História A dor de uma traição. - Capítulo 2


Escrita por: ~

Postado
Categorias Fifth Harmony
Personagens Ally Brooke, Camila Cabello, Dinah Jane Hansen, Lauren Jauregui, Normani Hamilton
Tags Camren
Exibições 214
Palavras 3.668
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Crossover, Drama (Tragédia), Ficção, Romance e Novela, Shoujo (Romântico)
Avisos: Bissexualidade, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Hey lindas/os. Quero apenas dizer que decidi continuar com a fic, espero que saibam que as coisas estão a ganhar rumo entre a Lauren e a camila, eu estou baseando a fic em muitas coisas reais que têm vindo acontecer, porém apenas algumas. Essa fic é diferente devo dizer. Não é o habitual em que Lauren e camila se conhecem, namoram, casam e tudo mais, é apenas uma fic de acontecimentos reais. Acho que estavamos todos precisando de uma dessas, ou menos falo por mim, ultimamente toda a fic é muito parecida.

Para aqueles que se perguntam se vai ter Camren, é claro que vai, só não será do modo a que estão habituados, mas tenham calma... Muitas coisas estão por acontecer.

Beijos e boa leitura💓

Ah! E muito obrigada para quem comentou, é bom saber que gostaram 🙏

Capítulo 2 - I never be like you.


Fanfic / Fanfiction A dor de uma traição. - Capítulo 2 - I never be like you.


Inspira. Expira. Inspira. Expira. Inspira...


Tem sido o ritual que adotei desde que esse dia começou Lauren. Como era de esperar todo o mundo pediu satisfação para você sobre as fotos amorosas com Lucy. Tem sido difícil ouvir a sua explicação, você parece até estar tranquila mesmo que as fotos tenham vazado na internet. Porém se fosse uma foto nossa você não ficaria tão tranquila, não é Lauren? 


- e quando é que começaram a namorar? - Dinah perguntou interessada mas ao mesmo tempo abalada. 


Abalada por mim Lauren. Você acha mesmo que as meninas já esqueceram do ocorrido de à um ano atrás, naquele bar?


- nós não namoramos. Estamos apenas ficando. - você respondeu com a maior naturalidade do mundo como se eu não estivesse ali. 


Porém eu estava Lauren. Eu estava bem ali do seu lado enquanto esperava Simon dar a ordem de gravarmos a música. Eu estava ali querendo chorar horas a fio, por ver a mulher que um dia foi minha fingir que eu era invisível. A prepósito, já reparou que ele não parece muito bem disposto hoje? Talvez não tenha gostado do que ouviu dizer sobre você. 


Não sei se você sabe... Mas lucy a sua namorada, ou melhor a sua ficante, me seguiu no Instagram. Se você me vai perguntar o que eu fiz, fique sabendo que não fiz absolutamente nada Lauren. Eu não segui ela de volta, porque haveria de seguir a pessoa que roubou tudo de mim. E o mais estranho é que ela não deu follow em nenhuma das outras meninas. 


Você parece entusiasmada hoje lolo, acho que é porque vamos gravar no way, a música que você e Dinah escreveram. O que eu tenho dúvidas é se vou segurar as lágrimas cantando os meus versos. 


- podem ir para o estúdio meninas. - Simon ordenou e nós seguimos a sua ordem na hora. 


Agora estávamos todas à volta de um microfone para cada uma gravar a  sua voz pela ordem apropiada. 


Você está linda Lauren. Com essa calça jeans preta rasgada no joelho, e com essa camisola larga da lana del rey. Ela ainda é a sua cantora favorita certo? É bom ver que certas coisas na sua essência não mudaram. Isso me dá um por cento de alegria no noventa e nove por cento de tristeza que sinto. 


- Lauren você é a primeira, não se esqueça, e entre no tempo da música por favor. - Simon fala do lado de fora do vidro grosso que nos separava dele e do estúdio. 


