História A era dos dragões - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias Como Treinar o seu Dragão
Tags Dragões, Guerra, Hiccstrid
Exibições 49
Palavras 2.136
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Comédia, Drama (Tragédia), Escolar, Famí­lia, Fantasia, Festa, Ficção, Mistério, Misticismo, Romance e Novela, Saga, Slash, Suspense
Avisos: Álcool, Heterossexualidade, Linguagem Imprópria, Mutilação, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Nova fanfic!

Capítulo 1 - Amanhecer da era dos dragões


Fanfic / Fanfiction A era dos dragões - Capítulo 1 - Amanhecer da era dos dragões

Em uma pequena ilha de pedra

-eu não consigo,eu não vou matar o pesadelo monstruoso,banguela me ajuda.- enlouquece soluço.

Banguela olha para o horizonte,soluço entende o que ele quer dizer.

-fugir,mas é claro,como vou dar uma desculpa para fugir,espera,eu não preciso de desculpa.- tagarelou soluço o suficiente para banguela bater nele com a cauda mecânica.

-obrigado banguela, daqui para frente somos só você e eu...- agradece soluço.

No dia da execução todos esperavam soluço entrar e esperaram,mas ele não veio,estoico sai preocupado da arena e vai a sua casa.

Quando estoico chega avista um bilhete em cima da mesa.

Pai eu não posso matar dragões,então fugi com o meu dragão o banguela,se lembra quando eu disse que apanhei um fúria da noite?

Era verdade e o banguela é esse fúria da noite,espero que berk aprenda com que fizeram aos dragões e aprendam que não é culpa deles,a rainha manda eles fazerem isso.

Você ira procurar me fervorosamente por causa do que acabei de escrever,mas não me encontraram.

Antes que eu me esqueça mando o melequento ir para o inferno.

                       Adeus,do resto de sua família.

(autor:você podem achar que peguei pesado,mas o soluço era ignorado e insultados pelos outros,seu pai não demonstrava carinho por ele,ele no fundo do coração tem rancor e ódio por quem o ignorou e insultou,espero que entendam meu ponto de vista)

Estoico caiu de joelhos no chão e  ficou com raiva e tristeza  ao mesmo tempo.

-o que eu fiz,primeiro valka,agora soluço,os dragões tiraram minha família,eu vou destruí-los(autor:bipolar)-fala estoico primeiro sentindo tristeza profunda e agora ódio de dragões.

Estoico sai de sua casa com uma postura sombria.

-estoico onde soluço esta?-pergunta bocão.

-morto por um fúria da noite(autor:no bilhete ta escrito isso não).

Astrid ficou chorosa com que ouviu(autor:ela pensa que banguela traiu soluço)os gêmeos não demonstraram emoções,perna de peixe ficou triste e o melequento estava feliz que seria  chefe(autor:o bom de escrever fanfic é que eu decido tudo)mas não demonstrava.

Ninguém ousou abrir a boca para falar,o clima ficou tenso por alguns segundos.

-vamos procurar o ninho- grita estoico.

Ninguém protestou só foram se preparar para procurar o ninho.

Em outro lugar soluço e banguela pousaram em uma ilha.

-banguela,vamos libertar os dragões,mas não vamos conseguir isso sozinhos- fala soluço se  sentando.

Banguela concorda.

-banguela, vamos explorar essa ilha.-convida soluço.

Banguela levanta e soluço monta nele,voam até encontrar um dragão com a perna presa em uma armadilha,o dragão era um gronkel.

-banguela desce,nossa tarefa de libertar os dragões acabou de começar.-entusiasma soluço.

Banguela desceu e chegou perto do gronkel que rosnou.

-calma,amigo,não vamos te machucar...-suavizou soluço colocando a mão na cabeça do gronkel que se acalma.

Soluço consegue tirar depois de muito esforço a pata do gronkel.

-tenho uma atadura comigo.-fala soluço pegando a atadura do bolso.

-tem erva medicinal(autor:ta preparado,hein?)aqui.-pega soluço na bolsa e colocando na perna do gronkel e depois colocando a atadura na perna do gronkel(autor: muitos dragões serão salvos pelo soluço e banguela,mas muitos não vão ter aparição especial).

Banguela e soluço saíram do local andando e perceberam que o gronkel os seguia.

-quer ficar com a gente?-pergunta soluço,o gronkel apenas acena e vai para soluço e banguela.

Daquele dia em diante muitas coisas aconteceram,soluço sem intenção acabou formando uma grande armada de dragões que eram leais a ele,astrid tinha tido uma ideia de como chegar ao ninho que soluço havia dito como antes de partir(autor:ou seja,ela recebe toda gloria),soluço se preparava para ir ao confronto da rainha.

-esta na hora de me reunir com meu pai e os vikings- falou soluço colocando sua espada de fogo no braço(autor:a roupa do soluço é a da foto do capitulo)

Soluço saiu de sua cabana de sua base.

A base tinha dragões para todo lugar e um besta implacável dormindo(autor:besta implacável é difícil)em um canto espaçoso.

-iceberg levanta,hora da guerra!-chama soluço.

