História A Different World: Camila a Zero - Capítulo 5


Escrita por: ~

Postado
Categorias Fifth Harmony
Personagens Ally Brooke, Camila Cabello, Dinah Jane Hansen, Lauren Jauregui, Normani Hamilton, Personagens Originais
Tags Ação, Bruxaria, Camren, Magia
Exibições 168
Palavras 2.971
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Comédia, Drama (Tragédia), Fantasia, Magia, Romance e Novela, Universo Alternativo, Yuri
Avisos: Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Sexo, Spoilers, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Boa leitura <3

Capítulo 5 - O dia de um Familiar



Se passou uma semana desde que Lauren começou a sua vida como familiar de Camila na Academia Tristain. Se fosse para explicar um dia excelente para Lauren, seria o seguinte:
Em primeiro lugar, como a maioria dos animais e dos seres humanos em Tristain, ela acordou de manhã. Sua cama estava, como de costume, no chão, embora em comparação com o primeiro dia, ela tinha se acostumado. Apesar de que seu corpo ferido durante a noite sofria, Lauren pediu a empregada Allyson um pouco de feno que era usado para alimentar os cavalos e tinha os colocado em um canto da sala. Lauren dormia na pilha de feno, envolta no cobertor que Camila tinha "graciosamente" dado para ela.
Camila chamava a cama improvisada de "ninho de galinha", que era adequado, já que galinhas dormiam no feno, e como a primeira coisa do dia, Lauren acordava de manhã para acordar Camila, como um galo.
Mas ela tinha que fazer, porque haveria problemas para ela se Camila acordasse primeiro.
"A estúpida familiar que tem de ser acordada por sua mestre precisa ser punida." Camila nunca se esqueceu de lembrar-lhe.
Se Lauren dormisse demais, não receberia o café da manhã.
Uma vez acordada, Camila tem mudado. Ela vestiu sua roupa de baixo por si mesma, mas fez Lauren vesti-la em seu uniforme. Isto foi mencionado antes. Com sua aparência encantadora, Lauren estava sem fôlego cada vez que via Camila em sua calcinha. Eles dizem que você se acostuma com uma bela amante em três dias, mas não parecia que Lauren iria se acostumar com Camila.
Talvez porque ela era sua familiar, não sua amante. Ainda assim, sempre ao lado de Camila, ela era essencialmente uma. A única diferença era em sua atitude e tratamento.
Começando a ver Camila assim todos os dias não era de todo ruim. No entanto, era uma ferida persistente ao seu orgulho. Ao ajudar Camila com seus sapatos, por exemplo, ela não conseguia esconder a irritação de seu rosto.
Pelo menos isso foi tolerado, mas se Lauren falasse algo que não deveria, as coisas se tornariam ruins.
"A familiar grossa que desagrada a sua mestre no início da manhã precisa ser punida", era outra coisa que Camila sempre falava.
Vestida com seu uniforme, que consistia em uma capa preta, uma blusa branca e uma saia plissada cinza, Camila, em seguida, lavou o rosto e escovou os dentes. O quarto não têm sequer as coisas essenciais, como água instalada, então Lauren tinha que ir até a fonte e trazer água para Camila em um balde. E, claro, Camila não lavava o rosto por si mesma. Ela mandava Lauren fazer.
Certa manhã, enquanto ela estava limpando o rosto com uma toalha, ela traçou o rosto de Camila com um pedaço de carvão que tinha encontrado.
Vendo sua obra-prima desenhada no rosto de Camila, Lauren deu um risinho. Então, em obediência simulada, ela educadamente inclinou a cabeça para Camila.
– Milady. Você é o epítome da beleza neste dia.
Devido ao sono, Camila deu apenas uma resposta baixa.
– ... Você está... tramando alguma coisa?
– Eu? Eu sou simplesmente um familiar que serve as ordens de minha amante. Eu não me atreveria a tramar algo!
Camila suspeitou da polidez súbita e excessiva de Lauren, mas desde que ela estava quase atrasada para a aula, ela não questionou mais.
