História A Different World: Camila a Zero - Capítulo 11


Escrita por: ~

Postado
Categorias Fifth Harmony
Personagens Ally Brooke, Camila Cabello, Dinah Jane Hansen, Lauren Jauregui, Normani Hamilton, Personagens Originais
Tags Ação, Bruxaria, Camren, Magia
Exibições 51
Palavras 2.286
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Comédia, Drama (Tragédia), Fantasia, Magia, Romance e Novela, Universo Alternativo, Yuri
Avisos: Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Sexo, Spoilers, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Boa leitura <3

Capítulo 11 - As pistas e o Baile de Frigg



Dentro do escritório do diretor, o diretor Osmond ouviu o relato do grupo sobre o que aconteceu.
– Hmm ... Então a Srta. Longueville é Fouquet, a terra em ruínas ... Porque ela é tão bonita eu não pensei duas vezes em contratar ela como minha secretária.
– Como você a contratou? – Perguntou Colbert, que também estava presente.
– Em uma taberna. Eu era um cliente enquanto ela era uma garçonete lá. Onde eu lentamente a acariciei de suas mãos até suas nádegas ...
– Então o que aconteceu? – Perguntou Colbert novamente.
O diretor Osmond confessou embaraçosamente,  – Porque ela não estava zangada com tudo o que eu fiz, perguntei se ela queria se tornar minha secretária.
– Por quê? – O perplexo Sr. Colbert continuou perguntando.
– De qualquer forma! – O diretor Osmond gritou usando um vigor desajeitado para um homem velho.
Osmond começou a tossir. E disse calmamente: – Ela também podia usar magia.
– Sim, magia que poderia matar. – Sr. Colbert murmurou para si mesmo.
O diretor Osmond tossiu de novo e então disse a Mr. Colbert de uma maneira prudente:  – Venho pensando nisso, a razão pela qual Fouquet me permitiu tocá-la por todo o lugar, me serviu vinho com alegria e elogiou que eu era um homem bonito, estava na taberna, era apenas para infiltrar-se na academia. Todos esses elogios foram muito provavelmente apenas mentiras ...
Mr. Colbert ao ouvir isso imediatamente se lembrou que ele também foi enfeitiçado por Fouquet uma vez, e tinha revelado a fraqueza das paredes do cofre para ela.
O Sr. Colbert decidiu que levaria esse segredo com ele para o seu túmulo.
– Sim. As mulheres bonitas são magos mortais.
– Tenho que concordar com você, Colbert.
Lauren, Camila, Normani e Dinah olhavam inexpressivamente para os dois.
Percebendo que os alunos lhes haviam dado um olhar frio, o desconcertado Osmond limpou a garganta e recuperou a compostura solene.
– Um trabalho bem feito para todas vocês, que devolveram o Equipamento de Destruição e capturaram Fouquet.
As três, além de Lauren, reconheceram orgulhosamente.
– Fouquet será entregue aos guardas da cidade, e o Equipamento de Destruição será devolvido ao cofre do tesouro. Finalmente o caso está fechado.
Acariciando suavemente cada uma das cabeças do trio, Osmond disse: – Pedi à corte imperial que lhe dê o título de Cavaleiro, creio que logo teremos notícias disso. E como Dinah já tem o título de cavaleiro, pedi que lhe dêem o Medalhão Élfico.
Os rostos do trio se iluminaram ao ouvir a notícia.
– Sério? – Normani disse surpreendentemente.
– Sim. Você fez mais do que suficiente para merecer este título. Não foi?
Camila olhou para Lauren que estava apática desde que elas entraram no escritório.
– Diretor Osmond, Lauren ... não vai conseguir nada?
– Sim, tenho medo a respeito disso. Porque ela não é uma nobre ...
Lauren respondeu: – Eu não preciso de nada.
O diretor Osmond gentilmente bateu palmas e disse: – Eu quase esqueci, a Bola de Frigg de hoje à noite será retomada conforme planejado desde que recuperamos o Equipamento de Destruição.
