História A disputa - Capítulo 8


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Exibições 16
Palavras 2.359
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Colegial, Crossover, Escolar, Romance e Novela, Shoujo (Romântico)
Avisos: Álcool, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Desculpaaaa mas esta aí espero que esteja bom

Capítulo 8 - Memória ...


Tinha certeza que havia morrido, mas essa certeza se tornou a melhor blasfêmia que já havia pensado na minha vida. 
Acordei em uma sala toda branca, eu estava deitada em uma cama com vários fios e máquinas fazendo barulho do meu lado e quando tentei me sentar senti uma dor imensa na minha cabeça o que me fez gritar. Segundos depois uma enfermeira apareceu na porta, e apenas disse 
Enfermeira: Que bom que acordou, vou chamar o doutor. 
Fiquei sem intender nada até que um homem de uns 35 ou 40 anos apareceu na porta com seu jaleco é uma prancheta em mãos. 
Doutor: Como se sente ? 
Eu: Minha cabeça está doendo muito. 
Mas fora isso nada. 
Doutor: Que bom, já vou mandar te darem um remédio para essa dor na cabeça. Ah é o seu amigo já foi pra casa. 
Eu: Amigo ? Quem ? 
Doutor: Era o que eu temia ...
Eu: Com licença, doutor o que está acontecendo ? 
Doutor: Bom, senhorita Yui pelo que pude ver você bateu a cabeça muito forte na batido do seu carro e eu tinha receio que você perdesse a memória. Você estava acompanhada de um garoto que disse que era seu amigo. Ele estava extremamente preocupado com você, ele está bem agora e disse que depois iria vir te ver. Quando essas coisas acontecem, o mais importante é o apoio de amigos e familiares. 
Eu: Meu Deus, se eu estava com ele deveria ser meu amigo mesmo, mesmo não me lembrando dele que bom que ele está bem. 
Doutor: Sim, ele só teve alguns ferimentos leves. 
Eu: Mas espera, o senhor disse que ele iria vir me ver, ele disse se viria com mais alguém por que eu apenas me lembro de estar indo a algum lugar conversar com uns meninos não sei quem nem o que ia falar. 
Doutor: Isso é bom, mas sim ele me perguntou se ele poderia trazer os amigos dele pra te visitar. 
Eu: É ... Obrigada. 
Doutor: Estou à disposição, se sentir alguma coisa aperte aquela campainha que um enfermeira irá vir até aqui. 
Eu: Claro, obrigada - Eu disse e o doutor saiu da sala. 
Fiquei algum tempo ali é uma enfermeira veio, aplicou o remédio e eu dormi.  Quando acordei vi que tinha um garoto de cabelos negros e dentinhos de coelho sentado ao meu lado com a cabeça caída para o lado, deveria estar dormindo. Quando me mexi na cama ela fez barulho acordando esse garoto. Ele ficou tão feliz no momento que viu, mas em cima da minha cabeça só faltava surgir um ponto de interrogação. 
???: Yui, que bom que acordou. 
Eu: Desculpa mas, quem é você ? 
???: Sei que não lembra de mim, mas era eu que estava no carro com você. Meu nome é Jeon Jungkook. 
Eu: Oh meu Deus, você está bem ? Prazer Jeon 
Kook: Estou bem sim, obrigada por perguntar e pode me chamar de Kook.
Eu: Me desculpe por não lembrar de você, eu queria muito mas não me lembro de nada. 
Kook: Você não tem culpa, não precisa ficar assim e fica tranquila vou estar com você enquanto não lê recordar. 
Eu: Obrigada por se importar tanto comigo - Uma lágrima solitária escorre pelo meu rosto. 
Kook: Claro que me importo, você se tornou minha amiga em tão pouco tempo e criei um carinho tão grande por você - Ele limpou a lágrima que escorria pelo meu rosto- Que não teria como não me importar. 
Eu: Assim eu choro mais hahaha
Kook: Nem pensar. 
Eu: ESPERA, você estava me levando até alguns meninos, quem eram ?
Kook: Ah, nossos amigos você iria "revelar" algo. 
Eu: Não sei, isso eu não lembro. 
Kook: Você deu sorte, eles estavam desesperados para vir te ver, e por sinal, eles estão lá fora esperando devem estar querendo me matar por estar demorando aqui com você. Eles podem entrar? 
