História A Dor De Um Coração. - Capítulo 77


Escrita por: ~

Postado
Categorias Once Upon a Time
Personagens David Nolan (Príncipe Encantado), Regina Mills (Rainha Malvada)
Tags Evil Queen, Lembranças
Exibições 57
Palavras 3.181
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Drama (Tragédia), Magia, Mistério
Avisos: Álcool, Drogas, Nudez, Sexo, Spoilers, Tortura
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Olá meus leitores, muito obrigada pelo carinho de cada um. Nossa convivência está acabando, é triste mas um dia temos que partir e o nosso fim se aproxima... - " A DOR DE UM CORAÇÃO", é uma fanfiction criada de minha imaginação a principio era apenas pensamentos vagos em minha mente.
Descobri fanfiction por acaso, e comecei a ler mas sempre gostei de David e Regina. E são poucas as que encontrei, então pensei. Por que não faço uma para mim, se os outros conseguem também consigo. - Fui no Google, no YouTube e pesquisei, criei minha conta, e comecei a escrever. - Uma coisa que não consegui, juro que tentei, e tentei mas não consigo é fazer uma capa para minhas fanfictions,. - Todas minhas capas, pedi para meus leitores. Eu não consigo fazer uma capa, isso é muito triste. Agradeço aos realizadores de cada capa para minha fanfiction.
Conheci pessoas maravilhosa, incríveis que levarei para toda a minha vida. Nunca pensei em me apaixonar, amar com cada batida de meu coração uma leitora. - Que faria amizade com pessoas dos seis lados do Brasil Norte, Nordeste, Sul, Sudeste, Leste e Oeste.
Todos os meus leitores são importantes para mim, minha fanfiction é o que é. E se chegou até aqui, não é por minha causa, mas sim por Você que está lendo nesse exato momento aí em qualquer lugar que esteja. Assim como Eu, que estou escrevendo aqui agora em meu quarto na minha cama e se passa um milhão de pensamentos em minha mente. É Você que leitor que está lendo que me incentiva a continuar, muito obrigada por tudo. - Sou eternamente grata.
Sei que não sou umas das melhores escritoras, e nem a minha fanfiction é tão atraente assim. - Mas faço com amor, amoooo o que faço e não tem dinheiro que pague a amizade, carinho, de um leitor. - Só não posso chorar, se tem uma coisa que não faço e me despedir. - A última vez que alguém se despediu de mim nunca mas voltou, e me deixou há 15 anos atrás. - Eu espero, e quero encontrar com Ela e que estejamos juntas.

Como se consegue conviver com a saudade,
ta sempre faltando algo,
ta sempre faltando você.
Vazio que não se preenche.
Dor que não se supera.
Amor que nunca se acaba.
Suelen S Langner

Capítulo 77 - Revelações de um futuro e um passado.


Amanhece em Storybook

- Emma, acorda primeiro que Regina e Henry. - E observa a cena mas linda de sua vida, seu filho dormindo com sua outra mãe. - Henry dorme abraçado a Regina, está protegendo a mãe. - Se levanta lentamente, para não acordar os dorminhocos. - Toma um banho, colocando sua calça jeans, uma blusa branca e a sua famosa jaqueta vermelha. - Volta para o quarto e acorda Henry, lentamente para que o Filho não acorde a mãe que está cansada.

- Henry ! - Acorda Kid, está na hora de ir para a escola. - Vem vamos, não faça barulho para não acordar Regina  ! - Ela está dormindo, está cansada.

- Henry se levanta, beija a testa de Regina. - Mamãe ! - Eu te amo, e cobre com a coberta.

- Kid, vai para o seu quarto que preparo o seu café.

- Enquanto Henry toma seu banho, Emma prepara o seu café da manhã. Tomam juntos, e o leva para a escola. - Depois volta para a Mansão Mills, e observa Regina dormindo. Está em um sono calma, sereno, Ela é tão linda dormindo de bruços com sua camisola de sede cinza. - Desço para a cozinha e preparo um café leve, com mamão papaya, duas fatias de pão integral, um copo de suco de maça, uma maça. Pois sei que Regina ama, e subo para seu quarto. Encontro a Prefeita acordada, com os olhos abertos olhando sua foto com Heny.

- Swan ! - O que faz aqui ? - Como viemos para em minha casa ?

- Calma, respira Regina ! - Você  não se lembra de nada ?

- Swan ! - Não sou burra ! - Fala Regina bufando, e cruzando os braços. - Claro que me lembro, onde está aquele picolé ? - Ela vai me pagar, ou não me chamo Regina Mills há tão temida Evil Queen. - Que horas são ?