Eu estava com a sensação que aquela sala de gravação era pequena demais para nós, Lauren. Vez ou outra eu sentia seu braço roçar no meu trespassando assim algum calor corporal. Porém essa sensação era de meros segundos, já que no momento a seguir você desviou o mesmo do meu. 


Lucy não gosta que você encoste em mim, é isso? 


É por isso que desde à um ano você mal me olha? Ou será porque você sente vergonha Lauren? Vergonha do que me fez. 


- I know you don't want me anymore, by the look on your face. 


A sua voz ecoou pela sala e eu senti as paredes fecharem em torno de mim. 


Sim Lauren, eu soube que você não me queria mais quando vi que o seu olhar era vazio sempre que pousava em mim. Não havia mais aquele brilho apaixonado. Não havia mais amor nele.


Você já cantou a outra parte dos seus versos, porém eu não ouvi Lauren. A minha cabeça está evitando te ouvir. Acho que mani está cantando, não consigo entender, meus ouvidos parece que formaram uma fortaleza. 


- Camila?! - Dinah me cutucou e eu quase enfartei de susto. 


- sim? 


Eu não estava naquela sala com vocês. Eu estava sozinha noutro mundo. No mundo que sofro sozinha por você. 


- passou a sua parte... - Normani avisou. 


Você está olhando para mim Lauren, eu sinto. Deve estar pensando o quão ridícula estou sendo. Eu te olho mas você logo desvia o seu olhar do meu. Eu entendo lolo, eu entendo. 


- algum problema? - Ally pergunta. 


É claro que elas sabiam qual era o meu problema, porém nenhuma delas ia perguntar já que você estava ali. 


- está tudo bem. Vou falar com Simon. 


E sai daquela sala sufocante vos deixando para trás. 
Chegando perto de Simon já sentia tudo o que segurei por uma hora sair dos meus olhos. O nosso manager logo notou que algo estava errado. Muito errado.


- o que aconteceu cabello? você está bem? 


Não Simon. Eu não estou nada bem. Como eu poderia estar bem com Lauren bem ali do meu lado como se eu e ela nunca tivéssemos tido uma história? 


Mas eu não respondi isso Lauren, eu não te queria colocar em risco. Simon não precisava de saber do nosso amor que agora não passava de meras cinzas. 


- Aconteceu algo, mas prefiro não falar. Será que posso gravar amanhã sozinha? 


- tudo bem Camila, mas não esqueça que hoje é os ama's, amanhã deve estar cansada. Tem a certeza que não quer conversar? 


- Absoluta. - assenti enquanto enxergava as lágrimas do meu rosto. 


- Muito bem então, vá para casa e descanse um pouco, deve estar precisando, ultimamente você anda com um ar abalado demais. 


E eu sabia disso. Eu não dormia nada de jeito quando chegava à noite. E você sabe porquê? Porque todas as noites eu imagino se você está ou não na cama dela... Eu imagino como seria ter você ali somente para mim, como antigamente. 


Eu notei que você me olhou quando me despedi das meninas. Ficou com pena de mim Lauren? Não fica. Não precisa. 


Ligo para a minha mãe me vir buscar. Eu não queria tar nem mais um segundo naquele edifício onde você estava. Não pense que estou com raiva de você lolo, eu só não estou conseguindo lidar com esse sofrimento todo, está ficando cada vez pior...


- Camila? - parecia a sua voz me Chamando. 


Dou um sorrisinho triste. Eu andava tão emocionalmente cansada que já imaginava sua voz me chamando. A sua doce voz, o meu som favorito. 


- Hey Camila? 


Senti alguém me puxar o braço, para minha surpresa ao me virar para trás vi que era você. Afinal eu não estava fantasiando. Mas o que você poderia querer Lauren? Por favor não discuta comigo por ter atrasado a gravação da música. Eu precisei de fazer isso, e você sabe que é insuportável para mim partilhar o mesmo espaço com você durante muito tempo. 


