História A Dose Da Maldade - Capítulo 53


Escrita por: ~

Postado
Categorias 50 Tons de Cinza, Cúmplices de um Resgate, Giovanna Chaves, João Guilherme Ávila, Larissa Manoela
Personagens André Alencar, Felipe Vaz, Fiorina Cavichioli, Giovanna Chaves, Giuseppe Cavichioli, João Guilherme Ávila, Julia Vaz, Larissa Manoela, Téo Cavichioli
Tags C1r, Giovanna Chaves, João Guilherme, Larissa Manoela
Exibições 98
Palavras 921
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Crossover, Drama (Tragédia), Fantasia, Ficção, Mistério, Romance e Novela, Violência
Avisos: Álcool, Drogas, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas da Autora


Quero agradecer pelos comentários por que vocês me fazem continuar essa história. 💓
Esse capítulo é inspirado na história - Heal Me - da linda, maravilhosa e uma das minhas maiores inspirações em leitura feito pela Sra. Porter 😍 As fanfics dela são de uma série que eu sou apaixonada chamada " once upon a time " porém essa história dela é contada de duas mulheres da série que eu disse a cima e bom... é para maiores de 18 e fala sobre lésbicas, eu não sou kkkk mas não tenho nenhum preconceito e gosto de ler esse tipo de história por que amostra a diferença e a igualdade das pessoas mesmo com os sexos iguais OU até mesmo diferentes! 💋

Boa Leitura!

Capítulo 53 - Feliz Aniversário!


Fanfic / Fanfiction A Dose Da Maldade - Capítulo 53 - Feliz Aniversário!

~Pensamento - Larissa Manoela~

Eu acordei cansada mas disposta mesmo com as sensações desde o momento em que não vi mais João, não sabia se estava bem ou mal, se estava feliz ou triste, mas sabia que ele estaria ao meu lado por algumas horas e seria o suficiente para que eu soubesse se ele estava ou não bem!

Era dia 15 de dezembro, o aniversário do meu filho, estava tão feliz por que ele estaria completando um ano. Quando viajamos, era tão pequeno e mesmo que tenha se passado quase um ano, Pietro ainda não tinha comemorado o aniversário, ele chegou com quase dez meses e em pensar que em apenas dois meses tantas coisas aconteceram as vezes queria que tudo voltasse e recomeçasse de uma forma diferente e boa. Quando me apaixonei pelo João, uma fantasia veio pela minha cabeça e tudo era perfeito, acoplando essa certeza uma incapacidade de sentir uma paixão de forma sexual e calorosa cheia de vontade em está nos braços dele. E por que isso acontece? Por causa dos níveis elevados de dopamina e norepine frina substancias envolvidas na atenção e associadas memória aumentada na presença de novos estimulos no cérebro. Com certeza eu estava apaixonada mas hoje eu não sabia oque era paixão mas sabia oque era muita preocupação. Soava estranho as vezes, mas como eu poderia lutar contra algo incontrolavel? Eu o queria mas ao mesmo tempo queria uma distância para que ambos não sofressem.

Pequenos detalhes que levavam-me até ele em pensamentos, sonhando acordada com os momentos preciosos que já tivemos. Se apaixonar, nos faz refletir milhões de vezes através de respostas. É um misto quase insuportavel de euforia, felicidade ansiedade, pânico e sentimentos desesperadores quando algo foge do idealizado e sofre até mesmo o menor contratempo. Ha sintomas fisicos que nos acomete, tais como perda ou excesso de apetite, insonia, tremores ou respiração e coração acelerado. Tudo isso se assemelha muito com as condições de um viciado, que tem as mesmas regiões do cérebro afetadas. Só queria que tudo tivesse um fim entre mim e João e que ninguém se machucasse no final mas infelizmente alguém teria que sofrer as consequências.


~Pensamento - Narrador~

Pietro estava pronto para sua festa, Larissa também com roupas em tons pretos, estava cheio de pessoas sorrindo e conversando em um grande salão de festas todo decorado com cores diferentes dando vida ao local. Tinha diversos paparazzis presente e Larissa já sabia que João tinha preparado aquilo.

João entrou com uma roupa leve andando calmo pelo salão enquando trazia alguns olhares e neles um olhar verde e castanho se encontraram, Larissa acenou para João que fez o mesmo em retribuição, ambos estavam felizes e não pensavam em nada se não fosse em um sorriso alegre. 


- Você está muito bonita. - João beijou a bochecha de Larissa a fazendo corar.

- Obrigado. - Larissa disse rouca fazendo Giovanna olhar para ela com uma grande malícia.

- Posso? - João perguntou apontando para o filho que estava mais feliz que Larissa em ver o pai.

- Claro. - Larissa disse em tom de deboche.


João passou alguns minutos brincando com o filho e Larissa ficava olhando o rapaz de longe, Helena e Max tentavam animar as pessoas na festa com músicas remix e com o som quase explodindo o local. Ainda não era nem 20:00 PM mas o parabéns para Pietro tinha que acontecer logo e após o menino ir aos braços de Gilberto, Larissa foi levada para um canto do salão mais escondido, estava um pouco escuro e não viu que estava puxando até ter seus lábios puxados com força a fazendo gemer.


- Sinto falta de te foder. - João sussurrou no ouvido de Larissa a fazendo arrepiar.

- Alguém pode nos pegar aqui. - Larissa disse como uma garota descontrolada.

- Dane - se. - João olhou no fundo dos olhos. - Sentiu a minha falta? - Ele perguntou sério.

- Se eu disser que não estou mentindo? - Larissa perguntou mas João não deu a resposta por que a posicionou dentro de um banheiro pequeno aonde só entravam uma pessoa e era o banheiro feminino.

- Não faça isso. - Larissa já sbia aonde tudo aquilo iria dar.

- Primeiro, você está gravida e por isso não pode fazer muito sexo então dúvido que alguém seja melhor que eu então concluindo... a gestação tem mais de três semanas e por isso você já pode transar. - João piscou.

- Não quero arriscar. - Larissa disse séria tentando sair dos braços de João.

- Um sexo oral não mata ninguém! - João sabia que não iria convencer Larissa de transar com ele.


O rapaz colocou Larissa com mais força na pia, abriu mais as pernas da garota para ter uma visão mais ampla e seu sorriso foi a mil ao ver que até Larissa estava molhada. João lembia a vagina de Larissa e brincava com o clitóris da garota a fazendo quase gritar. Os dois juntaram os corpos e se encaixaram nas pernas indo no vai e vêm sem que João não penetrasse na garota, eles se beijavam várias e várias vezes para impedir os gritos e gemidos.

Ao terminarem, Larissa saiu primeiro e pediu pafa Giovanna o perfume dela, Giovanna não entendeu mas emprestou mesmo assim. Larissa tirou o cheiro de sexo do corpo por mais algumas horas que restaria naquela festa, João foi ao encontro de Luckas e Téo que estavam rindo e bebendo. Pietro era o mais encantador, mesmo sendo o aniversariante, ele também dançava na festa e brincava com a família e amigos, tudo isso com apenas um ano!


Notas Finais


Espero que tenha gostado.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...