O rosto de Normani se iluminou. – Está certo. Vamos esquecer Fouquet e dançar a noite toda!
– A atração principal da bola será você três. Então vocês podem ir se preparar!
As três se curvaram e saíram pela porta.
Camila parou e olhou para Lauren.
– Você pode ir na frente. – Lauren disse a Camila.
Mesmo Camila ainda estava preocupada, ela acenou com a cabeça e saiu do quarto.
Osmond virou-se para Lauren e disse: – Você tem alguma coisa para me perguntar?
Lauren assentiu.
– Por favor pergunte. Vou tentar responder a sua pergunta com o melhor de minhas habilidades. Mesmo que eu não possa lhe conferir um título, este é o menos que eu posso fazer para mostrar meu apreço.
Imediatamente depois, ela pediu ao Sr. Colbert para sair da sala. O Sr. Colbert, que estava esperando Lauren falar, estava expressando desagrado quando saiu da sala.
Depois que o Sr. Colbert saiu, Lauren disse: – Isso, o Equipamento de Destruição era originalmente do meu mundo.
Os olhos de Osmond brilharam. – Originalmente do seu mundo?
– Eu não sou deste mundo.
– Isso é verdade?
– É verdade. Fui transportada para este mundo devido à convocação de Camila.
– Entendo. Se for esse o caso ... – Osmond apertou os olhos.
– O Equipamento de Destruição era uma arma do meu mundo. Quem foi a pessoa que a trouxe para este mundo?
Osmond suspirou e disse: – Aquele que deu o Equipamento de Destruição foi meu salvador.
– Onde está a pessoa agora? Essa pessoa é definitivamente do mesmo mundo que eu.
– Ele morreu. Isso foi há mais de trinta anos ...
– ...O que você disse?
– Trinta anos atrás, quando eu estava passeando dentro da floresta, fui atacado por um dragão de duas cabeças. Aquele que me salvou foi o dono do Equipamento de Destruição. Ele usou outro Equipamento de Destruição para matar os dois dragões e depois desabou. Ele já estava ferido naquele momento. Eu o transportei para a academia e tratei suas feridas. Mas sem sucesso ...
– E ele morreu?
O diretor Osmond assentiu.
– Eu enterrei o Equipamento de Destruição que ele tinha usado para me salvar junto com ele em seu túmulo, o outro eu guardei dentro do cofre para o honrar ...
Osmond olhou para longe e disse: – Enquanto ele estava descansando na cama até o dia em que ele morreu, ele repetia repetidamente: "Onde fica este lugar? Quero voltar ao meu mundo." Acho que ele deve ter sido do mesmo mundo que o seu.
– Quem foi que o trouxe para este mundo então?
– Eu não sei. Até o fim, eu ainda não tinha ideia de como ele terminou aqui.
– Droga! Justo quando eu pensei que eu tinha uma pista. – Lauren lamentou. A pista a levara a um beco sem saída. O salvador de Osmond era provavelmente um soldado. Mas como ele acabou neste mundo? Mesmo que Lauren quisesse saber, não havia mais nada.
Osmond segurou a mão esquerda de Lauren, – As runas em sua mão ...
– Ah sim. Eu queria perguntar sobre isso também. Uma vez que as runas brilham, eu posso usar qualquer arma proficientemente. Não apenas espadas, até mesmo as armas do meu mundo também ...
Osmond ponderou por um momento e disse, – ... Que eu sei. São as runas de "Gandálfr", o lendário familiar.
– As runas do lendário familiar?
– Sim. Gandálfr era um familiar lendário que podia usar qualquer arma à vontade. Essa é provavelmente a razão pela qual você pode usar eficientemente o Equipamento de Destruição.
Lauren estava confusa.  – ... Então, por que sou o lendário familiar?
– Eu não sei. – Osmond respondeu rapidamente.
– Eu sinto muito. Mas há a possibilidade de que as runas de Gandálfr estejam relacionadas com você sendo transportada para este mundo.
– Haa ... – Lauren suspirou.