- Calma Regina, Você não pode se exaltar. - São 10:00 horas da manhã, trouxe seu café. - Fala Emma, colocando a bandeja na vama e Regina se senta. - É para Você, quero que coma tudo ou não sairei daqui ! - Quem é aquela mulher ?

- Regina bufa, sabe que quando Emma Swan coloca algumas coisa em sua cabeça. É mas chata que sua mãe Mary Margaret, só poderia ser filha dos não encantados. - E pega uma maça dando a primeira mordida, e observa que Emma está olhando para Ela. - O que foi Miss Swan ? - Pergunta Regina com a boca cheia de maça, e corando no mesmo momento ficando como um pimentão vermelho. 

- Você é linda Regina !

- Regina se engasga com a maça, e Emma se assusta. - Regina , Regina ! - Levanta os braços da Prefeita batendo em suas costas que está vermelha e busca ar. 

- Você quer me matar Senhorita Emma Swan ? - Fala Regina olhando para Emma e bufando, e tomando um pouco de suco de maça. - E voltando a respirar melhor. - Onde está Henry ?

- Levei o para escola, estava dormindo como um Babby Vossa Majestade ! - Fala Emma, que observa Regina que fica corada. - É tão fofo deixar a Prefeita Regina Mills corada, com vergonha. - Você está bem ? - Como está sua testa ? - Sente dor ?

- Estou bem Swan ! - Calma, quem nos trouxe para casa ? - Você está usando magia ?

- Rumplestiltskin , nos trouxe Regina ! - Ele apareceu no meio da Floresta Encantada e lutou contra aquela loira, e nos trouxe para a Mansão Mills. - Sidney Glass, apareceu e está do lado daquela mulher.

- O QUE ! - RUMPLESTILTSKIN NOS SALVOU ? - O que Você fez Swan ? - Aquele monstro não ajuda ninguém, nem seu próprio filho o amava ! - Emma ! - O que Você fez ? - Me fala por favor, é uma ordem ! - Regina bufa, se levantando da cama andando de um lado para o outro. - Eu odeio Rumplestiltskin ! - Agora estou devendo um favor, para aquele monstro maldição. - Fala furiosa, quando o espelho de seu quarto se quebra. - Maldição, pensei estar livre de acordos com o Senhor Das Trevas.

- Calma Regina ! - Fala Emma tentando acalmar a prefeita, que anda de um lado para o outro. - Você não pode passar nervoso, olha a sua gravidez. - Vem vamos se sentar na cama, respira, inspira.

- SWAN ! - Acha que estou doente ? - Pare de me pedir calma, respire e inspire ! - Estou bem, agora pare de me pedir calma.

- REGINA MILLS, Você está gravida carregando meu irmão, ou irmã o filho de meu Pai e irmão de meu filho. - Então para Você de manhã, parece criança mimada que quer chamar a atenção. Quer colinho Babby ? - Ou uma mamadeira ? - Agora deite nessa cama e descanse, não quero reclamações. - Está me ouvindo Prefeita Regina Mills ?

- Emma está nervosa, Regina consegui retirar sua paciência.  E observa a Prefeita fazendo biquinho e cruzando os braços, é a cena mas fofa dá vontade de apertar as bochechas de Regina, lhe abraçar, colocar no colo. E olha quando a Prefeita  se deita na cama, e vira para o lado.

- Assim que gosto Majestade, boa menina ! - Agora vou preparar nosso almoço. - Henry, vai para a casa de um amiguinho fazer um trabalho da escola sobre cadeia alimentar. - Daqui a pouco nosso almoço está pronto, quero que coma tudo! - Fala Emma, que vai para a cozinha e prepara uma sopa de macarrão com legumes para Regina. E levo para o quarto, trouxe seu almoço majestade.  E entrego para Regina que está emburrada

- SWAN ! - Sopa ! - Odeio sopa não estou doente, nem internada em um hospital ! -

- Mas está fraca, e gravida ! - Agora coma tudo Regina Mills, é uma ordem. - Já liguei para Ruby, e avisei que não vai trabalhar hoje. - Olhei sua agenda, e vi que tem uma consulta com Dr. Whale. - Entao como tudo, para irmos a consulta, não enrole Vossa Majestade ! - Ou devo chamar de Babby mimada. - Fala a Salvadora sorrindo.

- SWAN !

-  O que foi Babby ? - Quer colinho ?

- Regina bufa, e come toda a sopa fazendo caretas com a supervisão de Emma Swan. - Termina, toma seu banho e vai com Emma para o consultório de Dr. Whale.

