História A Enteada do Meu Pai - Capítulo 12


Escrita por: ~

Postado
Categorias Naruto
Tags Hentai, Romance, Sasusaku
Exibições 467
Palavras 940
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Hentai, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Universo Alternativo
Avisos: Álcool, Heterossexualidade, Incesto, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Capítulo 12 - Pegação


Um mês já tinha se passado, e bem, o meu carro estava de volta, como nesse momento, eu estava dirigindo a um restaurante, eu e a Sakura resolvemos jantar antes de voltarmos para casa.

Eu sabia que nossos pais iriam desconfiar, sim, eu sabia, mas mesmo assim a gente tinha que sair um pouco, relaxar sabe.

Depois do jantar, percebemos que nossos pais ainda não tinham chegado em casa, por isso a gente tomou banho juntos, mas só tomamos banho, não queríamos ser pegos no flagra novamente.

_ Dá próxima vez, a gente transa. – Ela falou para mim, e eu concordei.

Fui para o meu quarto e vesti a minha roupa, mesmo sendo escondido eu estava feliz com a Sakura.

Como já estava tarde, eu fui dormir, e só acordei com ela me chamando:

_ Hey dorminhoco, hoje é feriado, sabe o que isso significa?

_ Sem estagio e sem faculdade.

_ E mais tempo, para nos dois. – Ela falou levantando minha camisa.

_ E nossos pais? – Perguntei.

_ A gente dá um jeito. – Ela respondeu arranhando de leve, o meu abdômen.

Eu sorrir de canto ao ouvi-la, a perversão dela me enlouquecia, e parecia que ela sabia.

_ Se você não parar eu vou te jogar nessa cama, e vou te foder.

_ Você não teria coragem, nossos pais, estão em casa.

_ Duvida? – Eu perguntei rindo.

_ Duvido. – Ela falou de um jeito safado.

Quando pensei que iria rolar alguma coisa, o Itachi bateu a porta do quarto, chamando nos dois:

_ Papai e mamãe estão em casa, acho melhor vocês tomarem cuidado.

_ A gente sabe Itachi.

_ Então, vem logo.

A gente saiu separado, não queríamos que nossos pais desconfiassem mais ainda, da gente.

Tomamos nosso café tranquilamente, e como não tínhamos oportunidade para ficar juntos, como naquele dia, eu fui para o meu quarto, fazer o que eu mais gostava, estudar.

Depois de meia hora, eu vi a porta do meu quarto, e percebi que era a Sakura, a mesma estava com uma roupa diferente, ela usava um short jeans escuro, e uma blusa dos pollos hermanos, branca.

_ Vai aonde? – Perguntei.

_ Sair com a Ino e as outras meninas.

Ela entrou no meu quarto e caminhou de forma sensual, até a mim, como se quisesse me seduzir.

_ Sim, e para sair, tem que usar um short curto, desses.

_ Ciúmes, hein? Fique tranquilo, que eu sou apenas sua.

_­ Acho bom, mas mesmo assim, troque esse short.

_ Deixa de ser chato. – Ela se jogou na minha barriga.

_ Sakura...

_ Você fez a mesma coisa, naquela festa, se lembra?

_ Como eu posso esquecer? Você bancou a idiota, e ficou com aquele cara.

_ Quem bancou o idiota, foi você, o cara tinha o dobro do seu tamanho. – Ela falou rindo.

_ Palhaça.

Ela se levantou da minha barriga, e me deu selinho, depois disso saiu do meu quarto, tentei voltar a estudar, mas a minha namorada fez questão de tirar a minha concentração, então decidir sair também, liguei para o Naruto, e ele concordou da gente sair um pouco.

A gente foi para um bar que estava inaugurando hoje, e quando chegamos lá, vimos a Sakura com a Ino, e outras meninas, ela segurava um copo de vodka na mão, e parecia bem animada.

_ Hey cara, deixa ela se divertir.

_ Dá ultima vez, que eu deixei a Sakura se divertir, eu briguei com um imbecil, você lembra?

_ Sim, mas ela tinha feito aquilo, para te provocar, e você sabe disso.

Quando voltei a olhar para ela, eu a vi me olhando maliciosamente, como se me desafiasse a fazer alguma coisa, Naruto percebendo falou:

_ Já vi que perdi meu parceiro, vá lá cara.

_ E você vai fazer o que?

_ Esta vendo, aquela morena do lado da Ino?

_ Sim.

_ Eu vou tentar a sorte, mano. – Ele me disse dando um tapinha no meu ombro, e foi em direção as meninas.

Eu vi a Sakura se afastar das amigas, enquanto me olhava, eu então apenas pensei:

_Safada.

Eu fui atrás dela, e quando percebi a gente estava caminhando, para o banheiro, quando chegamos na porta dos banheiros, ela me puxou e me perguntou:

_ Quer dizer, que você não confia, nem na sua própria namorada, que feio, sabia?

_ Eu não sabia que você estaria aqui.

_ Não sabia, é? Então quer dizer, que o lindo, está saindo escondido com o Naruto.

Eu ri do que ela falou, não era nada daquilo, eu só tinha saído de casa, para se divertir.

_ Então tá, se você quiser, eu e o Naruto, vamos para outra festa.

_ Nananinanão, o senhor vai ficar aqui, eu estou mandando.

_ Mulher mandona, essa que eu tenho, viu?

_ Se eu deixar o meu homem solto, por ai, alguma piranha pode roubá-lo de mim.

Eu ri novamente, ver a Sakura com ciúmes estava sendo divertido.

_ Agora vamos parar de enrolação, e vamos ao que interessa.

_ Hey aqui não, alguém pode ver.

_ E desde quando, você se importa, com isso, Sakura?

  _ Desde que o nosso namoro, se tornou escondido.

A gente foi para um lugar bem mais reservado,

mas lembrei de que não podíamos, afinal estávamos na porta do banheiro e tinha varias pessoas indo e vindo por isso nos afastamos, depois a gente se recompôs e saímos dali, como se nada tivesse acontecido, quando voltamos para a festa, eu vi que o Naruto e aquela amiga morena da Sakura tinham sumido por isso eu sorrir de canto.

_ Até que enfim, aquele idiota, deu uma dentro.

 

 

 



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...