Não é que eu não goste... Porque eu amo estar sobre a sua presença. Mas agora não faz sentido querer continuar na companhia dela. 


- você está bem? - você perguntou e largou a região no mesmo instante. 


Eu estaria a ouvir bem Lauren? Você estava mesmo me perguntando como eu estou? 


Mas a pergunta mais importante aqui é: como você acha que estou? 


Feliz? 


Sejamos sinceras Lauren. Você sabe que eu estou péssima. Va lá, você ainda me conhece. 


- nada bem, mas isso passa. - sorri falso. 


Você apenas assentiu. Porém eu sei que não acreditou em mim. Sei disso porque ao responder você me olhou no fundo da alma. Você sempre fazia isso quando éramos um casal. 


- vou indo então, te vejo depois. - e saio. 


E lá estava eu Lauren. Parada naquele corredor ridiculamente branco vendo você ir embora. Mais uma vez eu era a que via você me virar as costas. Como eu gostava de puder ser assim, como você. Tão fria, tão desligada. Porém desligada é a última coisa que posso ser quando cada célula minha grita pelo o seu amor. Pela sua preocupação. 


Estou em casa novamente. A minha mãe está preocupada. Diz que não como o suficiente, e ela tem razão, mas eu prefiro não escutar os seus conselhos. Em vez disso vou para o banho que tanto me relaxa. É nele que mais uma vez eu me perco em memórias.

Você lembra das vezes todas que tomávamos banho?

 
- camila eu sei que você disse que essa semana era sem sexo...mas...eu não sei se suporto esse negócio de estar tomando banho com você completamente nua. - você disse ao esfregar as minhas costas, roçando vez ou outra na minha bunda. 


Eu estava sorrindo, porém você não conseguia ver por eu estar de costas. 


- você acha que merece sexo Lauren? - perguntei de forma séria porém estava adorando o seu desespero. 


- é claro que sim camz, que pergunta vem a ser essa? - subitamente virou meu corpo para você. - eu fiz algo errado? 


E lá estava você, o seu lado carinhoso e preocupado dando sinal de vida. 


- não, não lolo. Mas é que estou ficando saturada de tanto sexo, sabe... 


Vi o seu olhar ficar triste. Você estava tão fofa cabisbaixa. 


- oh...eu não sabia que você se sentia assim. - falou num murmuro. - me desculpe, eu na....


E com um beijo cheio de desejo eu te calei Lauren. Você gemeu porque nem estava esperando isso. E quando fiz menção em levar a sua mão até ao meu sexo latejante você me parou na hora. 


- eu pensei que você não quisesse sexo... - falou ofegante com a testa colada na minha. 


Eu te olhei e me senti ainda mais apaixonada. Ali estava você de olhos fechados enquanto a sua testa tocava carinhosamente na minha. Ali estava você sendo cautelosa comigo.


- eu quero Lauren, só estava brincando. 


E bastou isso para que a sua mão entrasse de uma só vez na minha entrada que apertava seus dedos deliciosamente. 


Forte. Fraco. Rápido. Devagar. Lento. Muito lento. Rápido. Muito rápido. 


Eu gemia seu nome a cada investida e tinha a certeza que no dia seguinte as meninas ia zombar de nós. Menos Ally, você sabe que a pequena não gosta muito de comentar sobre sexo ou qualquer outra coisa que fuja aos conceitos da Bíblia. 


Foi em segundos que senti seus dedos dentro de mim serem engolidos. Eu ia gozar fortemente na sua mão. E assim foi, eu gozei até que a última gota de prazer saísse de mim


E o resto do banho já você sabe como foi, não é? Eu te dei o prazer imenso que você me deu. 


