História A dor de uma aceitação - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias Originais
Personagens Personagens Originais
Tags Auto Multilação, Drama, Escola, Tristeza
Exibições 5
Palavras 592
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Colegial, Drama (Tragédia), Escolar, Famí­lia, Violência
Avisos: Álcool, Drogas, Linguagem Imprópria, Mutilação, Suicídio
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Capítulo 1 - Começo


Acordo cedo, como sempre, ao som de uma música irritante e alta que vem do meu celular, localizado estrategicamente ao lado da minha orelha, eu até poderia deixar o som mais baixo ou por uma música mais alegre, mas tudo que é ouvido antes das 6:00 não passa de dor de cabeça.

As luzes estão apagadas e todos estão dormindo, pois diferentes de mim, eles não são infelizes obrigados a ir para a escola. Ok, eu estou exagerando um pouco, na verdade eu gosto de ir para a escola pois é lá onde estão a maioria dos meus amigos, e é lá onde eu posso ser quem eu realmente sou de verdade, um nerd, o único problema é ter que acordar cedo.

Eu me levanto, vou até o banheiro, faço o que eu tenho que fazer, e depois que eu estou pronto, pego uma tigela de cereal e fico vendo TV até dar a hora de ir pra escola. Em geral, minha vida é de certa forma entediante, eu basicamente estudo, mas eu faço isso porque eu tenho um sonho, passar em uma escola federal, pois além de ser algo muito cobiçado na minha cidade, esse é um sonho que eu tenho desde que eu estava no primário, e que agora eu posso transforma-lo em realidade, e sinceramente, eu não consigo imaginar eu não passando e nem consigo imaginar o que eu seria capaz de fazer se eu não passasse.

Da a hora de ir e eu ando até o ponto de ônibus que tem em frente à minha casa. Quando chego na escola vou em direção a rodinha onde estão todos os meus amigos, chegando lá todos estão falado sobre a prova que tem que ser feita para passa na escola federal (estão comentando pois a prova será em dois dias, e além disso, todos ali iram tentar) quando todos me veem, eles já começam dizendo: Falando nisso, olha ai o próximo estudante de lá. E eu de forma humilde respondo que a prova ainda não foi feita e que eles não deveriam criar tantas expectativas, logo recebo vários olhares de canto, “cara de nós, você é o que mais se dedica e o que não para de estudar, também que você é um dos maiores nerd” em seguida todos concordam e eu só sorrio, é estranho mas eu adoro ser chamado de nerd.

 O sinal toca de repente e assim todos vamos para a sala. Quando chegamos lá o professor já estava dentro da sala, todos nós achamos estranhos pois geralmente o professor é o último a entrar. Quando todos já estão dentro da sala, o professor fecha a porta de forma agressiva e chama alguns nomes que foram solicitados pela diretora, eu me mantive tranquilo e comecei a conversar com meu amigo que se sentava próximo a mim, pois sabia que era um aluno exemplar e que a probabilidade de meu nome ser chamado era baixa, até que com uma voz sínica e ríspida o professor chama meu nome e olha para mim com uma cara de satisfação, esse professor me odeia mais do que todos os aluno, pois de qualquer um ali, eu sou o único que ousa contradizer, discutir e corrigir ele.

Nesse momento todos olham para mim e eu somente consigo arregalar os olhos e sentir um frio passando pela minha espinha inteira, mas eu não gostaria de dar a ele um motivo para rir de mim sendo assim com um sorriso no rosto me levando e me direciono à sala da diretora com os outros.....


Notas Finais


Esta é minha primeira história,e ela se trata de algo muito pessoal para mim.espero que tenham gostado.Se for bem avaliada eu continuo.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...