História A Empregada - Capítulo 15


Escrita por: ~

Postado
Categorias Cúmplices de um Resgate
Personagens André Alencar, Isabela Junqueira, Joaquim Vaz, Julia Vaz, Omar Ferraz, Priscila Meneses
Tags Jobela, Judre, Mateo, Primar
Exibições 96
Palavras 1.017
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 12 ANOS
Gêneros: Romance e Novela

Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Capítulo 15 - "Você Sempre Está Aqui"


- Menina Housekeeper! - Falou a olhando.

- Guitar Player! - Falou em um mesmo tom.

- Já está com saudades? - Pergunta com um sorriso sínico.

- Nem um pouco! - Falou retribuindo o sorriso sínico.

- Fica esperta Menina Housekeeper. - Falou em seguida saiu. 

Depois Isabela e Júlia estavam conversando sobre coisas aleatórias no corredor da escola.

- Aquele...Aquele...Aquele. - Falou Isabela. - Júlia o que você está fazendo?

- Anotando quantaa vezes você chama meu irmão de aquele. - Falou a castanha.

- Haha muito engraçada! - Falou Isabela. - Mas eu tenho um plano muito melhor o que acha de nos vigar-mos do André e do Seu irmão?

- Bom, eles merecem! - Falou Júlia.

- Então você topa? - Pergunta Isabela que já sabia a resposta.

Isabela contou o plano para a castanha que aconteceria exatamente no acampamento de verão escola e ela tinha certeza que o seu plano seria infalível.

Era de manhã finalmente seria o dia do acampamento Isabela acordou ansiosa para o acampamento afinal teria sua vingança Isabela pegou tudo o que precisava.

                          ***
Júlia estava passando pelo corredor de sua casa então escuta som de alguém que tocava violão era o seu irmão.

- Joaquim?  Sabe que horas São? - Falou parecendo sua mãe.

- Prefiro não saber. - Falou voltando a tocar.

- Para, Para, Para! - Falou em tom lento. - Isso é para a Isabela?

- Que? Como? Não, eu não escrevo músicas para ninguém, a não ser para mim mesmo! - Falou e Júlia pegou a letra.

- Ta você Faz tanto tempo
Que eu gosto de você
E já gastei todo o meu tempo
Tentando te dizer? - Falou lendo a letra. - Não acho que essa música seja feita para você! - Falou rindo.

- Talvez,  só talvez, eu disse Talvez seja para ela. - Falou.  - Eu achei que me odiava, e que não falava comigo e que eu sou um idiota e isso tudo.

- Você não é idiota, só tem aparência de idiota e sei que o meu irmão está em você em algum canto, qual é Joaquim você não é assim! - Falou em seguida saiu.

                      ***
- Você trouxe tudo o que vamos precisar? - Pergunta Isabela.

- E... Isabela Eu acho melhor você só se vingar de André afinal Joaquim não teve culpa. - Falou Júlia.

- Não! Ele beijou a Verô e isso Isabela Junqueira não aceita! - Falou a castanha.

- Mas vocês não estavam mais namorado naquele dia. - Falou acorbetando o irmão.

- Júlia eu achei que fossemos amigas! - Falou Isabela.

- Somos! Mas não sei. - Falou Júlia. - Joaquim não é assim antes do papai começa a iguinora-lo.

- Não! Ele é assim, tenho certeza. - Falou Isabela.

- Bom eu tenho que ir!  - Falou Júlia Quando avistou o garoto atrás de Isabela, então ela saiu.

- É verdade isso Isabela Junqueira? - Pergunta o garoto.

- Sim eu pretendo me vingar de você! E NÃO vou parar até conseguir o que quero e se você pensa que... - O Garoto a interrompe com um beijo apaixonado.

- A quem você quer enganar nós dois sabemos o que sentimos. - Falou o garoto.

- Está errado eu não sinto nada! - Falou Isabela.

- Então porque aceitou ser minha namorada? - Pergunta o garoto.

- Porque... Porque... Porque você estava tão triste por sua mãe ter ido embora e porque você me salvou! - Mentiu a Garota.

- Então me explica, o porquê de você ficar com ciúmes da Verô? A Verô é inteligente linda e... - a Garota o interrompe.

- Eu não tenho ciúmes de você com ela, mas ela vive me imitando, me plagiando, me copiando, como quiser chamar. - Falou Isabela. - E agora com certeza se arrependeu de ter me Salvado não é? - Falou convencida.

- Não, te savei por pena da Pessoa fria e manipuladora que você se tornou. - Mentiu o garoto e ele iria sair, mas é parado por Isabela.

- Se eu tivesse me tornado uma manipuladora não teria amigos como certas pessoas, eu estou achando que você e o André dependem do mesmo cérebro que por sinal é microscópico. - Falou Isabela. - Vou te mostrar que com Isabela Junqueira ninguém brinca, entedeu? Ninguém brinca! - Falou praticamente gritando.

- Para que isso Menina Housekeeper? Se eu já sei o que você sente por mim, porque não resolvemos tudo e voltamos? - Falou e Isabela saiu com raiva.
 
                       ***

- Então todos prontos para a o acampadentro? - Pergunta Valu.

- Sim! - Respondem todos em uníssono.

- Eu não! - Falou Isabela saindo.

- Joaquim! Faz alguma coisa! - Susurra para o irmão.

- Júlia Você quer que eu fossa o que? Ela que se vire cada um por si mesmo.  - Perguntou inguinorante.

- Só vai la caso o contrário você não vai está vivo para ir ao acampamento. - Ela ameaçou e Joaquim finalmente foi.

- Não te entendo, Sinceramente não te entendo uma hora você é fria como Pedra, outra é sensível,  quem é Isabela Junqueira?  - Falou o garoto e Isabela o abraçou.

-Você diz que não gosta de mim, que não sente nada por mim que tem pena de mim, que me odeia dês de a primeira vez que me viu, maa você sempre está aqui Joaquim, Você sempre está. - Falou Chorando e o garoto Não estava entendendo nada.

- O que você quer dizer com esse seu discurso? - Perguntou.

- Quando eu te dei uma chance foi realmente real. -Falou Isabela sincera.

- Não Isabela você não pode ser forçada a me perdoa.-Falou o garoto.

- Não estou sendo forçada a nada! - Falou.

- Está! Não quero que se sinta forçada. - Falou o garoto.

- Porque não? - Falou Isabela com raiva.

- Porque... Porque... Porque eu te amo e quero te ver feliz e sorriso mesmo não sendo comigo. - Falou.

"Uma cidade de papel para uma menina de papel".


Notas Finais


Até o próximo capítulo!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...