Lauren pensou que poderia obter as respostas que ela queria do diretor, mas aparentemente ele também não sabia muito ...
– Sinto muito por não poder ajudar. Eu estarei sempre ao seu lado, Gandálfr! – Osmond abraçou Lauren. – Devo agradecer-lhe mais uma vez por trazer de volta a posse de meu benfeitor.
– Está tudo bem ... – Lauren disse cansada.
– Eu tentei descobrir como você chegou neste mundo, mas ...
– Hm?
– Mas eu não consegui encontrar nada, por favor não fique assustada. Você vai se acostumar com este mundo com o passar do tempo. Talvez então você possa encontrar e formar uma família aqui também ...
Lauren suspirou de novo. A pista para retornar ao seu mundo original deslizou através de seus dedos como areia.
.--.
No alto do Alvíss Dining Hall, havia um grande salão. Era onde a bola estava sendo mantida. Lauren se inclinou sobre a varanda e olhou para a grande recepção.
Os alunos e professores que estavam vestidos grandiosamente se reuniram em torno de mesas cheias de comida requintada e conversaram entre si. Lauren chegou lá por um lance de escadas que levava até a varanda. Vendo-os, Lauren sentiu que ela não se encaixava ali, portanto, decidiu não entrar.
Ao lado de Lauren estavam alguns alimentos e uma garrafa de vinho que Allyson tinha trazido para ela mais cedo. Lauren serviu um copo de vinho e bebeu.
– Hã, você não está bebendo demais? – Disse Derflinger, que estava inclinado na varanda, preocupado. Como a espada que Normani deu a Lauren quebrou durante a luta com Fouquet, Lauren trouxe Derflinger para proteção. Como de costume, tinha uma língua podre, mas ainda tinha uma personalidade feliz, a sorte de tê-lo ainda tinha seus méritos.
– Você é barulhento. Pensar que eu tinha encontrado o caminho para voltar para casa, no final é apenas um sonho ... não posso beber para afogar a minha tristeza?
Pouco antes de a bola começar, Normani que estava maravilhosamente vestida com um vestido de noite, estava acompanhando Lauren. Mas assim que a bola começou, ela não estava em lugar nenhum.
Lauren não tinha escolha senão usar Derflinger como um companheiro para afastar o tédio.
No meio da pista de dança, Normani estava cercada por um grupo de jovens rapazes, conversando e rindo. Mesmo que Normani tenha prometido dançar com ela, se passaria muito tempo até sua vez.
Dinah, vestida com um vestido preto, se alegrou com a sumptuosa comida na mesa.
Parecia que todos estavam gostando da dança ao máximo ...
As portas da grande sala se abriram e Camila apareceu.
Os guardas na porta notificaram todos da chegada de Camila.  – A filha do Duque de La Vallière, Karla Camila Cabello Le Blanc de La Vallière chegou!
Lauren prendeu a respiração. Camila estava vestida com um vestido de noite branco com seu longo cabelo amarrado em uma cauda de pônei. Suas mãos estavam cobertas por luvas brancas que adornavam sua grandeza. Sua cara petite junto com seu vestido de noite era tão gracioso que Lauren poderia sentir faíscas saindo de si.
Depois de confirmar que o convidado tinha chegado, os músicos começaram a tocar uma música que era extremamente calmante para os ouvidos. Por todo o salão os homens que foram cativados pela beleza de Camila pediram uma dança com ela. Antes disso, ninguém jamais percebeu a beleza de Camila e só pensou nela como "Camila a Zero". Agora, esse mesmo grupo de homens estava tentando conquistar seu coração.
Os nobres começaram a dançar graciosamente na pista de dança. Camila recusou o convite de todos para uma dança, viu Lauren na varanda e se dirigiu até lá. Camila ficou na frente de Lauren que estava ligeiramente bêbada e colocou seus braços em sua cintura, – Parece que você está se divertindo. – Ela disse.