O besta implacável se levantou e olhou para fênix.

-me sigam vamos libertar os dragões da rainha!-grita fênix subindo voo,ato repetido pelos dragões,exceto o besta implacável que não voa

Eles voaram por horas até chegar na ilha dos dragões,os vikings ainda não tinham chegado,a “frota” se escondeu atrás da montanha,quando os berkianos chegaram formaram acampamentos e catapultas.

Estoico com cara seria mandou jogarem a artilharia na montanha,onde saíram milhares de dragões quando a montanha se abriu.

-a guerra vai começar,estejam a postos- grita soluço sem se importar que ouviram.

Estoico ao ouvir a voz de soluço se distraiu e não acertou nenhum dragão,só acordou para realidade quando a rainha saiu,estoico pulou para fora da montanha e correu para os vikings e mandou-os recuarem de volta para berk.

-iceberg agora!!- grita soluço,iceberg perfura a montanha com seus dois chifres que ficavam do lado da boca.

Pedras caiam em cima da rainha,os vikings se confundiram com os dragões,perna de peixe deu um grito de emoção ao ver vários dragões desconhecidos.

-soluço!!-grita estoico o reconhecendo.

A “frota” de soluço atirou contra a rainha que deu um grande urro de dor.

-será que ela voa?-provoca soluço.

Iceberg perfura uma das asas da rainha.

-não voa mais- zomba soluço.

Estoico não acreditava no que via,não sabia se chorava ou se ria,seu filho magricelo agora era um homem musculoso(autor:meio difícil escrever isso,já que sou um homem) que tinha dragões ao seu comando.

A rainha bate a cabeça em soluço e banguela,soluço cai de banguela,a rainha abre a boca na direção de soluço e solta chamas,por azar,as chamas acertam o braço e perna(autor:eu vou tirar a perna e o braço do soluço,que sacanagem com ele),banguela consegue pegar soluço antes dele cair na boca da rainha.

Estoico viu seu filho quase ser morto,a pior coisa que poderia ser visto por um pai,sentiu alegria por seu filho não ser mais um menino que não podia se defender e sentiu alivio ao ver o fúria da noite o pegar.

Os dragões de soluço começaram a atirar na rainha,que ficou com raiva e rugiu na direção de iceberg,que rugiu tambem com seu gelo.

Foi uma cena linda e aterrorizante dois dragões rugirem,um rugir gelo e outro fogo,foi simplesmente lindo para alguns e bizarro para outros e emocionante para fanático por dragões como perna de peixe.

-ataquem a boca da rainha,a fraqueza dela é a boca- grita soluço a os dragões que começam a mirar,depois concentrar em suas bocas chamas,eletricidade e outros,e atiraram na boca da rainha,que caiu no chão,iceberg perfura o estomago da rainha(autor:que nem a cena de como treinar o seu dragão 2,eu to sendo bem impiedoso com a rainha,mas ela merece),a rainha incrivelmente consegue se levantar,mas iceberg atira contra as pernas da rainha,os dragões que caçavam para a rainha que não gostavam dela a atacaram com chamas e espinhos(autor:por conta dos nadders),os dragões que eram a favor da rainha atiraram contra os dragões,mas não foi suficiente para parar os dragões de soluço que revidaram mais forte e em maior quantidade,iceberg congela os dragões inimigos,depois os dragões atiram contra eles quebrando o gelo e destruindo o corpo deles,mesmo contra a vontade de soluço,mas o dragões só estavam pensando em ajudar seu libertador mesmo que significasse ir contra a rainha e seus aliados. (autor:se passou 11 meses desde o inicio da fanfic,foi tempo suficiente para soluço libertar os dragões e encontrar iceberg).

A rainha depois de muito esforço caiu no chão ferida gravemente,os dragões não perdoaram e atiraram contra ela mais fervorosamente e iceberg perfurou novamente a rainha que dessa vez não podia se levantar.

-todos longe,banguela atira na boca da rainha- pede soluço gritando a todos e depois falando com banguela que rosnava para rainha,banguela atira a bola de plasma contra a boca da rainha que explode de dentro para fora.

Os dragões da ex-rainha se curvaram perante banguela e soluço,banguela levanta a cabeça e olha meio arrogante.

-479 dragões que parecem que querem se juntar a nós,banguela acho que criamos um exercito.-conta soluço rapidamente.

(autor:como ele os dragões da rainha em segundo?eu escrevo isso e nem como é possível.).

Soluço estava tão no calor da batalha que esquecera de seus ferimentos e desmaiou,estoico foi correndo pegar seu filho que caiu com metade da roupa destruída,era visto que o braço e pé de soluço estavam muito queimados,teriam que amputar(autor:vai ser o braço esquerdo,isso não lembra nada?).

-ah soluço,você arriscou sua vida e de seus  dragões para salvar quem te menosprezou-lamenta.

Soluço acorda e levanta com dificuldade,mas levanta.

-voltem para seus barcos,vamos logo atrás,iceberg,por favor-fala soluço.

Iceberg abaixa o chifre permitindo soluço subir,assim que soluço subiu foi para uma parte que não cairia,foi para cima dos olhos de iceberg que se levanta e começa a andar para a direção de berk,depois de soluço falar a direção.