Eu: Podem. 
Kook: Eles vão ficar loucos hahaha vou lá conversar com eles e por favor não se assuste se eles vierem te abraçar e falar um monte de coisas eles estão nervosos. 
Eu: Tudo bem eu entendo. 
Jeon saiu, ou melhor Kook, e foi falar com esses meninos, não demorou muito e - pelas minhas contas - eram 7 meninos muito bonitos, mas no momento eu só queria saber quem eles eram pra mim, eu tinha que me lembrar e eu ia 
???: Olá Yui, sou o Jin. Ficamos felizes de saber que você está bem. 
Eu: Muito obrigada, e desculpe. 
Jin: Imagina, você não tem culpa. Esses são Kim Taehyung, Kim Namjoon, Park Jimin, Jung Hoseok e Min Yoongi, ou se preferir V, Rap Monster, Jimin e Suga. 
Eu: É um prazer denovo ... Eu acho. 
V: Ficamos preocupados viu mocinha ?! 
Eu: Desculpa haha, gostei de vocês. 
V: Que bom - Disse isso e deu o sorriso mais fofinho do mundo, um sorriso quadrado. 
Kook: O médico disse que você vai ter alta amanhã de manhã, então vou passar a noite aqui com você. Posso ? 
Eu: Olha, não precisa se incomodar mas se quiser quem sou eu pra negar. 
Kook: Tudo bem então, só vou pra casa tomar banho e já volto. 
Eu: Tudo bem, tchau meninos e até depois. 
Todos: Tchau e melhoras. 
Depois que eles saíram, uma enfermeira entrou e me deu alguns remédios que me deram sono. 
Logo que acordei e me virei pro lado dei de cara com Kook sentado na poltrona com seus fones de ouvido e lendo um livro. 
Kook: Ah que bom que acordou Yui. Como está ?
Eu: Meu braço dói quando levanto ele mas só isso, o que está ouvindo ?
Kook: Sing for you do EXO, quer ouvir comigo ?
Eu: Gostaria, senta aqui - Falo indo para o lado dando espaço pra ele se sentar na cama. 
Ficamos assim ouvindo música e cantando por alguns minutos até que me lembrei que por ter dormido não havia tomado banho ainda.
Eu: Meu Deus eu não tomei banho ainda, pera aí já volto Kook. 
Kook: Tudo bem, eu trouxe uma roupa pra você tá ali naquela bolsa. 
Eu: Obrigada. 
Peguei a mochila dele e fui para o banheiro, mas eu tinha me esquecido de uma coisinha, eu não conseguia mexer meu braço. COMO EU VOU TIRAR A MINHA BLUSAAA. Não tem jeito. 
Eu: K-kook ?
Kook: Oi, tá tudo bem Yui ?
Eu: É que ... Não consigo mexer meu braço então não consigo tirar a minha blusa. 
Kook: Posso entrar ?
Eu: P-pode. 
Quando ele entrou no banheiro eu já sabia que estava pior que um tomate, na situação que eu estava falar que eu parecia um tomate era fichinha hahaha. 
Kook: Não vou fazer nada, calma só vou te ajudar. 
Eu: Eu sei mas é que, isso ainda continuar a ser vergonhoso. 
Tá bom eu não estava tão calma assim por dentro, na verdade eu estava explodindo de vergonha. Fui tirada da minha briga interna ao ouvir ele perguntar se poderia tirar a blusa e eu apenas assenti. Não vou mentir, a cada vez que as mãos dele tocavam mesmo que sem querer minha pele eu sentia um arrepio passar por todo meu corpo. Estava imensamente agradecida por ele fazer o máximo para não olhar. Depois disso agradeci e ele saiu do banheiro. Retirei o restante das roupas e fui tomar banho. Quando sai  percebi que iria precisar de ajuda mais uma vez. Passar por aquela vergonha mais uma vez mas fazer o que não tenho culpa de não conseguir mexer meu braço direito. Sai com uma calça e de sutiã, lógico que com a toalha jogada nos ombros que acabava tampando o que era para estar coberto por uma blusa. 
Eu: Kook denovo kkk. 
Kook: To parecendo um pai cuidando da filha. 
Eu: Nem vem que você não é muita coisa mais velho que eu, só alguns meses. 
Kook: Tá bom, tá bom. Mas agora vem logo aqui e dá essa blusa e tira essa toalha. 
Depois de me vestir ( com certa ajuda ) ficamos vendo televisão no quarto do hospital e recebi mais remédios para meu braço. Mesmo tendo me esquecido deles, me tornei muito amiga do Jungkook denovo. 