Hospital

- Calma Regina ! - Fala Emma segurando a mão da prefeita sentadas na recepção. - Quando ouve a voz de Dr. Whale que chama as mulheres para entrar.

- Boa Tarde Regina e Emma, e aponta para a cadeira onde as duas mulheres se sentam. - Como Você está Regina ? - Está tomando os remédios para anemia ?

- Tenho dores de cabeça e enjoos ! - As vezes esqueço de tomar os remédios para a anemia.

- REGINA! - Como Pode ? - Você está carregando meu irmão, ou irmã ?

- SWAN !

- Regina ! - Emma tem razão ! - Você está gravida, tem uma vida crescendo dentro de Você tem que se cuidar. - Vem vamos ver como está o seu bebê, pode se trocar de roupa. - Enquanto Regina troca de roupa para fazer o ultrassom, Emma conversa com Dr. Whale sobre Regina. - Falando tudo sobre a vida da Prefeita, desde a Floresta Encantada que era o médico. - O que muitos não sabem, é que Regina era uma criança doente e é até hoje. - Tem asma, bronquite, anemia, teve varias vezes pneumonia, nasceu prematura. Devido a magia de Cora, que expulsou o feto do corpo da mãe. - Whale, passa todas as datas das consultas de Regina para Emma e os horários dos remédio.

- Estão falando de mim ? - Que decepção a Salvadora e o Dr. Whale fazendo fofas !

- Regina ! - Se deita na cama, por favor. - Fala Dr. Whale apontando para a maca, e se aproxima da Prefeita . - Levante sua blusa, é um pouquinho gelado, e passa o gel na barriga de Regina que treme. - Emma se aproxima w segura a mão de Regina.

- Calam ! - Estou aqui com Você, e beija a testa da Prefeita.

- Dr. Whale passa o aparelho na barriga de Regina, e aparece a imagem na tela no computador. - E lágrimas cai dos olhos de Regina, que rapidamente Emma enxuga com as mãos. - É de partir o coração ver a Prefeita, a outra mãe de seu filho chorando. - Não gosta de ver lágrimas no rosto delicado de Regina, apenas o sorriso em seus lábios.

- Regina ! - Seu bebê está saudável, ganhou peso, e cresceu. Nesse momento Você está de 5 meses, está chupando os dedinhos. - É  ... hmmmmmm, vamos ver !

- Estou ansiosa Dr. Whale ! - Fala Emma desesperada.

- SWAN !

- É ... hmmmmm .... uma menina !

- U- U-U... uma menina ? - Estou gravida de uma menina ! - Uma princesinha ! - Fala Regina com lágrimas nos olhos.

- Não chore Regina ! - Fala Emma que abraça a Prefeita, que chora em seu ombro. - Sabe que no fundo Regina está chorando pois queria que David estivesse ao seu lado. - Pode ver nos olhos da Prefeita, que ama seu pai.

- Regina ! - Sua Filha está bem, vai continuar tomando o remédio para enjoos e dor de cabeça, nada de estres e tome também os remédios para anemia. - Emma, fique de olho na prefeita, Ela é muito teimosa. - Pode se trocar Regina, e Emma ajuda a se levantar da maca. Que vai para trocar sua roupa, depois vão as duas para a Prefeitura Regina precisa assinar uns documentos. - Enquanto Emma conversa com Ruby, o assunto principal é Regina Mills. - Está curiosa para saber se Ruby, sabe que Regina é doente.

- Ruby ! - Posso fazer uma pergunta ?

- Sim, Salvadora.

- Você sabe se Regina é doente ?

- Emma ! - A Regina não gosta de falar que é doente, sempre nega falando que é mentira. - Minha Avó falou que Cora não poderia engravidar por causa da magia das trevas, e mesmo assim engravidou e nasceu Regina que é uma poderosa bruxa filha das trevas com a luz. E não sabe por que magia da luz ! - Diz a profecia que Regina sofreria muito, e uma vez por ano a morte vem lhe buscar.

- N-NÃO ! - Ela não pode morrer Ruby ! - Fala Emma chorando.