Lauren sinto tanta falta do seu cheiro. Em todos os sentidos. Às vezes quando estou passando na rua vem um aroma de alguém quase idêntico ao seu, porém nunca vai ser o seu. Ariana tem um cheiro bom também, mas é doce demais, o seu era feroz e selvagem. Aliás, ainda é o mesmo perfume hoje em dia. Sei disso porque sempre que atuamos o palco fica cheio desse seu aroma irresistível. Voce tem noção como é difícil me concentrar nas letras das músicas e coreografias sempre que você passa perto? Eu acho que não...


- camila você tem a certeza que se sente bem para ir nos ama's? - minha mãe pergunta ao entrar no banheiro - eu estou preocupada com você filha. 


- nao precisa mãe.  Eu estou bem. - falo ao desligar a água. 


- Sua amiga está esperando você lá em baixo, ela disse que vai te levar até ao sítio onde se vão preparar já que você não ouviu por ter ido embora mais cedo. 


- tudo bem... Cinco minutos e desço. 


Minha mãe já foi embora de novo. Sai do meu banho para colocar uma roupa confortável, eu não ia ficar com ela mesmo portanto não havia diferença. Me pergunto que tipo de roupa nos vão dar para fazermos a passadeira vermelha. Aposto que você vai estar deslumbrante como sempre. 


Ao descer vejo Dinah sorridente falando com a minha mãe. 


- hoje também vamos atuar that's my girl! Espero que veja dona Sinu! 


- vou estar grudada na tv Dinah! Pode deixar. - minha mãe gargalhou acompanhada da loira. 


- vamos Camila?


- sim... Até amanhã mãe. - depositei um beijo quente na sua bochecha. 


- até hija, cuida dela jane. 


- cuido sempre!


Já no carro de Dinah, vou olhando a paisagem passar. Está dando work from na rádio Lauren, eu lembro da primeira vez que escutamos ela, ficamos tão felizes. Eu, você e as meninas. 


- você acha que consegue se aguentar essa noite? - a polinésia quebrou o silêncio que eu tanto prezava. 


- hmhm.


- ah , Camila! Não minta para mim. Você acha que não sei que ainda está destroçada pelo o que houve com Lauren e Lucy? 


- queria que estivesse como Dinah? - perguntei pousando meus olhos nela que não sairam da estrada. 


- queria que você esquecesse ela! Sei que Lauren é minha amiga mila, mas com o que houve o ano passado você devia no mínimo odiar ela.


- acredite, eu já tentei isso. É inevitável. - falei suspirando. 


Lauren, elas não entendem como é difícil tirar o seu amor da minha cabeça. Eu gostaria sabe? Gostaria de acordar e nem lembrar do que tivemos juntas, porém, em vez disso, sempre que acordo vem as memórias como balas me perfurar a mente, me deixando fraca demais para querer te esquecer. 


- não tentou o suficiente Camila. - Dinah repreendeu. - você é bonita, tem qualidades ótimas, tem Ariana para melhorar, porque não avança com ela? 


- eu não vou usar ela para afundar as minhas mágoas, isso é errado. 


- não estou falando de uma relação com ela boba, estou falando do fato de você sair mais com ela, ir mais à casa dela... - Dinah fez uma pausa ao fazer uma ultrapassagem a um carro demasiado lento. - como estava a dizer... A moça te convida milhares de vezes e você rejeita a maioria! 


- às vezes eu sinto que é melhor assim. Não quero ser uma má companhia. - explico calmamente. 


- você é que sabe. Eu só acho que está desperdiçando uma oportunidade para afastar um pouco a jauregui dos seus pensamentos. O que vocês tiveram foi lindo mila, porém acabou, até os fãs estão entendendo isso. 


- é... - murmurei. 


Mas enquanto os outros esquecem da nossa história, eu contínuo revivendo a mesma centenas de vezes antes de dormir. 


- chegamos, meta um sorriso nessa cara, afinal... Vamos experimentar roupa nova e cara! - Dinah falou divertida e eu deixei um sorriso fraco escapar. 


