

-Você foi ao alguém que eu vivi uma simples aventura.-diz Maxon dando de ombros.

-E essa vadia é oque? -Pergunta se referindo a mim.

O olhar de Maxon sobre ela era de ódio.

-Ela é America Schreave,minha esposa e mãe do meu filho.E sinto muito informar,mas você esta atrapalhando esse momento íntimo.-Diz Maxon rude,logo se virando e sentando novamente em sua cadeira.-Gostaria de outro suco minha querida?




Notas Finais


AAAHHHHH POR ESSA NEM EU ESPERAVA!!PRA FELICIDADE DE VOCÊS O MAXON FICOU SIM SURPRESO POR VER KRISS,MAS SEU "AMOR" NAO VOLTOU,PELO CONTRÁRIO,ELE FOI ALTAMENTE RUDE E PROTEGEU SUA VERDADEIRA ESPOSA.
OQ ACHARAM?Prometo não demorar pra postar o próximo capítulo.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...