– Na verdade não ... – Lauren afastou o olhar da Camila deslumbrante, pensando que era uma sorte ter bebido um pouco de vinho, então Camila não percebeu que estava corando.
Derflinger olhou para Camila e disse: – Haha. As roupas realmente fazem a mulher!
– Fique quieto. – Camila olhou para a espada e cruzou os braços.
– Você não vai dançar? – Lauren perguntou enquanto evitava o olhar de Camila.
– Não tenho parceiro de dança. – Camila respondeu.
– Muitas pessoas não te pediram uma dança agora? – Perguntou Lauren.
Camila não respondeu e estendeu a mão.
– Hã?
– Mesmo que você seja apenas uma familiar, eu posso fazer uma exceção. – Camila disse enquanto evitava o olhar de Lauren.
– Você não quer dizer 'Eu poderia ter essa dança?' – Lauren disse enquanto tentava evitar o olhar de Camila também.
Depois de um momento de silêncio, Camila suspirou.
– Só por hoje! – Ela disse.
Camila segurou então as extremidades de seu vestido e fez uma reverência.
– Eu poderia ter essa dança, senhorita?
Essas ações fizeram Camila mais bonita e sedutora do que nunca.
Lauren, tremendo segurou as mãos de Camila e juntas, caminharam para a pista de dança.
– Tudo bem mesmo? Não serei expulsa? – Lauren disse nervosa enquanto olhava para os outros nobres.
– E daí? Você é minha familiar, esqueceu? – Camila doce como um limão, respondeu.
– Eu nunca dancei antes. – Lauren disse.
– Basta seguir meu ritmo. – Disse Camila, e então gentilmente segurou a mão de Lauren. Lauren imitou as ações de Camila e seguiu seu ritmo. Camila não parecia se importar com as ações duras de Lauren e se concentrou em dançar. – Lauren, eu acredito em você agora. – Ela disse.
– O que?
– ... Você disse que era de outro mundo. – respondeu Camila enquanto dançava graciosamente.
– Hã? Já não acreditava antes?
– Eu originalmente só peguei o que você disse como uma pitada de sal ... mas o Equipamento de Destruição ... É uma arma de seu mundo não é? Quando eu vi isso, tudo o que eu podia fazer era acreditar. – Camila abaixou a cabeça e perguntou: – Você deseja voltar?
– Sim. Quero voltar, mas como não há como voltar ainda, terei que me acostumar à vida aqui por um tempo.
– Você está certa ... – Camila murmurou para si mesma e depois continuou dançando.
Depois disso, Camila ainda estava corando e não ousou olhar para Lauren. – Obrigada. – Ela disse abruptamente.
Ouvindo isso, Lauren ficou perplexa. 
Por que ela está agindo tão engraçada hoje?
– Bem ... Você não me salvou quando eu estava quase sendo esmagada pelo golem de Fouquet? – Camila respondeu.
Os músicos tocaram uma melodia ainda mais animadora. Lentamente pouco a pouco, Lauren estava se animando. Algum dia ... eu vou ser capaz de finalmente voltar para casa ... mas estar aqui não é realmente tão ruim.
Camila está realmente muito delicada hoje, eu deveria estar satisfeita.
– 'Seja bem-vinda'. Isso é o que você deveria me dizer.
– Por quê?
– Porque eu sou sua familiar.
Camila sorriu.
Derflinger, que ainda estava encostado na sacada, olhou para as duas: – Inacreditável! – disse a si mesmo.
As luas gêmeas no céu brilharam sobre a pista de dança, e junto com as luzes de vela, criou-se uma atmosfera romântica na pista de dança.
– Parceira! Você me impressiona!
Olhando para sua parceira dançando com sua mestre, – Uma dança familiar com sua Mestre? Essa é a primeira vez que eu vejo isso acontecer!


Notas Finais


Eu realmente amo esse nome ENORME da nossa nobre :v
Derflinger >>>>
Eai gostaram? Sorry qualquer erro e até o próximo cap!
ps: Camila já está se entregando humm u.u


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...