Com as bochechas vivamente rosadas, olhos castanhos charmosos e lábios que pareciam esculpidos em coral, Camila sabia que ela não precisava decorar a si mesma, de modo que ela não usava qualquer tipo de make-up. Em outras palavras, isso significa que ela não olha no espelho. E este dia não foi diferente. O resultado: ela não tinha absolutamente nenhuma ideia do "make-up" que Lauren tinha aplicado sobre ela.
Camila se dirigiu para a aula naquele estado. Por sorte, ela não encontrou ninguém nos corredores ou escadas.
Camila abriu a porta da sala ofegante. E em seguida, seus colegas olharam para ela e explodiram com risos.
– Hey, boa aparência, Camila!
– Oh meu Deus! Olhe pra você!
Depois, quando o Sr. Colbert gentilmente a alertou sobre o bigode em seu rosto e bochechas negras, Camila ficou frenética. Ela saiu para o corredor onde Lauren estava segurando seu estômago enquanto rolava no chão de tanto rir. Ela a estapeou uma dúzia de vezes, e cortou suas refeições para o dia inteiro.
De acordo com Camila, um familiar que tratou o rosto de seu dono como um pedaço de lona era semelhante aos demônios do passado que se voltaram ao Fundador Brimir e seus muitos deuses aliados, e tais demônios não eram dignos do pão e sopa concedida pela Senhora Rainha.
.---.
Depois do almoço, Lauren limpou quarto de Camila. Isso envolveu varrer o chão com uma vassoura e limpar a mesa e janelas com um pano.
E depois havia a roupa, oh tão agradável. Ela pegou as roupas e as esfregou contra uma tábua de lavar. Não havia água quente, apenas água gelada que mordeu ferozmente os dedos. As calcinhas de Camila eram peças caras com muitas rendas e babados anexados. Ela iria ficar um mês sem refeição se ela danificasse uma, então ela teve que lavá-las com cuidado. Foi um trabalho doloroso. Cansada de tudo isso, ela deixou um par especial com o elástico levemente rasgado em uma pilha limpa. Apenas alguns dias depois, Camila saiu vestindo aquele par particular, quando o elástico estalou completamente. A calcinha dela deslizou até os tornozelos, e ambas as pernas de Camila se tornaram armadilhas de um caçador.
Aconteceu então que ela estava no topo de uma escada, então ela caiu espetacularmente.
Felizmente, não havia mais ninguém por perto para vê-la rolar escada a baixo com sua metade inferior a mostra, então, pelo menos, sua reputação foi poupada. Percebendo que tinha exagerado, Lauren teve cuidado para não espiar dentro de sua saia enquanto ela se desculpava com Camila, que estava inconsciente no patamar da escada. Não era sua intenção a piada descarrilar assim. Independente disso, ela tinha imaginado que se isso acontecesse em um corredor seria o melhor constrangimento.
Uma vez que Camila recuperou a consciência e percebeu o que tinha acontecido, ela empurrou o par rasgado de calcinhas em Lauren, que estava sentada a supervisionando ao lado da cama.
– Havia um par... deteriorado.
– De fato, senhora.
A voz de Camila tremia de fúria.
– Explique-se.
– Deve ter sido a fonte de água, Milady. Ora, é tão frio que poderia congelar os dedos. Eu acredito que o elástico não poderia suportar isso.
Lauren respondeu secamente.
– Então você está dizendo que é culpa do elástico?
– Eu estou dizendo que é culpa da água. Foi água de má qualidade. Estou convencida de que deve haver algum tipo de maldição sobre ela para torná-la fria e também afetar o elástico de alguma forma.
– Nesse caso, eu não deveria alimentar minha familiar com sopa que é feita a partir desta água ruim.
– Essa familiar agradece...
– Três dias, penso eu, para que a água volte ao normal.
Lauren teve suas refeições cortadas por três dias.
.---.