~~De manhã~~ 
Acordei com barulho de conversa e quando me virei vi Kook conversando com o médico que estava lhe dando algumas recomendações relacionadas aos remédios e a deixar meu braço em repouso para que ficasse bom mais rápido. Estranhei isso por que, eu não moro com eles, eu moro sozinha. Ele não deveria falar isso pra mim ? 
Apenas virei a cabeça para o lado para ver eles e recebi um aceno e um sorriso do médico que já saia da sala. 
Eu: Por que ele não deu as orientações pra mim ? Eu moro sozinha agora. 
Kook: Por que você não vai estar mais sozinha agora, só por isso. 
Eu: Como assim ? É melhor você explicar logo Jungkook. 
Kook: Você vai ter 7 meninos cuidando de você agora. Até se recuperar vai morar comigo e com os meninos. 
Eu: Como assim ? Por que ? Não tem necessidade. 
Kook: Você não consegue nem se trocar sozinha Yui, não seja teimosa. 
Eu: Não é que eu esteja sendo teimosa, mas é que eu vou atrapalhar a vida de vocês. 
Kook: Ei ei ei não diga isso, já te falei que somos amigos e amigos cuidam uns dos outros. Não adianta reclamar, a senhorita vai sim e ponto. 
Yui: Kook - sinto meus olhos se encherem de lágrimas - Você com certeza é a melhor pessoa que apareceu na minha vida. 
Kook: Você também Yui, mas a senhorita ainda tem que tomar banho  né porquinha ? 
Eu: Ah calma ae eu acabei de acordar , dá um desconto 
Kook: Tudo bem, mas reto pro banheiro que os meninos vão vir nos buscar. 
Eu: É que ... Eu ainda preciso de ajuda. 
Kook: Tudo bem, então pega sua roupa. 
Peguei uma roupa simples, uma calça jeans preta e uma blusa aberta na lateral com um sutiã de renda. Depois disso tudo, tomei meu banho e kook me ajudou mais uma vez. Ele só pode ser um anjo que caiu do céu na minha vida. Está fazendo tudo isso por mim sem se importar que eu não me lembre dele. 
Depois de 15 minutos os meninos chegaram para nos buscar e antes passamos na minha casa para eu poder pegar minhas roupas. E aí finalmente fomos para a casa dos meninos. Por ser uma casa habitado por sete homens era bem arrumada e limpa, que surpresa kkk. 
Jin: Yui, venha vou lhe mostrar seu quarto. 
Eu: Ah claro. 
Subimos as escadas e lá haviam várias portar, cada uma com um nome escrito e no final uma porta lisa 
Jin: Aqui, se precisar de alguma coisa  meu quarto e do Jungkook são esses dois aqui - ele apontou para as duas portas em lados opostos na frente de meu quarto 
Jin: Se quiser descansar fique a vontade se não venha comer algo com a gente. 
Eu: Claro, vou arrumar minhas coisas aqui e já desço. 
Dei aquela mini arrumada nas minhas roupas e desci para comer com os meninos. 
Jin: Que bom que veio comer Yui, pode fazer um favor ? 
Eu: Claro, o que ? 
Jin: Pode chamar o V pra vir comer ? 
Eu: Tá bom. 
Subi as escadas novamente e fui procurar o quarto do tae, era um dos últimos. Bati na porta mas nada de uma resposta. 
Eu: Tae, está aí ? 
Silêncio 
Eu: Vou entrar ...
Quando abri a porta me deparei com V dormindo esparramado em sua cama, mas no caso ele estava sem camisa. MDS DO CÉU 
Eu: V ? 
Parece uma pedra dormindo, mds. Cheguei mais perto e mais uma vez nada dele acordar. O balancei e o chamei. Quando eu o chamei e ele acordou nossos rostos estavam muito perto, PERTO DEMAIS PRA MIM. Pra variar virei um tomate né ?! 
Eu: D- desculpa, Jin pediu pra você descer pra comer. 
V: Han ? Ha ! Já vou descer me espera um pouco, vou colocar uma blusa. 
Eu: Tá 
Depois de V se vestir descentemente descemos ...
Jimin: Que demora em ?! (Aquela carinha) 
Eu: Fala isso pro dorminhoco aqui, não acorda nem por reza. 
Hope: Tá tentando roubar o posto do Suga, V  ? Cuidado em Suga, vai perder seu título KKKK
Suga: Nem vem em, Kim Taehyung Esse título é o meu orgulho e ninguém tira ele de mim. 
Jin: Deu por hoje rsrs, peguem seus lanches logo. 
Todos: Tá bom omma. 
Eu: Omma ?
Jin: Sim, eles pegaram essa mania por que segundo eles eu cuido deles como mãe. 
Eu: rsrs que fofo. 
Depois de comermos e rirmos muito com as palhaçadas deles, me peguei pensando: Eu deveria mesmo ser muito amiga deles, para eles terem me acolhido assim sem reclamar, mas me sinto de certo modo culpada por não lembrar deles. 
Hope: Yui, porque está chorando ? Tá tudo bem ?
Eu: Chorando ? Nossa, eu to mesmo rsrs, tá tudo bem sim eu só estava pensando. 
Hope: E o que tanto pensava que te fez chorar sem perceber ? 
Eu: Em tudo isso que tá acontecendo, que vocês realmente eram meu amigos e eu não me lembro de vocês, me sinto culpada. 
Hope: Ei não fica assim, e nunca se sinta culpada por isso, você não escolheu isso. E com relação a sermos todos amigos e você não ter a memória dos nossos momentos mais felizes, pode ficar tranquila que nós vamos encher essa sua cabecinha com memórias e momentos ainda mais especiais que os de antes. 
Eu: Hope ... Obrigada. 
Hope: Não precisa agradecer, todos estamos aqui pra te ajudar - Ele me deu o que eu mais precisava agora, um abraço forte que me livrasse de todas essas angústias. 
E nosso dia terminou assim, com muita brincadeira e comida, mesmo não me lembrando deles, me sinto bem perto deles, de todos eles. Me sinto em paz, mas eu sinto que um dia ainda irei lembrar nem que seja um pouquinho eu iria me recordar. 

 


Notas Finais


-Criatividade: -99
Só digo isso


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...