Estoico achou nem tentar,pois soluço não o ouviria.

Assim voltaram para berk os dragões na maioria nas costas de iceberg,os dragões mais “orgulhosos” ficaram voando.

Iceberg de tempo em tempo convidava os “orgulhosos” dragões para suas costas que negavam,mas iceberg insistia,e eles não iam.

-um escalderrível,fora da a água?-percebe perna de peixe vendo um escalderrível voar do lado da besta gigante de gelo,não literalmente.

Iceberg olha intrigado para perna de peixe achando que ele estava delirando,por achar que escalderríveis não podiam ficar fora da a água,perna de peixe se encolhe com o olhar gélido.

-será que vamos ter nossos dragões?-intriga-se perna-de-peixe.

-você vai ter,com certeza,um gronkel talvez- fala soluço mostrando a cara para o barco que perna de peixe estava.

-ei,por que ele recebe um gronkel?- reclama os gêmeos falando pela primeira vez o que era novo já que os dois eram tagarelas  de plantão.

-gronkel são dóceis e carinhosos se bem cuidados,acredito que perna-de-peixe pode cuidar de um dragão mais como posso dizer...fortuito como ele- soluço tentou dizer que perna-de-peixe era gordo mais sem magoa-lo, por sorte perna-de-peixe estava no mundo da lua imaginando seu dragão e ele combatendo os malfeitores(autor:virou super-herói agora?).

-perna-de-peixe você vai cair do barco se der mais um passo- avisa bocão fazendo perna-de-peixe cair de costas na chão apavorado com a possibilidade de cair em auto mar e digamos que perna-de-peixe era uma ancora de ferro pesado.

Quando chegaram em berk,soluço foi carregado por estoico para a Gothi a curandeira de berk,o caminho era difícil tinham que percorrer,Gothi morava em cima de uma montanha e “escalar” montanhas não eram o forte de vikings como estoico.(autor:de um jeito curto e grosso eu quis dizer gordo)

Quando chegaram gothi analisou o braço e pé de soluço sem tocar.

Gothi fez vários desenhos com a areia que tinha no chão.

-precisamos amputar a peca e broca?-gothi bate com seu cajado em bocão- desculpa,ela quis dizer que temos que amputar a perna e o braço de soluço,para ele sobreviver.-doeu-se bocão depois de receber uma bela duma cajadada na nuca.

A cirurgia foi um tanto quanto arriscado para estoico e soluço,soluço poderia morrer,e estoico poderia perder a calma e não bom quando um viking como estoico perder a calma(autor:eu quis dizer obeso,e isso que eu estou fazendo não é preconceito com obesos),a cirurgia se passou sem grandes dificuldade,claro se não considerar um viking quase perdendo a calma,dragões irritados por machucarem seu libertador,se não considerar isso um problema, a cirurgia foi sem dificuldades.

Soluço depois de dias acordou,mas quando acordou que estava em sua casa e banguela estava lá.

-melhor eu levantar- falou soluço sonolento.

Soluço levantou-se e quando ficou de pé percebeu que não tinha mais o pé direito e tambem não tinha mais braço esquerdo(autor: seu braço e pé viraram próteses,por que eu tirei o braço dele?não direi vocês que descubram).

-sempre soube que isso aconteceria.- reclamou soluço.

-cadê minha armadura,não visto mais túnica(autor:e ainda é uma túnica ridícula).-reclamou soluço procurando sua armadura.

Quando soluço tentou andar não conseguiu e quase caiu,mas não caiu porque banguela o pegou com a cabeça,soluço da um agradecimento,quando saem,dragões eram vistos voando,mas sem ninguém os perseguindo.

- preciso me reorganizar – fala soluço.

-vai sair?- preocupou-se  estoico de perder seu filho de novo.

-não,mas tem dragão para todo lado.-fala soluço avistando iceberg do lado do porto.

Astrid veio e tentou dar um beijo em soluço,mas banguela entra na frente e astrid beija a boca de banguela(autor:eu sou muito mal,hahahahaha,não se preocupem vai ter hiccstrid,só quis zoar um “pouquinho”)

-que nojo.- enojou-se astrid passando a mão na boca.

-a baba dele não sai.- avisa soluço.

Banguela riu em dragones(autor:talvez isso seja importante para o desenvolver da historia).

-já tem um dragão?-pergunta soluço.

-ninguém tem – retruca astrid.

-vem e chama os gêmeos,melequento e o perna-de-peixe e me encontrem na arena- pede soluço.

Astrid vai chamar os outros, quando chegam na arena soluço esta lá com 5 dragões.

-escolham seu dragão – pede soluço.

Astrid ficou com uma nadder mortal azul e a nomeou tempestade,melequento ficou com um pesadelo monstruoso e o chamou de dente de anzol,os gêmeos pegaram o ziperarrepiante, cabeça quente nomeou bafo e cabeça dura de arroto,perna de peixe ficou um gronkel e o nomeou de batatão.

                                 Continua... 


Notas Finais


boa sorte para desvendar o mistério!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...