- Calma Emma. - A primeira vez foi no dia de seu nascimento, que nasceu prematura. E tiveram eu chamar as parteiras do castelo, e as curandeiras. - MInha Avó era babá de Regina, desde quando Cora soube que estava gravida. - Ela viu a rainha gravida, e segui todos os seus 7 meses de gravidez. - Regina nasceu quase morta, as curandeiras falam que é milagre. Ela era apenas um bebê, uma menina linda, branca dos olhos pretos, cabelos lisos e os lábios vermelhos como sua macieira. - Desde seu nascimento é doente, sempre ficava doente, tomando remédios , muitas vezes injeções. Minha Avó não contou para Regina que era sua babá, na Floresta Encantada, e nem que é uma curandeira. - Regina ficava no quarto trancada, deitada na cama. Quando Henry e Cora, minha Avó me levava para brincar com Regina no quarto. Ela era linda, com um sorriso encantador, sempre tímida. - Todos os anos a vida de Regina se vai um pouco, Ela vai morrendo lentamente. - Esse é o preço por Ela ter vivido, e ser uma poderosa bruxa. - Ela não sabe Emma ! - É um segredo, minha Avo me contou, e agora é meu dever proteger Regina e cuidar dela. Todas as vezes coloco um pouco do antidoto que minha Avó faz e coloco no café, chá, suco, água de Regina. - Como esse, fala Ruby que retira um  vidrinho do bolso e coloca 5 gotinhas no chá de Regina. - Emma, Regina precisa beber pois está morrendo. - Um sinal é a sua magia, que está indo embora e com isso sua vida. - Fala Ruby com os olhos cheios de lágrimas. - É segredo Emma, Regina não pode saber.

- NÃO ! - Ruby ! - Eu dou a minha magia para Regina, Eu não quero que Regina morra ! - Fala Emma chorando.

- Calma, Ruby abraça Emma e consola a amiga. - Nada vai acontecer a Regina, Ela tem pessoas que a amam. - Vem vamos levar seu chá ! - Fala Ruby, puxando Emma pelo braço  e entram no escritório de Regina. - Encontram a prefeita concentrada, com seu óculos assinado uns documentos.

- Gina ! - Gina ! - Trouxe um chá para Você. - Fala Ruby, que leva para a amiga e coloca em sua mesa. - Como foi a consulta ? - Como está o bebê ? - Pergunta a Lobinha curiosa.

- Lobinha abusada, obrigada pelo chá mas não estou doente. - Fala Regina sorrindo, e bebe o chá. - Foi tudo bem, é uma menina ! - E entrega o papel da ultrassom para a Ruby.

- Aíííí meu Deus ! - Uma menina ! - Será linda como a mãe. - Fala Ruby sorrindo, Gina ! É  a minha afilhada, qual é o nome ?

- Não sei Lobinha, não pensei em nem um nome !

- Eu sei um nome lindo Gina ! - Fala Ruby sorrindo.

- Eu também Regina 1

- Qual é o nome ?

- ALANA ! - Falam as duas juntas em um único show. - No mesmo momento Regina, se lembra da menininha doce, delicada, sensível, aquele anjinho de seus sonhos. - Será que Ela é sua Filha ? - Não pode ser, seus olhos se enchem de lágrimas. 

- Regina ! - Você está bem ? - Quer ir ao hospital ? - Quer um copo de água ?

- Estou bem Swan ! - Não acredito que vou ser mãe, meu sonho está se realizando. - Agora vou ter minha própria filha, fruto do amor verdadeiro . - Fala Regina triste por David não estar ao seu lado, e passa a mão em seu ventre acariciando.

- Tenho um Príncipe em minha vida, meu filho Henry Daniel Mills, e agora minha Princesa Alana Mills ração do meu viver meus filhos.

Mãe, um amor incondicional

"Um certo dia, perguntaram-me quem é a pessoa mais importante da minha vida. Ligeiramente respondi:

- Minha mãe, claro!

Aí veio a seguinte pergunta:

Por que ela é a pessoa mais importante para você?
Dei-lhe uma resposta imediatamente. Respondi que se a minha mãe não tivesse dado-me à luz, eu não seria capaz de enxergar a mulher maravilhosa que passou 9 meses, cuidando e amando-me sem ao menos me ver. E mesmo até hoje... ela zela por mim. E digo mais! Sem essa mulher eu não seria capaz de enxergar a vida com os olhos do coração. Sem a minha mãe eu não seria eu, mas sim, um ser sem alma."

Lenilson Xavier (lexgrafia)

 

- Me prometam Emma  Swan e Ruby Lucas, se me acontecer qualquer coisa que vão cuidar de meus filhos. - Pede Regina com os olhos cheios de lágrimas. - Você Swan ! - É a mãe biológica de Henry. -  E Você Ruby, a madrinha de Alana.  

- Gina ! - Não fala assim, Você não pode me deixar somos amigas. - Fala Ruby, chorando e abraçando Regina. Se coração está apertado, só de imaginar que um dia Regina vai embora.

"Não se trata de saudade de alguma coisa que acabou ou pessoa que morreu. É saudade do que está aí vivo, solto e nunca deixou de existir. Se não temos acesso a isso, é por falta de uma batalha maior."

