História A Diva - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias Naruto
Personagens Naruto Uzumaki, Sakura Haruno, Sasuke Uchiha
Tags Naruhina, Sakura Retardada, Sasuke Gay, Sasunaru, Sasusaku
Exibições 59
Palavras 1.578
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Artes Marciais, Aventura, Colegial, Comédia, Escolar, Hentai, Shoujo (Romântico), Yaoi
Avisos: Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas da Autora


Yo! n_n

Só um pouquinho, o comecinho de uma tretagem. -q

Enjoy!

Capítulo 1 - Introdução à divindade.


Fanfic / Fanfiction A Diva - Capítulo 1 - Introdução à divindade.

 

“Nd contra seu loirinho bombado Hina, mas esse Uchiha, ui, ui, ui! Q delissiaaa! E a bundinha? acho q genevive molhou, HAUHEUHSUSHA ”

Rabiscou rapidamente no papel os garranchos que só Hinata consegue entender, uma moça sentada no fundo da sala, no canto direito. Tinha o cabelo embolado no alto da cabeça parecendo um ninho ROSA. Quem diabos cursava faculdade de Direito e usava o cabelo cor de rosa? Sakura Haruno! Tem seus vinte anos de idade mas os parafusos da cabeça são inversamente proporcionais, ou seja, quanto mais velha ela ficava, mais desmiolada parecia ser. Mas não deixe que isso te impressione, apesar do jeito meio avoado e retardado, a senhorita é gente boníssima.

Nutre um amor não correspondido por Sasuke Uchiha, seu vizinho desde quando se entende por gente.

Estava no inicio da aula de Direito Civil V, começo do sexto semestre e de certo sua alegria toda não era por isso. As turmas haviam sido unidas devido ao grande índice de reprovação e desistência, a UniKon, Universidade de Konoha, era a mais concorrida e uma das mais puxadas do sul do país. O que acabou unindo a turma de Sasuke, A1 - os melhores - com a de Sakura, D5 - os... bons.

Sakurinha, com sua “habilidade master “em amassar papéis, o fez rapidamente e arremessou o bilhetinho, fazendo-o voar por cima da cabeça de Sasuke e Ino, uma loirinha, que ocupavam respectivamente duas carteiras a sua frente à esquerda e diagonal, concluindo o arremesso com uma “cesta” bem no estojo da amiga de longos e brilhosos cabelos preto azulados: Hinata.

A morena pegou a bolinha como quem não quer nada e depois de ler, abafou o riso. Olhou para frente, Naruto, a pedido do professor Nara, fazia a introdução da aula visto que ele havia voltado depois de um ano estudando no exterior. Suspirou longamente e olhou para Sakura por cima do ombro, piscou várias vezes seus longos cílios como os desenhos animados quando apaixonados e recebeu uma careta de Ino, que estava mais próxima dela e por fora do “papo” das duas amigas.

“Sah, me pooooupa dos detalhes sobre sua ppk!! Mas uma pena q ela ficará eternamente afogada já q o seu boy-magia é girl! MUAHAHA!”

Escreveu Hinata com sua caligrafia perfeita e se esforçando para usar as gírias e ser mais “cool”, como instruiu Sakura.

E lá vai papelzinho voando de novo, só que, Hinata não tinha uma mira tão boa e a bolinha ia acertar diretamente a orelha do Uchiha. O que ninguém esperava era que ele tivesse aquele reflexo filho da puta! Simplesmente o rapaz ergueu a mão esquerda e segurou a bolinha de papel, entre os dois dedos médio e indicador, sem sequer tirar os olhos do loiro que discursava junto do professor.

— WOAH! – Hinata se encolheu na cadeira depois do berro de Sakura, o que chamou a atenção da turma toda para ela. Aqueles que já a conheciam apenas se animaram, esperando para ver qual seria a próxima gafe da menina de cabelo de algodão doce.

Ino viu Hinata se encolher, viu o professor Shikaku suspirar e interromper a aula para se levantar da sua confortável cadeira e olhar feio já caminhando na direção de Sakura, viu Sasuke desamassar a bolinha e elegantemente ler o conteúdo para depois lançar um olhar demoníaco para a Haruno que permanecia estatalada e só balbuciou um “Puta que me pariu!” – Ino também sabia ler lábios. E sua reação foi involuntária.

Tudo aconteceu muito rápido! Em um segundo a loira saltou como uma gata de seu assento, passou voando por Sasuke e se lançou em cima de Sakura, mas não antes de dar um tabefe na mão do Uchiha o fazendo derrubar o papel. O que Ino não contava era que a rosinha fosse enxergar a sua frente somente o bilhetinho voando e que fosse se jogar no chão igual uma jaca, agarrar o papelzinho no ar, enfiar na boca, mastigar e engolir!

A loira tropeçou em Sakura e capotou por cima dela. Sua saia subiu até a metade da bunda e revelou sua calcinha azul celeste pequenininha, arrancando um suspiro dos rapazes que estavam perto e até de Tenten, uma guria estranha que ninguém sabia definir se era macho ou fêmea.

Resultado: dez horas extracurriculares semanais, por quatro semanas. Motivo: obscenidade em aula e perturbação da ordem.

-

— ARGH! QUE ÓDIOOOOO! – exclamou Sakura arremessando as apostilas pra dentro do pobre armário como se ele fosse o próprio professor. E Sasuke?! O que foi aquele reflexo ninja? Ino estava ao lado dela e lhe deu um peteleco na testa.