No entanto, Lauren permaneceu completamente bem para esses três dias. Ela tinha acabado de fingir fome e visitou a cozinha, onde a enérgica e encantadora Allyson lhe servia alimentos como guisado e carne com batatas. Ela foi lá, mesmo quando as refeições não eram cortadas. A sopa que Camila declarou "A Bênção de Sua Majestade, a Rainha" nunca era o suficiente. 
Naturalmente, ela continuou suas visitas à cozinha em segredo de Camila. 
Camila era inflexível sobre não alimentá-la mais até que ela tivesse corrigido o seu comportamento, então não haveria problemas se ela descobrisse sobre a carne e guisado que Allyson gentilmente lhe proporcionava. Camila certamente a proibiria de visitar por causa da "educação" de seu familiar.
Atualmente, porém, ela estava totalmente inconsciente. Em qualquer caso, Lauren preferiu Allyson e a cozinha cem vezes mais do que a Senhora Rainha e o fundador Brimir que ela nunca conheceu.
.---.
Uma manhã, depois de avidamente beber sua sopa na frente de Camila, ela foi para a cozinha. Lauren, depois de ter batido o nobre Guiché nos Tribunais Vestri, era muito popular lá.
–  'Nossa Espada' está aqui!
A pessoa que falou foi Marteau, o chefe de cozinha, um homem bem-arredondado na casa dos quarenta. Naturalmente, ele também era um plebeu, mas com a sua posição de chefe de cozinha na Academia, ele ganhava status como uma classe inferior nobre, um fato que ele pudesse se orgulhar.
Vestido com roupas simples, mas excelentes, ele comandou a cozinha com uma onda e um floreio na mão.
Apesar de sua posição muito respeitável como chefe de cozinha de uma academia de magia para os nobres, Marteau não estava nem um pouco arrogante, e, surpreendentemente, não gostava tanto de magia e nobres.
Ele chamou Lauren, que tinha usado uma espada para derrotar Guiché, pelo apelido de "Nossa Espada" e tratou a menina como uma rainha. Graças a ele, a cozinha era um oásis para Lauren.
Lauren sentou em sua cadeira, e com um sorriso, Allyson prontamente trouxe uma tigela de sopa quente e pão branco macio.
– Obrigado.
– O guisado de hoje é muito especial,
Allyson declarou, olhando particularmente feliz. Lauren curiosamente levou uma colher à boca e seu rosto se iluminou imediatamente.
– Uau, isso é delicioso! É muito além do mingau que eu recebo!
Com isso, Marteau se aproximou da mesa segurando uma faca de cozinha na mão.
– Bem, é claro. Esse ensopado é a mesma coisa que servem para as crianças nobres.
– Eu não posso acreditar que este é o tipo de coisa que comem todos os dias ...
Marteau bufou alto com o comentário de Lauren.
– Hmph Claro, eles podem usar a magia que faz panelas e castelos, evocar gemas inacreditáveis, mesmo controlar dragões -.! Então veja, a criação de tais pratos requintados como este é uma espécie de magia em si, não concorda Lauren?
Lauren assentiu.
– Absolutamente.
– Uma boa garota! Você é uma boa garota!
Ele colocou um braço em volta dos ombros de Lauren.
– Aqui,'Nossa Espada'! Deixe-me dar um beijo na sua testa! Vamos lá! Eu insisto!
– Haha, não tudo bem. E por favor, não precisa me chamar assim. – disse Lauren.
– Por que não?
– É só que ... é estranho.
O homem soltou Lauren e abriu os braços em sinal de protesto.
– Mas você cortou o golem de um mago em pedaços! Você não fez?
– Suponho que sim.
– Diga, apenas onde você aprendeu a usar uma espada? Diga-me onde eu posso ir para aprender a balançar uma espada assim.
Marteau olhou seriamente para Lauren. Ele perguntou a mesma coisa cada vez que Lauren veio para comer, e a resposta de Lauren foi a mesma o tempo todo.
– Eu não sei. Eu nunca segurei uma espada antes. Meu corpo acabou se movendo por si só.