Elis Regina

- Calma Lobinha, estou aqui !

- Emma, observa Regina e sabe que a Prefeita está mentindo. É uma péssima para mentir a veia de sua testa se levanta. - Precisa descobrir o que está acontecendo ? - Tem alguma coisa a ver com aquela loira da Floresta ?

- Gina ! - Senti o cheiro de Elsa ontem, enquanto andava pela Floresta  e o seu, e o de Emma. - Fala Ruby, olhando para a Prefeita e a loira, e o de Rumplestiltkin  ! - - O que faziam na Floresta Encantada ? - O que Elsa, faz aqui em Storybook ? - Não quero que chegue perto dela REGINA MILLS ! - Você sabe o que Ela quer !

- Não tenho medo dela Ruby, enfrentei inimigos piores que aquele picolé na Floresta Encantada sozinha. - Do mesmo medo que Ela veio, vai embora ou não me chamo Regina Mills. Fala Sorrindo como a Evil Queen.

- NÃO REGINA ! - Fala Ruby, mostrando os dentes de loba para Regina que se assusta e se senta em sua cadeira abaixando a cabeça. - Você está sem magia, Eu não sinto Você, como vai lutar com Elsa ? - Acha que Ela já não sabe que está sem magia ! - Você está gravida, tem Henry que precisa da mãe ! - Vai deixar o seu pequeno Príncipe sem Você, sem uma mãe ? - E a princesa Alana, não vai ter Você ou o seu amor Regina ? - Já não basta que não tem pai, vai deixar seus filhos sem mãe ! - É isso que Você quer Regina Mills ? - Você está louca ! - Não vou deixar Você morrer, estou com Você vou te proteger com a minha vida. - Fala Ruby, olhando no fundo dos olhos Negros de Regina.

- Emma, ouve toda a conversa entre Regina e Ruby. - Precisa conversar com Rumplestiltkin .

- Lágrimas cai dos olhos de Regina. - Malditos hormônios, e enxuga as lágrimas  tomando se chá. E desfia o olhar de Ruby, e Emma olhando apenas para sua xicara de chá.

- Hmmmmm ! - Me deu uma vontade de comer panqueca no Granny ! - Fala Regina sorrindo, vamos comer meninas ? - Eu pago, já está na hora de fechar  a prefeitura ! - Vamos ! - Fala Regina se levantando e fechando o escritório, Ruby e Emma ajudam a trancar a Prefeitura. - E vão as três para o Granny, o clima está tenso entre Regina, Ruby e Emma.

 

Mesmo que as pessoas mudem e suas vidas se reorganizem, os amigos devem ser amigos para sempre, mesmo que não tenham nada em comum, somente compartilhar as mesmas recordações. Pois boas lembranças, são marcantes, e o que é marcante nunca se esquece! Uma grande amizade mesmo com o passar do tempo é cultivada assim!

Desconhecido

-


Notas Finais


Nightingale

Não consigo dormir esta noite
Acordada e tão confusa
Tudo está em ordem
Mas estou ferida
Preciso de uma voz para ecoar
Preciso de uma luz para me levar para casa
Eu meio que preciso de um herói
É você?
Nunca vi o bosque ao invés do mato
Eu poderia realmente usar sua melodia
Baby, sou um pouco cega
Acho que é hora de você me encontrar
Você pode ser meu rouxinol?
Cante pra mim, eu sei que você está aí
Você poderia ser minha sanidade
Me traga paz
Cante para eu dormir
Diga que você vai ser o meu rouxinol
Alguém fale comigo
Porque estou me sentindo péssima
Preciso de você para me responder
Estou sobrecarregada
Preciso de uma voz para ecoar
De uma luz para me levar para casa
Preciso de uma estrela para seguir
Eu não sei
Nunca vi o bosque ao invés do mato
Eu poderia realmente usar sua melodia
Baby, sou um pouco cega
Acho que é hora de você me encontrar
Você pode ser meu rouxinol?
Cante pra mim, eu sei que você está aí
Você poderia ser minha sanidade
Me traga paz
Cante para eu dormir
Diga que você vai ser o meu rouxinol
Não sei o que eu faria sem você
Suas palavras são como um sussurro, atravessando
Enquanto você está aqui comigo hoje à noite
Estou bem
Você pode ser meu rouxinol?
Sinto você tão perto, eu sei que você está aí
Oh rouxinol
Cante pra mim, eu sei que você está aí
Porque, baby, você é minha sanidade
Você me traz paz
Cante para eu dormir
Diga que você vai ser o meu rouxinol.

Demi Lovato.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...