História A era da imortalidade - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias Originais
Personagens Personagens Originais
Visualizações 1
Palavras 279
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 14 ANOS
Gêneros: Ficção Científica, Survival, Suspense, Violência
Avisos: Canibalismo, Estupro, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Intersexualidade (G!P), Necrofilia, Nudez, Sexo, Suicídio, Tortura
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas do Autor


Tudo havia mudado na vida dele

Capítulo 1 - Os mortos não estão no cemitério


Fanfic / Fanfiction A era da imortalidade - Capítulo 1 - Os mortos não estão no cemitério

Não sei bem por onde começou esse desejo de ter o que não é meu,deve ter começado vendo crianças felizes brincando com os seus pais, mas aquilo era simples era só um desejo de ter um pai ou uma mãe apesar que um dia tive mais eles não me queriam e eu também não os quero mais, passei por vários lares adotivos até que um dia eu encontrei uma nova família, pensei que iria ser uma história diferente mais o destino é cruel e não falha e o mesmo que havia acontecido há alguns anos atrás aconteceu novamente, depois de ter sofrido tanto com mágoas e ressentimentos passados um dia eu consegui superar, até que chegou o esperado dia! O dia em que eu iria completar os meus dezoito anos, e novamente eu sofri o abandono só que dessa vez foi do orfanato mais era algo que eu já esperava que aconteceria.
Vago pelas ruas frias de New York, procuro algum lugar pra me abrigar do frio, o frio era fácil de eu me livrar agora do vazio não havia nada aonde eu poderia me abrigar. Ruas vazias , barulhos de gatos de rua vasculhando lixeiras, de um gemido de uma mulher que transava loucamente com seu marido em um apartamento velho, e de jovens que bebiam e fumavam sem pensar no amanhã, até que um deles me chama:
- Ei você ruivinho!
Eu me viro e não vejo certamente quem havia me chamado por conta de meu cabelo que estava muito grande, caminho direção á eles com o coração acelerado, até que um deles diz:

- Você está andando sozinho uma hora dessas pelas ruas de NY por quê?


Notas Finais


Tudo Está tranquilo!, até agora


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...