– Vocês! Vocês ouviram isso?!
Ele gritou, sua voz ecoando em torno da cozinha.
Os cozinheiros mais jovens e os aprendizes gritaram de volta.
– Nós ouvimos, chefe!
– Isto é o que eles chamam de um verdadeiro mestre! Eles nunca se gabam de sua habilidade! Olhe e aprenda!
Os cozinheiros cantaram alegremente.
– Um verdadeiro mestre!
Então Marteau se virou para enfrentar Lauren.
– Você sabe,'Nossa Espada', Estou começando a gostar de você mais e mais. Então, como seria?
– Hum, como seria o que ...?
Ela estava simplesmente dizendo a verdade, mas Marteau sempre achou que ela estava apenas sendo modesta. Foi frustrante. Ela sentiu como se estivesse enganando o homem de boa índole. O olhar de Lauren caiu para as runas em sua mão esquerda.
Desde aquele dia, não brilhou mais. Apenas o que era isso, eu me pergunto ... Marteau interpretou que, ela era muito reservada.
O chef virou-se para Allyson.
– Siesta!
– Sim?
Allyson, que estava alegremente vendo ambos se dando bem, respondeu brilhantemente.
– Traga o nossa heroína o melhor vinho de Albion.
Seu sorriso se alargou, e então ela pegou uma garrafa de vinho da safra solicitada a partir do rack, ela derramou um pouco no copo de Lauren. Allyson olhou para o rosto de Lauren ficando mais e mais vermelho de vinho. Estes eventos repetiam quase rotineiramente:
Lauren visitou a cozinha, Marteau tornou-se mais ligado a Lauren, e o respeito de Allyson para ela se aprofundou ainda mais.
.---.
Embora nesse dia ... havia uma sombra carmesim espionando Lauren de uma janela da cozinha. Um dos jovens cozinheiros notou isso.
– Hey, há algo fora da janela.
A sombra deu um ilegível 'kyuru kyuru' e tomou distância.
.---.
Em seguida, após o café da manhã, ela acompanhou Camila para a aula. Originalmente, ela se sentou no chão, mas depois que Camila percebeu que Lauren dava olhadas nas saias de outras meninas, ela relutantemente a deixou sentar em uma cadeira. E ela deixou claro para Lauren, que se sua visão andasse para longe do quadro negro, ela a negaria o almoço.
No início, as lições fascinaram Lauren com as suas maravilhas: transformar água em vinho, combinar vários reagentes para preparar poções especiais, materializar bolas de fogo a partir do nada, levitar caixas e paus e bolas para fora das janelas da classe para os seus familiares buscarem, etc. .. mas depois de um tempo, a novidade se tornou um tédio.
E assim ela dormiu em seu lugar. O professor e Camila davam a Lauren um mal olhar de vez em quando, mas não havia regras que proíbem familiares de dormir durante as aulas. E apenas olhando ao redor da classe, todos os familiares noturnos estavam dormindo. Na verdade, se eles tentassem acordar Lauren, isso significaria que eles estavam reconhecendo-a como um ser humano. Camila mordeu os lábios desejando dar a Lauren um pedaço de sua mente, mas ela não podia porque isso significaria se contradizer sobre ela ser nada mais do que um familiar.
.---.
Nesse mesmo dia, banhada pela luz solar, Lauren estava dormindo durante outra lição.
O vinho que bebeu naquela manhã estava fazendo efeito, e Lauren sonhou.
Foi uma sonho inacreditável.
Um sonho em que Camila se esgueirou para sua pilha de feno à noite quando ela estava dormindo.
"Qual o problema, Camila ...?"
Ao ouvir seu nome sendo chamado, Camila lançou um olhar para Lauren.
"Você não pode dormir? Ah, tudo bem ... o que posso fazer. Mmhn.. ~"
Oh, ela está apenas murmurando em seu sono,
ela pensou, e enfrentou o quadro novamente.
"... Mmhn. E-ei, não me abrace, de repente."
