História A Dishonor Of Evil - Capítulo 10


Escrita por: ~

Postado
Categorias Justin Bieber
Tags Amor, Hot, Obssesão, Possessão
Visualizações 15
Palavras 370
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Saga
Avisos: Álcool, Estupro, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Nudez, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 10 - Fugir


Agora foi eu que vidrei nele, olhei bem fundo naquele olhos caramelo. Eu não acreditava, eu estava imóvel, meu olhar não desviava dele, ele estava um pouco inquieto, tentando entender o meu choque. Então sai da minha paralisação.

— O que você disse?

— Você é a primeira pessoa que eu faço isso, a primeira vitima.

Meus olhos estavam avermelhados e estavam lacrimejando, mas mantive minha postura de autoridade.

— Sou um tipo de cobaia? Estou sendo uma “tentativa” é isso? Se essa merda dar certo, você continua o trabalho com outras pessoas? Como eu?

— Se eu dizer “sim”, você cala boca?

Disse ele, se levantando, tentando fugir, indo ate o seu quarto.

— Eu sabia que você era escroto, mas está superando em Justin!

Agora fui eu quero segurei o braço dele, fazendo ele volta de frente para mim, continuei.

— Então você é iniciante?

— Sou, mas eu diria que já estou fazendo um bom resultando, você está surtando real né?

Disse ele em tom debochado. Não aguentei, dei um tapa forte em sua cara, e ele não move, só recebe o tapa.

— Você merec...

— Se acha tanto, e não é bosta nenhuma, puta!

Ele diz, respirando rápido como fosse fazer uma tragédia.

— Ainda não está claro...

Ele tirou o cinto da calça lentamente.

— Não, justin..

— Sim Caroline! Você ainda não entendeu as regras, você é a submissa aqui! 

Ele dá a primeira cinturada nas pernas.

— Acha que pode contra mim? Você está tão vulnerável, você é vulnerável!

Ele dá outra na barriga, eu gemir alto, e caio no chão.

— Nossa! Era desse gemido que eu estava falando, quando estávamos transando.

— Você me estuprou...

Ele dá outra nas minhas costas, agora eu grito de dor, logo em seguida ele larga o cinto, e se aproxima de mim, botando uma mecha de cabelo atrás da minha orelha.

— Caroline... querida, pare de tentar! Você ainda não percebeu? É isso que você tem agora, e isso que você é! Se comporte como uma refém, droga!!

Diz ele rindo.

— Eu nunca vou para de tentar...

Ele me olha, olha como estou vulnerável no chão, observa as marcas do cinto, que ainda devem está ardendo, olha a minha perseverança. 

— O por que disso tudo?

Ele me beijar com vontade.

 


Notas Finais


10• cap gente😱! É uma grande realização para mim, chegar ate aqui, espero está com essa adrenalina de escrever nas minhas próximas obras💙 espero que gostem de como a historia esta decorrendo😘


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...