Confesso que a experimentação dos vestidos estavam me deixando loca. Você também parecia bem estressada Lauren, notei nisso quando tirou um vestido branco do corpo e o jogou contra o sofá do ambiente. As senhoras que nos vestiam e faziam a maquiagem também pareciam fora de controle. Até Ally que é a mais calma estava descontrolada. Seria uma situação ótima para rir senão fosse o fato de eu estar admirando o seu corpo seminu. 


- jesus Cristo! Porque será que esse vestido não quer caber em mim?! - ally quase gritou.


- porque você anda comendo demais. - mani zombou enquanto ajeitava seu corpo no vestido preto. 


Ela estava linda. 


- finalmente! - você gritou e todas, incluindo eu te olharam. 


Meu queixo quase caio. Você estava linda no vestido preto que tinha escolhido. Também já estava devidamente maquilhada. Eu aposto que todas as pessoas aquela noite iam cair em cima de você, pelo o fato de estar estonteante. Dinah também já estava pronta no seu vestido cor nude e preta. Linda. Eu também já estava devidamente preparada no meu vestido preto um pouco solto. E ally, que estava nervosa demais, tinha finalmente ajeitado seu corpo no vestido igualmente preto. Estávamos todas combinado de uma certa forma. 


- meninas Simon está chamando, ele diz que precisam de ser mais rápidas. - uma assistente qualquer informou ao entrar no cômodo.


- diga para ele que estamos descendo agora. - Dinah falou ajeitando o seu cabelo.


Devo confessar que estou até animada para atuar nos ama's. Você também parece estar bem disposta com isso, já que toda a viagem de limousine foi gargalhando e conversando animada com ally e as outras meninas. Duma certa forma comigo também, só que não diretamente. Não se preocupe é algo que já estou habituada Lauren. 


- só espero que ninguém tombe! - Normani falou divertida. 


- pelo o jeito a única que é capaz de tombar é Camila. - Dinah zombou e eu pus os meus olhos nela. 


- Dinah, Dinah, cuidado com o que diz. - fingi ameaçar e ela levou as mãos ao alto. 


- tudo bem Camila! Retiro o que disse! 


Uma gargalhada entre todas foi ouvida. Até você sorriu lolo, aquecendo assim o meu peito. No entanto, noto que sempre que tento conectar o meu olhar ao seu, você não permite. Gostaria tanto de saber porquê...


Chegamos ao local dos prêmios. Fãs são vistos por toda a parte, não só nossos mas também de outros artistas. Ao sair da limousine acompanhada de cada uma das meninas e você, vejo ariana na passadeira, devo confessar que está linda com a sua calça social branca e o seu top sofisticado. Você parece notar na presença dela, porém não fica contemplando como eu. É normal, você só tem olhos para a Lucy. 


Ariana parece me ver e dá um enorme sorriso. 


Está vindo em minha direção e assim que você percebe, se afasta abruptamente. 


Não gosta dela, Lauren? 


- uau Mila! Você está linda! - ariana elogia. - hey meninas! 


- oi Ari! - Dinah cumprimenta alegre. 


- e ai ari? - mani acena divertida.


- oi anjo! - Ally abraça a loira fortemente. 


- vocês estão todas deslumbrantes! Acho que fiquei com inveja! - Ariana fala divertida arrancando risadas nossas. 


- cadê a Lauren? - Normani pergunta confusa. - ainda agora estava aqui...


- acho que ela não gosta muito de mim. - ariana deu de ombros. - bem meninas, foi um prazer ver vocês! Camila se quiser ir no after party na minha casa está convidada. - ela informou deixando um beijo demorado no meu rosto. 


Assenti com um sorriso. No segundo a seguir Ariana já estava indo em direção à passadeira novamente. 


Estou te vendo novamente Lauren. Você está esperando por a gente nas sessões fotográficas. Ao chegarmos ao seu lado os fotógrafos logo começaram a urrar da forma que deviamos pousar. Todo aquele barulho estava me deixando louca. 


- CAMILA VIRA DE COSTAS PARA AQUI! VÁ LÁ LINDA! A MINHA CÂMARA TE ADORA. 


