História A Dúvida - SwanQueen - Capítulo 20


Escrita por: ~

Postado
Categorias Once Upon a Time
Personagens Capitão Killian "Gancho" Jones, David Nolan (Príncipe Encantado), Emma Swan, Regina Mills (Rainha Malvada), Robin Hood, Ruby (Chapeuzinho Vermelho), Xerife Graham Humbert (Caçador), Zelena (Bruxa Má do Oeste)
Tags Captain Swan, Outlaw Queen, Regina Mills, Swan Queen, Swanqueen, Swen
Exibições 155
Palavras 1.359
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Aventura, Drama (Tragédia), Ficção, Romance e Novela, Shoujo (Romântico)
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Nudez, Sexo
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas da Autora


Desculpem-me pela demora. Semana de prova e nervosismo para o resultado e eu consegui graças à deus passar direto! 🙏🏼
Prometo tentar escrever vários capítulos nessas férias!

Capítulo 20 - Capítulo 20


- Você... - Sorriu rapidamente - 


- Posso saber o que estava pensando?


- Nada demais, na vida apenas.. Emma nós precisamos parar com isso! Ficar juntas um dia e no outro você não liga pra mim, eu não sou unha postiça que você usa,faz bonito e depois joga fora - Regina disse em um único suspiro - Você é casada, tem um filho e uma família formada Emma e eu não quero atrapalhar isso - 


- Eu não sou casada com ela,só ESTOU com ela, e o filho é MEU - Disse colocando a mão no peito,apontando para si -

- Dá no mesmo,vocês moram juntos. 

- Ela mora no mesmo prédio que eu em apartamento diferente,e quanto ao Caleb,ele é tudo que eu tenho. E eu preciso te contar um segredo,ninguém sabe, só aquele..monstro - Emma parecia chorar mas segurou - E a Lily..

- E por que vai contar a mim? 

- Eu confio em você,você é a única quem posso confiar minha vida,Regina. 

Regina sorriu pouco.

- Então,é que eu...eu estou grávida - Regina arregalou os olhos - E eu não vou esquecer nunca aquele dia - Emma chorava - Eu fui em um bar na época com uns amigos,daí Jones estava lá...Ele estava tão diferente,agressivo,drogado e essas coisas.Ele me drogou,me embebedou e me abusou sexualmente,ele está preso agora,mas eu só denunciei ele tempo depois,pois não conseguia lembrar direito.Eu falei pra Lily que estou grávida,mas ela acha que é inseminação. 

- Emma,eu..eu não sei nem o que te dizer - Regina a olhava sem reação - 

- Me abraça,por favor? 

Regina não pensou duas vezes,abraçou Emma como se fosse seu porto seguro. 

- Você me acalma - Emma disse em meio a lágrimas - 

Regina ia pronunciar uma palavra mas Lily chegou interrompendo as duas,empurrou Regina para o lado a jogando no chão,o que fez a mesma bater com um lado do rosto na pedra. Emma se levantou e Lily começou a gritar com ela,já desconfiava de um amor de Emma do passado,por isso Emma nunca quis Lily,de verdade. 

- VOCÊ NUNCA ME AMOU POR CAUSA DESSA MULHER - Lily apontou para Regina,que estava ainda caida - FALA EMMA,EU SEMPRE TE DEI TUDO QUE VOCÊ QUIS,SEMPRE DEI CARINHO,DEI AMOR PARA O HENRY,FIZ TUDO PRA TE FAZER FELIZ,MAS VOCÊ NÃO DEIXOU ISSO - Lily chorava com a mão trêmula - VOCÊ NÃO TINHA O DIREITO DE ME FAZER DE IDIOTA - Segurou a gola da blusa de Emma,que não conseguiu pronunciar uma palavra - 

Quando Lily fez tal gesto,Regina se levantou empurrando pra longe de Emma,jogando ela no chão e batendo em seu rosto. Cada soco vinha uma lembrança sua com Emma,Lily não a merecia,Emma estava grávida e ninguém a apoiava,Regina iria sim fazer isso. Emma puxou  Regina dali,se encararam e se abraçaram. Emma chamou uma ambulância,estava preocupada com a pancada de Regina,que dizia não ser nada demais. A ambulância não demorou para chegar,eles levaram Lily e Regina,Emma pediu para acompanhar as duas. 
Chegando no hospital,as duas precisaram fazer alguns exames,Lily estava apenas com dores, nada grave. Regina estava com o lado do rosto completamente sangrento,Lily a jogou na pedra,e a pedra não era uma pedra pequena e reta,muito pelo contrário,era grande e com várias crateras fazendo buracos e pontas afiadas. A maior parte do sangue vinha de cortes pequenos,mas parecia ser algo muito grave. O médico precisou enfaixar metade do rosto de Regina,onde afetou mais foi o olho,mas o médico passou os medicamentos e Emma se encarregou de cuidar de Regina. 
Como a série estava na season finale e todos os últimos episódios já estavam gravados,Emma decidiu ficar mais um tempo em Storybrooke,pensava até em comprar uma casa ali perto. 