O olhar de Camila voltou a Lauren mais uma vez. Os outros alunos estavam começando a tomar conhecimento da situação, e atentaram os seus ouvidos para escutar.
"... Uau, para uma mestre mandona durante o dia, você é uma coisa fabulosa na cama."
Um fio de baba escorria pelo canto da boca de Lauren como se ela estivesse desfrutando de seu sonho.
Camila agarrou seus ombros e sacudiu-a vigorosamente.
– Hey! Apenas que tipo de sonho você está tendo?!
Seus colegas de classe começaram a rir. Malicorne o Windward fizeram um comentário.
– Ei ei, Camila! É esse o tipo de coisa que você faz com sua familiar à noite? Estou surpreso!
As estudantes do sexo feminino sussurraram algo entre si.
– Espere! Este é apenas um estúpido sonho! Ah, caramba! Acorde já!
"Camila, Camila, você é como um gatinho; pare de me lamber  assim mhaann..."
Com isso, o riso ameaçou explodir através do teto.
Camila chutou Lauren para fora da cadeira, violentamente devolvendo ela à realidade.
– Oo que foi isso?!
– Desde quando eu vou para sua pilha de feno?!
Camila cruzou os braços e olhou imponente para Lauren.
Lauren sacudiu a cabeça confusa, divertindo ainda mais a classe.
– Lauren, explique a essas pessoas um pouco rudes que eu nunca dei um passo para fora da minha própria cama durante a noite.
– ...É isso mesmo, pessoal. Eu estava simplesmente sonhando em voz alta. Camila nunca faria uma coisa dessas.
Os alunos (os meninos) se viram desapontados.
– Não é óbvio? Eu jamais faria algo assim! Com essa coisa, não mesmo! Essa coisa! Para pensar que eu iria para a cama com esta forma de vida baixa é muito além de ser uma piada!
Camila bufou arrogantemente, desviando o olhar para cima.
– Mas, meus sonhos muitas vezes se tornam realidade.
Lauren saltou.
– De fato! Sonhos tem o poder de prever o futuro, depois de tudo! – Alguém na classe disse em acordo.
– Minha mestre aqui, com sua personalidade, provavelmente nunca vai encontrar um amante.
A grande maioria dos estudantes concordou. Camila deu a Lauren outro olhar mal, mas já era tarde demais. Lauren estava determinada a continuar.
– Minha pobre mestre fica bastante "frustrada", como resultado, ela recorre a se juntar a mim na pilha de feno.
Camila pôs as mãos nos quadris e repreendeu fortemente Lauren.
– Basta! Feche essa boca imunda agora!
Isso não impediu Lauren de continuar.
– Quando ela faz isso, eu tenho que repreende-la um pouco ...
Por este ponto, ela tinha ido longe demais. Os ombros de Camila começaram a tremer com raiva.
– Eu digo a ela,"este não é o lugar onde você dorme."
A classe aplaudiu. Lauren se curvou elegantemente e se sentou.
Camila a chutou longe, mandando-a rolando para chão.
– Não me chute!
Mas Camila estava além do ponto de raciocínio. Seu olhar foi fixado firmemente para a frente, e como sempre, os ombros tremendo com fúria mal contida,
Mais uma vez, havia uma sombra carmesim assistindo Lauren.
Era a salamandra de Normani. Com a barriga para o chão, ela olhou para Lauren através da abertura na fileira de cadeiras.
– Hm?
Percebendo isso, Lauren acenou com a mão para ele.
– Você é a salamandra de Normani, não é? Eu sei que você tem um nome. O que era ... Oh, sim, é Flame. Chama-
Lauren fez sinal para que ele venha mais perto, mas a salamandra sacudiu sua cauda em volta e cuspiu algumas brasas antes de correr de volta para sua dona.
"Por que um lagarto está tão interessado em mim?"
Lauren inclinou a cabeça em perplexidade.


Notas Finais


Lauren é tão zoeira husuhashus
Eai gostaram? Sorry qualquer erro e nos vemos no próximo cap! ><


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...