— Que ódio digo eu, testuda! Fui salvar sua vida, paguei bundinha e ainda tomei no c-

— Para de reclamar, porca! Não pedi sua ajuda! – resmungou a Haruno massageando o calombo vermelho provocado pela amiga.

Sentiram dois braços delgados circundarem seus pescoços e as apertar, puxando pra baixo até uma quase bater a cabeça na outra. Era Hinata que as abraçava, radiante, as bochechas coradas e o sorrisão não negavam que era alguma coisa relacionada a Naruto. As jovens adultas se entreolharam e rolaram os olhos, escapando da chave de pescoço, vulgo abraço, dado pela Hyuuga.

— Gente, não façam essas caras de fofoti! O Narutinho na saída da classe se aproximou de mim em câmera lenta, piscou devagar e sedutoramente, tão azuuuuis aqueles olhinhos! Queria me afogar neles!

— Foca, Hin-ANTA.

— Nem seu mau humor e seus trocadilhos péssimos com meu nome vão me abalar hoje, loira d’água! – cantarolou a morena enquanto sentava-se à mesa da lanchonete da facul junto com as duas amigas.

— Tá, tá... continua... – foi a vez de Sakura. Não entendam mal, mas elas aguentavam os devaneios de Hinata sobre Naruto há anos, e nem os 365 dias que ele levou fora do pais foram capazes de apagar o fogo debaixo da saia dela pro lado do loiro.

— Então, como eu ia dizendo, ele estava magnífico vindo em minha direção e deve ter percebido minha cara de desgosto pro lado de vocês porque aquela voz grave e rouca quase sussurrou no meu ouvido...

— Uiii! Jura?! E o que ele disse?? – Ino se empolgou e apoiou os cotovelos na mesa enquanto Sakura apenas manteve a cara de tédio enquanto mastigava um pedaço do salgado borrachudo com a boca aberta.

— Me perguntou se vocês eram minhas amigas! E eu neguei, claro! Então ele me disse pausadamente “Sorte a sua, Renata!” e sorriu para mim. ELE. SORRIU. PRA MIM!

Nesse momento Hinata se abaixou e escorregou da cadeira para ficar no nível da mesa, juntou a bolsinha nos peitões e saiu dando a desculpa de que tinha um trabalho pra fazer antes da biblioteca fechar. Mas na verdade, Naruto tinha acabado de chegar e vasculhar a lanchonete com os olhos, e Hinata não queria ser vista com as duas “cabeças-ocas”.

— Ela disse que ele a chamou de Renata?

— Iludida... – suspirou Sakura com a maior expressão de dó do mundo. O que não durou muito.

“BAM!” - Sasuke simplesmente espalmou a mesa delas, ficando cara a cara com Sakura, que se encolheu na cadeira e parou de mastigar o salgado no meio do caminho. Ele a olhou de cima até onde os olhos permitiam e depois voltou a encarar seus olhos por longos cinco segundos. Repuxou o cantinho da boca em um sorrisinho e tão de repente quanto surgiu, ergueu o corpo alto, forte e definido e saiu rebolando a bunda gostosa que kami-sama deu, batendo cabelo e brincando com seu lápis de glitter cor de rosa entre os dedos até alcançar seu grupinho de “bff’s” composto na ocasião por Naruto – seu crush e melhor amigo, Gaara e Neji. Mas de todos, ele era o único gay. Ou ao menos, o único assumido.

— Ai amiga... tô tão ferrada... será que esse papel que engoli vai sair de boa?? – falou enquanto terminava de engolir seu pedaço de salgado.

— Amiga? Que amiga? Quem disse amiga?

— Traíra! Safada! – cerrou as orbes verdes para a loira que a abandonava com um beijinho na testona e um "Vá na fé do Activia" sussurrado só pra ela ouvir.

Sozinha e sem ninguém, abandonada pelas amigas, amando o gay mais porpurinado e sexy que conhecia na vida, deixou sua cabeça cair pra frente e deu de cara com uma bolinha de papel amassada bem no centro da mesa, onde esteve a mão do Uchiha.

Sentiu o estomago revirar e uma sensação geladinha correr a espinha. Certificou de que ninguém estava vendo e agarrou o papel, saiu quase correndo com a mochila pendurada no ombro. Quando chegou na lateral do bloco F, que ficava logo atrás do principal e ao lado do ginásio de piscinas, deu a volta na grande árvore que separava os dois prédios e se sentou no banquinho atrás desta. Apertou a mochila no colo e finalmente leu o bilhete. A letra dele era bem feita, de traços delicados e um pouco inclinada.

— Até nisso ele é perfeito... – divagou antes de reprisar o fora oficialmente escrito com todas as letras e direito a corações em todos os pingos dos “is”.

“Querida Sakura,

Primeiro: tenha mais respeito ao se referir à minha bunda;

Segundo: Genevive por mim pode morrer queimada na lava do inferno sem NUNCA ver a luz do dia! Que nojo!

Terceiro: “delíCia” se escreve com “C”. Não envergonhe a UniKon, volte para a caverna de onde saiu e aprenda a escrever direito.

Eu não gosto de barangas, e isso inclui você e sua insignificância.

Atenciosamente,

Uchiha Sasuke, A Diva.”


Notas Finais


E ai, sei que ficou pequeno, mas prometo que os próximos serão melhores e terão muito mais de Sasuke batendo cabelo e requebrando a popa e Sakura babando junto com a gente! AHUHEUHSUA. <3


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...