Com toda a paciência do mundo, ou da que restava, virei de costas e montes de flashes caíram em mim. Em nós. 


Você parecia namorar a câmera, como sempre olhava de forma destemida para cada uma daquelas objetivas e o fotógrafos pareciam estar adorando o espetáculo. 


-  CAMILA, VÁ PARA PERTO DE LAUREN!!! 


Franzi o cenho confusa com o pedido do homem, porém não hesitei em fazer. Você parecia desconfortável lolo. Vez ou outra se desviava mais de mim, mas como tinha Dinah do seu lado a probabilidade de ficar muito longe era mínima. Acidentalmente o meu braço repousou no seu. Você pareceu não gostar, afinal no minuto a seguir desviou o mesmo com força. 


- Não torne as coisas mais difíceis Camila. - murmurou perto do meu ouvido e eu engoli seco. 


Você estava brincando não é? Que culpa tinha eu se por acidente choquei com você?! Eu queria gritar com você, ou pelo menos dizer o quão ridícula às vezes conseguia ser, mas mais uma vez eu não seria capaz de tal coisa. 


Dinah pareceu notar no clima tenso, pois no momento a seguir pediu a você para ir para o lugar dela. 


- você está bem? - ela sussurrou enquanto pousava para a foto. 


Assenti calmamente. Por dentro sentia a minha gargantas arranhar. Os meus olhos ardiam por estar a conter a vontade de chorar, eu só queria que o dia terminasse rápido para voltar para o conforto da minha cama. 


Por esta hora já estávamos sentadas no pavilhão esperando a entrega dos prêmios começar. Eu e as meninas estávamos ansiosas, ally rezava aos céus e a terceiros para que fôssemos as vencedoras. Normani comentava com Dinah como seria difícil ganhar na categoria que estávamos. E você estava apenas grudada no celular. Eu diferente de qualquer uma de vocês, estava apenas viajando nos meus pensamentos longínquos. Pensamentos referentes a você, como deve calcular. 


Só acordei quando escutei o apresentador mencionar que tínhamos ganho. A felicidade na plateia foi imensa, e a nossa ainda mais. Nós estavamos crescendo como grupo e isso era visível aos olhos de todos. Você abraçou todas, menos a mim, dessa vez não houve espaço para tristeza, eu estava demasiado feliz com a conquista do prêmio. 


- nossa! Meu deus! Obrigada! - você foi a primeira agradecer.


O público explodiu em gritos de euforia, e palmas de alegria. 


- vocês não têm noção como isso é importante para nós! - ally quase gritou. 


Mais gritos de euforia. 


- nós amamos vocês. Amamos os nossos fãs que a cada ano nos surpreendem mais! Estou sem palavras! - falei comovida. 


Gritos e histerismo se fizeram ouvir. 


- MUITO OBRIGADA AMA'S! - Dinah finalizou. 


Descemos do palco sobre o som histérico do público e em seguida fomos mandadas para a sala de preparação. Íamos apresentar a nossa música "that's my girl".  Diferente das outras vezes eu estava eufórica para fazer isso, não estava com medo de encalhar em você, não estava com medo de sentir o seu perfume, eu estava apenas entregue ao momento de fazer uma boa atuação acompanhada de todas. Mesmo que no " todas" incluísse você, Lauren. 


- eu vos amo meninas! - ally falou ao nos abraçar na plataforma que daria início à nossa apresentação. 


Digamos que o cenário da nossa futura apresentação estava bem caprichado. 


- que tudo dê certo para a gente meninas! - mani falou quando finalizamos o abraço. 


- LET'S GO! 


E a sua voz foi a última a se fazer ouvir. Num abrir e fechar de olhos a plataforma já estava descendo e a música começando. 


- that's my girl! 


Notas Finais


E aí, gostaram?!

Tenham calma coisas irão acontecer! Beijos e me deixem saber!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...