Emma levou Regina de volta para casa da morena e não quis sair de lá. Chegando lá,a morena estava meio sonolenta então Emma pegou a chave reserva,sabia onde ficava. Elas entraram e não tinha ninguém,era provável Zelena estar ali mas não estava.

Emma levou Regina até o quarto e deitou a morena ali,e ficou sentada na poltrona ao lado. Depois de um tempo,Emma acabou cochilando também,estava com a cabeça no braço da apoltrona. Regina foi acordando aos poucos,foi se virando, quando se virou,virou para o lado que estava machucado. Deu um pequeno grito quando virou.

- Aaaahh - Gritou manhosa - 

Foi o suficiente para Emma escutar e se assustar. 

- Regina? O que foi? Precisa de algo? - Emma se aproximou preocupada - 

- Emma? - Regina tentava ver com seu "um'' olho - Você..O que faz aqui? Eu estou muito cansada,meu deus! 

- Eu fiquei aqui para te ajudar,e não adianta me expulsar,eu só saio daqui quando você ficar sem esse negócio aí - Apontou para o rosto de regina com a cabeça - 

- Eu to bem Emma,mesmo - Tentava se levantar e então Emma se pôs a ajudar,segurou as costas da Regina e ela sentiu um arrepio percorrer seu corpo e tratou de se afastar na hora -

- Mas eu já disse que só saio daqui depois que você tirar isso 

- Ok então - Regina levou sua mão para a faixa tentando desamarrá-la - 

- EI - Emma puxou a mão dela - Ficou louca?
Regina se assustou com o gesto da loira. 

- Desculpa - Emma disse - Eu só não quero que você pegue uma infecção - Tentou disfarçar a preocupação - Você quer que eu saia daqui,é isso? 
Regina ficou sem o que dizer,realmente dava a impressão disso.

- Não claro que não,é que eu não sei como lidar...com você..aqui - Ela parava a cada palavra -

- E por quê? Somos amigas,não? 

- Quando você volta? - Regina abaixou a cabeça - 

- Pra onde?

- Pra sua casa sabe..você tem uma vida longe daqui... 

- Ah sobre isso,eu queria conversar com você - Emma suspirou - Eu estava pensando em comprar uma casa por aqui,vim morar com Caleb - Emma abriu um sorriso - 

- E Lily? 

- Regina,o que ela fez foi uma coisa de louco né?! Eu não quero viver com uma pessoa que eu não amo,eu realmente queria amar ela,ela sempre foi legal com Caleb e comigo mas e se ela fizer isso de novo? Não quero ver...você machucada - Retorceu a boca -

- Emma não faz isso

- O quê? 

- Você sabe do que estou falando,e eu não vou ser boba de novo,eu estava apaixonada por você a 10 anos atrás e você some.Agora você está aqui,nós ficamos e você tem um filho,Emma. - Regina deitou sua cabeça na cabeceira da cama - 

- Você sempre fala dele,tem algum problema eu ter um filho? - Emma arqueou as sobrancelhas - 

- Não é que.. Ah esquece,eu queria conhecer ele - Regina sorriu - 

- Sério? Então vamos realizar o desejo de Regina Mills! - Pegou o celular pra ligar pro Henry - 

Emma discou o número do menino,que só utilizava o celular para jogar.Mas a mãe estava fora por muito tempo e ele não saiu de perto do celular. Quando o celular tocou,ele no primeiro toque atendeu. Eles conversaram e Emma notou a preocupação do menino e pediu para ele ir pra rua perto do Granny's que ela iria para lá.

Emma saiu da casa de Regina e foi ao encontro do menino,que já estava lá andando de um lado para o outro. 

- Mãe até que em fim! Eu estava preocupado - O menino abraçou a mãe forte - 

- Calma meu amor,eu nem fiquei tanto tempo assim - Emma tentava o acalmar - 

Apesar de ter apenas nove anos,Caleb era um menino muito esperto e não conseguia viver sem a mãe perto,as gravações eram muito dificeis quando ela saia e deixava ele com Lily. 

- Vamos,preciso te levar pra conhecer uma amiga - Falou puxando a mão dele -

Emma não esperou ele dizer nada,ele só a seguia sem entender. Chegaram no apartamento de Regina e Emma abriu a porta e seguiram para o quarto. Regina estava na mesma posição de antes de Emma sair. A porta se abriu e eles entraram ali.

- Regina esse é meu filho,Caleb - Emma sorriu para os dois -



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...